Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Projeto Concha

Projeto Concha no caderno Viver do Jornal do Comércio de hoje

jc_13.09.19.jpg

Projeto Concha em Zero Hora de hoje

zh_10.09.19.jpg

Projeto Concha traz Lívia Nery para edição de setembro

emaltaLIVIANERYporCarolineBittencourt09

Cantora baiana apresenta pela primeira vez em Porto Alegre o álbum de estreia Estranha Melodia no sábado, 14 de setembro, no Agulha

Ingressos à venda no link – http://bit.ly/conchadesetembro

A edição de setembro do Projeto Concha 2019 recebe a cantora baiana Lívia Nery, com show no sábado, 14 de setembro, no Agulha.

O show integra a programação do projeto que este ano conta com o patrocínio do Natura Musical e promove, além de apresentações de cantoras e compositoras brasileiras, uma residência artística de quinze artistas, que ocorre de abril a dezembro.

Lívia apresenta o disco de estreia Estranha Melodia, recém lançado pela Máquina de Louco, selo próprio do BaianaSystem e produzido pela própria cantora em parceria com Curumim, nome artístico de Luciano Nakata Albuquerque. O álbum reúne em suas 13 faixas uma mistura experimental entre canções que viajam de Salvador a São Paulo, gravado no Red Bull Studios.

O Projeto Concha foi selecionado pelo Natura Musical por meio do edital 2018 com com Financiamento da Lei de Incentivo à Cultura – Pró-Cultura RS – Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Rio Grande do Sul. “Coletivos como o Projeto Concha ampliam a voz de movimentos que buscam maior representatividade dentro e fora do mercado musical”, afirma Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura. “De uma forma geral, os coletivos promovem impacto cultural, social e econômico que multiplica o alcance de um patrocínio. A gente investe no coletivo e toda uma rede de pessoas conectada a ele também são impactadas de forma positiva”, completa.

A abertura fica por conta das DJs  Silvia Pont e Loba Boss. Os ingressos custam entre R$ 15,00 e R$ 60,00 e podem ser adquiridos pelo sympla – http://bit.ly/conchadesetembro ou no local, no dia do show, mediante disponibilidade.

Protagonismo no palco

O Projeto Concha é uma iniciativa independente, criada em 2018 pela produtora cultural Alice Castiel. Ao analisar o mercado musical, tanto localmente como em eventos nacionais dos quais participou, ela notou a quantidade e a diversidade de mulheres produzindo, compondo, tocando instrumentos e cantando, mas que muitas vezes, apesar do talento, não tinham acesso a selos, gravadoras ou à programação de festivais. “Em Porto Alegre ou em qualquer cidade do Brasil, a oferta dos principais palcos é majoritariamente protagonizada por homens”, afirma. Como contraponto, Alice propôs uma programação que apresentasse exclusivamente o trabalho de mulheres, a fim de chamar atenção para o que é produzido e muitas vezes ignorado ou preterido pelo circuito oficial da música.

Nas 11 edições do projeto, realizadas no bar Agulha, em Porto Alegre, o público lotou a casa para conhecer o trabalho de mais de 20 mulheres, em apresentações de artistas locais e também de criadoras com projeção na cena nacional, criando um espaço de visibilidade e troca de referências musicais, amparado por uma rede de apoio entre mulheres e conteúdo profissionalizante. Já participaram artistas como Letrux, Juçara Marçal, Luedji Luna, Labaq, Xênia França, Maria Beraldo, Larissa Luz, Juliana Perdigão, intervenções poéticas de Angélica Freitas, Mel Duarte, Luna Vitrolira, Crystal Rocha e as atrações locais Saskia, Raquel Leão, Veña, Pâmela Amaro, Thays Prado, As Aventuras e até uma banda se formou especialmente para uma edição do Concha, batizada de Enxame.

Para mais informações, acesse: facebook.com/projetoconchapoa

Sobre Natura Musical

Natura Musical é a principal plataforma de patrocínio da marca Natura. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu R$ 132 milhões no patrocínio de 418 projetos – entre CDs, DVDs, shows, livros, acervos digitais e filmes. O último edital do programa neste ano selecionou 50 projetos em todo o Brasil, entre artistas, bandas e coletivos. Os trabalhos artísticos renovam o repertório musical do país e são reconhecidos em listas e premiações nacionais e internacionais.

