Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

mês

novembro 2015

jornalpopular_26.11.15

diáriodesantamaria_26.11.15.jpg

correiodopovo_26.11.15.jpg

Prêmio Açorianos de Teatro, Tibicuera de Teatro para Crianças e Revelação 2015 ocorre no dia 11 de dezembro no Teatro Renascença

Circo-Híbrido_foto-Sal-Fotografia-(1)

Indicados das 12 categorias serão divulgados na próxima terça-feira, dia 01

A entrega do mais tradicional prêmio para as artes cênicas de Porto Alegre já tem data marcada: no dia 11 de dezembro ocorre a entrega dos Prêmios Açorianos de Teatro, Tibicuera de Teatro para Crianças e Revelação 2015 no Teatro Renascença, a partir das 20h, com entrada franca.

Nesta edição concorrem 21 espetáculos ao prêmio Açorianos de Teatro; 10 ao prêmio Tibicuera de Teatro para Crianças e 16 ao prêmio Revelação. Os indicados a melhor espetáculo nas três categorias ainda concorrem ao Prêmio de Júri Popular, que terá votação online pelo site da prefeitura a partir do dia 02. As categorias Espetáculo, Ator, Atriz, Dramaturgia e Direção (Açorianos e Tibicuera) recebem também prêmios em dinheiro, totalizando R$ 56 mil.

Os 22 jurados dos três prêmios avaliam as produções inscritas nas seguintes categorias: direção, ator, atriz, ator coadjuvante, atriz coadjuvante, cenografia, figurino, iluminação, trilha sonora, dramaturgia original, produção e espetáculo. Os indicados serão divulgados no dia 01 de dezembro.

O evento de premiação, com direção artística de Tainá Borges, contará com performances do espetáculo Cabaré Valentin, do Circo Híbrido. As apresentações artísticas começam no saguão, que será ambientado no tema da noite: Circo. A apresentação da cerimônia de entrega ficará a cargo de Lauro Ramalho, Kátia Suman e Amanda Gatti. Daniel Lion assina os figurinos, Mirco Zanini a iluminação, Luís Cocolichio a cenografia e Mauricio Casiraghi a projeção de vídeos. Após a cerimônia a recepção aos vencedores se transfere para no saguão do Centro Municipal de Cultura com discotecagem de Leo Felipe.

Realizados anualmente desde 1977 pela Secretaria da Cultura de Porto Alegre, os prêmios buscam destacar e incentivar a produção das artes cênicas em nossa capital. Aos vencedores é entregue um troféu especialmente criado em 1993, pelo artista plástico Vasco Prado. Às categorias de melhor espetáculo – Açorianos e Tibicuera – será entregue, além do troféu, o valor de R$ 16.000,00 cada. Às categorias individuais de direção, ator, atriz e dramaturgia – Açorianos e Tibicuera -, R$ 3.000,00 cada.

Saiba Mais

Concorrem ao Prêmio Açorianos de Teatro 2015 os espetáculos:

#7xbeckett

As Quatro Direções do Céu

Biafra

BRINCO DE PRINCESA

Cadarço de Sapato ou Ninguém Está Acima da Redenção

Capitão Rodrigo – A saga de um homem comum

Como Diria Mamãe

Concentração

Congresso Internacional do Terrorismo

Crime Woyzeck

Enfim Sós – Uma tragicomédia clownesca

Lingua Mãe.Mameloschn

Lujin

MEDEAMATERIAL

No que você está pensando?

O Beijo no Asfalto

O Mal Entendido

Ori Orestéia

PEQUENAS COISAS

Projeto Secreto: A Gaiola das Loucas ou Drag Queens Não Pagam Ingresso

Qual a diferença entre o charme e o funk?

 

Categorias premiadas:

  1. Direção
  2. Ator
  3. Atriz
  4. Ator coadjuvante
  5. Atriz coadjuvante
  6. Cenografia
  7. Figurino
  8. Iluminação
  9. Trilha sonora
  10. Dramaturgia original
  11. Produção
  12. Espetáculo

 

Prêmios em dinheiro:

Melhor Espetáculo: R$ 16 mil cada

Melhor Ator, Atriz, Dramaturgia e Direção: R$ 3 mil cada

 

Concorrem ao Tibicuera de Teatro para Crianças 2015 os espetáculos:

CinderElla

Crionças

Cuco – a linguagem dos bebês no teatro

É Proibido Miar

HISTORIETAS

JOÃO E MARIA

JOÃO E O PÉ DE FEIJÃO

ORQUESTRA DE BRINQUEDOS

Os Horrororsus

Pulí-Pulá

Categorias premiadas:

