Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Teatro Mototóti

jc_21.09.17.jpg

Teatro Mototóti completa dez anos em setembro e promove programação comemorativa  

 

Histórias do Mundo 03 - foto Karinne Santos de Mattos

Porto Alegre, 14 de setembro de 2017 – O Teatro Mototóti comemora seus dez anos de formação no dia 24 de setembro e promove uma programação comemorativa à primeira década da companhia, que já se apresentou para mais de 500 mil espectadores em todo Brasil, além de plateias na Argentina e Uruguai.

Para comemorar este momento especial, o grupo preparou uma programação comemorativa com oficina, intervenção, piquenique, roda de conversa e edição especial do Circuito Se Essa Rua Fosse Minha. Todas as atividades acontecerão em espaços acessíveis e gratuitos, com exceção da oficina.

No sábado, 23 de setembro, Fernanda Beppler e Carlos Alexandre, fundadores do grupo, ministram uma edição especial da oficina “Teatro Alquímico”. O projeto, desenvolvido desde 2016 pelo casal, é um momento de vivência arte-terapêutica que reúne os benefícios do teatro e da alquimia, para proporcionar aos participantes um momento de encontro e conexão com sua essência, seu Ser. Em 2016 foram realizados quatro encontros: Flamma, Gaia, Aria e Acqua, onde cada vivência teve como tema um elemento sagrado (fogo, terra, água ou ar) e seus arquétipos astrológicos correspondentes. A Vivência “O ANO DE SATURNO”, edição única em 2017, vem com o propósito de nos alinhar com a energia da regência do ano e facilitar nossos processos internos de transformação. “Ação e Libertação são os grandes desafios e, ao mesmo tempo, convites que Saturno nos faz neste ano, buscando uma conexão maior com nossa missão de vida”, revela Fernanda, que além de atriz também é terapeuta holística e alquimista.  A dinâmica é conduzida pelos artistas/terapeutas, trazendo exercícios teatrais, musicais, meditações, rituais de limpeza e purificação, experiências sonoras, aromaterapia, florais e outras práticas. O workshop ocorre das 14h às 17h, no Atelier da Casa 9 (R. São Manoel, 337 – Rio Branco). As inscrições custam R$ 44,00 até 15 de setembro ou R$ 53,00 até o dia da atividade. Inscrições e informações: nandabeppler@gmail.com / 51 981786460 (whatssap).

No domingo, 24 de setembro, o Circuito Se Essa Rua Fosse Minha retorna ao Parque Mascarenhas de Moraes, sede pública do grupo, para uma edição especial de aniversário. O projeto independente de arte de rua, realizado pelo Mototóti há três anos no Bairro Humaitá, tem como objetivo ocupar o parque com atividades regulares, fomentando a formação de plateia a longo prazo e trazendo a comunidade à rua, para conviver em harmonia com a natureza e com os seus vizinhos, tendo a arte como fio condutor deste processo. Em 2015 e 2016 o projeto foi realizado de forma mensal, sempre no último domingo do mês, atendendo um público de mais de 2000 pessoas. Este ano, será realizada uma etapa especial de aniversário, no dia 24 de setembro, com diversas atividades artísticas e complementares, todas gratuitas.

O público poderá conferir Teatro Lambe-Lambe do Coletivo Caixa de Pandora, leituras de Tarot com Fernanda Beppler – Alquimista, aulas de pilates com Bárbara Neumann, distribuição de  mudas de plantas, dança dos bebês e o espetáculo “Histórias do Mundo”, montagem do grupo. Neste espetáculo de Contação de Histórias, que estreou em março deste ano, o Mototóti convida a plateia a fazer uma grande viagem por diversas culturas. Os contadores de histórias do grupo, Mariana Beppler e Geison Aquino, apresentam três contos populares, vindos da África, Estados Unidos e Índia, conduzindo o público a uma divertida aventura. São histórias contadas, cantadas e encenadas, que marcaram gerações pelos cinco continentes, viajaram pelo tempo e hoje compõem o repertório do grupo. As atividades iniciam a partir das 15h.

