Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Sarau da Clara Corleone

Sarau da Clara Corleone em Zero Hora de hoje

zh_09.07.19.jpg

Sarau da Clara Corleone recebe Nanni Rios e Vitor Necchi na quinta-feira, 04 de julho

clara_credito_carolina disegna

 

O tema da edição será “Sexo & Sacanagem” e ocorrerá no Von Teese

 

Na quinta-feira, 4 de julho, às 20h30, o Von Teese recebe mais um Sarau da Clara Corleone. O evento literário traz a cada edição um tema que pauta os textos lidos por Clara e as personalidades que participam. O de julho será “Sexo & Sacanagem”.

Dividem o sofá do Von Teese com a anfitriã a jornalista, produtora cultura e livreira Nanni Rios e o escritor, jornalista e professor Vitor Necchi.

O evento da escritora e atriz já recebeu as escritoras Martha Medeiros e Claudia Tajes, as políticas Manuela D’Ávila e Fernanda Melchionna, os jornalistas Katia Suman, Carol Anchieta, Roger Lerina e Paulo Germano, as atrizes Mirna Spritzer, Maria Galant e Catharina Conte, os diretores de teatro Patrícia Fagundes, Júlio Conte e Patsy Cecato, o músico Carlinhos Carneiro e o ator Bruno Bazzo, entre outros.

O “Sarau da Clara Corleone – Sexo & Sacanagem” inicia às 20h30 com couvert de R$ 10,00 (em dinheiro) ou R$ 15,00 (em cartão). O Von Teese fica na Rua Bento Figueiredo 32.

Clara Corleone é formada em Arte Dramática e divide o seu tempo como produtora no estúdio Otto Desenhos Animados e hostess do Bar Ocidente às sextas. Comanda o sarau no Von Teese desde 2017 e está prestes a lançar seu primeiro livro na Editora Zouk, pelo selo Casa da Mãe Joanna.

Nanni Rios é jornalista, produtora cultural e livreira. Trabalha na Livraria Baleia, onde mantém um acervo dedicado a obras de autoria feminista e às temáticas de gênero, sexualidade e direitos humanos. Produz mensalmente a festa Tieta de música brasileira no bar Ocidente e há muito tempo não se interessa pelo que os homens pensam ou têm a dizer.

Vitor Necchi é escritor, professor, jornalista (UFRGS), mestre em Comunicação Social (PUCRS) e doutorando em Letras (UFRGS). Publicou o livro Não existe mais dia seguinte (Taverna, 2018). Integra o corpo docente da especialização em Escrita Criativa da Universidade Feevale. Lecionou na PUCRS, onde coordenou o curso de Jornalismo, e na Unisinos, onde coordenou o curso de Realização Audiovisual. Trabalhou no jornal Zero Hora e na revista do Instituto Humanitas Unisinos (IHU). Foi editor da revista NORTE – Livros, artes e ideias.

 

Sarau da Clara Corleone

“Sexo & Sacanagem” com Nanni Rios e Vitor Necchi

4 de julho, quinta-feira, às 20h30

Couvert a R$ 10,00 em dinheiro// R$ 15,00 em cartão

Von Teese – Rua Bento Figueiredo 32

Sarau da Clara Corleone recebe Mirna Spritzer e Patrícia Fagundes na quinta-feira, 09 de maio

clara corleone_credito_Carolina Disegna

 

Edição intitulada “Só as mães são felizes” ocorre a partir das 20h30 no Von Teese

 

Na quinta-feira, 9 de maio, o Von Teese recebe mais um Sarau da Clara Corleone. O evento literário traz a cada edição um tema que pauta os textos lidos por Clara e as personalidades que participam. O de maio será “Só as mães são felizes”.

Dividem o sofá do Von Teese com a anfitriã a atriz e professora Mirna Spritzer e a diretora e produtora Patrícia Fagundes.

O evento da escritora e atriz já recebeu as escritoras Martha Medeiros e Claudia Tajes, as políticas Manuela D’Ávila e Fernanda Melchionna, os jornalistas Katia Suman, Carol Anchieta, Vitor Necchi, Roger Lerina e Paulo Germano, as atrizes Maria Galant e Catharina Conte, os diretores de teatro Júlio Conte e Patsy Cecato, o músico Carlinhos Carneiro e o ator Bruno Bazzo, entre outros. O “Sarau da Clara Corleone – Só as mães são felizes” inicia às 20h30 com couvert de R$ 10,00 (em dinheiro) ou R$ 15,00 (em cartão). O Von Teese fica na Rua Bento Figueiredo 32.

