Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

mês

novembro 2019

Cinemateca Capitólio Petrobras inaugura equipamento de acessibilidade para a sala de cinema

cineassista

A partir desta semana o espaço conta com equipamento de acessibilidade em sua sala de cinema

Aquisição foi possibilitada por meio do projeto Cinemateca Capitólio Petrobras – Programação Especial 2019 que tem patrocínio master da Petrobras

Porto Alegre, 18  de novembro de 2019 – A partir desta semana a Cinemateca Capitólio Petrobras conta com acessibilidade completa. Desde sua reinauguração, o espaço possui acessibilidade física, com banheiros adaptados, elevador de acesso a todos os andares e espaços reservados para cadeirantes e obesos na plateia da sala de cinema. A partir de agora, a acessibilidade também chegou à tela da sala de cinema, mediante o equipamento que permite aos exibidores tornarem suas salas acessíveis para espectadores com deficiência visual ou auditiva. A aquisição foi possibilitada por meio da realização do projeto Cinemateca Capitólio Petrobras – Programação Especial 2019 que realizou oito mostras de cinema, quatro eventos especiais “Noites na Cinemateca”, duas master classes; duas exposições na Galeria da Cinemateca, dez sessões de cinema acessível e o tratamento de material de acervo, digitalização de cartazes e documentos.

Visando ampliar o acesso à Cinemateca, o projeto fez a aquisição do equipamento que permite acesso a espectadores com deficiência visual ou auditiva e, assim cumprir com a legislação brasileira vigente, IN 128 / 2016. O equipamento se chama CineAssista e possui três aparelhos (smartphones) que possibilitam a fruição do filme, dentro da sala de cinema, em conjunto com os demais espectadores, por intermédio dos recursos de acessibilidade (LIBRAS, legendas descritivas e audiodescrição – AD) em sistema fechado.

O processo de implementação do equipamento está sendo um aprendizado para todas as pessoas envolvidos nesta ação, pois para que seu uso seja bem-sucedido, é necessária a qualificação da equipe. Para isto, os funcionários da Cinemateca estão se preparando para melhor atender aos usuários, contando com a assessoria da Ovni Acessibilidade Universal. “Tudo para que a comunidade de Pessoas com Deficiência se sinta incluída e faça parte deste novo momento da Cinemateca”, afirma Beto Rodrigues, presidente da FUNDACINE.

“Para termos certeza da funcionalidade do equipamento foi realizado um teste onde foram convidados Rafael Braz, psicólogo clínico e consultor em audiodescrição, Ana Luisa Paganelli Caldas, professora de Libras da UFRGS e doutoranda na UFPEL, Eraldo Fortini, professor e Celina Xavier intérprete de LIBRAS, que puderam avaliar o uso dos smartphones numa sessão exclusiva. Para eles o equipamento é eficaz e colabora para a inclusão e democratização do cinema”, conta Beto Rodrigues.

Já na primeira semana que acessibilidade será possível conferir as produções “Diz a ela que me viu chorar”, “O olho e a faca”, “A cidade dos piratas” e “Legalidade”, em cartaz na programação da Cinemateca.

“A democratização do acesso do público ao cinema passa, necessariamente, pela acessibilidade plena com filmes com audiodescrição, LIBRAS e legendes descritivas”, afirma Luiz Alberto Cassol, vice-presidente da Fundacine.

O uso do equipamento de acessibilidade será viabilizado mediante agendamento prévio do público interessado nas sessões de filmes que possuem os recursos de acessibilidade. Como o aparelho é móvel será possível aos usuários escolherem a cadeira que desejam sentar, por isso é importante, chegar antecipadamente para que a equipe da Cinemateca possa atender da melhor maneira e instalar o aparelho. A Cinemateca Capitólio Petrobras fica na Rua Demétrio Ribeiro 1085 – Esq. com Borges de Medeiros. Mais informações (51) 3289 7458 | http://www.capitolio.org.br | facebook.com/cinemateca.capitolio 

COMO FUNCIONA:

O uso do equipamento de acessibilidade será viabilizado mediante agendamento prévio do público interessado nas sessões de filmes que possuem os recursos de acessibilidade.

