Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Multipalco Theatro São Pedro

Renato Borghetti encerra o Festival de Primavera do Theatro São Pedro 2019 com show gratuito neste sábado, 09 de novembro

RENATO BORGHETTI - Marcos Borghetti

Evento conta com patrocínio do Porto Alegre Airport e promove apresentações musicais e feiras ao ar livre ao final das tardes de sábado

 

Porto Alegre, 05 de novembro de 2019 – Encerrando a edição 2019 do Festival de Primavera do Theatro São Pedro, Renato Borghetti se apresenta com entrada franca neste sábado, 09 de novembro, às 18h, na Concha Acústica do Multipalco Eva Sopher. O evento, que já recebeu as apresentações dos grupos Cachaça de Rolha e Cartas na Rua, tem o patrocínio do Porto Alegre Airport e promove ao final das tardes de sábado da estação um festival musical ao ar livre, sempre com uma feira convidada.

O gaiteiro Renato Borghetti apresenta a música regional gaúcha em formação acústica e delicada, ao lado da nova geração de músicos tradicionalistas: o incrível violão de sete cordas de Neuro Junior e o bumbo leguero de seu filho Pedro Borghetti. Além da apresentação musical, haverá a presença dos expositores da Feira Vegana de Porto Alegre, das 16h às 20h, neste sábado.

O Festival de Primavera tem o patrocínio do Porto Alegre Airport, administrado pela Fraport Brasil, com realização da Primeira Fila Produções em parceria com o Theatro São Pedro e apoio FM Cultura. Em caso de chuva o evento será transferido. Para mais informações, acesse o site www.teatrosaopedro.com.br

 

PROGRAMAÇÃO GRATUITA

09 de novembro I sábado I 18h I Concha Acústica

RENATO BORGHETTI TRIO

música regional gaúcha

O gaiteiro Renato Borghetti, em formação acústica e delicada, se apresenta com a nova geração de músicos gaúchos: o incrível violão de sete cordas de Neuro Junior e o bumbo leguero de seu filho Pedro Borghetti.

Uma viagem pelo regional gaúcho e brasileiro na sonoridade da gaita mágica de Renato Borghetti.

RENATO BORGHETTI, gaita

NEURO JUNIOR, violão 7 cordas

PEDRO BORGHETTI, bumbo leguero

Com presença dos expositores da FEIRA VEGANA DE PORTO ALEGRE neste dia, das 16 às 20h, na Praça Multipalco Eva Sopher.

Show do Grupo Canto Livre encerra a programação de 2018 do Festival de Primavera Vivar no Multipalco Eva Sopher neste domingo

Canto Livre Rostos_Flávio Englert (2)

Evento com entrada franca promove atividades na concha acústica do Theatro São Pedro

Porto Alegre, 10 de dezembro de 2018 – O Festival de Primavera Vivar, que ocorre no Multipalco Eva Sopher do Theatro São Pedro, recebe neste domingo, 16 de dezembro, o Grupo Canto Livre, que apresenta show com um repertório regionalista e urbano que marcou a música gaúcha nos anos 1980, além de composições inéditas.

O grupo é até hoje lembrado como sendo um dos maiores nomes no cenário musical gaúcho da época. Os primeiros anos de trabalho foram registrados nos LP’s “Canto Livre” e “Comunicação”, marcados principalmente pelos vocais elaborados e elementos dos estilos pop e regionais.

Em 2002, Sérgio Napp, seu mais importante incentivador e letrista, lançou o CD “Nos Palcos da Vida”, registrando diversas parcerias com os compositores do grupo. Este evento reuniu, mais uma vez, os antigos companheiros e, desde então, o Canto Livre está de volta.

O show tem início às 19h, com entrada franca. O Festival Primavera Vivar promoveu ao longo de três meses shows de Os Fagundes, Orquestra Eintracht, 50 Tons de Pretas, além de apresentação do espetáculo “Assobia e Chupa Cana”, e atividades da 2ª Mostra de Teatro de Bonecos.

O Festival tem patrocínio da Vivar e realização do Multipalco Eva Sopher, Associação Amigos do Theatro São Pedro, Theatro São Pedro e Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Para mais informações, acesse:http://www.teatrosaopedro.com.br/multipalco/

Festival de Primavera Vivar

Multipalco Eva Sopher – Concha Acústica

Sempre às 19h, com entrada franca

16/12 – Canto Livre

Grupo Canto Livre

Ao vencer a Vindima da Canção, de Flores da Cunha, em 1981, o Canto Livre foi oficialmente apresentado, defendendo a música que deu nome ao grupo, com letra de Sergio Napp. O grupo consagrou um estilo, calcado nas harmonias vocais, que, no Rio Grande do Sul, era explorado apenas no regionalismo, por formações como o Conjunto Farroupilha e o Caverá. Nacionalmente, as referências nessa seara são, entre outros, MPB 4, Quarteto em Cy, Boca Livre e Garganta Profunda. O grupo gravou dois LPs, Canto Livre (1982) e Comunicação (1984).

