Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Polled Hereford

Guatambu, Alvorada e Caty comemoram resultado da 43ª edição de remate em Dom Pedrito

remateguatambu3_creditoalexandreteixeira

Tradicional evento das raças P. Hereford e Braford encerrou com pista limpa, comercializando 482 animais

Destaque para touro Capitão, vendido por R$ 30.000,00

 

A 43ª edição do remate Guatambu, Alvorada e Caty reafirmou a tradição de maior remate P. Hereford e Braford do Brasil, colocando em pista 488 animais. Com faturamento de R$ 2.631.600,00, o leilão, realizado nesta quinta-feira, 01 de outubro, em Dom Pedrito, RS,  demonstrou que o já consagrado trabalho de melhoramento genético desenvolvido pelas três estâncias, fundadoras e integrantes da Conexão Delta G, rende animais com características desejadas e buscadas por pecuaristas que extrapolam as fronteiras do Rio Grande do Sul.

A novidade desta edição foram os lotes de fêmeas com transferência de embrião, que renderam média de R$ 4.500,00. O total de vendas das fêmeas das duas raças resultou em mais de R$ 1.000.000,00.

O animal mais valorizado foi o touro Capitão, Tatuagem K720, um Polled Hereford de quatro anos, da Estância Alvorada, vendido por R$ 30.000,00 para Agropecuária Xiriscal, de Dom Pedrito. O animal está em teste de progênie da Conexão Delta G, pois é considerado entre os 10% superiores do programa genético. Luis Mário Fernandes, de Dom Pedrito, tradicional cliente do remate, adquiriu dois touros Braford, tatuagens M520 e M508, da Estância Alvorada, no valor de R$ 16.500,00 cada.

O maior investimento foi de Celso Oracy Ribeiro, do Mato Grosso do Sul, totalizando 58 animais por R$ 199.200,00. Os touros Braford vendidos alcançaram a média geral de 9.522,14, enquanto os Polled Hereford atingiram o preço médio de R$ 8.267,05. O destaque entre as fêmeas ficou para a média de vendas da raça Braford, de R$ 3.966,44. A média das fêmeas P.Hereford foi de R$ 3.233,72.

O evento, já conhecido por possuir a maior oferta de Braford e Hereford do Brasil, recebeu 64 compradores de 35 municípios e superou as expectativas da organização. O público de mais de 500 pessoas esteve presente no Centro de Negócios da Estância, onde foram recebidos para o evento e participaram do almoço. Mais de 80 profissionais foram envolvidos na realização do remate.

Para os organizadores, o sucesso do resultado, assim como o alto número de clientes, é o coroamento de um longo e sério trabalho que vem sendo desenvolvido pelas propriedades vendedoras: “Apresentamos anualmente animais oriundos de forte seleção genética e caracterizados pela adaptabilidade e rusticidade, todos com índices genéticos superiores no rigoroso programa de seleção por produção a campo da Conexão Delta G. Nossos costumeiros clientes comprovam essa superioridade genética e por isso retornam às compras. E os novos compradores se fazem presentes para testar essa genética, fruto das boas referências que recebem”, enfatiza Valter José Pötter, diretor-proprietário da Estância Guatambu.

2015 2014
Faturamento R$ 2.631.600,00 – 482 animais R$ 2.902.650,00 – 560 animais
Animal mais caro R$ 30.000,00 R$ 17.500,00
Maior investimento 58 animais por R$ 199.200,00 84 animais por R$ 462.536,25
Média touros Braford R$ 9.522,14 R$ 9.151,04
Média touros Hereford R$ 8.267,05 R$ 7.700,00
Média fêmeas Braford R$ 3.966,44 R$ 3.415,47
Média fêmeas Hereford R$ 3.233,72 R$ 2.543,68
Compradores 64 compradores de 35 municípios 74 compradores de 29 municípios

SOBRE A ESTÂNCIA GUATAMBU

Situada em Dom Pedrito, no coração do pampa gaúcho, a Estância Guatambu é uma empresa familiar dedicada a gerar produtos primários e agroindustriais.

Com aptidão de solo e clima privilegiados, a estância produz uma grande diversidade de produtos. Destaca-se pela utilização de tecnologia de ponta, tanto na agricultura quanto na pecuária, sendo suas atividades centradas na integração de ambas. A pecuária de corte é desenvolvida com bovinos Polled Hereford e Braford, em ciclo completo, e ovinos Texel. Os produtos desta atividade são touros reprodutores superiores e carne de alta qualidade proveniente de animais precoces abatidos dos 14 aos 24 meses de idade, além dos cordeiros pampeanos. Na agricultura, destaca-se a produção de arroz irrigado, milho irrigado com pivô central, soja, sorgo, sementes forrageiras e uvas viníferas.

zh_27.03.15

42º Remate Guatambu, Alvorada e Caty acontece no dia 03 de outubro na Estância Guatambu, em Dom Pedrito – RS

remate(2)_credito_alexandreteixeira

Evento é o maior remate Hereford e Braford do Brasil, com oferta de 600 animais

Tradicional e reconhecido pela qualidade genética dos animais em pista, o remate Guatambu, Alvorada e Caty chega a sua 42ª edição no mesmo ano em que dobra sua oferta em relação à edição anterior, com 600 animais, mantendo o patamar de maior remate Hereford e Braford do Brasil. O evento, que ocorre no dia 03 de outubro, sexta-feira, inicia às 10h30, na Estância Guatambu, em Dom Pedrito, RS. A antecipação do horário foi definida pela organização, devido à necessidade de mais tempo para colocar todos os animais ofertados em pista.

