Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Espetáculo Uma Nova Pele na mídia

correiodopovo_21.08.19

jc_21.08.19

 

zh_21.08.19

Documentário Em Busca do Cavalo Crioulo em Zero Hora

zh_21.08.19

 

zh2_21.08.19

Espetáculo Eu de Você em Zero Hora de hoje

zh_20.08.19.jpg

Documentário Em Busca do Cavalo Crioulo na coluna de Eduardo Conill no Correio do Povo

correiodopovo_20.08.19.jpg

ABCCC inaugura Espaço Cultural com documentário de Fagner Almeida na quinta, 22 de agosto

02

Fotógrafo lança série documental “Em Busca do Cavalo Crioulo” na Expointer e em outubro expõe obra no Louvre

 

Na próxima quinta-feira, 22 de agosto, às 18h, a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Crioulo, ABCCC, inaugura Espaço Cultural na Expointer, com exibição do episódio 1 da série documental “Em Busca do Cavalo Crioulo”, do fotógrafo Fagner Almeida.

“Em Busca do Cavalo Crioulo” convida a uma viagem além dos redutos tradicionais da raça, mostrando onde e como são os criatórios da Itália, Alemanha, França e Suíça. “Em Busca do Cavalo Crioulo” conta com cinco episódios, cada um tratando especificamente de cada país. Nessa primeira temporada, estamos abordando a criação na Itália, Alemanha, França e Suíça, mais um capítulo específico sobre a Fieri Cavalli. “Para isso, ficamos durante 30 dias, entre outubro e novembro de 2018, percorrendo as cabanas europeias, com uma equipe de três pessoas, incluindo um cinegrafista, uma jornalista e eu, que fiz os registros em fotos e também em vídeos. Conseguimos um material fantástico e até eu fiquei surpreso com as coisas que vi e pudemos registrar. Nunca imaginei que houvesse tanta gente na Europa apaixonada pelos crioulos assim”, conta.

A série tem como objetivo apresentar o cavalo Crioulo fora do seu eixo tradicional, nas mais distintas culturas e nas mais adversas situações de extremos lugares, mostrando a adaptação da raça a qualquer local. “Tenho feito diversos trabalhos fora do estado e em outros países e quero mostrar até onde o Crioulo pode chegar”, revela.

A história de Fagner Almeida em busca do Cavalo Crioulo é uma trajetória de longa data. Em 2020, prestes a completar 10 anos como profissional e de trabalhos com a raça, o fotógrafo já percorreu distâncias que o levaram até Crioulos em territórios como a América do Sul, América do Norte e Europa.  Em 2010 começou a fotografar a Marcha da Resistência, uma das principais modalidades da raça. Fagner também é autor do livro “Marcha de Resistência Cavalo Crioulo – 20 anos Jaguarão”. A partir de 2012 o fotógrafo começou a trabalhar em provas do Freio de Ouro. No ano de 2014 fotografou pela primeira vez o World Equestrian Games (WEG) realizado na Normandia/França. Em 2016 trabalhou nas Olímpiadas, fazendo cobertura das provas de hipismo para a Revista Horse.

Ao final de 2016 é destacado pela imprensa americana no TOP15 melhores fotógrafos equestres do mundo. Na Europa, no ano de 2017, foi fotógrafo na feira de Golegã Lusitano em Portugal e também da Fieracavalli na Itália. Em 2018 Fagner também esteve presente em Tryon, nos Estados Unidos, para outra edição de um dos maiores eventos equestres do mundo: o World Equestrian Games. Recentemente em Lima no Peru, fez toda cobertura do hipismo nos jogos Pan-americanos.

Em outubro o artista embarca para a França, onde uma de suas fotos integra o Salão Internacional de Arte Contemporânea de Paris, que ocorre de 18 a 20 de outubro no Le Carroussel do célebre museu. Almeida foi um dos selecionados pela curadora Lisandra Miguel, que conheceu seu trabalho através de uma pintura de Raquel Fernandes, que usou os cavalos retratados pelo artista em sua obra – inclusive estarão expostos lado a lado em Paris. “Eu nem consigo acreditar ainda. Fico muito feliz em deixar minha marca, e mais orgulhoso ainda por saber que conquistei esse espaço através do Cavalo Crioulo, uma grande paixão desde adolescência.