 

Sarau da Clara Corleone 

“Só as mães são felizes” com Mirna Spritzer e Patrícia Fagundes

9 de maio, quinta-feira, às 20h30

Couvert a R$ 10,00 em dinheiro// R$ 15,00 em cartão

Von Teese – Rua Bento Figueiredo 32

 

Clara Corleone é formada em Arte Dramática e divide o seu tempo como produtora no estúdio Otto Desenhos Animados e hostess do Bar Ocidente às sextas. Escreve diariamente em sua página e teve textos publicados em Zero Hora, Sul 21 e no site Lugar de Mulher.

Mirna Spritzer é atriz, professora, pesquisadora e radialista. Seus trabalhos mais recentes são, no teatro, Língua Mãe. Mameloschn de Mariana Salzmann, direção de Mirah Laline, Prêmio Açorianos de Melhor Espetáculo de 2015 e com o qual foi premiada, também em 2015, com o Troféu Braskem, no 22º Festival Internacional Porto Alegre em Cena, como Melhor Atriz. E Cidade Proibida, com a Cia Rústica, direção de Patrícia Fagundes, também premiado com Troféu Braskem, no 22º Festival Internacional Porto Alegre em Cena, como Melhor Espetáculo pelo júri popular, ambos em repertório. No cinema, Yonlu, direção de Hique Montanari, produção da Prana Filmes e O Mercado de Notícias, direção de Jorge Furtado, da Casa de Cinema de Porto Alegre. Na televisão, Doce de Mãe, realização da Rede Globo de Televisão e Casa de Cinema de Porto Alegre, direção de Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo. E ainda Fantasias de uma Dona de Casa, realização da RBS TV e Casa de Cinema de Porto Alegre, com direção de Ana Luiza Azevedo, série com duas temporadas em 2008 e 2009. Em 2018, participou como atriz do Projeto Quartas Dramáticas com a leitura de Lesões incompatíveis com a vida, de Angélica Lidell, direção de Paulo Roberto Farias, realização da Ato Cia Cênica em parceria com Cia Indeterminada e Cia Stravaganza. E ainda, Tudo nasce de uma ferida íntima, espetáculo multimídia dentro do Festival Kino Beat, onde foi atriz e dramaturga. Em fase de montagem dois filmes, Aos olhos de Ernesto, da Casa de Cinema de Porto Alegre, com direção de Ana Luiza Azevedo e Os bravos nunca se calam, da Verte Filmes, com direção de Márcio Schoenardie.

Duas vezes premiada com o Troféu Açorianos e uma com Prêmio Quero-Quero, todos de Melhor Atriz. Foi professora do Departamento de Arte Dramática – UFRGS por 30 anos e atualmente é professora do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFRGS, onde desenvolve pesquisa sobre questões relativas à palavra, escuta e vocalidade e à arte radiofônica. Tem livros e artigos publicados, entre eles, A formação do ator, um diálogo de ações, Editora Mediação em 6 edição, Bem Lembrado, histórias do radioteatro em Porto Alegre, Editora AGE, com Raquel Grabauska.

Patrícia Fagundes é encenadora, pesquisadora, produtora e professora no Departamento de Arte Dramática e no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFRGS. Doutora em Humanidades- Ciencias del Espectáculo pela Universidad Carlos III (Madri). Mestre em Direção Teatral pela Middlesex University (Londres), Bacharel em Direção Teatral (DAD/ UFRGS). Como profissional destacada da cena gaúcha, mantém intensa atividade, dirigindo e produzindo diversos espetáculos, eventos e projetos, premiados e reconhecidos pelo público. Diretora da Cia Rústica de Teatro.

