Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Porto Verão Alegre

Espetáculo Pátria Estrangeira no Jornal do Comércio de hoje

jc_01.02.19.jpg

Pátria Estrangeira/Fremde Heimat volta a cartaz nos dias 1, 2 e 3 de fevereiro na programação do 20º Porto Verão Alegre

credito may yandara

 Coprodução Brasil-Alemanha terá sessões no teatro do Goethe-Institut Porto Alegre

 

Após temporada de estreia no Brasil e na Alemanha em 2018, o espetáculo Pátria Estrangeira/Fremde Heimat volta a cartaz em Porto Alegre nos dias 1, 2 e 3 de fevereiro, integrando a programação do 20º Porto Verão Alegre. A montagem, uma coprodução da ATO cia.cênica, Primeira Fila Produções e Badisches Staatstheater Karlsruhe, teve financiamento pelo Kulturstiftung des Bundes em parceria com Goethe-Institut Porto Alegre e texto do autor Jürgen Berger.

A doc-ficção, que conta com a direção de Mirah Laline, aborda temas como imigração a partir de diálogos marcantes entre quatro atores e músicos brasileiros, com ascendência germânica, e um jovem ator alemão, radicado no Brasil. No elenco, Camila Falcão, Karin Salz Engel, Martina  Frölich, Pascal Bergen e Philipe Philippsen trazem temas como ancestralidade, gerações, memória, pertencimento, imigração permeiam questionamentos como: é possível viver duas culturas ao mesmo tempo? Seria Pátria um instrumento do colonialismo? Que semelhanças existem com a recente onda de imigração no Brasil e na Alemanha?

O sul do Brasil é conhecido por ser a região que recebeu grande parte dos imigrantes vindos da Alemanha. No século XIX chegaram ao Brasil colonos alemães que pela pobreza e falta de perspectiva econômica se refugiaram na região dos Pampas – as famílias receberam boas vindas com o propósito de colonizar a região e embranquecer a população. A partir de então, diversas ondas de imigração alemã se sucederam, desde os refugiados econômicos da crise de 1920, os perseguidos pelo Nazismo na segunda guerra até os próprios Nazistas que com o fim da guerra se esconderam na região. Em algumas famílias até hoje o dialeto alemão Hunsrückisch é falado. Atualmente, a Alemanha e o Brasil são países de destino da imigração causada pela pobreza. A Alemanha já foi um país de partida de imigrantes pobres. No projeto docuficcional, cinco atores com antecedentes migratórios partem em busca de sua “pátria estrangeira”.

As apresentações ocorrem sempre às 21h, com ingressos antecipados à venda pelo site do festival (portoveraoalegre.com.br), nos pontos de venda (Bourbon Shopping Wallig, Praia de Belas Shopping – 3° andar,  DC Shopping, Casarão Verde – Loja 33 e chapelaria do Theatro São Pedro) ou no local do espetáculo, duas horas antes das sessões com valores entre R$ 24,00 e R$ 40,00. Para mais informações, acesse:
facebook.com/patriaestrangeirafrremdeheimat
| Instagram @fremde.heimat

 

FICHA TÉCNICA

MIRAH LALINE | Pesquisa e Direção

JÜRGEN BERGER | Pesquisa e Texto*

PHILIPE PHILIPPSEN – CAMILA FALCÃO – MARTINA FRÖHLICH – KARIN SALZ ENGELPASCAL BERTEN | Elenco

MAURICIO CASIRAGHI | Vídeo e Projeções

DÉH DULLIUS | Figurinista

RODRIGO SHALAKO | Cenógrafo

RICARDO VIVIAN | Iluminação

LUCAS DALA-LANNA | Design Gráfico

JANAINA VIANNA | Assistência de Direção

PASCAL BERTEN | Tradução

JAN LINDERS| Diretor de Dramaturgia do Badisches Staatstheater Karlsruhe

VINICIUS MELLO | Produção Executiva

BRUNA PAULIN | Assessoria de Imprensa

DANIELA MAZZILLI E LETICIA VIEIRA | Coordenação de Produção

PRIMEIRA FILA PRODUÇÕES | Produção Brasil

ATO. Cia cênica | Coprodução Brasil

GOETHE INSTITUT PORTO ALEGRE | Coprodução Brasil

BADISCHES STAATSTHEATER KARLSRUHE | Produção Alemanha

KULTURSTIFTUNG DES BUNDES | Financiamento

* com a colaboração do elenco, direção e equipe criativa

 

Sinopse

Coração ambivalente

Atualmente a Alemanha e o Brasil são países de destino da imigração causada pela pobreza. A Alemanha já foi um país de partida de imigrantes pobres. No projeto docuficcional, cinco atores com antecedentes migratórios partem em busca de sua “pátria estrangeira”.