A plataforma digital do programa leva conteúdo inédito sobre música e comportamento para mais de meio milhão de seguidores nas redes sociais. Em São Paulo, a Casa Natura Musical se tornou uma vitrine permanente para a rica e pulsante produção musical brasileira.

 

SERVIÇO

Projeto Concha apresenta Lívia Nery

Sábado, 14 de setembro de 2019

Local: Agulha – Rua Conselheiro Camargo, 300

Horários: O bar abre às 19h e a apresentação começa pontualmente às 21h

Ingressos (à venda  no sympla – http://bit.ly/conchadesetembro)

Lote Promocional limitado – R$ 15 – apenas online;

 

1º lote Solidário* / Meia-entrada** – R$ 20 – na internet (com opção de boleto bancário);

2º lote Solidário* e na Hora/ Meia-entrada** – Solidário* / Meia-entrada** – R$ 30

* Solidário – Valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível ou itens de higiene pessoal, disponível para qualquer pessoa. As doações deverão ser entregues no Agulha, no momento da entrada ao evento.

** Meia-entrada – Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.

Projeto Concha na imprensa

zh_15.08.19

 

jc_15.08.19

 

correiodopovo_15.08.19

 

metro_15.08.19

Projeto Concha divulga programação para o mês de agosto

Paola-Kirst---foto-de-divulgaçao-(1)---CRÉDITO-VITÓRIA-PROENÇA

Atividades do projeto com patrocínio do Natura Musical contam com show com Paola Kirst e Gabriela Lery no dia 15 de agosto, além de oficinas de fotografia e luteria gratuitas exclusivamente para  mulheres

Ingressos à venda no link – http://bit.ly/conchadeagosto

Porto Alegre, 29 de julho de 2019 – A edição de agosto do Projeto Concha 2019 conta com show de Paola Kirst e Gabriela Lery na quinta-feira, 15 de agosto, no Agulha, e duas oficinas gratuitas exclusivamente para mulheres: uma  de fotografia musical, ministrada por Vitória Proença, e lutheria, por Bruna Zanotto.

As atividades integram a programação do projeto que este ano conta com o patrocínio do Natura Musical e promove, além de apresentações de cantoras e compositoras brasileiras, uma residência artística de quinze artistas, que ocorre de abril a dezembro e uma série de oficinas formativas na área de produção cultural para o público feminino.

No dia 15 de agosto, o Agulha recebe dois nomes da nova geração da música local: Paola Krist e Gabriela Lery. Gabriela Lery é musicista, compositora e professora de música. Natural de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, deu início aos estudos musicais em 2001. Como compositora, trabalhou em parceria com artistas brasileiros, ingleses, malteses e estadunidenses e é baixista na orquestra feminina de bateria e percussão As Batucas, coordena o grupo vocal feminino As Batucas, além de lecionar aulas de canto popular. O show no Agulha marca o pré-lançamento de seu primeiro EP, Coleção, acompanhada de Isabel Nogueira, Julia Pianta e Bruno Vargas.

Natural de Rio Grande, RS, Paola Kirst atua como cantora, compositora e performer. Vencedora do prêmio de melhor intérprete no 32° Festival Moenda da Canção (Santo Antônio da Patrulha/RS) em 2018, ao final do mesmo ano lançou seu primeiro disco, Costuras que me bordam marcas na pele, produzido por Wagner Lagemann e indicado ao Prêmio Açorianos de Música na categoria Revelação do Ano. Paola busca traçar uma trajetória de experimentação para o uso do corpo e da voz como instrumento de expressão poética. Em suas canções aborda o cotidiano vivenciado pelo olhar feminino, experimental e faminto de uma artista.

Duas atividades formativas integram a programação de agosto do Concha, exclusivamente para o público feminino e com entrada franca. Nos dias 15 e 16 de agosto a fotógrafa e designer Vitória Proença ministra o Workshop de Fotografia Musical. A oficina tem como objetivo capacitar a aluna que já tem como pré-requisito noções básicas de fotografia, para atuação na área da fotografia musical, através de conhecimentos técnicos, teóricos e práticos. Conta ainda com uma atividade prática integrada com o show do Projeto Concha de Agosto, realizando a cobertura do evento. As inscrições gratuitas devem ser feitas pelo link – http://bit.ly/2OpqMEx até 10 de agosto. A lista das selecionadas será divulgada no dia 12 de agosto pelas redes sociais do projeto.