  1. Direção
  2. Ator
  3. Atriz
  4. Ator coadjuvante
  5. Atriz coadjuvante
  6. Cenografia
  7. Figurino
  8. Iluminação
  9. Trilha sonora
  10. Dramaturgia original
  11. Produção
  12. Espetáculo

Prêmios em dinheiro:

Melhor Espetáculo: R$ 16 mil cada

Melhor Ator, Atriz, Dramaturgia e Direção: R$ 3 mil cada

 

Concorrem ao prêmio Revelação 2015 os espetáculos:

A Cadeia Alimentar

A CLASSE MORTA

A Princesa e o Sapo – O Universo de Grimm em Teatro de Bonecos e Contação de Histórias para os Pequeninos

As aventuras de Tião Bagual

As Lágrimas de Heráclito

Cantos de Linho, de Lã – poemas cantados de Dilan Camargo

Enquanto Ensaio

Essa Propriedade Está Condenada

Macbodas: tequila, guacamole y algo más

No Ar

O Chapeleiro Maluco

O Rei da Cocada Preta

OLHA-ME

Revolver Dream

Sarah

SOLQUEGIRA.DOC

Categorias premiadas:

  1. Direção
  2. Ator
  3. Atriz
  4. Espetáculo

 

Ficha técnica da Cerimônia de Premiação

Apresentadores: Katia Suman, Lauro Ramalho e Amanda Gatti.

Atrações: Circo Híbrido

Direção Artística: Tainá Borges

Iluminação: Mirco Zanini

Trilha sonora: Leo Felipe e Cabaré Valentin

Cenografia: Luís Cocolichio

Vídeo: Mauricio Casiraghi

Figurino dos apresentadores: Daniel Lion

Assessoria de imprensa: Bruna Paulin – assessoria de flor em flor

Produção: Coordenação de Artes Cênicas

Realização: Secretaria da Cultura de Porto Alegre

Prêmios Açorianos de Teatro, Tibicuera de Teatro para Crianças 2015  e Revelação – Noite do Circo com Cabaré Valentin

11 de dezembro, 20h

Teatro Renascença – Av. Erico Verissimo, 307

Entrada Franca

10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo exibe 40 filmes em Porto Alegre entre os dias 1 e 11 de dezembro

Encantados _Tizuka Yamazaki2

Evento conta com sessões gratuitas na Sala Redenção

Chega a Porto Alegre no dia 01 de novembro a 10ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos no Mundo. As exibições gratuitas de 40 filmes entre curtas, médias e longas-metragens, divididos em três mostras, seguem até 11 de dezembro, na Sala Redenção, no Campus Central da UFRGS.

Sessões com audiodescrição, debates e exibições para escolas integram as atividades em Porto Alegre. A diretora Tizuka Yamasaki estará presente na abertura, participando da exibição de seu mais recente filme, Encantados, no dia 01.

Entre os filmes que serão exibidos estão Betinho, A Esperança Equilibrista, sobre o sociólogo Hebert de Souza, 500, Os bebês roubados pela ditadura argentina, sobre a luta das avós da Praça de Maio, o recente Numa Escola de Havana, e Silêncio das Inocentes, sobre violência contra a mulher.

A 10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo teve início dia 13 de novembro e segue até o dia 20 de dezembro, passando por todas as 26 capitais do país e pelo Distrito Federal.

Sobre as mostras: A Mostra Homenagem faz uma retrospectiva representativa das 9ª edições anteriores e exibe filmes premiados em cada edição, a Mostra Temática terá como foco Criança e Adolescente, e a Mostra Panorama reunirá 24 filmes produzidos a partir de 2011 no Brasil, França, Estados Unidos e Singapura, selecionados por meio de chamada pública.

A 10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo é uma edição comemorativa, que celebra esta iniciativa de fortalecimento e disseminação da cultura e da educação em Direitos Humanos. Ela foi lançada para celebrar o aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em 10 de dezembro de 1948.

“A linguagem cinematográfica mobiliza corações, mobiliza mentes. Essa mostra de cinema mobiliza as pessoas a pensarem sobre esse tema que é tão importante para nós em um momento em que precisamos reafirmar os valores dos direitos humanos e o respeito às diferenças”, diz o secretário especial de Direitos Humanos do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, Rogério Sottili.