A Cinemateca Capitólio Petrobras é um espaço cultural e diante desta prerrogativa exibe mostras, filmes de diferentes nacionalidades e produzidos em diferentes épocas, possuindo uma programação diferenciada das demais salas de exibição, por isso, a exibição de filmes que possuam os recursos de acessibilidade fechada está sujeita a programação dos mesmos e, quando o filme dispuser de tais recursos haverá a divulgação nas mídias tradicionais e on line.

Cada aparelho (estarão disponíveis 03 smartphones por sessão) é individual e neste há o aplicativo de acessibilidade, devendo o usuário selecionar a modalidade mais adequada. Mesmo durante a exibição do filme é possível mudar a tecnologia de acessibilidade, conforme a necessidade ou o conforto. O aparelho não possui iluminação para não interferir na luminosidade da sala e da projeção; possui uma instalação móvel com adaptador no braço da cadeira e espaço para a inserção do smartphone. (PHOTO).

Mais informações:

http://www.capitolio.org.br

3289-7458 (Administração)

cinematecacapitolio@gmail.com

https://www.facebook.com/cinemateca.capitolio/

https://www.instagram.com/cinematecacapitolio/

correiodopovo_18.11.19.jpg

14ª Convenção e Feira de Negócios das Farmácias Associadas ultrapassou a previsão de faturamento e marcou recorde

14 Convenção e feira de Negócios Farmácias Associadas-dia 2- Foto Ricardo Rochedo-2918-2

Evento alcançou R$ 41,4 milhões, um percentual 24% superior ao registrado em 2018

 

Em tempos de números acanhados na macroeconomia, crescer um pouco já é motivo de comemoração. Imagine então crescer acima do esperado e superar todos os indicadores, como expectativa de PIB e inflação. Foi esse o balanço da 14ª Convenção e Feira de Negócios. Frente à previsão de faturar R$ 37 milhões, os números superaram até os mais otimistas, fechando em R$ 41,4 milhões. O resultado considera os negócios fechados dentro da Feira e também as compras concluídas na semana seguinte, quando a maioria dos fornecedores mantém as condições comerciais oferecidas durante o evento, para que mais associados possam aproveitar. O percentual foi quase 24% superior ao registrado na feira de 2018.

Durante os três dias de evento, mais de 2,5 mil pessoas passaram pelo Serra Park – foram contabilizadas 255 matrizes, o que representa 530 pontos de venda e 72% do poder de compra da Rede. Ao todo, 58 fornecedores participaram da feira, com o patrocínio máster de quatro empresas: Aché, EMS, GAM e União Química.

Para o diretor executivo comercial da Farmácias Associadas, Jaime Moreira, o resultado revela o potencial da Rede, que dentro do modelo associativo oferece oportunidades vantajosas para todos as pontas da cadeia que integra o comércio farmacêutico. “Esse resultado positivo é prova da vitalidade do associativismo para o comércio farmacêutico. Esse não é um crescimento momentâneo, pois já temos patrocinadores fechados para a Convenção do ano que vem”, afirma Moreira.

O tema da Convenção foi alusivo aos 20 anos da Farmácias Associadas, comemorados em 2019. Além de bolo e parabéns, os fundadores foram homenageados na abertura oficial do evento. “Quando começamos tudo isso, nunca imaginamos chegar a esse tamanho, integrando tanta gente. Se seguirmos com o planejamento e com a participação de todos, temos um futuro grandioso pela frente”, ressaltou o ex-presidente e hoje conselheiro da Asprofargs, Gilberto Davi, um dos fundadores da Farmácias Associadas.

Entre as novidades lançadas na feira, a mais destacada foi a Santa Economia, marca alternativa lançada para servir aos associados que desejam investir em outros nichos de consumidores que, em suas localidades, não sejam satisfatoriamente contemplados pela bandeira Farmácias Associadas. Na marca própria, foi apresentada ao público a revitalização da Linha Sensações.

Para o presidente, Ricardo Silveira, o caminho para o futuro da Rede passa pela utilização de todas as ferramentas já implantadas pelo maior número de associados, potencializando a força da marca. “Nosso objetivo é seguir crescendo, sempre junto das nossas comunidades, levando bem-estar e saúde aos amigos”.