Encerrando as atividades deste mês, a luthier Bruna Zanotto oferece a Oficina de Lutheria, onde ensinará às participantes a a fazer pestanas (nut) e rastilhos, regulagem e retífica. Os instrumentos selecionados são instrumentos de corda, como violão, guitarras (com variadas pontes), baixo e cavacoInscrições gratuitas através do formulário online http://bit.ly/310uaad até  23 de agosto e divulgação das selecionadas no dia 25 pelas redes do Concha.

O Projeto Concha foi selecionado pelo Natura Musical por meio do edital 2018 com com Financiamento da Lei de Incentivo à Cultura – Pró-Cultura RS – Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Rio Grande do Sul. “Coletivos como o Projeto Concha ampliam a voz de movimentos que buscam maior representatividade dentro e fora do mercado musical”, afirma Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura. “De uma forma geral, os coletivos promovem impacto cultural, social e econômico que multiplica o alcance de um patrocínio. A gente investe no coletivo e toda uma rede de pessoas conectada a ele também são impactadas de forma positiva”, completa.

Os ingressos do show no dia 15 custam entre R$ 15,00 e R$ 60,00 e podem ser adquiridos pelo sympla – http://bit.ly/conchadeagosto ou no local, no dia do show, mediante disponibilidade.

Protagonismo no palco

O Projeto Concha é uma iniciativa independente, criada em 2018 pela produtora cultural Alice Castiel. Ao analisar o mercado musical, tanto localmente como em eventos nacionais dos quais participou, ela notou a quantidade e a diversidade de mulheres produzindo, compondo, tocando instrumentos e cantando, mas que muitas vezes, apesar do talento, não tinham acesso a selos, gravadoras ou à programação de festivais. “Em Porto Alegre ou em qualquer cidade do Brasil, a oferta dos principais palcos é majoritariamente protagonizada por homens”, afirma. Como contraponto, Alice propôs uma programação que apresentasse exclusivamente o trabalho de mulheres, a fim de chamar atenção para o que é produzido e muitas vezes ignorado ou preterido pelo circuito oficial da música.

Nas 11 edições do projeto, realizadas no bar Agulha, em Porto Alegre, o público lotou a casa para conhecer o trabalho de mais de 20 mulheres, em apresentações de artistas locais e também de criadoras com projeção na cena nacional, criando um espaço de visibilidade e troca de referências musicais, amparado por uma rede de apoio entre mulheres e conteúdo profissionalizante. Já participaram artistas como Letrux, Juçara Marçal, Luedji Luna, Labaq, Xênia França, Maria Beraldo, Larissa Luz, Juliana Perdigão, intervenções poéticas de Angélica Freitas, Mel Duarte, Luna Vitrolira, Crystal Rocha e as atrações locais Saskia, Raquel Leão, Veña, Pâmela Amaro, Thays Prado, As Aventuras e até uma banda se formou especialmente para uma edição do Concha, batizada de Enxame.

Para mais informações, acesse: facebook.com/projetoconchapoa

Sobre Natura Musical

Natura Musical é a principal plataforma de patrocínio da marca Natura. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu R$ 132 milhões no patrocínio de 418 projetos – entre CDs, DVDs, shows, livros, acervos digitais e filmes. O último edital do programa neste ano selecionou 50 projetos em todo o Brasil, entre artistas, bandas e coletivos. Os trabalhos artísticos renovam o repertório musical do país e são reconhecidos em listas e premiações nacionais e internacionais.

A plataforma digital do programa leva conteúdo inédito sobre música e comportamento para mais de meio milhão de seguidores nas redes sociais. Em São Paulo, a Casa Natura Musical se tornou uma vitrine permanente para a rica e pulsante produção musical brasileira.

 

SERVIÇO

Projeto Concha apresenta Paola Kirst e Gabriela Lery no Agulha

Quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Local: Agulha – Rua Conselheiro Camargo, 300

Horários: O bar abre às 19h e a apresentação começa pontualmente às 22h

Ingressos (à venda  no sympla – http://bit.ly/conchadeagosto)

Lote Promocional limitado – R$ 15 – apenas online;

1º lote Solidário* / Meia-entrada** – R$ 20 – na internet (com opção de boleto bancário);

2º lote Solidário* e na Hora/ Meia-entrada** – Solidário* / Meia-entrada** – R$ 30

* Solidário – Valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível ou itens de higiene pessoal, disponível para qualquer pessoa. As doações deverão ser entregues no Agulha, no momento da entrada ao evento.