Realizada pelo Governo Federal, através do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos e da Secretaria Especial de Direitos Humanos, com produção do ICEM – Instituto Cultura Em Movimento, a Mostra dedica-se a apresentar filmes que discutem temas atuais de Direitos Humanos, como: direitos das pessoas com deficiência; população LGBT/enfrentamento da homofobia; memória e verdade; crianças, adolescentes e juventude; pessoas idosas; população negra; população em situação de rua; mulheres; Direitos Humanos e segurança pública; proteção aos defensores de Direitos Humanos; direito à participação política; combate à tortura; situação prisional; democracia e Direitos Humanos; saúde mental; cultura e educação em Direitos Humanos. A produção local é da Primeira Fila Produções.

Programação:

1 de dezembro (terça-feira) – Sessão Especial para Convidados

 19h Gigantes da Alegria, Ricardo Rodrigues e Vitor Gracciano, 15 min., Doc, Brasil, 2014, Livre

Encantados, Tizuka Yamazaki, 78 min., Ficção, Brasil, 2014, 12 anos

 

2 de dezembro (quarta-feira) 

 16hO Muro é Meio, Eudualdo Monção Jr., 15 min., Doc, Brasil, 2014, 10 anos

Branco Sai, Preto Fica, Adirley Queirós, 93 min., Ficção, Brasil, 2015, 12 anos

 19hSandrine, Elen Linth e Leandro Rodrigues, 12 min, Ficção, Brasil, 2015, 16 anos

À queima roupa, Theresa Jessouroun, 90 min, Doc, Brasil, 2014, 16 anos

 

3 de dezembro (quinta-feira) 

16hCartas do Desterro, Coraci Ruiz e Julio Matos, 15 min., Doc, Brasil, 2014, Livre

Sobre Coragem, Guilherme Xavier, 23 Min., Doc, Brasil, 2014, 12 anos

            Porque temos esperança, Susanna Lira, 71 Min., Doc, Brasil, 2014, 14 anos

19hPele, um real, Aline Guimarães, 15 min., Ficção, Brasil, 2015, Livre

Muito Além do Peso, Estela Renner, 90 min., Doc, Brasil, 2012, Livre

SESSÃO SEGUIDA DE DEBATE

 

4 de dezembro (sexta-feira)

14hMeu Amigo Nietzsche, Fáuston da Silva, 15 min., Ficção, Brasil, 2012, Livre

Silêncio das Inocentes, Ique Gazzola, 52 min., Doc, Brasil, 2010, 12 anos

16hSubmarino, Rafael Aidar, 12 min, Ficção Brasil, 2015, 12 anos

           Quando meus pais não estão em casa, Anthony Chen, 99 min, Ficção, Singapura, 2013, 12 anos

19h500 – Os bebês roubados pela ditadura argentina, Alexandre Valenti, 100 min., Doc, Argentina – Brasil, 2013, 12 anos

 

7 de dezembro (segunda-feira) 

14hA Visita, Leandro Corinto, 8 min., Ficção, Brasil, 2014, Livre

Alma da Gente, Helena Solberg e David Meyer, 83 min., Doc, Brasil, 2013, 10 anos

ATENÇÃO – SESSÃO COM AUDIODESCRIÇÃO ABERTA (SEM FONES INDIVIDUAIS)

16hNau Insensata, Cristiano Sidoti, 15 min., Brasil, Doc, 2014, Livre

Do Outro Lado da Cozinha, Jeanne Dosse, 40 min., Doc, Brasil, 2013

19hNunca Mais Cochabamba, 11 de janeiro de 2007, Roberto Alem, 52 min., Doc , Bolívia, 2007, Livre

 

8 de dezembro (terça-feira)

14hDo meu lado, Tracisio Lara Puiati, 14 min., Ficção, Brasil, 2014, Livre

Colegas, Marcelo Galvão, 103 min., Ficção, Brasil, 2013, Livre

16hNa Direção do Som, Jonathan Gentil e Pedro Prado, 15 min., Doc, Brasil, 2013, Livre

Ninguém Nasce no Paraíso, Alan Schvarsberg, 25 Min., Doc, Brasil, 2015, Livre

Félix, o Herói da Barra, Edson Fogaça, 72 min., Doc, Brasil, 2015, Livre

18hAbraço de Maré, Victor Ciriaco , 16 min., Doc , Brasil, 2013/ Livre

Betinho – A Esperança Equilibrista, Victor Lopes, 89 min.,Doc, Brasil, 2015, Livre

 

9 de dezembro (quarta-feira) 

16hNuma Escola de Havana, Ernesto Daranas, 90 min., Ficção, Brasil, 2012, 12 anos

18hMemórias para uso diário, Beth Formaggini, 80 min., Doc, Brasil, 2007, 12 anos

 

10 de dezembro (quinta-feira) 