Os antepassados de Martina estão entre os primeiros emigrantes que, no início do século 19, emigraram da atual região da Renânia-Palatinado para o sul do Brasil. Ela vive em Porto Alegre e vive brigando com um coração ambivalente no seu peito. Uma alemã ela não é, mas é realmente brasileira?

Camila é tataraneta de uma família com influência afro-alemã. Sua tataravó teve uma relação com o filho de uma família de imigrantes alemães. O fato de que a tataravó alemã tenha desagregado a família do filho, acompanha Camila até hoje. Porém, no ano de 2018, uma brasileira descendente afro tem problemas mais urgentes.

Philipe é tataraneto de um patchwork brasileiro-indígena-judeu-europeu. Sua árvore genealógica poderia ser tema de um projeto de pesquisa. O brasileiro com os muitos corações no peito tem de viver com o fato de que, apesar de seus antepassados alemães, a cidadania alemã lhe é negada.

Karin viveu e trabalhou como pianista de concertos na Alemanha e na Suíça, mas apesar disso tinha a sensação de que seu coração batia em Porto Alegre. Após quatro anos de migração pela Europa central, ela se decidiu por retornar à sua pátria sul-brasileira. Ela chegou a um país profundamente dividido social e politicamente.

Thomas, do sul do Tirol, vive em Berlim e não pode requerer um passaporte alemão. Ele não necessita de um Ministério para saber que pátria é lá onde ele se sente em casa.

 

Pátria Estrangeira/Fremde Heimat no 20º Porto Verão Alegre

1, 2 e 3 de fevereiro, 21h

Teatro do Goethe-Institut Porto Alegre – Rua 24 de Outubro, 112

 

Ingressos:

Antecipados:

Idoso R$ 24,00

Meia entrada R$ 24,00

Banricompras antecipado R$ 28,00

Inteira antecipada R$ 36,00

Inteira na bilheteria do espetáculo R$ 40,00

 

Ingressos à venda pelo site do festival, no local dos eventos a partir de duas horas antes do início dos espetáculos ou em nossos pontos de venda físicos:

Bourbon Shopping Wallig. Loja da Claro. 2º piso. Av. Assis Brasil, 2611. Segunda a sábado das 10h às 22h e domingo das 14h às 20h.

DC Shopping. Mezanino Produções. Casarão Verde. Rua Frederico Mentz, 1561. Segunda à sexta das 12h às 19h.

Shopping Praia de Belas. Loja da Claro. 2º piso. Av. Praia de Belas, 1181. Segunda a sábado, das 10h às 22h e domingo das 14h às 20h.

Theatro São Pedro. Chapelaria. Praça Mal. Deodoro, S/N. Terça a domingo até o dia 03 de fevereiro, das 15h às 21h.

 

Portadores do Clube do Assinante ZH e do Banricompras terão desconto válido para titular e acompanhante (dois ingressos por peça), mediante apresentação do cartão ou de comprovante pelo titular. O desconto para portadores do Clube do Assinante ZH, especificamente, poderão contar com este desconto somente nas compras realizadas de maneira presencial.

Estudantes, idosos e demais contemplados pela Lei Federal da Meia Entrada devem apresentar no momento da compra e no momento de entrada no espetáculo o comprovante determinado pela própria lei.

 

Língua Mãe. Mameloschn retorna ao teatro do Goethe-Institut Porto Alegre

mame-22

Espetáculo vencedor do Açorianos em 2015 integra a programação do Porto Verão Alegre com sessões nos dias 30 e 31 de janeiro

Pelo segundo ano integrando a programação do Porto Verão Alegre, o espetáculo Língua Mãe.Mameloschn retorna ao palco do teatro do Goethe-Institut Porto Alegre nos dias 30 e 31 de janeiro. Vencedor na categoria Melhor Espetáculo do Prêmio Açorianos de Teatro 2015 e do 10º Braskem Em Cena na categoria melhor atriz para Mirna Spritzer, a peça dirigida por Mirah Laline apresenta um texto irreverente que aborda identidade, ideologia e pertencimento, sob a forma de um jogo oscilante, entre a aproximação e distanciamento dos personagens, através do diálogo cáustico de uma família judia.

