Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Poesia do Pampa

Guatambu Estância do Vinho na revista Avianca

revistaavianca_novembro2014

Guatambu na Imprensa

folhadosul_05.02.14 minuanu_05.02.14

Guatambu inicia vindima e lança programação especial para o período da colheita de uvas

vindima2014_credito_paulajardim

Vinícola de Dom Pedrito iniciou a vindima no dia 20 de janeiro e pretende colher mais de 15 hectares até o final de março

A Guatambu Estância do Vinho, de Dom Pedrito, RS, iniciou a vindima 2014 no dia 20 de janeiro. A primeira semana de colheita foi dedicada às uvas Chardonnay, Gewürztraminer e Pinot Noir, apresentando excelentes resultados, com frutas de ótima sanidade e equilibradas em termos de concentração de açúcar, pH, acidez e aromas.

Foram colhidos, ao total, cinco hectares que renderam 56 toneladas. “São uvas que serão destinadas à fabricação de nossos espumantes Guatambu Nature, Extra Brut, Rosé e Poesia do Pampa”, frisou Gabriela Hermann Pötter, enóloga da vinícola. Para preservar a qualidade, todas as uvas antes de serem processadas, permaneceram por no mínimo 12 horas em câmara fria, e após foram prensadas com cachos inteiros na Prensa Pneumática Inertys Bucher, nas instalações da vinícola.

Parte das uvas Pinot Noir, Gewürztraminer e Chardonnay seguiram amadurecendo e serão colhidas para elaborar vinhos varietais, quando estiverem com potencial alcoólico em torno de 13%. Além disso, até final de março, a Guatambu pretende colher todas as uvas tintas, das variedades Cabernet Sauvignon, Tannat, Merlot e Tempranillo, que totalizam 15 ha.

A novidade desta safra é a possibilidade de turistas e visitantes participarem da colheita da uvas, algo inédito na Região da Campanha. Estão programados dois eventos, um em fevereiro e um em março, ambos nos dias 16 dos respectivos meses, quando os interessados terão a oportunidade de experimentar a vindima e participar do processo produtivo do vinho. O programa, intitulado “Um domingo de Vindima na Guatambu”, contempla também tour por todas instalações da vinícola e culmina com almoço harmonizado, um típico assado na parrilla a ser apreciado com a degustação de vinhos e espumantes da cantina. É necessário prévio agendamento, pois as vagas são limitadas, através do email: visita@guatambuvinhos.com.br ou pelo telefone 53 3243 3295.

Sobre a Guatambu

A Guatambu Estância do Vinho é uma vinícola boutique de Dom Pedrito, RS. Seu trabalho é realizado através de administração familiar, em pequena escala, somente com uvas próprias, lotes limitados e garrafas numeradas desde 2003. Mais informações, acesse o site:http://www.guatambuvinhos.com.br/

JC_07.03.2013

Guatambu, Alvorada e Caty comemoram 40 anos de remate conjunto com oferta de luxo

Evento acontece no dia 20 de outubro, em Dom Pedrito

No próximo sábado, dia 20 de outubro, às 14hs, durante a Farm Show, em Dom Pedrito, acontece a 40ª edição do Remate Guatambu, Alvorada e Caty. O maior leilão das raças Polled Hereford e Braford do Brasil, ofertará um plantel selecionado de 500 animais, consistente em 150 touros melhoradores, 200 novilhas prenhes e 150 novilhas de sobreano, todos das raças Polled Hereford e Braford.

A edição deste ano é comemorativa de uma longa história de sucesso, que iniciou em 1972 com Walter Germano Pötter e Erny Ivo Zart. A dupla foi pioneira na realização de remates no município, sendo que esse trabalho foi seguido por seus filhos, Valter José Pötter, Adroaldo Pötter e José Ivo Zart, atuais organizadores do remate.

A oferta qualificada de animais atrai pecuaristas não só da região, mas de todas as partes do Brasil, em busca da qualidade genética dos animais que tradicionalmente são vendidos. “São produtores que buscam o melhoramento de seus plantéis com animais extremamente produtivos e adaptados ao campo, como é o caso de nossa genética”, destaca Pötter, acrescentando que tais características são resultantes de longos anos de seleção genética.

Os touros ofertados no dia 20 são a nata da produção das estâncias, todos com índices genéticos superiores no rigoroso programa de seleção por produção a campo da Conexão Delta G. O programa é chancelado pelo Ministério da Agricultura e reconhecido nacional e internacionalmente como um dos melhores do mundo.

Para comemorar as 40 edições do Remate, será oferecida, no almoço, parrilla de carne nobre de terneira Hereford, famosa pela suculência e maciez, produzido pelas estâncias, acompanhado do premiado vinho Cabernet Sauvignon Rastros do Pampa, da Guatambu. Os 400 convidados serão recebidos às 14h para um brinde com espumante Poesia do Pampa Brut, premiado com Medalha de Ouro no 8º Concurso Mundial Bruxelas Brasil. Ao longo do evento, o espumante também poderá ser degustado.

Espumante Poesia do Pampa Brut é escolhido para brindar o evento Contemporâneas

Na próxima terça-feira (14), às 19h, em Porto Alegre, acontece o projeto Contemporâneas: Universo Feminino, evento que reúne moda, gastronomia e música no Vilaró Parilla Louge. O espumante Poesia do Pampa Brut, da Vinícola Guatambu, é o escolhido para  acompanhar as bruschettas, mini risotos e  mini saladas que compõem o cardápio do coquetel. Medalha de Ouro no 8º Concurso Mundial Bruxelas Brasil, o vinho chama a atenção pelo aroma diferenciado e frutado, vindo do corte de uvas 80% Chardonnay e 20% Sauvignon Blanc da safra 2011. Feito pelo método Charmat, conserva enorme frescor e leveza, ideal para brindar momentos de descontração e integração como este.

Sobre a Guatambu

Contando com administração familiar e visando diversificar seus produtos, a cinqüentenária Estância Guatambu, tradicional empresa do agronegócio, de Dom Pedrito, iniciou em 2003 o projeto de produção de uvas viníferas, com a implantação do vinhedo com mudas importadas da França e da Itália, visando aproveitar o excelente clima da Campanha Gaúcha, bastante adequado para esta atividade.

No segundo semestre, a Guatambu inaugura a sua estância enoturística, a 14km da cidade de Dom Pedrito. Situada no pampa gaúcho, o projeto busca uma identificação com a arquitetura local, a cultura gaúcha, e as influências das estâncias da região do pampa. Sob o conceito de pátio central, a vinícola se desenvolverá em forma de U com iluminação e ventilação voltadas para o seu interior, como forma de abrandar o Minuano que sopra na campanha e proporcionar condições térmicas ideais para a produção de vinhos de qualidade. A vinícola possui uma arquitetura voltada para o turismo, com sala de degustação técnica, varejo, espaço gourmet com culinária típica da região e salão de eventos. Conforme Valter José Pötter, proprietário da estância Guatambu, o que motivou a família a investir na vinícola foram as premiações internacionais que os primeiros vinhos produzidos com uvas da Guatambu receberam, ao longo dos últimos 3 anos, o que consolida a região dos pampas como uma das mais promissoras da América para produção de vinhos finos.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