Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Teatro Mototóti

Bailinho Mototóti na contracapa do Jornal do Comércio de hoje

jc_26.04.19.jpg

Bailinho Mototóti estreia dia 13 de abril na Casa de Cultura Mario Quintana

BailinhoMotototi_TiemySaito-15 (1)

 Inspirado no folclore gaúcho, espetáculo infantil cumpre temporada no Teatro Bruno Kiefer

Bailinho Mototóti: Um show de música gaúcha para crianças estreia em Porto Alegre no sábado, 13 de abril, às 16h, no Teatro Bruno Kiefer da Casa de Cultura Mario Quintana. O espetáculo permanece em cartaz aos finais de semana, nos dias 14, 20,21, 27 e 28/04. Com concepção e trilha sonora original de Fernanda Beppler, o Bailinho Mototóti é um show multilinguagens tendo como inspiração principal o folclore gaúcho.

Após 10 anos de intensa pesquisa na arte do teatro de rua, o grupo prepara o primeiro trabalho concebido para os palcos. O Bailinho Mototóti é um espetáculo pioneiro com músicas criadas exclusivamente para o público infantil que apresenta os costumes e características únicos do Rio Grande do Sul, para crianças de todas as idades dançarem, cantarem e se divertirem através de uma viagem pela nossa cultura regional. No elenco, além de Fernanda, Geison Aquino e Henrique Gonçalves tocam vários instrumentos, cantam, dançam, contam histórias sobre nossos costumes e tradições, além de projeções em vídeo.

Os ingressos para a apresentação no Teatro Bruno Kiefer da Casa de Cultura Mario Quintana já podem ser adquiridos antecipadamente no Manas Loja e Espaço Coletivo (Av 24 de outubro, 1681 – loja 05) por R$ 30,00. Nos dias de espetáculo, o ingresso custa R$ 40,00, à venda na bilheteria do teatro, no dinheiro ou cartões (exceto Banricompras), com 50% de desconto para idosos, estudantes e classe artística. Mais informações  facebook.com/TeatroMotototi/

ESTREIA – Bailinho Mototóti
13/04 – Porto Alegre
Horário: 16h
Local: Teatro Bruno Kiefer – Casa de Cultura Mario Quintana (6º andar, Rua dos Andradas, 736, Centro Histórico)

Temporada – sábados e domingos até 28/04

Ingressos: R$ 30,00 antecipados no Manas Loja e Espaço Coletivo (Av 24 de outubro, 1681 – loja 05)

R$ 40,00 nos dias de apresentação na bilheteria do teatro, em dinheiro ou cartões (exceto Banricompras)

Direção e Trilha Sonora: Fernanda Beppler

Elenco: Fernanda Beppler, Geison Aquino e Henrique Gonçalves

Figurinos: Fernanda Beppler

Material Gráfico: Geison Aquino

Vídeos: Paula Pinheiro

Técnico de Som: Vitório Azevedo

Técnico de Luz: Casemiro Azevedo

Identidade Visual: Carlos Alexandre e Fernanda Beppler

Assessoria de Imprensa: Bruna Paulin – assessoria de flor em flor

Coordenação de Produção e Adereços: Carlos Alexandre

Produção e Realização: Teatro Mototóti


Infantil
Duração: 50min
Indicação etária: livre
  

JC_06.03

Nova produção do Teatro Mototóti estreia em 10 de março no Sesc Canoas

BailinhoMotototi_TiemySaito-14

 Bailinho Mototóti é um projeto pioneiro de música para crianças com a temática gaúcha

 

No domingo, 10 de março, às 16h, o Teatro do Sesc Canoas recebe a estreia do show Bailinho Mototóti. Esta é a primeira produção do grupo criada para palco italiano, já que as montagens anteriores foram pensadas para teatro de rua. Com concepção e trilha sonora original de Fernanda Beppler, o Bailinho Mototóti é um show multilinguagens tendo como inspiração principal o folclore gaúcho.