Encerrando a programação, o grupo recebe o público no sábado, 30 de setembro, para o Piquenique Cultural, no Parque Mascarenhas de Moraes. “Será um encontro aberto ao público para celebrar o aniversário com os amigos em meio a natureza, com alegria, música, comidinhas e muita prosa”, contam. “Será um momento para celebrar nossas conquistas nestes dez anos e  avaliar os desafios e oportunidades que o cenário artístico atual nos apresenta”, revela a atriz Mariana Beppler. A roda de conversa voltada a artistas e amigos do grupo, dispostos a compartilhar um momento de celebração e união, ocorre na sede pública do grupo, o Parque Mascarenhas de Moraes a partir das 15h.

10 ANOS DO TEATRO MOTOTÓTI

TEATRO ALQUÍMICO – Vivência “O Ano de Saturno”
Ministrantes: Fernanda Beppler e Carlos Alexandre
Data: 23/09/17 – sábado | 14h às 17h
Local: Atelier da Casa 9 (R. São Manoel, 337 – Rio Branco)
Vagas limitadas – necessária inscrição prévia | Contato: nandabeppler@gmail.com / 51 981786460 (whatssap) | Valor promocional: R$ 44,00 – até 15/9; ou R$ 53,00 – a partir de 16/9 ou no dia do evento.

CIRCUITO SE ESSA RUA FOSSE MINHA
Edição Comemorativa – Teatro Mototóti 10 anos
Data: 24/09/17 – domingo | 15h
Local: Parque Mascarenhas de Moraes (Av. José Aloísio Filho – Bairro Humaitá)
Evento gratuito (contribuição espontânea no chapéu para atividades artísticas)
Atrações confirmadas:
– Teatro Lambe-lambe (Coletivo Caixa de Pandora)
– Leituras de Tarot (Fernanda Beppler Alquimista)
– Aula de Pilates (Estúdio b by Bárbara Neumann)
– Distribuição de mudas de plantas (Lúcia Beppler)
– Dança dos bebês (aberto ao público)
– Espetáculo “Histórias do Mundo” (Teatro Mototóti)
– Encerramento com o momento do “Parabéns”

PIQUENIQUE CULTURAL
Data: 30/09/17 – sábado | 15h
Parque Mascarenhas de Moraes (Av. José Aloísio Filho, Bairro Humaitá)
Atividade gratuita

Mais informações sobre as atividades no evento do facebook:
https://www.facebook.com/events/111795479497763/
Histórico do grupo:

O Teatro Mototóti é um grupo teatral portoalegrense que comemora em 2017 seu 10º ano de trajetória. Dez anos de uma caminhada intensa, levando a arte de forma sólida e democrática para mais de 200 cidades do Brasil, Uruguai e Argentina, contabilizando um público de 500 mil pessoas através de seus 4 espetáculos em repertório. O grupo destaca-se pela busca de um teatro vivo, encontrando nas raízes do teatro de rua a sua maior expressão, com peças que dialogam com o público e possuem grande poder de comunicação e interatividade. Caminhando sempre para um aprimoramento do seu trabalho, o grupo mantém permanentemente uma extensa pesquisa teatro-musical, com profissionais especializados em cada área, trilhas sonoras criadas especialmente para cada obra e executadas ao vivo em cena.

Seu primeiro espetáculo, O Vendedor de Palavras – Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2008 – já foi assistido por 100 mil espectadores em mais de 300 apresentações. A segunda peça, i-Mundo, recebeu para sua montagem o Prêmio FUNARTE Artes Cênicas na Rua 2010 e estreou em 2011 na capital gaúcha. Ao final de 2012, veio à cena Folia dos Reis, um auto que estreou no Natal Luz de Gramado/RS e há 5 anos encanta espectadores das principais festividades natalinas de todo sul do Brasil. Em 2014, Flor da Vida foi a grande estreia do Teatro Mototóti, tendo recebido o Prêmio FUNARTE Artes na Rua 2013. Além de seu “repertório vivo” de espetáculos, o grupo mantém também a prática de oficinas periódicas, um núcleo de pesquisa no universo da contação de histórias, chamado “Histórias da Bergamotinha” e o Circuito Se Essa Rua Fosse Minha, um projeto independente que leva arte de rua e atividades complementares uma vez por mês ao Parque Mascarenhas de Moraes em Porto Alegre, sede pública do grupo.

