Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Mostra Teatro Sarcáustico 10 Anos

PORTO: A Cidade como palco de uma anti-diáspora tem apresentações nos dias 12 e 13 de julho

porto3_credito_thaisfernandes

 

Montagem integra a programação da Mostra Teatro Sarcáustico 10 Anos

 

O espetáculo PORTO: A Cidade como palco de uma anti-diáspora volta em cartaz para curta temporada no estacionamento da Usina do Gasômetro, às 17h45, com entrada franca, nos dias 12 e 13 de julho.

Daniel Colin e Ricardo Zigomático são responsáveis pela estrutura cênica das performances e também atuam na montagem, ao lado de Guadalupe Casal.

Os diretores se baseiam, sobretudo, no texto “A Diáspora Portoalegrense” de Bernardo de Souza, e na obra do artista Banksy, pseudônimo do grafiteiro, pintor, ativista político e diretor de cinema britânico. PORTO questiona o êxodo dos artistas ao qual a cidade assiste, e as dificuldades do fazer artístico contemporâneo em Porto Alegre, suas possibilidades e necessidades, impelindo seus criadores a procurar novas cidades para realizarem-se.

O objetivo do projeto é perceber e experimentar ações performáticas sugeridas por estes espaços supracitados, levando-se em consideração suas arquiteturas, suas histórias, seus transeuntes, sua importância política e social para Porto Alegre e para o Rio Grande do Sul.

Orientando a concepção e realização do espetáculo, está o antropólogo e pesquisador Rafael Lopo, que escreveu sua dissertação de mestrado sobre memória da cidade. “PORTO é o que o próprio nome propõe: a luta de jovens artistas gaúchos em defender sua cidade um pólo artístico-cultural do país”, defendem os diretores.

Para saber mais sobre a programação da Mostra, acesse: http://teatrosarcaustico.blogspot.com.br/

Ficha Técnica:

PORTO: A cidade como PALCO de uma anti-diáspora

Direção Geral: Daniel Colin e Ricardo Zigomatico

Elenco: Guadalupe Casal, Ricardo Zigomático e Daniel Colin

Figurinos: Daniel Lion

Trilha sonora: Teatro Sarcáustico

Programação Visual: Pedro Gutierres

Fotografias: Thais Fernandes

Antropólogo e orientador social: Rafael Martins Lopo

Assessora de imprensa: Bruna Paulin

Produção Executiva: Guadalupe casal

Produção Geral: Teatro Sarcáustico

Saiba Mais

Sobre o Teatro Sarcáustico

O Teatro Sarcáustico foi fundado em 2004 por formandos do curso de Artes Cênicas da UFRGS. Nestes 10 anos de trabalho continuado, o grupo criou espetáculos ousados e impactantes como os sucessos Wonderland e o que M. Jackson encontrou por lá (Prêmios Açorianos e Braskem em Cena de Melhor Espetáculo e Direção, dentre outros) e Breves Entrevistas com Homens Hediondos (Prêmio Braskem em Cena de Melhor Espetáculo). Em 2014, o Sarcáustico completa 10 anos de pesquisa continuada em artes cênicas, cujo trabalho vem se especializando em espetáculos realizados em espaços não-convencionais, com dramaturgias originais e atmosferas performáticas. O repertório conta com cinco espetáculos adultos, dois infantis, um projeto de performances urbanas e um performance audiovisual-transmídia. O Teatro Sarcáustico atualmente é um dos grupos residentes do projeto “Usina das Artes” (PM Porto Alegre).

Mostra TEATRO SARCÁUSTICO 10 Anos

PORTO: A cidade como PALCO de uma anti-diáspora

12 e 13/07 (sábado e domingo)

Estacionamento da Usina do Gasômetro, às 17h45. Entrada Franca.

 

http://www.youtube.com/watch?v=nM4B5Ft47mg

 

jc_27.06.14

Teatro Sarcáustico na mídia

osul_21.06.14correiodopovo_21.06.14zerohora_21.06.14zerohora2_20.06.14 zerohora_20.06.14 correiodopovo_20.06.14jc2_20.06.14jc_20.06.14

osul_20.06.14

“Viral” tem estreia nacional no dia 20 de junho na Sala Álvaro Moreyra

viral_danielcolin_credito_selmacristiane(p)

Espetáculo integra a programação da Mostra Teatro Sarcáustico 10 Anos

O novo espetáculo do Teatro Sarcáustico tem estreia nacional no dia 20 de junho, na Sala Álvaro Moreyra, no Centro Municipal de Cultura. Viral toma como ponto de partida diversos personagens e situações das obras de Chuck Palahniuk, autor do cultuado “Clube da Luta”.

“O espetáculo surgiu basicamente da reflexão acerca das discussões que temos visto aflorarem na internet, sejam reais ou fictícias, proliferando como vírus descontrolados nas cabeças das pessoas em todo mundo”, revela Daniel Colin. O diretor e ator da montagem destaca o impacto das discussões curtidas e compartilhadas nas redes, sem a procura da veracidade das informações, reforçando relações superficiais. “O projeto vem versar sobre a força destas ideias e sobre o quanto elas podem ser contagiosas. E letais, por que não”?

A dramaturgia da montagem vai apresentando cenas avulsas que vão, pouco a pouco, se entrecruzando na narrativa do espetáculo. O texto é irônico, mordaz e perverso, cujas ideias – do dramaturgo e das personagens – alastram-se e disseminam-se como vírus a contaminar a quem as escuta. Daniel Colin interpreta mais de 10 personagens neste trabalho solo, com direção do próprio em parceria com Denis Gosch.

