Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Teatro Centro Histórico Cultural Santa Casa

Tóin 2: Dança para Segunda Infância na mídia

zh_10.10.19

 

correiodopovo_10.10.19

Macarenando Dance Concept apresenta novo espetáculo no Teatro do Centro Histórico-Cultural Santa Casa

©-Cintia-Bracht_-(1)

“Dance a Letra Grupão Pocket Live Gestos Caetano” apresenta 30 canções de Caetano Veloso

Porto Alegre, 27 de março de 2018 – Na sexta-feira 06 de abril a Macarenando Dance Concept volta a cartaz com seu mais recente espetáculo Dance a Letra Grupão Pocket Live Gestos Caetano com três apresentações no Teatro do Centro Histórico-Cultural Santa Casa. A montagem apresenta um conjunto de coreografias criadas a partir da pesquisa de gestos literais para 30 letras de músicas da obra de Caetano Veloso.

A obra é derivada do jogo coreográfico Dance a Letra, que consiste em criar danças a partir da mímica de letras de músicas famosas. O procedimento é desenvolvido pela Macarenando desde 2013 no espetáculo “Abobrinhas Recheadas – O Jogo” – que explora a relação da dança com o humor e a comédia e é o primeiro Stand-Up Dance Comedy do RS.

Em Dance a Letra Grupão Pocket Live Gestos Caetano, o procedimento Dance a Letra ganha novas camadas por meio do aprofundamento do estudo da literalidade gestual enquanto elemento de composição cênico-coreográfica e da articulação à poética musical de Caetano Veloso. Canções como “Alegria, Alegria”, “Fora da Ordem”, “Podres Poderes”, “Tigresa” e “Como dois e dois” integram o repertório.

O espetáculo estreou em apresentação única no evento Gestos Contemporâneos 2ª Edição, em novembro de 2017. Com direção de Diego Mac e Gui Malgarizi, conta no elenco com Aline Karpinski Dias, Arthur Bonfanti, Daniela Aquino, Dani Dutra, Dani Boff, Denis Gosch, Giulia Baptista Vieira, Juliana Rutkowski e Nilton Gaffree Jr.

As sessões ocorrem nos dias 06, 07 e 08 de abril às 20h. Os ingressos antecipados estão à venda pelo site https://dancealetracaetano.eventize.com.br e custam entre R$ 15,00 e R$ 30,00, com valor promocional para doações de 1kg de alimento não perecível para a Casa do Artista Riograndense e descontos para estudantes, pessoas acima de 60 anos e classe artística, mediante comprovação na entrada do teatro. Na hora do espetáculo, as entradas custam entre R$ 20,00 e R$ 40,00 na bilheteria do teatro.

Dance a Letra Grupão Pocket Live Gestos Caetano

06, 07, 08 de abril (sexta a domingo), 20h
Teatro do Centro Histórico-Cultural Santa Casa (Av. Independência, 75)

Duração: 45 minutos
Classificação Etária: Livre

 

Ficha Técnica

  • Direção: Diego Mac e Gui Malgarizi
  • Coreografia: Diego Mac
  • Produção: Sandra Santos
  • Elenco: Aline Karpinski Dias, Arthur Bonfanti, Daniela Aquino, Dani Dutra, Dani Boff, Denis Gosch, Giulia Baptista Vieira, Juliana Rutkowski e Nilton Gaffree Jr.
  • Iluminação: Gui Malgarizi e Sandra Santos
  • Assistência de produção e iluminação: Arthur Bonfanti e Giulia Baptista Vieira
  • Trilha sonora: montagem de Diego Mac e Gui Malgarizi a partir da obra de Caetano Veloso
  • Assessoria de imprensa: Bruna Paulin – Assessoria de Flor em Flor
  • Fotos: Cintia Bracht
  • Apoio: Casa Cultural Tony Petzhold
  • Duração: 45 minutos
  • Realização: Macarenando Dance Concept
  • Classificação indicativa: livre

 

 

Ingressos

ANTECIPADOS – https://dancealetracaetano.eventize.com.br

R$ 30 (inteira)
R$ 20 (PROMO: ingresso + 1kg alimento não perecível entregue na chegada ao teatro. Os alimentos recebidos serão doados para a Casa do Artista Riograndense.)
R$ 15 (meia: 50% desconto para estudantes, +60 e classe artística, mediante comprovação na entrada ao teatro)