 

** Meia-entrada – Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.

 

Workshops

Fotografia Musical, com Vitória Proençahttp://bit.ly/2OpqMEx

Dia 15 de agosto, das 9h às 12h e das 13h às 18h – Linha (Av. São Pedro, 540 – Bairro São Geraldo) e das 22h às 00h – Agulha (R. Conselheiro Camargo, 300 – Bairro São Geraldo)

Dia 16 de agosto, das 14h às 18h – Linha (Av. São Pedro, 540 – Bairro São Geraldo)

O objetivo do Workshop de Fotografia Musical | Projeto Concha é capacitar a aluna que já tem como pré-requisito noções básicas de fotografia, para atuação na área da fotografia musical, através de conhecimentos técnicos, teóricos e práticos. Conta ainda com uma atividade prática integrada com o show do Projeto Concha de Agosto, realizando a cobertura do evento.

Vitória Proença é fotógrafa, designer, e sempre foi obcecada em tentar transformar todo estímulo em imagem. Com a música não foi diferente. Atualmente, é coordenadora do núcleo de fotografia do festival Morrostock, participa do projeto Pedra Redonda Estúdio e seu braço audiovisual Na Pedra Redonda, e é idealizadora do projeto Fosso Coletivo.

 

Lutheria, com Bruna Zanottohttp://bit.ly/310uaad

Dia 31 de agosto, das 8h30 às 11h30 e das 13h às 18h – Linha (Av. São Pedro, 540 – Bairro São Geraldo)

Nessa oficina iremos aprender a fazer pestanas (nut) e rastilhos, regulagem e retífica. Os instrumentos selecionados são instrumentos de corda, como violão, guitarras (com variadas pontes), baixo e cavaco. Sendo que com mesmos princípios pode-se aplicar a ukuleles e até mesmos violinos e contrabaixos acústicos.

Bruna Zanotto, nascida numa família de marceneiros, aprendeu os princípios da marcenaria na própria casa, trabalhou na empresa de móveis Voler, e na empresa Preza, que produz óculos de madeira reciclada. Na luthieria, dedicou-se a empresa Évorah, sendo aprendiz dos mestres luthiers Evandro Rosa, André Moraes e Moisés Rodrigues. Seu foco é que o instrumento seja parte do musico, deixando-o conforme cada um o usa, seja macio para os suaves e cheio de timbre para os que tocam pesado, cada regulagem de um instrumento se baseia no como o dono o usa.

Projeto Concha na imprensa

jc_12.07.19

 

correiodopovo_12.07.19

 

zh_12.07.19

Projeto Concha traz Alessandra Leão para edição de julho

Alessandra-Leão_credito_Bia-Varella

Cantora pernambucana apresenta o álbum recém lançado Macumbas e Catimbós na sexta-feira, 12 de julho, no Agulha

Ingressos à venda no link – http://bit.ly/conchadejulho

A edição de julho do Projeto Concha 2019 recebe a cantora pernambucana Alessandra Leão, com show na sexta-feira, 12 de julho, no Agulha.

O show integra a programação do projeto que este ano conta com o patrocínio do Natura Musical e promove, além de apresentações de cantoras e compositoras brasileiras, uma residência artística de quinze artistas, que ocorre de abril a dezembro.

A cantora apresenta o álbum recém lançado Macumbas e Catimbós, fruto de anos de aprofundamento em tradições musicais de terreiros de Candomblé, Jurema e Umbanda, onde a voz e a percussão são os condutores dos trabalhos.

O álbum tem participação especial de Lia de Itamaracá, Mateus Aleluia, Sapopemba e Recanto Quiguiriçá, e o coro convidado formado por Karina Buhr, Lenna Bahule, Lívia Mattos, Isaar e Manu Maltez. O show tem como base instrumental a voz e o um trio de Ilús.

Há cerca de dois anos Alessandra tornou-se “corimbeira” ou “ogã” na Umbanda, responsável pelos toques e cantos durante os rituais e função proibida às mulheres em grande parte dos terreiros de religiões de matriz africana. A partir dessa experiência, tem se aprofundado ainda mais nesse tema.