Sobre a Farmácias Associadas

Fundada em 1999, a Farmácias Associadas é uma reunião de pequenos empresários, que se uniu em torno do modelo associativo, para sobreviver de forma independente e competir com os grandes conglomerados empresariais que dominam o comércio farmacêutico no país. Segundo a Febrafar, entidade de classe que congrega as associações de farmácias, a Farmácias Associadas é a maior rede associativa do país. Há 20 anos, começou pequena, com apenas alguns empresários da Capital e do interior do Estado. Hoje possui 884 lojas em 287 cidades do Rio Grande do Sul e de Mato Grosso do Sul. Nos meses que se seguiram à fundação, cerca de 30 fornecedores aderiram ao projeto. Hoje são mais de 60.

Desde 2006, a Farmácias Associadas vem desenvolvendo projetos de marcas próprias não só de cosméticos, mas também de produtos ambulatoriais e nutracêuticos. A rede administra hoje um portfólio com mais de 200 produtos exclusivos, comercializados somente nas farmácias da rede, com preços competitivos e rígido controle de qualidade.

Última Sessão Acessível de 2019 da Cinemateca Capitólio Petrobras ocorre no 16 de novembro com “Benzinho”

0627_Foto Bianca Aun_Benzinho_out2016

Exibição integra a programação especial 2019 que conta com 26 atividades e patrocínio master da Petrobras. A produção cultural é da Fundacine RS e Prefeitura Municipal de Porto Alegre

 

A última Sessão Acessível de 2019 da Cinemateca Capitólio Petrobras ocorre no sábado, dia 16 de novembro, às 14h, com entrada franca. A exibição de Benzinho integra as dez sessões acessíveis da programação especial da Cinemateca Capitólio Petrobras com patrocínio master da Petrobras e produção cultural da Fundacine e Prefeitura Municipal de Porto Alegre, através da Coordenação de Cinema e Audiovisual da Secretaria da Cultura. A exibição terá interpretação em Libras por Celina Xavier, da Ovni Acessibilidade Universal, parceira cultural do projeto.

Benzinho, dirigido por Gustavo Pizzi, traz a história do primogênito de uma família de classe média que é convidado para jogar handebol na Alemanha e lança sua mãe (Karine Teles) em uma espiral de sentimentos, pois, além de ajudar a problemática irmã (Adriana Esteves) a lidar com as instabilidades do marido (Otávio Müller) e se desdobrar para dar atenção aos seus outros filhos, ela terá de enfrentar sua partida antes de estar preparada para tal.

As sessões acessíveis são a exibição de filmes com os recursos de acessibilidade (LIBRAS, audiodescrição e legendas descritivas) abertos. São voltadas ao público específico e a ação amplia a democratização do acesso à Cinemateca garantindo a inclusão de pessoas com deficiências; assim o projeto reforça a vocação da Cinemateca como um espaço de cinefilia e reflexão crítica do cinema e está disponível a todos e todas.

A Programação Especial 2019 da Cinemateca Capitólio Petrobras engloba oito mostras de cinema, quatro eventos “Noites na Cinemateca”, duas masterclasses e duas exposições e ações para o centro de documentação e memória e a manutenção da cabine de projeção, entre outros.

A bilheteria abre 30 minutos antes da sessão, para distribuição de senhas. A Cinemateca Capitólio Petrobras fica na Rua Demétrio Ribeiro 1085 – Esq. com Borges de Medeiros. Mais informações (51) 3289 7453 | http://www.capitolio.org.br | facebook.com/cinemateca.capitolio

Delphus Galeria no Correio do Povo de hoje

correiodopovo_11.11.19.jpg

6ª edição do Kino Beat – Arte em Movimento ocorre a partir de 26 de novembro em Porto Alegre

yonaonestill1

 Festival selecionado pelo edital Oi de Patrocínios Culturais Incentivados 2019, o evento promoverá programação gratuita com diversas atividades.

 

Selecionado pelo edital Oi de Patrocínios Culturais Incentivados 2019, o 6º Kino Beat – Arte em Movimento ocorre de 26 de novembro a 01 de dezembro, com diversas atividades e atrações espalhadas pela cidade. De acordo com o curador do projeto, Gabriel Cevallos, o Kino 2019 se desenvolve a partir de premissas que convidam à reflexão sobre algumas urgências do presente. “Estas ideias iniciais, substituem uma palavra central ou um tema fixo para esta edição, e lançam de forma aberta possibilidades para se sentir o mundo em conjunto – ficção, natureza, percepção, conciliação, território, mutação, esperança, mundos possíveis: estes são alguns dos pontos de partida para se imaginar o festival deste ano”, revela.

