Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Orquestra de Câmara da Ulbra

Orquestra de Câmara da Ulbra na contracapa do Jornal do Comércio de hoje

 

jc_06.12.18.jpg

 

Orquestra da Ulbra encerra temporada 2018 com concerto dedicado ao período Barroco

orquestra_ulbra_foto_ricardo_ara (30)

Última apresentação do ano será no domingo (9/12), às 19h, na Paróquia São Lucas, com entrada franca

Porto Alegre, 04 de dezembro de 2018 – O concerto de encerramento da Temporada 2018 da Orquestra de Câmara da Ulbra será no domingo (9/12), às 19h, na Paróquia São Lucas (Rua Luiz Voelcker, 285 – Três Figueiras), com entrada franca. Com regência de Tiago Flores, o programa terá obras de dois importantes compositores do período Barroco:  Arcangelo Corelli(1653-1713) e Georg Friedrich Handel (1685-1759); e será composto exclusivamente por Concertos Grossos – forma característica do período em questão, na qual um grupo de solistas — geralmente dois violinos e um violoncelo — dialoga com o resto da orquestra. 

De Corelli, serão executados os Concertos Grossos Op. 6, números 2, 3 e 4. Já de Handel, a Orquestra apresenta os Concertos Grossos Op. 6, números 2 e 4. As obras terão solo dos violinistas Émerson kretschmerGiovani dos Santos, além de Alexandre Diel, (violoncelo) e Fernando Cordella, ao cravo.

Exímio compositor de óperas, cantatas e oratórios, obras-primas da polifonia vocal, Handel escrevia para grandes orquestras e grandes corais. Sua música se tornou conhecida em muitas partes do mundo e foi de especial importância para a formação da cultura musical britânica moderna.

Personalidade dominante na vida musical romana e muito estimado internacionalmente, Corelli já foi objeto de volumosa bibliografia crítica e suas sonatas ainda são usadas largamente nas academias de música como material didático. Sua glória repousa inteiramente em seis coletâneas de música instrumental, todas elas dedicadas aos instrumentos de arco, sendo os doze Concertos Grossos os que ganharam mais duradouro reconhecimento da crítica.

Ambos os compositores são reconhecidos pela produção dos Concertos Grossos. Corelli, especialmente, favoreceu a expansão desse tipo de música, além de ter contribuído de modo decisivo para o enobrecimento do violino.

 

ORQUESTRA DE CÂMARA DA ULBRA |DOMINGO CLÁSSICO | DEZEMBRO 2018

Data: Domingo (9/12) 

Horário: 19h

Local: Paróquia São Lucas (Rua Luiz Voelcker, 285 – Três Figueiras, Porto Alegre)

Entrada Franca 

PROGRAMA:

Arcangelo Corelli: Concerto Grosso op.6 nº 2

Arcangelo Corelli: Concerto Grosso op.6 nº 3

Arcangelo Corelli: Concerto Grosso op.6 nº 4

Georg Friedrich Handel: Concerto Grosso op.6 nº 4

Georg Friedrich Handel: Concerto Grosso op.6 nº 2

 

Solistas:  

Émerson kretschmer (violino)

Giovani dos Santos (violino)

Alexandre Diel (Violoncelo)

Fernando Cordella (cravo)

 

REGÊNCIA: TIAGO FLORES

Orquestra de Câmara da Ulbra na imprensa

jc_16.11.18correiodopovo_18.11.18correiodopovo_16.11.18

 

zh_17.11.18

Orquestra da Ulbra apresenta obras de Wagner, Grieg e Stravinski no Domingo Clássico

orquestra_ulbra_foto_ricardo_ara (12)

Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer e VIVO apresentam:

Orquestra da Ulbra apresenta obras de Wagner, Grieg e Stravinski no Domingo Clássico

 

Concerto terá a participação da premiada soprano Laura de Souza, que comemora 30 anos de carreira

 

A Orquestra de Câmara da Ulbra realiza concerto gratuito no domingo, (21/10), às 19h, na Associação Leopoldina Juvenil (Marquês do Herval, 280). O programa da série Domingo Clássico terá obras de Richard Wagner, Edvard Grieg e Igor Stravinski e contará com a participação da premiada soprano Laura de Souza, que em 2018 comemora 30 anos de carreira. A regência é de Tiago Flores. O projeto tem o patrocínio da Vivo e Secretaria de Estado da Cultura, Esporte e Lazer.