Ficha Técnica

Calique Ludwig – direção musical, arranjos vocais, voz e violão

Flávio Englert – teclado e voz

Jairo Kobe – voz e percussão

Pedro Guisso – voz, violão, harmônicas e percussão

Carmen Nogueira – voz

Maria do Carmo Torri Dischinger – voz

Selma Martins – voz e percussão

Vânia Mallmann – voz e percussão

50 Tons de Pretas é a atração deste domingo no Festival de Primavera Vivar no Multipalco Eva Sopher do Theatro São Pedro

50 Tons de Pretas_Dejeane Arruée e Graziela Pires_crédito_Rogério Soares (1)

 Evento com entrada franca promove atividades gratuitas na concha acústica até dezembro

O Festival de Primavera Vivar, que ocorre no Multipalco Eva Sopher do Theatro São Pedro, recebe neste domingo, 18 de novembro, o grupo 50 Tons de Pretas, que apresenta o espetáculo “A mais pura verdade”.

A banda é composta por Dejeane Arruée, que além de vocalista e trombonista, toca pandeiro e é responsável pelos arranjos das canções, e Graziela Pires, vocalista e letrista. Os músicos que as acompanham são Cassiano Miranda (percussão), Felipe Sandas (violão), João Costa (bateria) e Vladimir Godoy (baixo).

O espetáculo “A mais pura verdade” tem orientação cênica da atriz e diretora Deborah Finocchiaro e projeção de imagens do artista Leandro Selister. O repertório conta com sambas e clássicos da MPB, além de composições autorais. O cunho político do espetáculo está presente nas canções, que buscam refletir sobre o ainda pequeno espaço ocupado pela mulher negra, a necessidade de empoderamento feminino e o reconhecimento das vitórias e reveses nesta caminhada.

A apresentação gratuita inicia às 19h. Em dezembro, o Festival promove no dia 02 a 2ª Mostra de Teatro de Bonecos, e encerrando a programação no dia 16, Canto Livre.

O Festival tem patrocínio da Vivar e realização do Multipalco Eva Sopher, Associação Amigos do Theatro São Pedro, Theatro São Pedro e Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Para mais informações, acesse:http://www.teatrosaopedro.com.br/multipalco/

Festival de Primavera Vivar

Multipalco Eva Sopher – Concha Acústica

Sempre às 19h, com entrada franca

18/11 – 50 Tons de Pretas

2/12 – 2ª Mostra de Teatro de Bonecos

16/12 – Canto Livre

 

50 Tons de Pretas

A banda foi fundada na região do Vale do Sinos. O grupo reunido na época tinha 5 mulheres (a formação atual tem 6 meses). Com agenda cheia  desde  o  início  do  ano,  as  Pretas  se  apresentaram na  Virada  Cultural,  do Projeto  Virada  Sustentável,  primeira  edição  do Casa  Expandida na Casa  de  Cultura  Mario  Quintana,  segunda  edição do  Sarau  Voador  (London  Pub),  show  no  Meme  Santo  da  Casa  e participaram  da  Parada  de  Luta  LGBTI,  que  reuniu  mais  de  50  mil pessoas,  e  da  Cerimônia  de  encerramento  do  46º Festival  de  Cinema  de  Gramado. O grupo percorre 12 cidades do Rio Grande do Sul em 2018 com a turnê “A mais pura  verdade”, onde cantam sambas e clássicos da MPB, além de composições autorais.

Espetáculo Assobia e Chupa Cana é a atração deste domingo no Festival de Primavera Vivar no Multipalco Eva Sopher do Theatro São Pedro

04-DE-NOVEMBRO---FESTIVAL-DE-PRIMAVERA-VIVAR---ENCONTRO-DE-CIRCO-(3)

 Evento com entrada franca promove atividades gratuitas na concha acústica até dezembro

 

Porto Alegre, 29 de outubro de 2018 – O Festival de Primavera Vivar, que ocorre no Multipalco Eva Sopher Theatro São Pedro, recebe neste domingo, 04 de novembro, o espetáculo Assobia e Chupa Cana, integrando a 2ª Mostra de Circo do Multipalco.