Nestes 10 anos de história, a companhia já participou de importantes mostras e festivas em todo território brasileiro, podendo citar como principais: Festival Palco Giratório Recife (PE), Circuito SESC de Artes 2014 (SP), 10º Festival Señores Niños Al Teatro (Córdoba – Argentina), FILO – Festival Internacional de Londrina (PR), Festival Internacional de Teatro de Rua de Porto Alegre (RS), Mostra SESC de Teatro de Rua (SP), Natal Luz de Gramado (RS), Aldeia Palco Giratório (SC), 6ª Mostra de Teatro Lino Rojas (SP), 1º Curitiba Mostra Rueiros (PR), 1º Festival da Cidade de São Mateus (ES),  FESTEM – Festival de Teatro de Matão (SP), III Mostra de Teatro de Rua de Teresópolis (RJ), Festival Popular de Teatro de Fortaleza (CE), FIG – Festival de Inverno de Garanhuns (PE), entre outros.

jc_18.08.17.jph.jpg

zh_30.07.16.jpg

jc_26.07.16.jpg

Se essa rua fosse minha realiza edição no dia 31 de julho

TIA 1

Projeto independente de arte de rua ocupa uma vez por mês o Parque Mascarenhas de Moraes no bairro Humaitá

 

Porto Alegre, 25 de julho de 2016 – O Teatro Mototóti retorna ao Parque Mascarenhas de Moraes para promover mais uma edição do projeto independente de arte de rua Se Essa Rua Fosse Minha, no domingo, 31 de julho. A companhia recebe em sua sede pública o Grupo Tia, de Canoas.

Com o objetivo de ocupar o parque com atividades regulares, o projeto promove diversas atividades artísticas que contemplam a rua como palco, além de uma programação que conta com aulas de yoga, rodas de chimarrão, entre outras.

Os atores Fernanda Beppler e Carlos Alexandre, fundadores da companhia, são moradores do Humaitá e usam o parque como sua sede pública, onde desenvolvem ensaios e promovem apresentações. “Nosso desejo é fomentar a formação de plateia a longo prazo e trazer a comunidade à rua, para conviver em harmonia com a natureza e seus vizinhos”, declaram.

Em 2015, o Se Essa Rua Fosse Minha recebeu em torno de 1.500 pessoas em sete edições, tanto do Humaitá quanto espectadores de diversos bairros de Porto Alegre e municípios da Região Metropolitana. O grupo apresentou todos os espetáculos de seu repertório, além de aulas de pilates e boxe chinês.

Neste domingo, o Grupo Tia é o convidado, com o espetáculo “Histórias de Circo e Lona”. O evento também conta com aula de pilater com a professora Bárbara Neumann, doação de mudas de plantas, distribuição de bergamotas e roda de chimarrão com bate papo com os artistas, tudo com entrada franca. Para mais informações, acesse: www.mototóti.com.br.

Saiba Mais

O Teatro Mototóti existe há oito anos e já possui quatro espetáculos em seu repertório. Formado pelos atores Carlos Alexandre e Fernanda Beppler em 2007, o grupo vem se destacando no cenário de teatro de rua, atuando em todo o país, tendo como características de trabalho a pesquisa e prática permanentes em teatro de rua e a construção/manutenção de um repertório de espetáculos, com o propósito de colocar em cena trabalhos autorais que dialoguem com o público nos mais diferentes lugares.

