Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Exposição Retratos da Alma na imprensa

jc_10.05.18.jpg

Bruna Paulin e os Esotéricos fazem show no sábado, 12 de maio na Casa Cultural Tony Petzhold

umanovapele_creditoadrianamarchiri-(24)

Show marca início da temporada 2018 do grupo, executando versões de canções nacionais e internacionais

No próximo sábado, 12 de maio, às 22h, a Casa Cultural Tony Petzhold recebe a primeira edição de 2018 do show de Bruna Paulin e os Esotéricos. O grupo, formado em 2017 para o espetáculo Uma Nova Pele, apresenta um novo formato de espetáculo. “Este é um show mais dançante, onde mantivemos músicas que fizeram sucesso entre o público de Uma Nova Pele e incluímos novidades no repertório”, conta a atriz e cantora.

No formato arena, o público acompanhará de pé o show com versões de canções de nomes como Rita Lee, Chico Buarque, Gilberto Gil, Céu, David Bowie, The Rolling Stones, Norah Jones, entre outros, selecionadas pelo diretor musical do grupo, Guilherme Dable.

Para os fãs de Uma Nova Pele, a boa notícia é que o espetáculo segue no repertório da banda, e já tem nova data: a atração integra a programação de julho do projeto Mistura Fina, que ocorre às quintas-feiras no Foyer do Theatro São Pedro.

A banda é formada por Augusto Stern (guitarra), Claudio Mattos (bateria), Guilherme Fialho (guitarra), Guilherme Dable (baixo) e Rodrigo Trujillo (teclados). A Direção de Movimento é de Diego Mac, preparação vocal de Luana Pacheco, produção e comunicação de Julia Assef e Redes Sociais de Juliana Palma. Os ingressos custam R$ 30,00 para público em geral e R$ 20,00 para classe artística, estudantes e idosos e estarão à venda no dia do show, somente em dinheiro. Mais informações em facebook.com/umanovapele ou pelo Instagram @brunapaulineosesotericos

Bruna Paulin e os Esotéricos

Bruna Paulin – voz | Augusto Stern – guitarra | Claudio Mattos – bateria | Gevago Prescendo – guitarra | Guilherme Dable – baixo | Guilherme Fialho – guitarra | Rodrigo Trujillo – teclados

Direção Geral – Bruna Paulin | Direção Musical – Guilherme Dable | Direção de Movimento – Diego Mac | Preparação Vocal – Luana Pacheco | Produção e Comunicação – Julia Assef | Redes Sociais – Juliana Palma

Apoios:

Bunker Sound Design

Cozinha Artesanal

Petronius Beverages

Bom Fim Conteúdo

Casa Cultural Tony Petzhold

Estúdio Musitek

Serviço

Bruna Paulin e os Esotéricos

Sábado, 12 de maio, 22h

Casa Cultural Tony Petzhold – Av. Cristóvão Colombo, 400

Ingressos na hora a R$ 30,00  (R$ 20,00 para classe artística, idosos e estudantes). O local só aceita pagamento em dinheiro.

zh_03.05.18.jpg

correiodopovo_01.05.18

correiodopovo_28.04.18.jpg

Galeria Mascate na mídia

jc_27.04.18correiodopovo_27.04.18

Retratos da Alma marca nova administração da Delphus Galeria

RetratosdaAlma_creditoIlkaFilippini (5)

Exposição fotográfica com retratos de Ilka Filippini inaugura em 26 de maio

No sábado, 26 de maio, a Delphus Galeria inaugura a mostra fotográfica Retratos da Alma, de Ilka Filippini e curadoria de Liliane Giordano. O evento celebra um ano da nova administração da galeria e molduraria, fundada em 1974. O tradicional espaço da cidade comemora nova  fase, promovendo um local de diálogo com o público divulgando a produção artística do Estado, sob direção de Salete Salvador, nome conhecido no mercado das artes há 20 anos.

Retratos da Alma apresenta uma  coleção de imagens de pessoas que Ilka registrou de 2006 a 2017 durante viagens para Cuba, Peru, Índia, Nepal, Vietnam, Camboja e Myanmar, além de registros em Caxias do Sul e Viamão. Um dos objetivos do projeto, segundo a artista, é despertar uma reflexão do que aproxima a todos nós como seres humanos. “Nestas fotos, podemos ver, através dos olhos e dos sorrisos, a essência da vida em cada um – afinal, independente de onde vivemos e das diferentes experiências de vida, padecemos de males e prazeres muito semelhantes”, afirma.