Sobre o Espaço Cultural ABCCC

Anexo ao restaurante do Cavalo Crioulo, no Parque de Exposições Assis Brasil, palco da Expointer, o Espaço Cultural da ABCCC vai abrigar exposição de trabalhos de artistas que contam com projetos apoiados pela entidade. Durante a Expointer, as exibições serão com dias e horários pré-definidos. O presidente da ABCCC, Francisco Kessler Fleck, explica que o objetivo do novo espaço é promover a cultura no meio Crioulo. O público terá acesso integral às obras, podendo participar, apoiar e aprender sobre os conteúdos e seus respectivos artistas”, assegura. O primeiro trabalho apresentado ao público é o primeiro episódio do documentário “Em Busca do Cavalo Crioulo”. Nos dias seguintes, o local exibirá trabalhos de artistas como Caé Braga (escultor e artista plástico), Cassio Selaimen (cuteleiro), Felipe Constant (artista plástico), Henrique Fagundes da Costa (escritor e pesquisador), Eduardo Rocha (fotógrafo), Raul Sartor Filho (artista prateiro) e Renato Dalto (jornalista e escritor). A programação completa do Espaço Cultural pode ser conferida no site www. crioulo.org.br

Projeto Concha na imprensa

zh_15.08.19

 

jc_15.08.19

 

correiodopovo_15.08.19

 

metro_15.08.19

Muovere Cia de Dança em Zero Hora de hoje

zh_14.08.19.jpg

Escola voltada ao ensino de bolsas em couro promove agenda de atividades nos meses de setembro e outubro

Gisele Germany_foto Rodrigo Marroni (2)

 

A Mastri – Bolsas, Memória e Ensino é um empreendimento da designer de moda e modelista de bolsas, Gisele Germany, que durante dez anos trabalhou com marcas de luxo na Itália

 

A Mastri – Bolsas, Memória e Ensino divulga sua agenda de cursos para os meses de setembro e outubro. O espaço, especializado em pelletteria (ofício de fazer bolsas), é um empreendimento da designer de moda e modelista de bolsas, Gisele Germany.

Localizada na Rua Eudoro Berlink, a Mastri é um estúdio de modelagem, consultoria, desenvolvimento e ensino de bolsas e acessórios que busca valorizar os conceitos de memória e ensino através da produção de bolsas. O local oferece diversos cursos e workshops, além de loja com materiais para o artesanato em couro e produtos autorais que refletem a essência da marca. O nome do espaço é uma homenagem aos Mastri Artigiani italianos, que tem como objetivo transmitir os segredos do saber fazer, seja repassando para os alunos os conhecimentos fundamentais da pelletteria, ou pondo em prática os conhecimentos técnicos no desenvolvimento de projetos para outras empresas.

Estão agendadas o curso de Desenho e Coleção de Bolsas, e as oficinas de Carteira de couro, Bordado à mão em couro, montagem artesanal de bolsas e de alpargatas, a partir de 02 de setembro.

O Curso Desenho e Coleção de Bolsas tem 14 encontros, onde o aluno terá um primeiro contato com o universo das bolsas de couro e seus componentes, bem como com as técnicas básicas de desenho e representação de bolsas e acessórios. Aprenderá os aspectos fundamentais da pesquisa e desenvolvimento de uma coleção de bolsas, sendo capaz de ao final do percurso desenvolver uma coleção para um cliente final. Ministrado por Gisele Germany, Bianca Markus e Julia Picolli, ocorre às segundas, quartas e sextas-feiras, das 13h30 às 17h30 a partir de 02 de setembro.

Na terça-feira, 10 de setembro, Gisele Germany promove a Oficina de Carteira de Couro, que ocorre das 13h30 às 17h30. O participante desenvolve uma carteira de couro, completamente manual. A partir de um molde já pronto, o aluno irá cortar as peças, dublar, fazer o acabamento à fio com tinta para borda italiana, e finalizar com a costura manual da peça, estudando os principais tipos de costura à mão e ferramentas necessárias para o trabalho com o couro.

