Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

mês

novembro 2015

correiolivre_26.11.15.jpg

revistaadega_novembro2015.png

JC_27

Festival de Artes 50 anos do Goethe-Institut Porto Alegre inicia no dia 05 de dezembro apresentando três obras inéditas

logo 50 anos

Projeto encerra a programação de aniversário da instituição com atividades gratuitas até o dia 10

O Festival de Artes 50 anos do Goethe-Institut Porto Alegre encerra a programação de aniversário da instituição com três atrações gratuitas a partir do dia 05 de dezembro. O projeto tem como objetivo estimular a experimentação, risco, criatividade e possibilidades de diálogo entre diferentes linguagens artísticas, investindo na colaboração entre artistas e trabalhando a partir de parcerias com diferentes iniciativas culturais.

O edital selecionou três projetos inéditos desenvolvidos em colaboração por artistas de pelo menos duas linguagens artísticas distintas: Corte Seco, de Ismael Caneppele e Carina Levitan, Fábrica de Calcinha, de Marina Mendo, Ricardo Pavão, Rossendo Rodrigues e Marta Felizardo e Cinema Sinergético, de Paulo Roberto de Castro, Bibiana Graeff, Priscilla Cesarino e Danilo Barros, poderão ser conferidos pelo público apresentados na Galeria Península, Goethe Institut-Porto Alegre e Cinemateca Capitólio.

A Comissão Julgadora é formada por Laymert Garcia dos Santos, Marina Ludemann e Fernanda Albuquerque, curadora do projeto. A programação inicia no dia 05, às 19h, no Goethe-Institut Porto Alegre, com Fábrica de Calcinha, uma instalação performática dos artistas Marina Mendo, Ricardo Pavão, Rossendo Rodrigues e Marta Felizardo, que cria um ambiente imersivo a partir da sonoridade urbana.

Às 20h, na Cinemateca Capitólio, Cinema Sinergético reúne o duo musical Anvil Fx (Paulo Beto e Bibiana Graeff) e a dupla de VJs Modular Dreams (Priscilla Cesarino e Danilo Barros). Juntos, eles apresentam um espetáculo multimídia que conjuga cinema, música, vídeo e performance.

No dia seguinte, o público poderá conferir a instalação performática Corte Seco na Galeria Península. Criada por Ismael Caneppele e Carina Levitan, Corte Seco conjuga elementos sonoros, leitura de textos, projeções de imagens, números musicais e performance. O trabalho parte da obra ficcional Manifesto Silêncio, escrita por Ismael Caneppele. A programação segue com entrada franca até 10 de dezembro.

O projeto 50 anos Goethe Institut é uma realização do Goethe Institut Porto Alegre, através da lei de incentivo à Cultura, com patrocínio da Sthil.

Programação Festival de Artes 50 Anos Goethe Institut-Porto Alegre

Todas as atividades têm entrada franca

Corte Seco

06, 08 e 10 de dezembro às 19h

Galeria Península (R. dos Andradas, 351 – Centro Histórico, Porto Alegre)

Um casal de artistas se transforma um no outro. Encenada por Ismael Caneppele e Carina Levitan, Corte Seco é uma instalação performática que conjuga elementos sonoros, leitura de textos, projeções de imagens, números musicais e performance. O trabalho parte da obra ficcional Manifesto Silêncio, escrita por Ismael Caneppele. Corte Seco indaga a possibilidade de aproximação de universos distintos. A aventura de imergir em uma nova regência. O trânsito para um novo corpo. Processos de desterritorialização e o encontro com o diferente, em si.

Cinema Sinergético

05 de dezembro, 20h | 06 de dezembro, 18h

Cinemateca Capitólio (R. Demétrio Ribeiro, 1085 – Centro Histórico, Porto Alegre)

Cinema Sinergético reúne o duo musical Anvil Fx (Paulo Beto e Bibiana Graeff) e a dupla de VJs Modular Dreams (Priscilla Cesarino e Danilo Barros). Juntos, eles apresentam um espetáculo multimídia que conjuga cinema, música, vídeo e performance. Trata-se de uma intervenção conjunta sobre a projeção do filme mudo alemão Raskolnikov (1923), de Robert Wiene, inspirado no romance Crime e Castigo, de Fiodor Dostoievski. O contraste entre diferentes linguagens, tradicional e contemporâneas, e a sinergia entre som, imagem e ação contribuem para oferecer uma nova dinâmica à experiência vivenciada pelo espectador.

Fábrica de Calcinha

05, 07 e 09 de dezembro – 19h

Goethe-Institut Porto Alegre (Av. 24 de outubro, 112 – Independência, Porto Alegre)

A instalação performática Fábrica de Calcinha, dos artistas Marina Mendo, Ricardo Pavão, Rossendo Rodrigues e Marta Felizardo, cria um ambiente imersivo a partir da sonoridade urbana. O projeto parte de uma pesquisa sobre a paisagem sonora do centro de Porto Alegre, em especial, o canto de sobrevivência dos vendedores ambulantes, que oferecem de tudo: calcinha, corte de cabelo, morango, ouro e até previsões para o futuro. O arquivo sonoro construído pelo grupo é manipulado e colocado em relação pelos artistas, a partir de dispositivos como sampler, pedal de efeitos, amplificadores e microfones, além de objetos luminosos que compõem uma arquitetura de luz.

Saiba Mais

Atuante em todo o mundo, o Goethe-Institut é o Instituto Cultural da República Federal da Alemanha. Sua missão é promover o conhecimento da língua alemã no exterior e estimular a cooperação cultural dos mais diversos países com a Alemanha. No Brasil, como em outras localidades, sua rede de institutos e espaços culturais assume um papel central no âmbito da política cultural e educacional da Alemanha no exterior, ao mesmo tempo em que estabelece cooperações regulares com instituições culturais locais, privadas e públicas, municípios, instâncias estaduais e empresas.

No caso de Porto Alegre, o Goethe-Institut insere-se em um contexto particular, amplamente marcado pela imigração de países europeus e, em especial, da Alemanha. Assim, para além de suas atividades voltadas ao ensino e à difusão da cultura alemã, assume uma função primordial no fomento do diálogo e intercâmbio entre o Brasil e a Europa.

Ao completar 50 anos de intensa atuação na comunidade de Porto Alegre, o Goethe-Institut reafirma seu papel no estímulo à criação e experimentação artística e no diálogo com diferentes setores e agentes da cultura, trabalhando a partir de linguagens variadas, do teatro às artes visuais, e investindo em uma programação que reforça o seu compromisso de atuar para além dos muros da instituição. O diálogo entre diferentes linguagens artísticas, a colaboração e o esforço de descentralização são as marcas da programação de comemoração dos 50 anos do Goethe Porto Alegre.

jc_27.11.15

folhadesp_27.11.15.jpg

oglobo_26.11.15.jpg

Acústicos RS no jornal A Razão de hoje

jc_27.11.15

Blog no WordPress.com.

Acima ↑