O primeiro espetáculo, O Vendedor de Palavras – Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2008 –   já foi assistido por 80 mil espectadores em mais de 270 apresentações e ganhou uma versão em espanhol, para apresentações na Argentina e Uruguai. A segunda montagem do grupo, i-MUndo – Prêmio FUNARTE Artes Cênicas na Rua 2010 – estreou em setembro de 2011 na capital gaúcha e vem realizando participações em importantes mostras e festivais pelo país.  Ao final de 2012, o Grupo comemorou seu quinto ano de atividades, trazendo à cena mais um espetáculo de teatro de rua, “Folia dos Reis”, um auto que conta a história do Natal sob a perspectiva dos três Reis Magos. O espetáculo estreou no Natal luz de Gramado e integra as principais festividades de Natal do Sul do país.

Em 2013 o Grupo trouxe à cena a história da vida e obra de Hermeto Pascoal, com a peça “Hermeto Pascoal: o mago dos sons”, que mescla a linguagem teatral com a contação de histórias. 2014 foi o ano da estreia de Flor da Vida, quarto espetáculo do repertório do Grupo, contemplado com o Prêmio FUNARTE Artes na Rua (Circo Dança e Teatro) 2013. Este trabalho teve orientação de Esio Magalhães (Barracão Teatro – Campinas/SP), referência na linguagem do palhaço no Brasil. Em 2015 o grupo expandiu seu núcleo de contação de histórias, trazendo à cena o espetáculo Histórias da Bergamotinha, em que utiliza diversos elementos teatrais para contar histórias encenadas e musicadas, apresentando um trabalho multilinguagens que resultou em uma contação de histórias altamente teatral.

EQUIPE TÉCNICA:

Coordenação: Fernanda Beppler e Carlos Alexandre
Curadoria: Fernanda Beppler, Carlos Alexandre, Mariana Beppler e Geison Aquino.
Coordenação de Produção: Mariana Beppler
Produção Executiva: Geison Aquino
Técnico de Som: Vitório Oliveira Azevedo
Assessoria de Imprensa: Bruna Paulin – assessoria de flor em flor
Iniciativa e Realização: Teatro Mototóti

PROGRAMAÇÃO:
14h30: Doação de mudas de plantas e Momento “bergamotas ao sol”

15h – Aula de Pilates com Personal Pilates By Bárbara Neumann
16h – Espetáculo “Histórias de Circo de Lona” (Grupo Tia)
17h – Roda de Chimarrão e bate-papo com os artistas
17h30 – Encerramento

 

SERVIÇO:

Evento: Circuito Se Essa Rua Fosse Minha
Data: 31 de julho, domingo
Local: Parque Mascarenhas de Moraes (Rua Palmira Gobbi, Humaitá, Porto Alegre/RS)
Horário: a partir das 14h30
Ingresso: Gratuito – contribuição espontânea no chapéu para atividades artísticas
Realização: Teatro Mototóti

Espetáculo teatral encerra atividades do projeto Mais Cultura nas Escolas no dia 15 de julho em Bom Retiro do Sul

DSC_0329

Na próxima sexta-feira, 15 de julho, os alunos da Oficina Pequenas Descobertas – Teatro para Crianças, ministrada pelo Teatro Mototóti, se apresentam a partir das 19h no Auditório Egon Harry Lipp com o espetáculo “Ágata, a princesa”.

A atividade integra o projeto Mais Cultura nas Escolas, promovido pelo Governo Federal, que, em Bom Retiro do Sul, ocorreu na E.E.E.F. Otavio Augusto de Faria em parceria com o Mototóti. O Mais Cultura nas Escolas destinou verbas específicas para investimento em atividades culturais em escolas públicas de todo o país. Desde 2014 a companhia realiza diversas atividades, como Oficina de Contação de Histórias para os professores, apresentações de espetáculos e oficina de teatro para os alunos.

Através da oficina Pequenas Descobertas – Teatro para Crianças, os professores Mariana Beppler e Geison Aquino desenvolveram com os alunos durante os meses de abril a julho de 2016 uma pesquisa profunda no universo teatral e assuntos importantes da contemporaneidade, resultando assim no espetáculo final da oficina, intitulado “Ágata, a princesa”. Uma desconstrução das histórias clássicas de princesas, para mergulhar no mundo das antiprincesas. Nesta história, criada pelos próprios alunos, o público terá acesso a uma importante reflexão sobre respeito, amor e tolerância.