A designer de moda Bianca Markus ministra nos dias 24 e 26 de setembro, das 14h às 18h30, a Oficina de Bordado à Mão em Couro, onde ensina a perfurar e usar algumas técnicas de bordado à mão, com linha, em couro. Será ensinado a fazer monograma, friso decorativo, desenho e frase em retalhos de couro.

Em outubro é a vez da Oficina de Montagem Artesanal de Bolsas, ministrada por Gisele Germany, que resulta na fabricação manual de uma bolsa de couro. A partir de três modelos disponíveis, o aluno produzirá sua bolsa. O curso ensina desde o corte das peças, passando por dublar, entender o uso de aviamentos metálicos como fivelas, passadores ou botões, fazer o acabamento à fio com tinta para borda italiana, e finalizar com a costura manual da peça. Os encontros ocorrem de 07 a 10 de outubro, das 13h30 às 17h30.

A designer Camila Konradt ministra nos dias 21 a 24 de outubro a Oficina de Alpargatas Artesanais, produzidas em couro pelos alunos. O modelo será confeccionado com técnicas de costura manual e colagem com utilização de poucas ferramentas, perfeito para ser reproduzido em ateliê caseiro. Pensado para ser executado em couros bovino e caprino. Os encontros ocorrem das 13h30 às 17h30.

Para mais informações e inscrições, entre em contato: Rua Eudoro Berlink, 452 – Auxiliadora | (51) 92000-0448 | contato@mastri.me| https://www.mastri.me/

 

AGENDA MASTRI SETEMBRO E OUTUBRO 2019

 

CURSO DESENHO E COLEÇÃO DE BOLSAS

Neste curso, o aluno terá um primeiro contato com o universo das bolsas de couro e seus componentes, bem como com as técnicas básicas de desenho e representação de bolsas e acessórios. Aprenderá os aspectos fundamentais da pesquisa e desenvolvimento de uma coleção de bolsas, sendo capaz de ao final do percurso desenvolver uma coleção para um cliente final.

Carga horária: 56 horas/aula = 14 encontros

Dias: 02/09, 04/09, 06/09, 09/09, 11/09, 13/09, 16/09, 18/09, 23/09, 25/09, 27/09, 30/09, 02/10, 04/10

Horário: Segundas, Quartas e Sextas, 13:30h-17:30hs

Ministrantes: Gisele Germany, Bianca Markus e Julia Picolli

Investimento: R$ 2156 em até 3x no ateliê-escola Mastri ou pelo pagseguro

 

OFICINA CARTEIRA DE COURO

Fabricação de uma carteira de couro, completamente manual. A partir de um molde já pronto, o aluno irá cortar as peças, dublar, fazer o acabamento à fio com tinta para borda italiana, e finalizar com a costura manual da peça, estudando os principais tipos de costura à mão e ferramentas necessárias para o trabalho com o couro.

Carga horária: 4h- 1 encontro

Dia: 10/09 – terça feira

Horário: 13:30-17:30

Materiais: OS MATERIAIS SÃO INCLUSOS

Ministrante: Gisele Germany,

Investimento: R$ 214 no ateliê-escola Mastri ou pelo pagseguro

 

 

BORDADO À MÃO EM COURO
Oficina para aprender a perfurar e usar algumas técnicas de bordado à mão, com linha, em couro. Será ensinado a fazer um monograma, um friso decorativo, um desenho e uma frase em retalhos de couro.
Carga horária: 7h
Dias: 24 e 26/09 – terça e quinta feira
Horário: 14h às 17h30
Materiais: OS MATERIAIS SÃO INCLUSOS  * Alunos que tiverem garfos de perfurar e martelo podem trazer.

Ministrante: Bianca Markus 

Investimento: R$ 372 em 3x no ateliê-escola Mastri ou pelo pagseguro

 

OFICINA MONTAGEM ARTESANAL DE BOLSAS

Fabricação manual de uma bolsa de couro. O aluno poderá escolher entre uma bolsa saco, uma bolsa à tiracolo ou uma bolsa tote. A partir de moldes prontos, iremos cortar as peças, dublar, entender o uso de aviamentos metálicos como fivelas, passadores ou botões, fazer o acabamento à fio com tinta para borda italiana, e finalizar com a costura manual da peça.