O espetáculo mostra os saltimbancos Pinguinho & Serragem na batalha do dia a dia. Os irreverentes contadores de causos são ligados por uma grande amizade e cumplicidade. Juntos transformam as dificuldades que encontram pelo caminho em um grande espetáculo. Tuta Camargo e Rafael de Moura, que há mais de 10 anos se dedicam à atuação, pesquisa e ensino na arte da Palhaçaria, são os criadores da peça. A montagem teve pré-estreia em 2015, no Festival Palco Giratória SESC/RS, em Porto Alegre, e desde então tem realizado apresentações no Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

A apresentação gratuita inicia às 19h. Em novembro, o Festival promove no dia 18 o show do grupo 50 Tons de Pretas. Em dezembro, estão agendadas atividades no dia 2 com a 2ª Mostra de Teatro de Bonecos, e encerrando a programação no dia 16, Canto Livre.

O Festival tem patrocínio da Vivar e realização do Multipalco Eva Sopher, Associação Amigos do Theatro São Pedro, Theatro São Pedro e Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Para mais informações, acesse: http://www.teatrosaopedro.com.br/multipalco/

Festival de Primavera Vivar

Multipalco Eva Sopher – Concha Acústica

Sempre às 19h, com entrada franca

14/10 – Os Fagundes

21/10 – Orquestra Entracht

4/11 – 2ª Mostra de Circo: Espetáculo “Assobia e Chupa Cana”

18/11 – 50 Tons de Pretas

2/12 – 2ª Mostra de Teatro de Bonecos

16/12 – Canto Livre

  

Assobia e Chupa Cana

Rafael de Moura e Tuta Camargo iniciaram suas vidas como palhaços no Circo Teatro Girassol. Os dois, oriundos do teatro, participaram de muitos espetáculos, receberam prêmios por suas atuações em festivais como o Snard Azevedo e o Prêmio Tibicuera. Trabalharam com com diretores de diversas companhias como: Adriande Mottola (Cia Stravaganza), Camilo de Lélis, Adriane Azevedo, Zé Adão Barbosa entre outros. No circo, além da palhaçaria estudaram música, técnicas acrobáticas, malabares e expressão corporal. Tudo isto para realizar os muitos espetáculos do repertório do Girassol. Entre estes espetáculos destaca- se o Misto Quente e o Hipnotizador de Jacarés, que circula até os dias atuais. Com o desejo de aprofundar a relação dos dois e expandir a pesquisa na arte da palhaçaria, em 2015 surge o espetáculo “Assobia e Chupa Cana”, trabalho autoral que dá início a dupla Pinguinho & Serragem.

 

 

Orquestra Eintracht é a atração deste domingo no Festival de Primavera Vivar no Multipalco Eva Sopher do Theatro São Pedro

Orquestra-Eintracht_crédito_Lívia-Stumpf

 Evento com entrada franca promove atividades gratuitas na concha acústica até dezembro

 

O Festival de Primavera Vivar, que ocorre no Multipalco Eva Sopher, recebe neste domingo, 21 de outubro, a Orquestra Eintracht. O evento promove atrações de música popular, samba, música de orquestra, teatro de bonecos, circo e música tradicionalista, durante seis domingos na concha acústica do local, com entrada franca, até dezembro.

“Andante”, espetáculo que será apresentado pela orquestra, se constrói olhando a cultura brasileira a partir de sua latinidade. O Brasil latino americano, o Brasil do afeto, da cor, da alegria, da fé, da intensidade. As obras dos artistas, Arthur Bispo do Rosário, Hélio Oiticica, Tunga e do Profeta Gentileza inspiram a incorporação das vivências populares, das experiências afetivas, das expressões e das práticas coletivas. O Brasil percorrido pelo ANDANTE não é geográfico nem temporal, mas sim, afetivo e plural.  ANDANTE também é o andamento musical que corresponde ao andar e a frequência cardíaca humana. É um tempo na música, é o pulsar na vida.

Com 27 instrumentistas, dois solistas, regência de Ademir Schmidt e direção de Fernando Ochôa, a orquestra de sopros executará 17 músicas, como as Bachianas de Heitor Villa Lobos, Maria Maria, de Milton Nascimento e Fernando Brandt, Podres Poderes, de Caetano Veloso, Apesar de Você de Chico Buarque, entre outras.

A apresentação gratuita inicia às 19h. Em novembro, o Festival promove nos dias 4 a 2ª Mostra de Circo com o espetáculo “Assobia e Chupa Cana”  e no dia 18, o show de 50 Tons de Pretas. Em dezembro, estão agendadas atividades no dia 2 com a 2ª Mostra de Teatro de Bonecos, e encerrando a programação no dia 16, Canto Livre.