14hO Contador de Histórias, Luiz Villaça, 110 min., Ficção, Brasil, 2009, 12 anos

ATENÇÃO – SESSÃO COM AUDIODESCRIÇÃO ABERTA (SEM FONES INDIVIDUAIS)

16hCorrentes, Caio Cavechini, Ivan Paganotti e Evelyn Kuriki, 58 min., Doc, Brasil, 2006, 12 anos

19hLéo, Mariani Ferreira, 15 min., Ficção, Brasil, 2015, 14 anos

Habita-me se em ti transito, Claudia Rangel, 23 min., Doc, Brasil, 2014, 14 anos

           Quem matou Eloá?, Lívia Perez, 24 min., Doc, Brasil, 2015, 16 anos

SESSÃO SEGUIDA DE DEBATE

11 de dezembro (sexta-feira) 

14hEu não quero voltar sozinho, Daniel Ribeiro e Diane Almeida, 17 min, Ficção, Brasil, 2010, Livre

Quando a casa é a rua, Theresa Jessouroun, 35 min, Doc , Brasil, 2012, Livre

16hO Plantador de quiabos, Coletivo Santa Madeira, 15 min., Ficção, Brasil, 2010, Livre

Procura-se Janaína, Miriam Chnaiderman, 54 min., Doc, Brasil, 2007, Livre

 Serviço:

10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo

Local: Sala Redenção – Campus Central UFRGS

Endereço: Av. Engenheiro Luiz Englert, S/N, Porto Alegre

Data: 1 a 11 de dezembro

Horário: Consultar Programação

Ingressos: Grátis

Lotação: 120 lugares

Classificação Indicativa: Consultar Programação

Realização: Governo Federal, através do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos e da Secretaria Especial de Direitos Humanos, com produção do ICEM – Instituto Cultura Em Movimento. Produção Local Primeira Fila Produções.

Casa de Cinema de Porto Alegre na mídia

oglobo4_25.11.15estadão_25.11.15oglobo_25.11.15zh2_25.11.15oglobo3_25.11.15pioneiro_25.11.15zh_25.11.15oglobo2_25.11.15

Casa de Cinema de Porto Alegre vence Emmy Internacional na categoria Melhor Comédia por “Doce de Mãe”

12273541_10153434660527732_3396382705569683207_o (1)

Série em co-produção com a TV Globo tem roteiros e direção de Ana Luiza Azevedo e Jorge Furtado

A série Doce de Mãe, uma co-produção da Casa de Cinema de Porto Alegre com a TV Globo, recebeu na noite de segunda-feira, 23 de novembro, o Emmy Internacional na categoria Melhor Comédia.

O projeto, com roteiros e direção de Ana Luiza Azevedo e Jorge Furtado, foi rodado em Porto Alegre e no Rio de Janeiro, nos estúdios do Projac, e exibido no canal em 2014. Em 2012, um telefilme sobre Dona Picucha, interpretada por Fernanda Montenegro, foi produzido, o que rendeu à atriz uma estatueta na mesma premiação, no ano seguinte.

Esta é a terceira vez que a Casa de Cinema é indicada ao prêmio, tendo concorrido em 2012 com “Homens de Bem” (também co-produção com a TV Globo, com roteiro e direção de Furtado) e em 2013, pelo telefilme Doce de Mãe.

Estiveram presentes na cerimônia a Produtora Executiva Nora Goulart e os roteiristas e diretores Ana Luiza Azevedo e Jorge Furtado. Fernanda Montenegro também compareceu ao evento, concorrendo novamente na categoria Melhor Atriz pelo mesmo personagem.

“Estou muito feliz de pertencer ao elenco da Globo, da produção de Doce de Mãe. Sou grata aos autores, Jorge e Ana, Nora Goulart, produtora executiva, e aos meus colegas com os quais formamos um jogo muito divertido”, comentou Fernanda. “Eu dedico o prêmio à Fernanda Montenegro. Essa série foi escrita para ela, ela é o nosso doce de mãe e sem ela nada disso seria possível”, declarou Furtado.

Doce de Mãe conta com Áurea Baptista, Daniel de Oliveira, Elisa Volpatto, Evandro Soldatelli, Louise Cardoso, Marco Ricca, Matheus Nachtergaele e Mariana Lima no elenco principal. A direção de fotografia é de Jacob Solistrenik, direção de arte de Fiapo Barth, figurinos de Rô Cortinhas, caracterização de Britney e montagem de Giba Assis Brasil

Galeria Mascate na imprensa

oglobo_24.11.15.jpg

Blog no WordPress.com.

Acima ↑