Após 10 anos de intensa pesquisa na arte do teatro de rua, o grupo prepara o primeiro trabalho concebido para os palcos. O Bailinho Mototóti é um espetáculo pioneiro com músicas criadas exclusivamente para o público infantil que apresenta os costumes e características únicos do Rio Grande do Sul, para crianças de todas as idades dançarem, cantarem e se divertirem através de uma viagem pela nossa cultura regional. No elenco, além de Fernanda, Geison Aquino e Henrique Gonçalves tocam vários instrumentos, cantam, dançam, contam histórias sobre nossos costumes e tradições, além de projeções em vídeo. O projeto foi contemplado com o Prêmio Funproarte Esteio 2018/2. Após a estreia em Canoas, o espetáculo terá apresentações no Teatro Bruno Kiefer na Casa de Cultura Mario Quintana, nos dias 13, 14, 20,21, 27 e 28/03.

Os ingressos para a apresentação em Canoas custam entre R$ 8,50 e R$ 25,00, à venda pelo site https://www.sesc-rs.com.br/ingressos . Mais informações facebook.com/TeatroMotototi/

ESTREIA – Bailinho Mototóti
10/03 – Canoas
Horário: 16h
Local: Teatro do Sesc Canoas – Rua Guilherme Schell, 5340

Direção e Trilha Sonora: Fernanda Beppler

Elenco: Fernanda Beppler, Geison Aquino e Henrique Gonçalves

Figurinos: Fernanda Beppler

Material Gráfico: Geison Aquino

Vídeos: Paula Pinheiro

Técnico de Som: Vitório Azevedo

Técnico de Luz: Casemiro Azevedo

Identidade Visual: Carlos Alexandre e Fernanda Beppler

Assessoria de Imprensa: Bruna Paulin – assessoria de flor em flor

Coordenação de Produção e Adereços: Carlos Alexandre

Produção e Realização: Teatro Mototóti
Infantil
Duração: 50min
Indicação etária: livre

Ingressos:
R$ 12,00 – para pessoas que possuem o Cartão Sesc/Senac na categoria Comércio e Serviços;
R$ 8,50 – para dependentes até 12 anos que possuem o Cartão Sesc/Senac na categoria Comércio e Serviços;
R$ 12,50 – para crianças de 04 a 12 anos;
R$ 12,50 – para a classe artística, estudantes, professores, pessoas acima de 60 anos, doadores de sangue e pessoas com deficiência (benefício concedido mediante comprovação);
R$ 15,00 – pessoas que possuem o Cartão Sesc/Senac na categoria Empresários;
R$ 25,00 – para o público em geral Site para a compra de ingressos: https://www.sesc-rs.com.br/ingressos

 

jc_20.04.18.jpg

Teatro Mototóti estreia novo espetáculo no domingo, 22 de abril

SuperGêmeas_credito_Expinho-(7)

SuperGêmeas – uma comédia musical cara de pau traz as atrizes Fernanda e Mariana Beppler como duas irmãs palhaças

 

Estreia no domingo, 22 de abril, o novo espetáculo do Teatro Mototóti. SuperGêmeas – uma comédia musical cara de pau traz as atrizes e irmãs Fernanda e Mariana Beppler interpretando duas palhaças heroínas que utilizam seus superpoderes artísticos para salvar o mundo da monotonia, do tédio e do mau humor.

Cansadas de serem comparadas e até confundidas na rua, Fernanda e Mariana resolveram entrar na brincadeira e assumir o papel de serem “quase” a mesma pessoa. Em cena, as atrizes/palhaças reproduzem uma história cômica de implicância, livremente inspirada em sua própria relação nada passional, mas cheia de amor. Uma ode aos vínculos, implicâncias e afetos que constroem a relação com nosso primeiro cúmplice da vida: o irmão. Partindo da relação hilária de “amor e ódio” que permeia a vida entre irmãos, nesta obra o Teatro Mototóti traz à cena duas palhaças gêmeas que adoram pop sertanejo clássico e odeiam ser iguais. Com a relação da dupla prestes a entrar em colapso, colocando em risco o sucesso de sua carreira, eis que surge uma revelação surpreendente que pode mudar o rumo das coisas.