Com expectativa de receber mais de 500 pessoas, o evento conta com intensa programação, que ocorre no pavilhão com estrutura completa e recentemente finalizada para remates da Estância Guatambu com excelentes acomodações, cuja inauguração ocorrerá no dia 03. Pela manhã, ocorre o leilão de 400 novilhas prenhes de touros melhoradores, como o Trevo, grande campeão Braford da Expointer 2013, que estará em exposição para o público.

Ao meio-dia, os convidados participam de almoço, com assado de carne P.Hereford. Às 14h, inicia a oferta de 200 touros Polled Hereford e Braford de excepcional qualidade, resultado de um trabalho pioneiro de melhoramento genético.

Um dos principais diferenciais dos animais que estarão em pista é a seleção por DEPs. Os DEPs (Diferencial Esperado de Produção) são os índices genéticos dos animais para características como crescimento, precocidade, fertilidade e as características de carcaça.

“Em termos de qualidade, teremos touros com índices genéticos para produção de carne superiores e com teste de progênie em andamento, o que é um grande diferencial. Além disso, todos os animais são carrapateados e contam com seguro de vida de quatro meses”, revela o diretor-proprietário da Guatambu, Valter José Pötter.

O evento conta com clientes fiéis desde 1979, o que revela satisfação com o produto e atendimento prestados, ressaltando a tradição em qualidade dos animais e no serviço pós-venda. A oferta qualificada atrai muitos pecuaristas não só da região, mas de todas as partes do Brasil, em busca da qualidade genética dos animais que tradicionalmente são vendidos. “São produtores que buscam o melhoramento de seus plantéis com animais extremamente produtivos e adaptados ao campo, como é o caso de nossa genética”, destaca Pötter, acrescentando que tais características são resultantes de longos anos de seleção genética por produtividade efetiva.

Os participantes do leilão também poderão conferir uma programação especial na Guatambu Estância do Vinho, com visitação à vinícola e degustação de vinhos e espumantes.  O evento terá transmissão e vendas online pelo Canal Boi e C2 Rural, e o martelo ficará a cargo da Knoor e Central Leilões.

SOBRE A ESTÂNCIA GUATAMBU

Situada em Dom Pedrito, no coração do pampa gaúcho, a Estância Guatambu é uma empresa familiar dedicada a gerar produtos primários e agroindustriais.

Com aptidão de solo e clima privilegiados, a estância produz uma grande diversidade de produtos. Destaca-se pela utilização de tecnologia de ponta, tanto na agricultura quanto na pecuária, sendo suas atividades centradas na integração de ambas. A pecuária de corte é desenvolvida com bovinos Polled Hereford e Braford, em ciclo completo, e ovinos Texel. Os produtos desta atividade são touros reprodutores superiores e carne de alta qualidade proveniente de animais precoces abatidos dos 14 aos 24 meses de idade, além dos cordeiros pampeanos. Na agricultura, destaca-se a produção de arroz irrigado, milho irrigado com pivô central, soja, sorgo, sementes forrageiras e uvas viníferas.

41º Remate Guatambu, Alvorada e Caty traz novidades para 2013

Credito-Alexandre-Teixeira(1)

O tradicional Remate Guatambu, Alvorada e Caty chega a sua 41ª edição em 2013 e traz novidades: o evento acontecerá no dia 05 de outubro, na Guatambu Estância do Vinho, que será inaugurada no primeiro semestre deste ano, em Dom Pedrito. O maior leilão das raças Polled Hereford e Braford do Brasil segue com sua programação tradicional, oferecendo um almoço aos participantes, que conhecerão as instalações turísticas e de produção da vinícola.

A oferta qualificada de animais atrai muitos pecuaristas não só da região, mas de todas as partes do Brasil, em busca da qualidade genética dos animais que tradicionalmente são vendidos. “São produtores que buscam o melhoramento de seus plantéis com animais extremamente produtivos e adaptados ao campo, como é o caso de nossa genética”, destaca o médico veterinário e proprietário da Estância Guatambu, Valter José Pötter, acrescentando que tais características são resultantes de longos anos de seleção genética por produtividade efetiva.

O remate contará com um plantel selecionado de 300 animais, entre touros melhoradores, novilhas prenhes e novilhas de sobreano.

SOBRE A ESTÂNCIA GUATAMBU

Situada em Dom Pedrito, no coração do pampa gaúcho, a Estância Guatambu é uma empresa familiar dedicada a gerar produtos primários e agroindustriais.

Com aptidão de solo e clima privilegiados, a estância produz uma grande diversidade de produtos. Destaca-se pela utilização de tecnologia de ponta, tanto na agricultura quanto na pecuária, sendo suas atividades centradas na integração de ambas. A pecuária de corte é desenvolvida com bovinos Polled Hereford e Braford, em ciclo completo, e ovinos Texel. Os produtos desta atividade são touros reprodutores superiores e carne de alta qualidade proveniente de animais precoces abatidos dos 14 aos 24 meses de idade, além dos cordeiros pampeanos.

Na agricultura, destaca-se a produção de arroz irrigado, pastagens irrigadas com pivô central, soja, sorgo, sementes forrageiras e uvas viníferas. Em 2009 a Guatambu intensificou suas atividades na vitivinicultura, iniciada em 2003, estreando na produção de vinhos finos com o lançamento do vinho Rastros do Pampa.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