 

Sarau da Clara Corleone comemora dois anos com a presença de Fernanda Melchionna e Joanna Burigo

clara corleone_credito_Carolina Disegna

O tema da edição de aniversário será “Palavra de mulher” e ocorrerá no Von Teese na quinta, 14 de março

 

Porto Alegre, 11  de março de 2019 – Na quinta-feira, 14 de março, às 21h, o Von Teese recebe mais um Sarau da Clara Corleone. O evento literário traz a cada edição um tema que pauta os textos lidos por Clara e as personalidades que participam. O de março, edição de dois anos de lançamento do evento, será “Palavra de mulher”.

Dividem o sofá do Von Teese com a anfitriã a deputada federal Fernanda Melchionna e a publicitária e escritora Joanna Burigo.

O evento da escritora e atriz já recebeu as escritoras Martha Medeiros e Claudia Tajes, a política Manuela D’Ávila, os jornalistas Katia Suman, Carol Anchieta, Vitor Necchi, Roger Lerina e Paulo Germano, as atrizes Maria Galant e Catharina Conte, os diretores de teatro Júlio Conte e Patsy Cecato, o músico Carlinhos Carneiro e o ator Bruno Bazzo, entre outros. O “Sarau da Clara Corleone – Palavra de mulher” tem couvert de R$ 10,00 (em dinheiro) ou R$ 15,00 (em cartão). O Von Teese fica na Rua Bento Figueiredo 32.

 

Sarau da Clara Corleone – Edição de aniversário

“Palavra de mulher” com Fernanda Melchionna e Joanna Burigo

14 de março, quinta-feira, às 21h

Couvert a R$ 10,00 em dinheiro// R$ 15,00 em cartão

Von Teese – Rua Bento Figueiredo, 32

Clara Corleone é formada em Arte Dramática e divide o seu tempo como produtora no estúdio Otto Desenhos Animados e hostess do Bar Ocidente às sextas. Escreve diariamente em sua página e teve textos publicados na Zero Hora digital, Sul 21 e no site Lugar de Mulher.

Fernanda Melchionna é Deputada Federal pelo PSOL do Rio Grande do Sul. Elegeu-se com 114.302 votos e foi a mulher mais bem votada do Estado. Natural de Alegrete (RS), também formou-se em biblioteconomia pela UFRGS e é bancária licenciada do Banrisul. Como prioridades do seu primeiro mandato no Congresso Nacional, estão a luta para revogar a Reforma Trabalhista e barrar a Reforma da Previdência e o combate aos privilégios dos políticos a iniciar pelo fim do auxílio-moradia para parlamentares que possuem residência própria. Como vereadora de Porto Alegre por três mandatos, foi uma das referências na luta pelo transporte público de qualidade, em defesa da moradia digna, pelos direitos das mulheres e no estímulo à leitura e educação de qualidade. Em Porto Alegre, Fernanda ajudou a impedir o aumento de 75% dos vereadores da capital em 2011 e doou para instituições de caridade o aumento dos salários de vereadora de 2016 e 2017. É uma das autoras da ação na Justiça que baixou as passagens de ônibus em 2013 e 2016.

Joanna Burigo é fundadora da Casa da Mãe Joanna, coordenadora pedagógica da Emancipa Mulher, mestre em Gênero Mídia e Cultura e escreve regularmente para Carta Capital. Também co-organizou dois livros, o Tem saída? Ensaios Críticos sobre o Brasil, e o Novas Contistas da Literatura Brasileira, lançados pela Editora Zouk.

 

Sarau da Clara Corleone na revista Donna em Zero Hora

zh_26.01.19.jpg

Sarau da Clara Corleone recebe Claudia Tajes e Martha Medeiros na quinta, 31 de janeiro

claracorleone_creditocarolinadisegna

O tema da edição de janeiro é “Alegria, alegria!” e ocorre no Von Teese

 

Na quinta-feira, 31 de janeiro, às 20h30, o Von Teese recebe mais um Sarau da Clara Corleone. O evento literário, que ocorre mensalmente, traz a cada edição um tema que pauta os textos lidos por Clara e as personalidades que participam. O de janeiro será “Alegria, alegria!”.  Dividem o sofá do Von Teese com a anfitriã as escritoras Claudia Tajes e Martha Medeiros.