Carga horária: 16 horas/aula

Quando: 07, 08, 09 E 10/10 – segunda, terça, quarta e quinta-feira
Horário: 13:30-17:30

Ministrante: Gisele Germany

Investimento: R$ 736 em 3x no ateliê-escola Mastri ou pelo pagseguro

 

OFICINA ALPARGATAS ARTESANAIS

Produção de um par de alpargatas artesanais em couro, inteiramente pelo aluno.

O modelo será confeccionado com técnicas de costura manual e colagem com utilização de poucas ferramentas, perfeito para ser reproduzido em ateliê caseiro.

Pensado para ser executado em couros bovino e caprino.

Carga horária: 16 horas

Dias: 21, 22, 23 e 24 de Outubro

Horário: das 13:30 as 17:30

Ministrante: Camila Konradt

Investimento: R$ 836 em 3x no ateliê-escola Mastri ou pelo pagseguro

 

 

 Sobre as professoras

 Gisele Germany

Após uma temporada  de quase dez anos na Itália trabalhando para marcas Burberry, Givenchy, Dolce&Gabbana, Pringle of Scotland, Tiffany & co, Chloè e Victoria Beckham, a designer de moda e modelista de bolsas Gisele Germany voltou a Porto Alegre para dois novos desafios, que resgatam a tradição da pelletteria (ofício de fazer bolsas): o lançamento do ateliê-escola Mastri e da marca Doppia.G

Gisele Germany é formada em Moda e Estilo pela Universidade de Caxias do Sul, mas foi em Florença, na Itália, que conheceu por acaso a arte de fazer bolsas e trabalhar com couros que acabou mudando a sua vida. Em 2006, ano em que chegou à cidade Italiana, estudou a modelagem de bolsas e artefatos de couro na Alta Scuola di Pelletteria Italiana, curso que abriu as portas para o mercado da região e lhe permitiu colaborar nos quase 10 anos que se seguiram, com marcas de grande importância para a moda internacional como Burberry, Givenchy, Pringle of Scotland, Tiffany & co, Chloè e Victoria Beckham. Em 2012 e 2013 trabalhou na empresa Dolce & Gabbana, em Incisa in Val d’Arno, integrando a equipe de modelistas da Divisione Industriale Calzature e Pelletteria.

Como docente, em Florença, ministrou o curso Handbags Construction Techniques para a Universidade italiana FUA- Florence University of Arts.

Há alguns anos desenvolve um projeto paralelo ao da profissão de modelista, onde estuda mais profundamente as técnicas de trabalho com o couro e a história e a tradição da ‘pelletteria’ – o ofício de fazer bolsas. Este projeto, unido ao seu retorno ao Brasil em 2015, deu forma a diversos cursos de extensão em modelagem e montagem de bolsas, realizados em colaboração com núcleos de ensino e faculdades de moda e design.

Bianca Markus

É formada em Design com Habilitação em Produto – bolsas, calçados e acessórios – pela Universidade Feevale e possui pós-graduação em Moda, Criatividade e Inovação pela FATEC-SENAC. Bianca trabalhou como consultora do Instituto by Brasil para a Assintecal, atendendo empresas de componentes para o setor coureiro calçadista e nos últimos 5 anos esteve à frente de sua marca própria, Lia Marchese, de bolsas, calçados e acessórios especializada em couros exóticos.

Camila Konradt

Designer com mais de 10 anos de experiência no setor calçadista. Professora de modelagem de calçados e confecção de cursos livres, de graduação e de pós-graduação em instituições como UniRitter, Ucpel, UPF e Unisul. Atualmente designer e trader na Oblò Trade Lab exportação de calçados e acessórios.

 

Julia Piccoli 

É formada em Moda e Estilo pela Universidade de Caxias do Sul – UCS e é Mestre em Design e Marketing do Vestuário na Universidade do Minho – Portugal. Atua como docente no Curso de Moda da Universidade Feevale, além de estilista e social mídia no ateliê de vestidos de noiva Solaine Piccoli.

Macarenando Dance Concept em Zero Hora do fim de semana

zh_10.08.19.jpg

Blog no WordPress.com.

Acima ↑