NA HORA (a partir de uma hora antes de cada sessão, na bilheteria do teatro)

R$ 40 (inteira)
R$ 25 (PROMO: ingresso + 1kg alimento não perecível entregue na chegada ao teatro. Os alimentos recebidos serão doados para a Casa do Artista Riograndense.)
R$ 20 (meia: 50% desconto para estudantes, +60 e classe artística, mediante comprovação na entrada ao teatro)

Fotos – http://bit.ly/fotosdancecaetano

Vídeo – https://www.facebook.com/macarenando/videos/1697711430287303/

Mais informações

https://www.facebook.com/macarenando
http://www.macarenando.com.br

Espetáculo “Eu é Nós” na imprensa

zh_20.10.17

 

correiodopovo_20.10.17

 

jc_20.10.17

 

metro_20.10.17

jc_20.10.17.jpg

Espetáculo “Milagros” na mídia

jc_09-12-16correiodopovo_09-12-16

jc_18.11.16.jpg

Como Gostais na imprensa

zh_15-11

correiodopovo_15-11-2016

jc_05.08.16.jpg

Rock de Galpão promove temporada no teatro do Centro Histórico-Cultural Santa Casa nos dias 18, 19 e 20 de março

rockdegalpao_creditoeduardorocha

Apresentações contarão com participações especiais de nomes da música, artes visuais e dança

 

Depois de levar para casa dois Troféus Açorianos de Música no final de 2015 (Melhor Intérprete para Tiago Ferraz e Melhor Álbum no gênero Pop com o disco Rock de Galpão II Nas Missões), o Rock de Galpão promove uma curta e inédita temporada no teatro do Centro Histórico-Cultural Santa Casa, nos dias 18, 19 e 20 de março, repleta de convidados especiais.

O projeto, que mescla sonoridades regionais do Sul do país com as mais contemporâneas e universais formas de fazer  música, é conduzido por Tiago Ferraz (voz e guitarra), Rafa Schuler (guitarra e vocais), Guilherme Gul (bateria), Alexandre “Mestre Kó” Gaiga (teclados e vocais), Paulinho Cardoso (acordeon) e Gustavo Viegas (contrabaixo), além do convidado especial Diablo Jr., percussionista que faz uma intervenção com suas boleadeiras durante a apresentação.

A banda receberá durante os dias de apresentação os convidados Renato Borghetti, Hique Gomez e Cadica Cia de Dança (no dia 18 de março), João Triska e Samai Grupo de Percussão Oriental no dia 19, e Frank Jorge e Luiz Carlos Borges no domingo, dia 20. O artista Mai Bavoso estará presente em todas as apresentações, criando pinturas durante cada espetáculo. Considerado um dos músicos mais promissores dentro do universo da música regional brasileira, João Triska desenvolve seu trabalho solo desde o ano 2011. Variados gêneros, ritmos e elementos estéticos provenientes da região sul do Brasil e da América do Sul são a base de trabalho autoral, que, nas cordas das viola caipira traz à música regional uma linguagem refinada e contemporânea.

As apresentações estão agendadas para às 20h. Os ingressos custam entre R$ 25,00 e R$ 50,00 e estão à venda pelo site tragaseushow.com.br, no Phyto Bistro e Loja OpenStage.

 SERVIÇO:

Rock de Galpão – Temporada 2016

Datas: 18, 19 e 20 de Março de 2016

Horário: 20h

Local: Centro Histórico-Cultural Santa Casa | Av. Independência, 75

Ingressos:

·        Inteira: R$ 50,00

·        Meia: R$ 25,00

Capacidade: 284 lugares

Classificação: Livre

 

Pontos de venda:

Loja OpenStage

Segunda a sábado – 10h às 19h

Endereço: Av. Otto Niemeyer, 2415 – Tristeza | Fone: (51) 3022.6708

 

Phyto Bistrô

Segunda a sábado – 8h às 21h | Domingo – 11h às 20h

Endereço: Av. Independência, 75 – Independência – Centro Histórico Santa Casa | Fone: (51) 3737.7700