Concebido com base em brincadeiras reais do cotidiano, piadas, gags, improviso e muita musicalidade, este espetáculo não busca fazer simplesmente rir, mas também resgatar através do riso em cada espectador as memórias mais ridículas e genuínas de afetividade nas suas relações ao longo da vida.

A trilha sonora é um ponto alto do trabalho, assinada por Fernanda, compositora e diretora musical do grupo. Mantendo a tradição do Mototóti por um constante aprimoramento musical, SuperGêmeas traz uma trilha composta especialmente para o espetáculo e executada ao vivo em cena, com canções que reforçam o tom cômico e costuram a dramaturgia da peça. As canções apresentam letras e melodias cômicas e irreverentes, com referências do pop sertanejo e duplas clássicas brasileiras, como As Irmãs Galvão, dupla sertaneja feminina mais antiga e ainda em atividade hoje.

O conceito “cara de pau” aparece não somente na dramaturgia, trilha sonora e visual da obra, mas na atitude de se erguer um espetáculo teatral de forma independente neste momento, num país com recursos cada vez mais ausentes para a arte e a cultura. Com estrutura mambembe, capaz de chegar às ruas e praças centrais – e nas mais remotas também, o Teatro Mototóti inicia sua segunda década de história mantendo vivo o seu ofício e sua missão.

SuperGêmeas – uma comédia musical cara de pau tem direção, cenários e adereços de Carlos Alexandre e concepção, dramaturgia e figurinos de Fernanda e Mariana Beppler. O espetáculo segue em cartaz aos domingos até 27 de maio, sempre às 16h, no Parque da Redenção (próximo ao Espelho D’Água) com classificação livre e contribuição espontânea no chapéu. Mais informações: facebook.com/teatromotototi

Ficha técnica:

Concepção, dramaturgia e atuação: Fernanda Beppler e Mariana Beppler
Direção: Carlos Alexandre
Assistência de Direção: Fernanda Beppler
Figurinos: Fernanda Beppler e Mariana Beppler
Cenários e adereços: Carlos Alexandre
Trilha sonora original e direção musical: Fernanda Beppler
Vídeos e fotografias do espetáculo: Expinho
Produção Executiva: Mariana Beppler
Assessoria de Imprensa: Bruna Paulin – assessoria de flor em flor
Identidade visual, realização e produção: Teatro Mototóti

 

SERVIÇO:

Temporada de Estreia – SuperGêmeas – uma comédia musical cara de pau
Data: 22/04, 29/04, 06/05, 13/05, 20/05 e 27/05 (domingos)
Horário: 16h
Local: Parque Farroupilha (Redenção – próximo ao Espelho D’Água e Cachorródromo)
Classificação-etária: Livre
Ingresso: Contribuição espontânea no chapéu

correiodopovo_20.03.2018

Teatro Mototóti promove Teatro Alquímico – vivência o ano de Júpiter

Flor-da-Vida-(113)_credito_CristiannoCaetano

Vivência terapêutica através do teatro ocorre em 20 de março

Porto Alegre, 13 de março de 2018 – O Teatro Mototóti promove na terça-feira, 20 de março, mais uma edição do projeto Teatro Alquímico, nesta edição com o foco no ano de Júpiter. Trata-se de uma vivência terapêutica conduzida pelos atores Fernanda Beppler e Carlos Alexandre, onde, através de dinâmicas teatrais, oferecem um caminho de auto-conhecimento com o despertar das potencialidades ligadas aos arquétipos da astrologia.

O Teatro Alquímico foi criado por Fernanda e Carlos Alexandre em 2016 com a proposta de oferecer vivências terapêuticas a partir dos princípios da alquimia tendo o teatro como fio condutor da dinâmica. Cada vivência envolve elementos sagrados, com um toque ritualístico e traz exercícios teatrais, musicais, sensoriais, meditações, experiências sonoras, aromaterapia, astrologia, oráculos, florais, dança, em um misto de todo o conhecimento e prática dos criadores, nas artes e nos mistérios da antiga alquimia. É destinado a homens e mulheres buscadores de autoconhecimento. Mais do que um encontro pontual, as vivências são o início de uma jornada alquímica, um mergulho em si, através do teatro – a arte do grupo – removendo do caminho o que já não serve mais até restar somente sua verdadeira essência. Isso é a transmutação de que fala a Alquimia, a transformação interior do chumbo em ouro, o encontro com a nossa pedra filosofal.