O evento da escritora e atriz existe há mais de um ano e meio e já recebeu a política Manuela D’Ávila, os jornalistas Katia Suman, Carol Anchieta, Vitor Necchi, Roger Lerina e Paulo Germano, a escritora Cinthya Verri, as atrizes Maria Galant e Catharina Conte, os diretores Júlio Conte e Patsy Cecato, o músico Carlinhos Carneiro e o ator Bruno Bazzo, entre outros. O “Sarau da Clara Corleone – Alegria, alegria!” inicia às 20h30 com couvert de R$ 10,00 (em dinheiro) ou R$ 15,00 (em cartão).

O Von Teese fica na Rua Bento Figueiredo 32.

Clara Corleone é formada em Arte Dramática e divide o seu tempo como produtora no estúdio Otto Desenhos Animados e hostess do Bar Ocidente aos finais de semana. Escreve diariamente em sua página e teve textos publicados na Zero Hora digital, Sul 21 e no site Lugar de Mulher.

Claudia Tajes é escritora, roteirista e colunista de Zero Hora. Atualmente mora no Rio de Janeiro e trabalha na TV Globo.

Martha Medeiros é colunista dos jornais O Globo e Zero Hora e autora de 26 livros, entre eles “Divã”, “Feliz por Nada”, “Doidas e Santas” e o recente “Quem diria que viver ia dar nisso”. Tem textos adaptados para teatro e cinema, parcerias musicais com Frejat, Nenhum de Nós e Jota Quest, e um canal no YouTube chamado M de Martha.

 

Sarau da Clara Corleone – Edição de janeiro

“Alegria, alegria!” com Claudia Tajes e Martha Medeiros

31 de janeiro, quinta-feira, às 20h30

Couvert a R$ 10,00 em dinheiro// R$ 15,00 em cartão

Von Teese – Rua Bento Figueiredo, 32

Sarau da Clara Corleone na contracapa em Zero Hora de hoje

zh_13.12.18.jpg

Sarau da Clara Corleone recebe Roger Lerina e Eduardo Seidl na quinta, 13 de dezembro

Sarau da Clara_credito Eduardo Seidl (4)

Última edição do ano ocorre no Von Teese

 

Porto Alegre, 10 de dezembro de 2018 – Na quinta-feira, 13 de dezembro, às 20h30, o Von Teese recebe mais um Sarau da Clara Corleone. O evento literário, que ocorre mensalmente, traz a cada edição um tema que pauta os textos lidos por Clara e as personalidades que participam. O de dezembro é “Imagens”.

Dividem o sofá do Von Teese com a anfitriã Roger Lerina e Eduardo Seidl. Lerina é jornalista, crítico de cinema e repórter. Seidl é fotógrafo e professor.

O evento da escritora e atriz existe há mais de um ano e meio e já recebeu a política Manuela D’Ávila, os jornalistas Katia Suman, Carol Anchieta, Vitor Necchi e Paulo Germano, a escritora Cinthya Verri, as atrizes Maria Galant e Catharina Conte, os diretores Júlio Conte e Patsy Cecato, o músico Carlinhos Carneiro e o ator Bruno Bazzo, entre outros. O “Sarau da Clara Corleone – Imagens” inicia às 20h30 com couvert de R$ 10,00 (pagamento somente em dinheiro). O Von Teese fica na Rua Bento Figueiredo 32.

Sarau da Clara Corleone – Edição de dezembro

“Imagens” com Roger Lerina e Eduardo Seidl

13 de dezembro, quinta-feira, às 20h30

Couvert a R$ 10,00 – pagamento somente em dinheiro

Von Teese – Rua Bento Figueiredo 32

Clara Corleone é formada em Arte Dramática e divide o seu tempo como produtora no estúdio Otto Desenhos Animados e hostess do Bar Ocidente aos finais de semana. Escreve diariamente em sua página e teve textos publicados na Zero Hora digital, Sul 21 e no site Lugar de Mulher.

Eduardo Seidl é fotógrafo. Graduado em Jornalismo e mestre em Práticas e Linguagens Jornalísticas pela Unisinos. Hoje é professor de Fotojornalismo na Famecos-PUCRS. Desde o primeiro estágio em fotojornalismo, procurou a rua como ambiente. Observar as fraturas do tempo, a luz e os acontecimentos. Caminhar à deriva e pelo prazer do trajeto. Conhecer dramas e seus personagens. O maior prazer é mochilar em busca de histórias. Já percorreu 10 dos 20 países da América Latina (mais Guiana, Suriname e Malvinas) que pretende fotografar antes de atravessar algum oceano. É pai do Sebastião e do Matias.