 

Traga seu Show

Venda de ingressos online: http://www.tragaseushow.com.br/showrockdegalpao

 

Convidados:

·        Renato Borghetti (18/03)

·        Hique Gomez (18/03)

·        Cadica Cia de Dança (18/03)

·        João Triska (19/03)

·        Samai Grupo de Percussão Oriental (19/03)

·        Frank Jorge (20/03)

·        Luiz Carlos Borges (20/03)

·        Mai Bavoso (todos os dias)

Saiba Mais

O PROJETO

Rock de Galpão é um projeto especial que mescla as sonoridades regionais do Sul do país com as mais contemporâneas e universais formas de fazer música. O projeto é conduzido por Tiago Ferraz (voz e guitarra), Rafa Schuler (guitarra e vocais), Guilherme Gul (bateria), Alexandre “Mestre Kó” Gaiga (teclados e vocais), Paulinho Cardoso (acordeon) e Gustavo Viegas (contrabaixo), além do convidado Diablo Jr., percussionista que faz uma belíssima intervenção com suas boleadeiras durante a apresentação.

As culturas espanhola, africana e indígena, entre outras tantas que formam o Rio Grande do Sul, deixaram um grande legado musical ao cancioneiro gaúcho. Dessa forma, o projeto contribui para a pesquisa, o resgate e a valorização da cultura, aproximando o público da diversidade de ritmos como a milonga, o xote e o chamamé, e da linguagem poética, característica da região. Grandes autores como Lupicínio Rodrigues, Vitor Ramil, Jayme Caetano Braun, Noel Guarany, Mário Barbará, Nico e Bagre Fagundes, Elton Saldanha, Luiz Coronel, Apparicio Silva Rillo, Atahualpa Yupanqui, Gildo de Freitas e Cenair Maicá, entre outros, compõem o repertório do Rock de Galpão.

O grupo foi indicado ao Prêmio Açorianos de Música em 2010 pelo CD/DVD “Rock de Galpão Ao Vivo” e gravou seu segundo DVD em 2014. “Rock de Galpão – Volume II: Ao Vivo nas Missões” é o registro do show que aconteceu em frente à Catedral Angelopolitana – monumento histórico da cultura da região missioneira.

Em 2015, “Rock de Galpão – Volume II: Ao Vivo nas Missões” recebeu cinco indicações ao Prêmio Açorianos de Música: Álbum do Ano; DVD do Ano; Produtor Musical (Estado das Coisas e Hique Gomez); Melhor Álbum Pop e Melhor Intérprete Pop (Tiago Ferraz), sendo vencedor nas duas últimas categorias.

 

CONCEITO

A proposta musical do Rock de Galpão é definida pelo diretor artístico Hique Gomez como HiperPampa: “um passado cultural aberto para o diálogo universal e de frente para o hiperespaço”. A Mandala que representa o projeto, interpretada pelo artista plástico Mai Bavoso, é o elemento que fundamenta os preceitos do Rock de Galpão e refere-se ao símbolo ancestral dos índios Guarani. Ela simboliza a união, a cooperação e a valorização do talento de cada um dos integrantes do grupo e seus parceiros que, juntos, formam a totalidade. Representa, também, os valores culturais, sociais e estéticos do rock’n’roll como forma de expressão inovadora, impulsiva, enérgica e vibrante.

Estes conceitos foram naturalmente incorporados pelo Rock de Galpão durante o processo de gravação do DVD, quando, pela primeira vez na história, o círculo mágico dos índios Guarani foi projetado na face principal da catedral de Santo Ângelo, simbolizando a união dos povos e das culturas.

Todo este processo gerou também o livro “Rock de Galpão nas Missões”, que traz registros históricos e fotográficos da construção do DVD e documenta a aproximação dos músicos da banda com os mais representativos compositores da música folclórica do RS, bem como relata a história através de textos e imagens sobre uma das regiões mais importantes do Estado.

 

Redes Sociais:

Site

www.rockdegalpão.com.br 

Facebook

www.facebook.com/rockgalpao

YouTube

www.youtube.com/rockdegalpao

Instagram

@rockdegalpao

Blog no WordPress.com.

Acima ↑