Língua Mãe.Mameloschn é uma obra sobre mulheres na História e histórias de mulheres, de três gerações de personagens femininas, interpretadas por três gerações de atrizes em cena. São da mesma família; vivem sob o mesmo teto; possuem a mesma origem cultural. No entanto, se diferenciam no modo como veem o mundo, expressam seus anseios e lidam com suas origens. O trânsito sutil entre humor e drama agrega uma empatia potencial para as problemáticas que a autora aborda. Os habituais modos de comunicação, como cartas, mensagens de e-mails, jornais e o rádio, paradoxalmente, revelam na obra, toda a carga de incomunicabilidade entre as personagens, materializando sob a cena a distância entre o discurso social e as motivações pessoais.

O texto da jovem autora alemã Marianna Salzmann traz no elenco Ida Celina, Mirna Spritzer, Philipe Philippsen e Valquíria Cardoso. Enquanto as três mulheres carregam discursos e falas, a música é a voz do personagem masculino: o filho, irmão, neto, homem. Philippsen executa ao vivo a trilha sonora original composta pelo ator para a montagem. Rô Cortinhas assina os figurinos, Rodrigo Shalako o cenário e Ricardo Vivian a iluminação.

Os ingressos antecipados custam R$ 30,00 e podem ser adquiridos nos pontos de venda físicos do festival ou pelo site http://portoveraoalegre.tcheofertas.com.br/. A partir de 2h antes de cada sessão as entradas estão à venda na bilheteria do teatro a R$ 40,00, com descontos para clientes Banricompras, Clube ZH, idosos, estudantes e outras categorias previstas na Nova Lei da Meia Entrada.

Saiba Mais

FICHA TÉCNICA

Direção: Mirah Laline

Assistência de Direção: Julia Rodrigues

Texto: Marianna Salzmann

Elenco: Ida Celina, Mirna Spritzer, Valquiria Cardoso e Philipe Philippsen

Figurinos: Rô Cortinhas

Cenário: Rodrigo Shalako

Iluminação: Ricardo Vivian

Trilha sonora original: Philipe Philippsen

Sonoplastia: Alex Limberger

Produção: Rodrigo Ruiz

Assessoria de Imprensa: Bruna Paulin Assessoria de Flor em Flor

Classificação: 12 anos

Duração: 90 min

https://www.youtube.com/watch?v=-5_pwli328Y&feature=youtu.be

 

Língua Mãe.Mameloschn

30 e 31 de janeiro, 21h

Teatro do Goethe-Institut – Av. 24 de Outubro, 112

 

Ingressos:

Antecipado

R$30,00 – Inteira

R$24,00 – Clube ZH e Banricompras*

R$20,00 – Idosos, estudantes e outras categorias previstas na Nova Lei da Meia Entrada

 

No Teatro

R$40,00 – Inteira

R$32,00 – Clube ZH e Banricompras*

R$20,00 – Idosos, estudantes e outras categorias previstas na Nova Lei da Meia Entrada

*Desconto válido para titular e acompanhante (dois ingressos por peça), mediante apresentação do cartão ou de comprovante pelo títular.

 

Pontos de Venda

Praia de Belas Shopping (terceiro andar): Seg a Sab das 10h às 22h / Dom das 13h às 19h

DC Shopping – Casarão Verde – Loja 133 : Seg a Sex das 10h às 19h

Nos dias de espetáculo, a partir de 2h antes de cada sessão, na bilheteria do teatro

Venda online – http://portoveraoalegre.tcheofertas.com.br/

Abobrinhas Recheadas tem apresentações na Sala Álvaro Moreyra nos dias 17, 18 e 19 de janeiro

abobrinhas-recheadas-foto-gui-malgarizi-2

Porto Verão Alegre recebe o único espetáculo de STAND UP DANCE COMEDY do RS

 

Primeiro espetáculo de Stand-Up Dance Comedy do RS, Abobrinhas Recheadas tem apresentações nos dias 17, 18 e 19 de janeiro, às 21h, na Sala Álvaro Moreyra (Av. Erico Veríssimo, 307), integrando a programação do Porto Verão Alegre 2017.

