Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Theatro Guarany

Projeto Acústicos RS na mídia

diáriopopular2_14.02.17.jpgjc_15-02-17correiodopovo_15-02-17

Projeto Acústicos RS promove shows com entrada franca em Pelotas com patrocínio da NET Claro

DL06_CreditoEduDefferrari.jpg

Ian Ramil e Duca Leindecker integram a segunda turnê do projeto, que ocorre durante o mês de fevereiro em três cidades do interior do RS

 

Chega a Pelotas no dia 15 de fevereiro a segunda turnê do projeto Acústicos RS, que promove apresentações de renomados artistas gaúchos pelo interior do Rio Grande do Sul: uma noite e dois grandes shows em três cidades, com entrada franca. Rock de Galpão, Antonio Villeroy, Papas da Língua, Jéf e banda, Duca Leindecker e Ian Ramil integram as apresentações em Santa Cruz do Sul, Bento Gonçalves e Pelotas que tem patrocínio da NET Claro.

Encerrando a caravana do projeto, o vencedor do Grammy Latino 2016, Ian Ramil, retorna à sua cidade natal, Pelotas, para se apresentar na mesma noite que Duca Leindecker, que em show acústico apresenta todas as fases e sucessos de sua carreira.

Os ingressos são distribuídos sempre um dia antes de cada apresentação, das 12h as 19h, e nos dias de espetáculo, das 12h até às 20h, com direito a duas entradas por CPF. Em Pelotas, os ingressos estarão disponíveis a partir do dia 14 de fevereiro, no Theatro Guarany.

Acústicos RS tem patrocínio da NET Claro com financiamento do Governo do Estado do RS, produção e realização da Mais Produções, co-produção da Primeira Fila Produções e ativação do Grupo Austral. Mais informações e novidades, acompanhe pela fanpage do projeto – facebook.com/acusticosrs

Pelotas

Distribuição de ingressos: 14/02, das 12h às 19h e 15/02 das 12h até 20h – de acordo com a disponibilidade de ingressos

Show: 15/02

20h – Ian Ramil | 21h30 – Duca Leindecker

THEATRO GUARANY – R. Lôbo da Costa, 849 – Centro

 

Gal Costa sobe ao palco do Theatro Guarany em Pelotas para cantar “Recanto”

credito_gutocosta

Concebido e dirigido por Caetano Veloso, o espetáculo apresenta músicas do recente lançamento e resgata sucessos da carreira da cantora

No dia 22 de novembro, a cantora Gal Costa lança seu mais recente disco “Recanto” com única apresentação no Theatro Guarany em Pelotas.

O trigésimo disco de sua carreira traz músicas escritas pelo parceiro Caetano Veloso e co-produção de Moreno, filho de Caetano e seu afilhado.

Concebido e dirigido por Veloso, o espetáculo apresenta músicas do recente lançamento e resgata sucessos da carreira da artista.  Além das canções novas, “Madre Deus” e “Mansidão”, destaque para alguns clássicos como “Da Maior Importância”, “Divino maravilhoso”, “Folhetim”, “Barato Total”, “Dom de Iludir”, “Baby”, “Vapor Barato”, “Força estranha” e “Meu bem, Meu Mal”.

No palco, Gal é acompanhada por Domenico Lancellotti (bateria e MPC), Pedro Baby (guitarra e violão) e Bruno Di Lullo (baixo). Com sonoridade experimental, “Recanto” mistura rock, programações eletrônicas e dub-step à MPB.

Os ingressos estão à venda na Ótica Estima (General Neto, 1142) e pelo site ingressorapido.com com valores entre R$ 500,00 e R$ 150,00, com desconto de 50% para Assinante do Diário Popular, Cliente NET e cliente Porto Seguro e doação de 1 Kg de alimento não perecível.

“Recanto” nas palavras de Caetano Veloso:

“Quando voltei do exílio londrino, me apresentava usando batom vermelho. Meu cabelo descia até os ombros e era repartido no meio. Um retrato vivo de Gal, pensado como uma homenagem a ela ter encarnado os tropicalistas expatriados durante aqueles anos.

O disco é meu trabalho composicional de agora. Quis fazê-lo com o som da voz dela. Não se tratava de meramente relembrar o passado de Gal, mas de produzir com ela uma peça que fosse forte como expressão atual e, assim, estivesse à altura do nosso histórico. Sonhei com isso por um bom tempo.

Finalmente comecei a compor e a imaginar arranjos e sonoridades. Tudo fluiu muito rápido (o tempo que tomamos foi para fazer tudo com naturalidade, interrompendo para cumprir nossas agendas apertadas e voltando a pôr a mão na massa quando estivéssemos relaxados).

As letras desse disco são ao mesmo tempo muito diretas e um tanto enigmáticas. Não pude evitar. “Recanto escuro”, que é uma biografia cifrada da própria Gal (mas tem elementos de minha própria biografia), foi composta primeiro sem palavras. Todas as letras me surpreenderam à medida que foram se construindo.

No mais, deixamos Gal soar como ela soa. E aqui particularmente sóbria. Basta-lhe o timbre e o relaxamento. Sem intenções interpretativas óbvias e sem demonstrações de capacidade musical. Quanto mais simples, mais simplesmente Gal, maior a integração com os sons às vezes ásperos, às vezes etéreos da eletrônica.

As únicas canções não inéditas são “Madre Deus” e “Mansidão”. A primeira foi feita para o bale “Onqotô”, do grupo Corpo, onde ela aparece gravada por Ze Miguel Wisnik. A segunda foi escrita para Jane Duboc, que a gravou já faz anos. Foi tudo um sonho meu. Mas ouvir o que a turma que reuni aprontou para Gal, sobretudo tendo dois dos meus filhos envolvidos, me faz sentir que me aproximei mais do que entendi sobre nosso grupo núcleo, Gil, Bethânia, Gal e eu, desde que começamos à beira da Bahia de Todos os Santos.”

Ficha técnica do show “Recanto”

Direção: Caetano Veloso

Assistente de direção musical e sonora: Moreno Veloso

Músicos: Domenico Lancellotti – Bateria acústica e MPC

    Pedro Baby – Guitarra e violão

    Bruno Di Lullo  – Baixo e violão

Figurino: Marcelo Pies

Maquiagem: Danilo Torres

Som: Vavá Furquim e Beto Santana

Luz: Ze Carlos

Roadie: Alexandres Soares

Produção: Ricardo Frugoli

Produtor e diretor Técnico: Guilherme Ruiz Calicchio 

Realização: Rafael Faustini Produções

 

Show “Recanto” com Gal Costa – Premiações:

 Melhor Show em 2012

 Prêmio MultiShow de 2012

 Prêmio Bravo de Cultura- 2012

 Indicação VMB 2012

 

Indicação Latin Grammy 2012

Blog no WordPress.com.

Acima ↑