O Festival de Primavera tem patrocínio da Vivar e realização do Multipalco Eva Sopher, Associação Amigos do Theatro São Pedro, Theatro São Pedro e Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Para mais informações, acesse: http://www.teatrosaopedro.com.br/multipalco/

 

Festival de Primavera Vivar

Multipalco Eva Sopher – Concha Acústica

Sempre às 19h, com entrada franca

14/10 – Os Fagundes

21/10 – Orquestra Entracht

4/11 – 2ª Mostra de Circo: Espetáculo “Assobia e Chupa Cana”

18/11 – 50 Tons de Pretas

2/12 – 2ª Mostra de Teatro de Bonecos

16/12 – Canto Livre

Orquestra Eintracht – Andante

REGÊNCIA: Ademir Schmidt – formou-se pela escola de música da Ospa, e é bacharel em Flauta Transversal pela UFRGS. Atualmente é professor de flauta transversal, teoria e percepção musical. É regente da Orquestra de Sopros Ivoti e  da Orquestra de Flautas Transversas do IPDAE. Participa da Orquestra Eintracht desde 1996 como 1º flautista e coordenador de naipe, assumindo a regência em 2014.

DIREÇÃO: Fernando Ochôa – Diretor, iluminador, ator, dublador e designer.   Bacharel em Direção Teatral pela UFRGS. Alterna trabalhos artísticos para teatro, ópera, dança, orquestras, shows musicais e exposições. Pós-graduado em Iluminação pelo IPOG. Reconhecimento Público: Prêmio Açorianos Melhor Iluminação: (1999), por “As Traças da Paixão”, (2003) por “A Força do Hábito” , (2006) por “Larvárias” e (2012) por “Padre Landell – o padre inventor” e “Sr. Kolpert”. (2016) por “O Método”. Prêmio Braskem Em Cena (2015) “As 4 Direções do Céu”. Prêmio Tibicuera Melhor Iluminação: (1999) por “O Menino Maluquinho 2000”, (2001) por “Do Outro Lado da Cerca”, (2005) por “Pé de Sapato”, (2006) por “A Tempestade e os Mistérios da Ilha”.

NARRADOR  / SOLISTA: Cláudio Veiga – Iniciou seus estudos em música no Instituto dos Meninos Cantores de Novo Hamburgo. De lá para cá, entre cursos e viagens, tem se apresentado nos EUA, Bélgica, Holanda e Alemanha, com violão e voz. Ganhador do Prêmio Açorianos, entre outros, que fazem parte de sua diversificada trajetória profissional. Participou dos grupos Caverá, do Grupo Cuidado Que Mancha, de teatro infantil, do Grupo De Pernas Pro Ar, de teatro, música e performance e do Batuque de Cordas, duo de música instrumental.

SOLISTA: Fernanda Voltz – Graduada pelo Curso de Licenciatura em Música do Instituto Ivoti. Integrante do Acústico Dama há 7 anos. Lançou um CD de Mantras chamado “Spiritual Guide” em setembro de 2015 e hoje realiza shows pelo Brasil em eventos de Desenvolvimento Pessoal, Espaços Holísticos e diversas áreas que percebam a música e o canto como elemento fundamental para elevar a energia das pessoas. É Professora de Canto de crianças e adultos, e seu método tem como foco a saúde vocal do cantor.

Ficha Técnica:

Coordenação de Projetos e Produção: Hebe Cardoso

Realização: Centro Cultural Eintracht

Regência: Ademir Schmidt

Direção: Fernando Ochôa

Assistente de Direção: Hebe Cardoso

Solistas: Cláudio Veiga e Fernanda Voltz

Roteiro: Hebe Cardoso, Carina Rippel e Fernando Ochôa

Arranjador: Davi Coelho

Engenheiro de Som: Thomas Dreher

Designer de Luz: Fernando Ochôa

Fotografia: Elson Sempé

Arte Gráfica: Bruna Ribeiro de Quadros

Montagem e apoio de palco: Miguel Bastos

REPERTÓRIO

Canção Indígena Licença poética

Cio da Terra Milton Nascimento e Chico Buarque

Bachiana 5 Heitor Villa Lobos Bachiana 2 Heitor Villa Lobos

Maria Maria  Milton Nascimento e Fernando Brant

O Canto das 3 Raças  Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro

Nem ouro nem prata Rui Maurity e José Jorge Miquinioty

Canção da Meia Noite / Flores Astrais  Zé Flávio / João Ricardo e João Apolinário

Sangue Latino João Ricardo e Paulinho Mendonça

Alegria, Alegria Caetano Veloso

Brasil  Cazuza / George Israel / Nilo Roméro

Podres Poderes Caetano Veloso

Apesar de Você Chico Buarque

Isso aqui ta bom demais / Xodó Dominguinhos e Nando Cordel / Dominguinhos e Anastácia

Frevo Mulher Zé Ramalho

Festa do Interior Moraes Moreira e Abel Silva

Vai Passar Francis Hime e Chico Buarque

 

metro_02.12.16.jpg

zh_08.10.16.jpg

Espetáculo “Tóin – Dança para bebês” na mídia

zh_02.07.16.jpg

Blog no WordPress.com.

Acima ↑