Segundo Fernanda, que também atua como alquimista há seis anos, “as vivências serão recheadas de teatro mas também de alquimia, com meditações, sons terapêuticos, aromas, cristais e florais. São encontros destinados a todos aqueles que buscam autoconhecimento, a pessoas que não conhecem astrologia, alquimia e teatro, ou àqueles que querem aprender um pouco mais”.

Para a astrologia, cada ano é regido por um planeta e este vai influenciar a todos de forma coletiva, independente de acreditarmos ou não. “Quando conhecemos a influência deste planeta, podemos saber como nos preparar para tirar melhor proveito das energias que estarão no ar”, revela. A Vivência O Ano de Júpiter ocorre no dia do ano novo astrológico, data comemorada quando o Sol ingressa no signo de Áries.

Júpiter é o maior planeta do sistema solar, e uma de suas principais características é a expansão. Conhecido como o grande benéfico e associado ao “toque de Midas” – aquilo em que tocar, se transforma em ouro. Traz a energia da fé, do coletivo, da capacidade de buscar um ideal maior de vida, de traçar estratégias para isso, traz otimismo, leveza, um convite a se aprofundar em alguma área do conhecimento e, quem sabe, se tornar mestre naquilo. “Fala de sermos fortes na caminhada e termos uma meta a alcançar. Otimismo, alegria, perspicácia, liberdade, viagens (quanto mais e maior, melhor). Então, nesta vivência os participantes serão provocados com algumas questões: o que você quer expandir em seu novo ano? Como está sua fé, suas crenças? A busca por seus ideais, tem sido pauta na sua vida? Qual sua estratégia para alcançar suas metas nesse ano? Entre outras questões”, conta.

Os interessados podem se inscrever através do link http://bit.ly/teatroalquimico e a inscrição custa R$ 71,00. O encontro ocorre das 19h às 22h, no Atelier Casa9 (Rua São Manoel, 337). Informações através do telefone (51) 981786460 ou email nandabeppler@gmail.com

Serviço:

Teatro Alquímico – Vivência do Ano de Júpiter

20 de março, das 19h às 22h

Onde: Atelier da Casa9  – Rua São Manoel, 337 – bairro Rio Branco – Porto Alegre|RS

Investimento:        R$ 71,00 (pagos no ato da inscrição)

Inscrições pelo link http://bit.ly/teatroalquimico
Informações com Fernanda (51) 981786460  | nandabeppler@gmail.com | As vagas são limitadas.

Sobre os Criadores:

Fernanda Beppler é Alquimista da saúde e das artes. Formada pela Escola de Alquimia Joel Aleixo (de São Paulo|SP), atua em consultório há seis anos com Terapia Floral, Fluido Bastões, Astrologia Alquímica, Tarot Alquímico, Cromoterapia e Geobiologia. Atriz e Musicista há 20 anos, graduada em Artes Cênicas pela UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, criadora e diretora do Teatro Mototóti, de Porto Alegre|RS, onde realiza uma pesquisa teatro-musical que alia arte e alquimia – tendo seu ponto alto na montagem do último espetáculo do Grupo, intitulado “Flor da Vida”.

Carlos Alexandre é adepto da terapia floral há 12 anos e vem praticando desde então a filosofia de vida da antiga Arte da Alquimia. Formação terapêutica em Canto Harmônico, Cromoterapia Esotérica e Tarot de Marseille. É Criador do Teatro Mototóti, ao lado de sua companheira Fernanda Beppler e atua no teatro profissional há 20 anos. Juntos, Carlos e Fernanda são responsáveis pela criação e circulação de um repertório de espetáculos e oficinas teatrais que já percorreram o Brasil, tendo interagido até hoje com um público superior a 200 mil espectadores.

Mais sobre os criadores em: www.motototi.com | http://fernandaalquimista.blogspot.com.br/

zh_23.09.17.jpg

Blog no WordPress.com.

Acima ↑