O espetáculo será apresentado na versão Dance a Letra, com coreografias criadas a partir da mímica de letras de músicas famosas, que vão de Chico Buarque a Anitta, passando por canções como Construção, Show das Poderosas, Emoções e Faroeste Caboclo, além dos hits regionais como Amigo Punk e Porto Alegre é Demais! Para completar, três novas músicas estão sendo preparadas especialmente para as apresentações no festival.

Tendo recebido quatro indicações ao Prêmio Açorianos de Dança 2009, venceu em duas categorias: Melhor Bailarino (Nilton Gaffrée) e Melhor Espetáculo eleito pelo Júri Popular (Prêmio RBS Cultura). Produzido pela Macarenando Dance Concept, Abobrinhas Recheadas explora a união da dança e do humor e colabora na aproximação do público com as artes cênicas.

Segundo o dramaturgista da Macarenando Dance Concept, Gui Malgarizi, “o arranjo coreográfico de elementos comuns da cultura permite explorarmos a comicidade cênica da dança, trazendo diferentes formas de questionamento do corpo, da cultura pop, da mídia, da política. Com humor, aproximamos o público da dança e fomentamos a formação de plateias na área”.

As apresentações acontecem às 21h, na Sala Álvaro Moreyra (Av. Erico Veríssimo, 307) e os ingressos custam entre R$ 20,00 e R$ 40,00, à venda nos pontos de venda do evento (confira serviço abaixo).

Abobrinhas Recheadas – O Jogo

Porto Verão Alegre
17, 18, 19 de janeiro, 21h
Sala Álvaro Moreyra (Av. Erico Veríssimo, 307)

Duração: 80 minutos
Classificação Etária: Livre

Ingressos

Antecipado

R$30,00 – Inteira

R$24,00 – Clube ZH e Banricompras

R$20,00 – Idosos, estudantes e outras categorias previstas na Nova Lei da Meia Entrada*

No Teatro

R$40,00 – Inteira

R$32,00 – Clube ZH e Banricompras

R$20,00 – Idosos, estudantes e outras categorias previstas na Nova Lei da Meia Entrada*

 

Pontos de Venda

Praia de Belas Shopping (terceiro andar): Seg a Sab das 10h às 22h / Dom das 13h às 19h

DC Shopping – Casarão Verde – Loja 133 : Seg a Sex das 10h às 19h

Multisom do Iguatemi (Térreo): Seg. a Sab: Das 10h às 22h /Domingos e Feriados: Das 14h às 20h.

Multisom da Andradas: Seg a Sex das 09h às 18h / Sáb das 09h às 14h.

Ingressos para os espetáculos que ocorrem no Instituto Ling, também disponíveis no local:

Seg a Sex das 10h30 às 22h; Sáb das 10h30 às 20h.

Ingressos para os espetáculos que ocorrem no Theatro São Pedro, venda somente no local:

Seg a Sex das 13h às 18h30 ou até o horário de início do espetáculo / Sáb e Dom das 15h até o horário de início do espetáculo.

Ingressos para o espetáculo que ocorre no Teatro Bourbon Country, venda somente no local:

Seg. a Sab: Das 10h às 22h00 /Domingos e Feriados: Das 14h às 20h.

A compra de ingressos é aceita em dinheiro e no Banricompras – débito

No teatro: somente dinheiro.

Clube do Assinante ZH e Banricompras: desconto válido para titular e acompanhante.

Ficha técnica

Direção e coreografia: Diego Mac e Gui Malgarizi
Bailarinos: Daniela Aquino, Diego Mac, Juliana Rutkowski e Nilton Gaffree

Produção: Sandra Santos
Iluminação: Gui Malgarizi e Sandra Santos
Assessoria de imprensa: Bruna Paulin – Assessoria de Flor em Flor

 

Vídeos

 

Mais informações

http://www.macarenando.com.br/abobrinhasrecheadas
https://www.facebook.com/abobrinhasrecheadas

correiodopovo_28.01.2016

Língua Mãe.Mameloschn na imprensa

metro_26.01.2016zerohora_26.01JC_26.01.2016correiodopovo_26.01.2016

Língua Mãe.Mameloschn na imprensa

Abobrinhas Recheadas tem apresentações na Sala Álvaro Moreyra nos dias 12, 13 e 14 de janeiro

Abobrinhas-Recheadas---O-Jogo---Foto-Gui-Malgarizi-(3)

Porto Verão Alegre recebe o único espetáculo de STAND UP DANCE COMEDY do Brasil

 

 

Primeiro espetáculo de Stand-Up Dance Comedy do Brasil, Abobrinhas Recheadas tem apresentações nos dias 12, 13 e 14 de janeiro, às 21h, na Sala Álvaro Moreyra (Av. Erico Veríssimo, 307).