A criação da programação passa por diferentes linguagens e suportes, para estabelecer um discurso particular, onde conceitos e intuição, personalizam uma identidade múltipla para o festival. A mudança do subtítulo, de Imagem e Som em Movimento para Arte em Movimento, reforça a natureza incerta do Kino Beat, que abole os termos para expandir ainda mais a suas possibilidades de atuação. “É neste espaço permeável, em que se sonha e propõe arte como um exercício experimental da liberdade, que brotam atividades que não trilham caminhos usuais, e que assumem riscos ao propor aproximações inusitadas”, conta.

Ao estabelecer relações entre um show de funk e o universo das artes visuais, o evento sugere que a produção de sentido e conhecimento pode florescer de qualquer gesto ou objeto, da lacração de uma rima ou de uma obra de arte. O percurso da programação também passa pela subversão e ressignificação de espaços. Ao substituir ofertas publicitárias de grandes outdoors urbanos por imagens oníricas de pequenos cogumelos, a fotógrafa Tuane Eggers revigora a paisagem e desperta a imaginação para outras formas de se reger o mundo. Que não passam apenas pela lógica comercial. Os cogumelos/fungos surgem como uma metáfora para a transformação, ao possibilitarem com sua existência e decomposição, o fluxo da vida. Serão três outdoors com imagens da artista espalhados por diversos pontos da cidade expostos até 26 de dezembro.

A programação do evento inicia na terça-feira, 26 de novembro, às 20h, no Teatro da Unisinos em Porto Alegre com uma apresentação inédita na América do Sul: a performance da Auxuman (abreviação de auxiliar humano) Yona, um avatar virtual que funciona como companheiro digital e performático do processo criativo humano. Obra do tecnólogo e produtor iraniano radicado em Londres Ash Koosha, Yona usa inteligência artificial e ferramentas generativas para escrever, cantar e tocar sua própria música, sintetizando as ideias de produtores e compositores humanos e conectando-as ao público. A performance será seguida com conversa com o artista, medidada pela doutora Adriana Amaral.

No dia 27 é a vez da dupla mxm, de Mirella Brandi e Mueptmo apresentarem no Teatro Unisinos o projeto Axioma.8. A apresentação é disparada pelo som de gravações de um piano, que se somam a sons de outros instrumentos e vozes, manipuladas em tempo real por Mueptmo. A luz criada por Mirella Brandi, intensifica o percurso sensorial, em um diálogo direto com a música, que se transforma em formas e volumes de luz, envolvendo platéia e palco em um ambiente imersivo onde apenas a luz e o som parecem estar presentes.

Além das performances no Teatro Unisinos, será possível conferir com entrada franca uma série de atividades agendadas em diversos espaços da cidade como Agulha, MARGS, Vila Flores, Linha e Teatro da Unisinos. Linn da Quebrada, Rakta, Naves Cilíndricas, DJ TataOgan e o Candombe uruguaio do grupo F5 são algumas das atrações. A programação também contará com obras, atividades e performances com Projeto Sonora, Tomaz Klotzel, Camila Proto, Serraria e Tutti Rodrigues. A programação completa e todas as atrações podem ser conferidas no site kinobeat.com e nas redes sociais do evento: facebook.com/kinobeat | Instagram @kinobeatfestival

O 6º Festival Kino Beat – Arte em Movimento foi selecionado pelo edital de patrocínios culturais incentivados da Oi, conta com o apoio do Oi Futuro e com Financiamento da Lei de Incentivo à Cultura – Pró-Cultura RS –Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Mastri – Bolsas, Memória e Ensino na Revista Donna em Zero Hora

zh_09.11.19.jpg

Muovere Cia de Dança Contemporânea em Zero Hora do fim de semana

zh_09.11.19.jpg

Projeto Arte Para Todos Delphus na coluna de Eduardo Conill no Correio do Povo

correiodopovo_08.11.19

Blog no WordPress.com.

Acima ↑