O concerto inicia com Wesendonck Lieder, obra de importância central na produção de Wagner, que marca o anúncio da nova linguagem musical do compositor. Trata-se de um ciclo de cinco canções para voz feminina, que neste concerto ganham um arranjo para cordas assinado por Paulo Maron e solo de Laura de Souza.

“É uma grande oportunidade para o público ouvir o ciclo de Wagner sendo interpretado por uma Porto-alegrense de carreira internacional, uma solista realmente importante e de muito destaque no cenário musical”, comenta Tiago Flores.

Na sequencia, a Orquestra executa três canções de Grieg: Solveig’s song, Ich liege dich e Ein Traum. O compositor norueguês é reconhecido como o mais forte expoente da cultura musical escandinava. Estas peças também terão solo de Laura de Souza.

O programa encerra com Apollon Musagète   de Stravinsky, importante compositor do século XX. Composto entre 1927 e 1928, Apollon Musagète é um bailado em duas cenas com características classicistas.

O concerto é gratuito, mas sugere-se doações de peças de roupas em boas condições, alimentos não perecíveis, livros e brinquedos, que serão doadas posteriormente às entidades beneficentes, por meio do projeto Juvenil Solidário.

ORQUESTRA DE CÂMARA DA ULBRA |DOMINGO CLÁSSICO | OUTUBRO 2018

Data: Domingo (21/10)

Horário: 19h

Local: Associação Leopoldina Juvenil (Marquês do Herval, 280)

Entrada Franca – Em parceria com o Projeto Juvenil Solidário, sugere-se doações de peças de roupas em boas condições, alimentos não perecíveis, livros e brinquedos, que serão doadas posteriormente às entidades beneficentes.

 

PROGRAMA:

RICHARD WAGNER: Wesendonck Lieder (Arranjo para cordas: Paulo Maron)

EDVARD GRIEG: 1- Solveig’s song / 2- Ich liege dich / 3- Ein Traum

IGOR STRAVINSKY: Apollon Musagete

Participação: Laura de Souza (soprano)

REGÊNCIA: TIAGO FLORES

Patrocínio: VIVO

Financiamento: Pró-Cultura RS, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul.

LAURA DE SOUZA (SOPRANO)

A soprano Laura de Souza comemora em 2018 seus 30 anos de carreira. Estudou piano no Instituto de Artes da UFRGS e canto na Escola Superior de Música e Artes Cênicas de Hamburgo, Alemanha piano no Instituto de Artes da UFRGS e canto na Escola Superior de Música e Artes Cênicas de Hamburgo, Alemanha. Foi premiada com o Primeiro Lugar nos concursos Biennale di Cagliari, Itália (1989) e Concurso Internacional de Canto do Rio de Janeiro (1991). Atuou como membro estável no Staatstheater Kassel, Deutsches Nationaltheater Weimar e Nationaltheather Mannheim e como solista convidada na Filarmônica de Berlim, Filarmônica de Colônia, Alemanha, Bolshoi Theater Minsk, Bielorússia, Aalborg Theater, Dinamarca, Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Theatro Municipal de São Paulo, Sala Cecília Meirelles e Sala São Paulo. Participou de importantes festivais como Festival de Inverno de Campos de Jordão, Festival de Música de Ourinhos, Festival de Ópera do Theatro da Paz, Festival de Inverno da UFSM, Festival Amazonas de Ópera, Brazil Arts Festival em Tempe, Arizona, Latin Arts and Music Festival, Mount Pleasant, Michigan – EUA, Projeto Mahler en Bogota, Europäische Wochen Passau, Rheinisches Musikfest em Bonn e Dresdner Musikfestspiele. Pesquisadora sobre Yoga e pedagogia vocal, é professora de canto da Escola Municipal de Música de São Paulo e doutoranda em Música pela UNICAMP.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