A apresentação para pais, comunidade escolar e convidados tem entrada franca.

FICHA TÉCNICA:

Texto e Elenco: Alunos da Oficina “Pequenas Descobertas” da E.E.E.F Otavio Augusto de Faria
Direção: Mariana Beppler e Geison Aquino
Cenário, Figurinos, Trilha Sonora e Produção: Teatro Mototóti
Realização: Teatro Mototóti e E.E.E.F. Otavio Augusto de Faria
Apoio: Prefeitura Municipal e MSommer Produções
Patrocínio: Governo Federal (Programa Mais Cultura nas Escolas)

SERVIÇO:
Espetáculo: Ágata, a princesa
Data: 15/07/2016
Horário: 19 horas
Local: Auditório Egon Harry Lipp (Junto à Prefeitura Municipal de Bom Retiro do Sul/RS)
Ingresso: Gratuito

Pátio das Crianças promove última edição do semestre no sábado, 02 de julho

Histórias-da-Bergamotinha---Foto-Fernanda-Beppler-4p

Projeto é patrocinado pelas Lojas Pompéia e tem realização do Ministério da Cultura e Maria Cultura

 

No próximo sábado, 02 de julho, o projeto Cultura no Pátio promove a última edição do semestre do Pátio das Crianças, com diversas atrações gratuitas a partir das 14h, no Pátio Ivo Rizzo. As atividades contam com patrocínio das Lojas Pompéia, com realização do Ministério da Cultura e Maria Cultura em uma programação que reúne espetáculos teatrais e circenses, exposições e bate-papos com nomes de referência na cultura local, abordando a moda como manifestação cultural e estética relacionada ao teatro, cinema e ao ambiente urbano.

Desde março deste ano, a programação infantil ocorre sempre no primeiro sábado de cada mês, trazendo espetáculos e atividades recreativas ao ar livre que já se tornaram um sucesso, reunindo mais de 2200 pessoas. Neste final de semana, o público poderá conferir o mais recente trabalho do Teatro Mototóti, “Histórias da Bergamotinha”.

A partir das 14h, pais e filhos poderão desfrutar de diversas atrações, como atividades promovidas pela Body Tech Porto Alegre, além de pipoca e balões distribuídos pela Pompéia. Às 16h, entram em cena Geison Aquino e Mariana Beppler, que desenvolvem dentro da companhia um núcleo de pesquisa em narração oral e espaço criativo de histórias.

Através de humor, poesia e muita música, cada espectador é convidado a viver no seu imaginário as histórias; não somente lidas, mas sim contadas, cantadas e encenadas que falam sobre humildade, amor, honestidade e fé dos personagens, retirados diretamente dos livros infantis e da cultura popular.

Os atores se utilizam de elementos teatrais como a música, a encenação, manipulação de objetos, bonecos e instrumentos musicais, para transformar a história em um “espetáculo multilinguagem”, que encanta a todas as idades. O projeto conta atualmente com dois trabalhos em repertório: “Hermeto Pascoal: o Mago dos sons” (2013) e “Histórias da Realeza” (2015). No Patio Ivo Rizzo, o público poderá conferir a performance de “Histórias da Realeza”. Neste trabalho, as histórias se passam em reinos muito distantes, governados por reis e rainhas poderosos e habitados pelos mais incríveis povos. Mas será que esses mundos são mesmo tão distantes? O público irá conhecer as histórias: Pandolfo Bereba (Eva Furnari), O Pescador, o Anel e o Rei (Bia Bedran) e A Semente da Verdade (Conto Popular Chinês).

O projeto Cultura no Pátio tem patrocínio das Lojas Pompéia, realização do Ministério da Cultura, curadoria e coordenação geral da Maria Cultura e apoio da Itapema FM, Tea Shop Brasil e Vinícola Aurora. Todas as atividades têm entrada franca. Para mais informações e programação, acesse: culturanopatio.com.br | facebook.com/culturanopatio.