Roger Lerina é jornalista cultural, integrante da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) e da Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul (ACCIRS). Atua como repórter e crítico de cinema no Canal Brasil. É colaborador do site Coletiva.Net, onde publica uma coluna de opinião semanalmente, às quartas-feiras. Atua também como roteirista, curador de festivais, mestre de cerimônias em eventos e DJ nas (pouquíssimas) horas vagas. Considerado um dos principais jornalistas culturais do Brasil, por quase 20 anos Roger foi editor da coluna Contracapa, no Segundo Caderno do jornal Zero Hora, onde trabalhou também como repórter e crítico de música, cinema, artes visuais e teatro. A Contracapa foi, durante esse período, o mais importante espaço de visibilidade para artistas e produtores culturais de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul, além de publicar informações sobre os principais acontecimentos da arte, cultura, moda e entretenimento no Brasil e no mundo.

 

Sarau da Clara Corleone recebe Ana Cardoso e Clarissa Pont na quinta, 22 de novembro

Sarau da Clara_credito Eduardo Seidl (4)

 

O tema da edição de novembro será “Jornalistas que escrevem” e ocorrerá no Von Teese

 

Porto Alegre, 16 de novembro de 2018 – Na quinta-feira, 22 de novembro, às 20h30, o Von Teese recebe mais um Sarau da Clara Corleone. O evento literário, que ocorre mensalmente, traz a cada edição um tema que pauta os textos lidos por Clara e as personalidades que participam. O de novembro será “Jornalistas que escrevem”.

Dividem o sofá do Von Teese com a anfitriã Ana Cardoso e Clarissa Pont. Ana é jornalista e escritora. Clarissa é jornalista.

O evento da escritora e atriz existe há mais de um ano e meio e já recebeu a política Manuela D’Ávila, os jornalistas Katia Suman, Carol Anchieta, Vitor Necchi e Paulo Germano, a escritora Cinthya Verri, as atrizes Maria Galant e Catharina Conte, os diretores Júlio Conte e Patsy Cecato, o músico Carlinhos Carneiro e o ator Bruno Bazzo, entre outros. O “Sarau da Clara Corleone – Jornalistas que escrevem” inicia às 20h30 com couvert de R$ 10,00 (pagamento somente em dinheiro). O Von Teese fica na Rua Bento Figueiredo 32.

Sarau da Clara Corleone – Edição de novembro

“Jornalistas que escrevem” com Ana Cardoso e Clarissa Pont

22 de novembro, quinta-feira, às 20h30

Couvert a R$ 10,00 – pagamento somente em dinheiro

Von Teese – Rua Bento Figueiredo 32

Clara Corleone é formada em Arte Dramática e divide o seu tempo entre gerenciar o estúdio Otto Desenhos Animados e ser hostess do Bar Ocidente aos finais de semana. Escreve diariamente em sua página e teve textos publicados na Zero Hora digital, Sul 21 e no site Lugar de Mulher, além de comandar o programa “Todas as mulheres do mundo” na Rádio Elétrica.

Ana Cardoso nasceu em Curitiba, graduou-se na PUC-PR, morou em Florianópolis, formou-se mestre em Sociologia Política na UFSC, passou 10 anos em Porto Alegre com o marido Marcos Piangers e as filhas Anita e Aurora e hoje vive pra cima e pra baixo. É escritora, autora de quatro livros, entre eles o best seller A Mamãe é Rock e o guia para adolescência A Mamãe é Punk. Fundadora do projeto cultural Bonne Chance, escreve para Revista Pais&Filhos e é colunista da Revista Donna, no Jornal Zero Hora.

Clarissa Pont é jornalista e mãe do Sebastião e do Matias. Trabalhou como repórter por bastante tempo até começar a costurar comunicação e cultura em 2008. Foi assessora de imprensa, produtora e palpiteira em diversos projetos. Hoje pesquisa políticas públicas para a cultura, está entre Porto Alegre e Belo Horizonte para o mestrado e tem escrito e lido como nunca antes.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