O Projeto Concha foi selecionado pelo Natura Musical por meio do edital 2018 com com Financiamento da Lei de Incentivo à Cultura – Pró-Cultura RS – Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Rio Grande do Sul. “Coletivos como o Projeto Concha ampliam a voz de movimentos que buscam maior representatividade dentro e fora do mercado musical”, afirma Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura. “De uma forma geral, os coletivos promovem impacto cultural, social e econômico que multiplica o alcance de um patrocínio. A gente investe no coletivo e toda uma rede de pessoas conectada a ele também são impactadas de forma positiva”, completa.

Os ingressos custam entre R$ 15,00 e R$ 60,00 e podem ser adquiridos pelo sympla – http://bit.ly/conchadejulho ou no local, no dia do show, mediante disponibilidade.

Protagonismo no palco

O Projeto Concha é uma iniciativa independente, criada em 2018 pela produtora cultural Alice Castiel. Ao analisar o mercado musical, tanto localmente como em eventos nacionais dos quais participou, ela notou a quantidade e a diversidade de mulheres produzindo, compondo, tocando instrumentos e cantando, mas que muitas vezes, apesar do talento, não tinham acesso a selos, gravadoras ou à programação de festivais. “Em Porto Alegre ou em qualquer cidade do Brasil, a oferta dos principais palcos é majoritariamente protagonizada por homens”, afirma. Como contraponto, Alice propôs uma programação que apresentasse exclusivamente o trabalho de mulheres, a fim de chamar atenção para o que é produzido e muitas vezes ignorado ou preterido pelo circuito oficial da música.

Nas 11 edições do projeto, realizadas no bar Agulha, em Porto Alegre, o público lotou a casa para conhecer o trabalho de mais de 20 mulheres, em apresentações de artistas locais e também de criadoras com projeção na cena nacional, criando um espaço de visibilidade e troca de referências musicais, amparado por uma rede de apoio entre mulheres e conteúdo profissionalizante. Já participaram artistas como Letrux, Juçara Marçal, Luedji Luna, Labaq, Xênia França, Maria Beraldo, Larissa Luz, Juliana Perdigão, intervenções poéticas de Angélica Freitas, Mel Duarte, Luna Vitrolira, Crystal Rocha e as atrações locais Saskia, Raquel Leão, Veña, Pâmela Amaro, Thays Prado, As Aventuras e até uma banda se formou especialmente para uma edição do Concha, batizada de Enxame.

Para mais informações, acesse: facebook.com/projetoconchapoa

Sobre Natura Musical

Natura Musical é a principal plataforma de patrocínio da marca Natura. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu R$ 132 milhões no patrocínio de 418 projetos – entre CDs, DVDs, shows, livros, acervos digitais e filmes. O último edital do programa neste ano selecionou 50 projetos em todo o Brasil, entre artistas, bandas e coletivos. Os trabalhos artísticos renovam o repertório musical do país e são reconhecidos em listas e premiações nacionais e internacionais.

A plataforma digital do programa leva conteúdo inédito sobre música e comportamento para mais de meio milhão de seguidores nas redes sociais. Em São Paulo, a Casa Natura Musical se tornou uma vitrine permanente para a rica e pulsante produção musical brasileira.

 

SERVIÇO

Projeto Concha apresenta Alessandra Leão

Sexta-feira, 12 de julho de 2019

Local: Agulha – Rua Conselheiro Camargo, 300

Horários: O bar abre às 19h e a apresentação começa pontualmente às 22h

Ingressos (à venda  no sympla – http://bit.ly/conchadejulho)

Lote Promocional limitado – R$ 15 – apenas online;

1º lote Solidário* / Meia-entrada** – R$ 20 – na internet (com opção de boleto bancário);

2º lote Solidário* e na Hora/ Meia-entrada** – Solidário* / Meia-entrada** – R$ 30

* Solidário – Valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível ou itens de higiene pessoal, disponível para qualquer pessoa. As doações deverão ser entregues no Agulha, no momento da entrada ao evento.

** Meia-entrada – Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.

Projeto Concha na coluna de Luiz Gonzaga Lopes do Correio do Povo

correiodopovo_30.06.19.jpg

Projeto Concha na imprensa

 

zh_14.06.19

 

correiodopovo_14.06.19

 

jc_14.06.19

Blog no WordPress.com.

Acima ↑