 

CULTURA NO PÁTIO – PROGRAMAÇÃO JULHO

Pátio das Crianças

02 de julho, a partir das 14h

 16h // Histórias da Bergamotinha, com o Teatro Mototóti

Através de humor, poesia e muita música, cada espectador é convidado a viver no seu imaginário as histórias; não somente lidas, mas sim contadas, cantadas e encenadas que falam sobre humildade, amor, honestidade e fé dos personagens, retirados diretamente dos livros infantis e da cultura popular.

HORÁRIOS

Pátio das Crianças

Abertura do Pátio: 14h

Atividades recreativas conduzidas pela Body Tech Porto Alegre: 14h30 às 15h30

Espetáculo: 16h

Encerramento: 18h

 

FICHA TÉCNICA

Coordenação Geral | Maria Cultura

Direção de Produção | Rita Masini

Curadoria | Camila Farina

Produção | Nicole Agra

Assessoria de Imprensa | Bruna Paulin

Programação Visual | Luisa Hilgemann

Técnico de Som e Luz | Magnus Viola

Vídeos | Guilherme Bellini

DJ | Guilherme Guinalli

Se essa rua fosse minha realiza mais uma etapa no dia 25 de junho

Fusca-a-Vela-por-Fabiano-Knopp-1

Projeto independente de arte de rua ocupa uma vez por mês o Parque Mascarenhas de Moraes no bairro Humaitá

 

O Teatro Mototóti retorna ao Parque Mascarenhas de Moraes para promover uma edição especial do projeto independente de arte de rua Se Essa Rua Fosse Minha, no sábado, 25 de junho. Em parceria com o 8º Festival de Teatro de Rua de Porto Alegre, a companhia recebe em sua sede pública o espetáculo As Aventuras do Fusca a Vela do Grupo Ueba Produtos Notáveis, de Caxias do Sul.

Com o objetivo de ocupar o parque com atividades regulares, o projeto promove diversas atividades artísticas que contemplam a rua como palco, além de uma programação que conta com aulas de yoga, rodas de chimarrão, entre outras.

Os atores Fernanda Beppler e Carlos Alexandre, fundadores da companhia, são moradores do Humaitá e usam o parque como sua sede pública, onde desenvolvem ensaios e promovem apresentações. “Nosso desejo é fomentar a formação de plateia a longo prazo e trazer a comunidade à rua, para conviver em harmonia com a natureza e seus vizinhos”, declaram.

Em 2015, o Se Essa Rua Fosse Minha recebeu em torno de 1.500 pessoas em sete edições, tanto do Humaitá quanto espectadores de diversos bairros de Porto Alegre e municípios da Região Metropolitana. O grupo apresentou todos os espetáculos de seu repertório, além de aulas de pilates e boxe chinês. Agora, em parceria com o 8o. Festival Internacional de Teatro de Rua de Porto Alegre, o projeto terá uma edição especial, recebendo neste mês de junho um espetáculo convidado, integrante da programação oficial do festival.

            Neste sábado, o Grupo Ueba faz uma releitura do clássico “Moby Dick”. Em um ferro velho, dois personagens se encontram em uma situação singular, confundindo realidade com fantasia. O Grupo Ueba Produtos Notáveis surgiu em 2004 da inquietação artística de seus fundadores quando perceberam que era possível e necessário, levar teatro para ambientes não convencionais. Nesta linha, seja no teatro de palco e de rua, a Ueba segue realizando sua pesquisa artística e cultural sob coordenação de seus fundadores Jonas Piccoli e Aline Zilli.

O evento também conta com aula de Yoga, ministrada pela atriz Lolita Goldschmidt, da Las Brujas Cia de Teatro e Artes Integradas, doação de mudas de plantas e roda de chimarrão com bate papo com os artistas, tudo com entrada franca. Para mais informações, acesse: www.mototóti.com.br.

Saiba Mais

O Teatro Mototóti existe há oito anos e já possui quatro espetáculos em seu repertório. Formado pelos atores Carlos Alexandre e Fernanda Beppler em 2007, o grupo vem se destacando no cenário de teatro de rua, atuando em todo o país, tendo como características de trabalho a pesquisa e prática permanentes em teatro de rua e a construção/manutenção de um repertório de espetáculos, com o propósito de colocar em cena trabalhos autorais que dialoguem com o público nos mais diferentes lugares.

