Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

cinebancários

Clube CineBancários na imprensa

jc_04.10.18correiodopovo_04.10.18

CineBancários na capa do Segundo Caderno em Zero Hora de hoje

zh2_03.10.18.jpg

zh_03.10.18.jpg

CineBancários em Zero Hora de hoje

zh_26.09.18.jpg

Clube CineBancários tem lançamento em evento no dia 04 de outubro

cinebancarioscreditoandreavila

Espaço comemora dez anos em outubro 2018 consagrando-se como uma das mais importantes salas de cinema do Estado

Projeto de financiamento coletivo contínuo via plataforma Apoia-se terá contribuições a partir de R$ 10,00 mensais

 Longa-metragem “A moça do calendário” de Helena Ignez será exibido em sessão especial com a presença da atriz Djin Sganzerla

 

No ano em que completa dez anos, o CineBancários lança o Clube CineBancários, projeto de financiamento coletivo contínuo da sala de cinema, um dos mais importantes locais de difusão e exibição cinematográfica em Porto Alegre. Na quinta-feira, 04 de outubro, o espaço promove evento de lançamento da campanha, com exibição e debate do longa-metragem A moça do calendário, de Helena Ignez, que contará com a presença da atriz Djin Sganzerla.

“O Clube Cinebancários surge como uma solução para manter este importante espaço vivo em Porto Alegre, já que, para a manutenção do local e de uma programação de altíssima qualidade como a que vem sendo promovida ao longo desta década, os recursos destinados através do Sindicato dos Bancários não tem sido suficientes”, declara Everton Gimenis, presidente do Sindicato dos Bancários do RS.

Inaugurado em 2008, o CineBancários destaca-se com programação exclusivamente nacional e latino-americana, voltada para o novíssimo cinema brasileiro, valorizando produções independentes.  Ao optar por um perfil muito definido de programação, a sala deixou de repetir a mesma programação de outros espaços de cinema da cidade, tornando-se um dos únicos locais permanentes dedicados exclusivamente ao lançamento de filmes brasileiros e latinos. Nesses quase dez anos de resistência, foram exibidos mais de 185 longas-metragens, além de inúmeras mostras e festivais de cinema.

O CineBancários sempre se caracterizou por ser um local de reflexão e debate, recebendo diretores, produtores e elenco de diversas produções, que estiveram na sala para conversar com o público de Porto Alegre, promovendo um real intercâmbio entre realizadores e espectadores, além da formação e qualificação de plateia, através de sessões especiais para turmas escolares e parcerias com programas como o Programa de Alfabetização Visual da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre. De 2008 para cá, foram mais de 113 mil espectadores que tiveram acesso à sala de cinema através de ingressos a preços populares – hoje o ingresso sem descontos custa R$ 12,00 – há benefícios para estudantes, jornalistas, bancários, idosos, entre outras categorias.

Em dez anos de funcionamento, a sala exibiu as produções nacionais mais significativas do período, como Aquarius, Que Horas Ela Volta?, Mãe Só Há Uma, O Processo, entre tantos outros. “Manter uma sala com esse objetivo, onde a comunidade pode se ver na tela, buscar sua identidade, reconhecer suas raízes e cultura, é fundamental”, declara Bia Barcellos, programadora do CineBancários.

Para manter a sala e a programação em funcionamento, o CineBancários oferecerá para seus espectadores a oportunidade de integrar o Clube CineBancários – um projeto de financiamento coletivo contínuo, que tem o intuito maior de garantir o funcionamento pleno do espaço, acima dos benefícios oferecidos pelas tradicionais campanhas de crowdfunding. Através da plataforma Apoia.se, é possível colaborar com cotas fixas mensais a partir de R$ 10,00 até R$ 40,00. Contribuições únicas de valores maiores também serão aceitas. Dentre os benefícios oferecidos aos sócios, estarão ingressos, convites para o evento de lançamento do clube e newsletter com conteúdos exclusivos.

Um espaço que promove produções independentes, filmes com experimentação de linguagem e não comercial, infelizmente não pode contar somente com a bilheteria para sobreviver. Para manter o nível de sua programação é que o Clube foi criado. “É importante que o apoiador, queira, acima de tudo, que o maior benefício seja ver o cinema aberto e funcionando”, afirma Bia. “Oportunizar à comunidade a possibilidade ao acesso ao que tem se feito de mais novo, instigante e melhor da nossa cinematografia é a grande contrapartida da colaboração nesse projeto”, afirma. “Trazer os lançamentos nacionais de grande repercussão, manter-se inserido no circuito nacional exibidor, promover o alto nível de curadoria de nossa programação, e ainda manter o valor dos ingressos abaixo de R$ 15,00: para essa fórmula seguir dando certo necessitamos do apoio do público”.

No mesmo dia do lançamento do Clube, os convidados poderão conferir a o premiadíssimo longa-metragem A moça do calendário, de Helena Ignez, seu quinto filme no formato, baseado em um roteiro escrito por seu marido, Rogério Sganzerla, antes de sua morte, em 2004.  A sessão seguida de debate contará com a presença da atriz Djin Sganzerla, filha do casal.

O texto foi adaptado por Helena e fala sobre as contradições do país, a luta de classes, as questões de gênero e o sonho como agente libertador. O filme acompanha Inácio (André Guerreiro Lopes), ex-gari, mecânico e dublê de dançarino desmotivado que trabalha numa oficina mecânica e sonha com uma Moça do Calendário (Djin Sganzerla), musa dos seus desejos e fantasias.

A Moça do Calendário é um roteiro feminista em um universo masculino. O filme tem muito humor, e é um humor que já estava no roteiro do Rogério e eu mantive. Ao mesmo tempo adicionei algumas questões muito importantes sobre o trabalho no século XXI, a Sociedade do Cansaço”, revela a diretora.

Exibido em mais de 15 festivais em 2017, entre eles a Mostra de São Paulo e o Festival de Brasília, o filme foi premiado no Festival de Cinema Luso-Brasileiro de Santa Maria, como Melhor Filme – Voto Popular, Melhor filme do Femina – Festival Internacional de Cinema Feminino, Prêmios de Melhor Filme Longa Nacional, Melhor Direção, Melhor Roteiro, Melhor Direção de Fotografia, Melhor Montagem, Melhor Direção de Arte, Melhor Ator no 41º Festival Guarnicê de Cinema, além de ser elogiado pela crítica especializada.

Para mais informações sobre a campanha, acesse: apoia.se/clubecinebancarios. O CineBancários fica na Rua General Camara 424 – Centro Histórico – Porto Alegre. Telefone (51) 3433-1204. Para saber mais sobre o CineBancários: facebook.com/cinebancarios | http://cinebancarios.blogspot.com/.

 

SERVIÇO

Lançamento Clube CineBancários – projeto de financiamento coletivo contínuo via plataforma Apoia-se

Dia 4 de outubro, quinta-feira

CineBancários fica na Rua General Camara 424 – Centro Histórico – Porto Alegre

19h – Coquetel de boas vindas

19h40 – Apresentação do projeto do Clube CineBancários

20h – Exibição do longa-metragem A moça do calendário (A sessão será seguida de debate contará com a presença da atriz Djin Sganzerla)

Ingressos para a sessão serão vendidos por ordem de chegada ao preço promocional de R$ 6,00

metro_02.05.16.jpgjc_03.05.16.jpgzh_03.05.16.jpg

O Mercado de Notícias na imprensa

osul_16.08.14jc_19.08.14 correiodopovo_19.08.14 osul_19.08.14 zerohora_19.08.14 metro_19.08.14

Blog no WordPress.com.

Acima ↑