Após inúmeros pedidos do público, a nona temporada continua a apresentar a edição DANCE A LETRA. São coreografias criadas a partir da mímica de letras de músicas famosas, que vão de Maria Bethânia a As Marcianas, passando por canções como “Show das Poderosas”, “Vira-Vira” e “Faroeste Caboclo”. Além dos tradicionais números mais pedidos pelo público, como “Porto Alegre é Demais” e “A Veia a Fiar”, novas mímicas de músicas foram preparadas especialmente para o Porto Verão Alegre 2016.

A montagem recebeu quatro indicações ao Prêmio Açorianos de Dança 2009 e venceu em duas categorias: Melhor Bailarino (Nilton Gaffrée) e Melhor Espetáculo eleito pelo Júri Popular (Prêmio RBS Cultura). A última temporada aconteceu em agosto de 2015 com absoluto sucesso de público. Produzido pela Macarenando Dance Concept, Abobrinhas Recheadas explora a união da dança e do humor e colabora na aproximação do público com as artes cênicas.

“O arranjo coreográfico de elementos comuns da cultura permite colocar o corpo e o movimento em situações cômicas e bem-humoradas, permitindo a exploração da comicidade cênica da dança, e possibilitando diferentes formas de questionamento do corpo, do movimento, da cultura pop, da mídia, da política. Possibilita também o exercício da identificação e aproximação da dança com o público, tornando a dança cênica mais popular, e, por conseguinte, colaborando na formação de plateia para a dança no Brasil”. – Gui Malgarizi, dramaturgista da Macarenando.

A nona temporada ocorre nos dias 12, 13 e 14 de janeiro, às 21h, na Sala Álvaro Moreyra (Av. Erico Veríssimo, 307), integrando as apresentações do Porto Verão Alegre 2016. A venda de ingressos inicia no dia 04 de janeiro.

Abobrinhas Recheadas – O Jogo – Edição Dance a Letra

12, 13 e 14 de janeiro, 21h
Sala Álvaro Moreyra (Av. Erico Veríssimo, 307)
Duração: 60 minutos
Classificação Etária: Livre

Ficha técnica

Direção e coreografia: Diego Mac
Dramaturgia e Assistência de direção: Gui Malgarizi
Bailarinos: Daniela Aquino, Diego Mac, Juliana Rutkowski e Nilton Gaffree
Produção: Sandra Santos
Iluminação: Gui Malgarizi e Sandra Santos
Assessoria de imprensa: Bruna Paulin – Assessoria de Flor em Flor
Realização: Macarenando Dance Concept

 

Mais informações

http://www.macarenando.com.br/abobrinhasrecheadas
https://www.facebook.com/abobrinhasrecheadas
http://www.portoveraoalegre.com.br

Ingressos [a partir de 04 de janeiro]

No Teatro:       R$30 inteira

R$24 Clube ZH e Banricompras

R$15 idoso e estudante

Antecipado:   R$25 inteira

R$20 Clube ZH e Banricompras

R$15 idoso e estudante

Observações:

Na compra de ingressos antecipados será aceito dinheiro e Banricompras – débito. Nos teatros, apenas dinheiro. Clube do Assinante ZH e Banricompras: desconto válido para titular e um acompanhante (2 ingressos por peça).

Estudante deve apresentar documento comprovando relação atual com instituição de ensino. Entre as opções estão o comprovante de matricula para o ano de 2016.

Pontos de Venda

Praia de Belas Shopping – em frente ao GNC Cinemas – de segunda a sábado, das 14h às 22h, domingos das 13h às 19h. No Casarão Verde – loja 133 – do DC Shopping – de segunda a sexta, das 13h às 19h.  Na bilheteria do Bourbon Country – de segunda a sábado das 14h às 22h.

As vendas também acontecem pela Internet, pelo site http://www.myticket.com.br (com cobrança de uma taxa de 15% sobre o valor do ingresso), e com antecedência de 24 horas em relação à data do espetáculo.

Os ingressos também podem ser adquiridos na bilheteria de todos os teatros, no dia em que acontecem os espetáculos, duas horas antes do horário de início.

zerohora_21.12.2015

Blog no WordPress.com.

Acima ↑