O primeiro espetáculo, O Vendedor de Palavras – Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2008 –   já foi assistido por 80 mil espectadores em mais de 270 apresentações e ganhou uma versão em espanhol, para apresentações na Argentina e Uruguai. A segunda montagem do grupo, i-MUndo – Prêmio FUNARTE Artes Cênicas na Rua 2010 – estreou em setembro de 2011 na capital gaúcha e vem realizando participações em importantes mostras e festivais pelo país.  Ao final de 2012, o Grupo comemorou seu quinto ano de atividades, trazendo à cena mais um espetáculo de teatro de rua, “Folia dos Reis”, um auto que conta a história do Natal sob a perspectiva dos três Reis Magos. O espetáculo estreou no Natal luz de Gramado e integra as principais festividades de Natal do Sul do país.

Em 2013 o Grupo trouxe à cena a história da vida e obra de Hermeto Pascoal, com a peça “Hermeto Pascoal: o mago dos sons”, que mescla a linguagem teatral com a contação de histórias. 2014 foi o ano da estreia de Flor da Vida, quarto espetáculo do repertório do Grupo, contemplado com o Prêmio FUNARTE Artes na Rua (Circo Dança e Teatro) 2013. Este trabalho teve orientação de Esio Magalhães (Barracão Teatro – Campinas/SP), referência na linguagem do palhaço no Brasil. Em 2015 o grupo expandiu seu núcleo de contação de histórias, trazendo à cena o espetáculo Histórias da Bergamotinha, em que utiliza diversos elementos teatrais para contar histórias encenadas e musicadas, apresentando um trabalho multilinguagens que resultou em uma contação de histórias altamente teatral.

As Aventuras do Fusca a Vela: A releitura do clássico Moby Dick se passa em torno de um ferro velho, onde dois personagens se encontram em uma situação singular, confundindo realidade com fantasia. O velho Ismael conta e experimenta sua história através do seu fusca, transformando o carro em uma embarcação e conduzindo o espectador a uma viagem com seus delírios. O Grupo Ueba Produtos Notáveis (2004) surgiu da inquietação artística de seus fundadores quando perceberam que era possível e necessário, levar teatro para ambientes não convencionais. Nesta linha, seja no teatro de palco e de rua, a Ueba segue realizando sua pesquisa artística e cultural sob coordenação de seus fundadores Jonas Piccoli e Aline Zilli.

EQUIPE TÉCNICA:

Coordenação: Fernanda Beppler e Carlos Alexandre
Curadoria: Fernanda Beppler, Carlos Alexandre, Mariana Beppler e Geison Aquino.
Coordenação de Produção: Mariana Beppler
Produção Executiva: Geison Aquino
Técnico de Som: Vitório Oliveira Azevedo
Assessoria de Imprensa: Bruna Paulin – assessoria de flor em flor
Iniciativa e Realização: Teatro Mototóti
PROGRAMAÇÃO:

14:30h – Abertura
– Aula de Yoga (com a instrutora Lolita Golschmidt, da Las Brujas Cia de Teatro e Artes Integradas)
– Doação de mudas de plantas
– Momento “bergamotas no sol” (com distribuição de mototótis)
15h30 – Espetáculo “As Aventuras do Fusca a Vela” (Grupo Ueba Produtos Notáveis)
16h30 – Roda de Chimarrão e bate-papo com os artistas
17h30 – Encerramento
SERVIÇO:

Evento: Circuito Se Essa Rua Fosse Minha – 2016 – edição especial
Data: 25 de junho, sábado
Local: Parque Mascarenhas de Moraes (Rua Palmira Gobbi, Humaitá, Porto Alegre/RS)
Horário: a partir das 15 horas
Ingresso: Gratuito – contribuição espontânea no chapéu para atividades artísticas
Realização: Teatro Mototóti e 8º Festival Internacional de Teatro de Rua de Porto Alegre

Blog no WordPress.com.

Acima ↑