Dezesete telas de 70X100 cm, impressas em tela de algodão tipo Canvas, compõem a expografia. O material escolhido tem o objetivo de fazer as fotografias se parecerem com as telas utilizadas em pintura, aproximando a técnica da obra de arte, bem como as molduras remetem aos quadros clássicos. Além dos 17 retratos, a exposição conta com 25 fotografias que revelam o contexto de vida de diferentes pessoas, colocando-as inseridas no seu ambiente. Assim, denota o que há de único em cada ser humano. “O que nos torna únicos, também nos torna iguais, e, através da sensação de identidade, mesmo que em um ínfimo momento e de forma sutil, podemos resgatar a nossa humanidade, irmandade, fraternidade”, ressalta Ilka.

“Há alguns aspectos que são intrínsecos à alma humana. E isso transparece mesmo sem nem trocar palavras em um idioma desconhecido. Transparece no rosto, na expressão. No olhar. A força das fotografias de Ilka reside nesta captura do olhar furtivo, na expressão que deixa escapar muito dos anseios da alma. Fica a impressão de que cada retratado está pronto para saltar da sua moldura e começar a conversar conosco, agora mesmo. É uma fotografia que brinca com a ideia de ser pintura, que ilude com o jogo de ser real ou ficção, que, mais uma vez, borra as fronteiras e constrói espaços para reflexão”, conta a curadora Liliana Giordano.

Retratos da Alma terá sua abertura no sábado, 26 de maio, a partir das 10h da manhã. A mostra segue com entrada franca até 30 de junho. A Delphus Galeria funciona de segunda à sexta-feira das 09h às 18h45 e aos sábados das 09h às 13h na Av. Cristóvão Colombo, 1093.

 

SERVIÇO

Retratos da Alma – exposição fotográfica de Ilka Filippini com curadoria de Liliane Giordano

Abertura – 26 de maio de 2018, das 10h às 16h

Galeria Delphus, Av. Cristóvão Colombo, 1093 – Floresta, Porto Alegre – RS

Visitação: de 28 de maio a 30 de junho de 2018 segunda à sexta-feira das 09h às 18h45 e aos sábados das 09h às 13h na Av. Cristóvão Colombo, 1093.

 

Sobre a Delphus Galeria

A Delphus Galeria, espaço especializado em molduras e obras de arte, foi lançada em 1974, na cidade de Porto Alegre, tendo, desde o princípio, seu diferencial no atendimento atencioso e especializado.

Desde abril de 2017, Salete Salvador, atuante em galerias de arte há 20 anos, assume a nova direção e propõe-se a manter a qualidade dos produtos e serviços oferecidos e conhecidos nesses 44 anos de mercado, inovando com diferentes matérias-primas, processos de emoldurações e, principalmente, trazendo novos artistas, acompanhando as tendências do mercado.

A galeria oferece obras de mais de 100 artistas plásticos de diversas localidades do Brasil, nos estilos clássico, moderno e contemporâneo. Na Delphus é possível encontrar pinturas, esculturas, gravuras, fotografias e reproduções (nacionais e importadas), com uma variedade de estilos e tamanhos que atende às mais diferentes necessidades. O serviço de emolduração é referência na cidade, já que alia a assessoria especializada na escolha da melhor montagem e a mão de obra primordial.

A Delphus Galeria atende de segunda à sexta-feira das 09h às 18h45 e aos sábados das 09h às 13h. Av. Cristóvão Colombo, 1093 – Floresta – Porto Alegre/RS (51) 99256.6218 / (51) 3222.3232

 

Sobre a fotógrafa

Ilka Filippini é Arquiteta e Urbanista, concursada e aposentada no Município de Caxias do Sul. Como fotógrafa, fez parte do Clube do Fotógrafo de Caxias do Sul, realizou quatro exposições individuais e várias coletivas, no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná; recebeu uma premiação de menção honrosa e duas fotografias aceitas em Bienais Brasileiras de Fotografias Preto e Branco.

Sobre a curadora

Liliane Giordano é mestre em Educação: arte, linguagem e tecnologia na UFRGS (2016). Possui graduação em Fotografia na UCS (2005) e graduação em Tecnologia em Processamento de Dados na UCS (1997) e especialização em Ciência da Computação pela UFRGS (2000).

Atualmente é fotógrafa, diretora de fotografia e professora na instituição Sala de Fotografia. Tem experiência de 20 anos na área de tecnologia da informação. Hoje, o foco do seu trabalho está em atividades nas artes visuais, no processo de aprendizagem em fotografia, projetos de identidade visual e fotografia autoral.

Como curadora, já esteve a frente de diversas exposições fotográficas individuais, como “Passagens”, do fotógrafo Julio Soares (2016), e “Videiras de Papel”, do fotógrafo Severino Schiavo (2015).

Espetáculo Língua Mãe. Mameloschn na imprensa

jc_24.04.18.jpgzh_24.04.18.jpgcorreiodopovo_24.04.18.jpg

Blog no WordPress.com.

Acima ↑