A escolha de textos do norte-americano surgiu com a leitura de “Guts”. Colin afirma ter se apaixonado pela linguagem do autor, e a partir daí, a pesquisa de textos em diversos romances de Palahniuk. “Nos deparamos com um universo muito similar àquele com que o Sarcáustico vem trabalhando nos últimos dez anos, repleto de ironia, tabus, personagens bizarros e muito humor negro, politicamente incorreto”. Segundo o ator, as personagens e a escrita de Palahniuk influenciaram a dramaturgia de Viral.

O processo de criação dos personagens foi inspirado em situações de livros do autor, como por exemplo, o rapaz que trabalha em um disque-apoio a suicidas, mas que acaba por incentivá-los a se matar. Os monólogos, escritos por Colin, eram trabalhados com diferentes energias por Denis Gosh, através de improvisações com o ator. “Cada personagem tem uma corporalidade e um gestual específico, criados nestas improvisações”.

A dupla trabalha em parceria na direção pela segunda vez. A primeira foi em Gramado, no Natal Luz, com o espetáculo “A Fantástica Fábrica de Natal”. “O processo desta parceria foi muito tranquilo e extremamente colaborativo, na qual as presenças de Juliana Kersting (assistente de direção) e da Claudia de Bem (Iluminadora) foram fundamentais na elaboração do espetáculo como um todo. Cada um colaborou no que pode para a construção da peça”, afirmam.

Viral tem apresentações nos dias 20 e 21 de junho, às 20h, na Sala Álvaro Moreyra, com ingressos a R$ 30,00 (desc. 50% para estudantes, artistas e melhor idade).

Para saber mais sobre a programação da Mostra Teatro Sarcáustico 10 Anos, acesse: http://teatrosarcaustico.blogspot.com.br/

Ficha Técnica

Direção e argumento de texto: Daniel Colin e Denis Gosch

Dramaturgia: Daniel Colin

Supervisão de dramaturgia: Felipe Vieira de Galisteo

Assistente de direção: Juliana Kersting

Atuação: Daniel Colin

Iluminação: Claudia de Bem

Video design: Thais Fernandes

Figurino: Daniel Colin

Sonoplastia: Daniel Colin e Denis Gosch

Design gráfico: Ricardo Zigomático

Produção: Daniel Colin

Realização: Teatro Sarcáustico

Saiba Mais

Sobre o Teatro Sarcáustico

O Teatro Sarcáustico foi fundado em 2004 por formandos do curso de Artes Cênicas da UFRGS. Nestes 10 anos de trabalho continuado, o grupo criou espetáculos ousados e impactantes como os sucessos Wonderland e o que M. Jackson encontrou por lá (Prêmios Açorianos e Braskem em Cena de Melhor Espetáculo e Direção, dentre outros) e Breves Entrevistas com Homens Hediondos (Prêmio Braskem em Cena de Melhor Espetáculo). Em 2014, o Sarcáustico completa 10 anos de pesquisa continuada em artes cênicas, cujo trabalho vem se especializando em espetáculos realizados em espaços não-convencionais, com dramaturgias originais e atmosferas performáticas. O repertório conta com cinco espetáculos adultos, dois infantis, um projeto de performances urbanas e um performance audiovisual-transmídia. O Teatro Sarcáustico atualmente é um dos grupos residentes do projeto “Usina das Artes” (PM Porto Alegre).

Mostra TEATRO SARCÁUSTICO 10 Anos

VIRAL

20 e 21/06 (sex. e sáb),  às 20h.

Sala Álvaro Moreyra – Centro Municipal de Cultura  – Av. Erico Verissimo, 307

R$ 30,00 (desc. 50% para estudantes, artistas e melhor idade)

Teatro Sarcáustico em Zero Hora de hoje

zerohora4_16.06.14 zerohora3_16.06.14 zerohora2_16.06.14 zerohora_16.06.14

Teatro Sarcáustico na imprensa






correiodopovo2_15.06.14 correiodopovo_15.06.14
osul_14.16.14

Espetáculo Gordos na imprensa

correiodopovo_12.06.14zerohora4_12.06.14jc_12.06.14 osul_12.06.14

“GORDOS” tem apresentações no Teatro Renascença nos dias 12 a 15 de junho

gordos2_credito_rafael_lopo

Montagem integra a programação da Mostra Teatro Sarcáustico 10 Anos

O primeiro espetáculo do Teatro Sarcáustico retorna aos palcos nos dias 12 a 15 de junho, no Teatro Renascença, no Centro Municipal de Cultura. A montagem que poderá ser conferida pelo público neste final de semana é uma homenagem ao primeiro trabalho encenado pelo grupo há 10 anos: “GORDOS ou somewhere beyond the sea”, com direção de Daniel Colin, cujo elenco original eram os atores Daniel Colin (Bishop), Tatiana Mielczarski (Phyllis), Maico Silveira/Felipe Vieira de Galisteo (Howard) e Andressa Cantergiani/Aline Grisa (Pam).

“GORDOS” é uma livre adaptação do texto Fat Men in Skirts do dramaturgo norte-americano Nicky Silver. No espetáculo, Phyllis Hogan e seu filho Bishop são os únicos sobreviventes de um terrível acidente aéreo. Eles se vêem presos em uma ilha deserta e precisam tomar atitudes nada convencionais para sobreviverem. Enquanto isso, Howard Hogan, esposo de Phyllis, envolve-se emocionalmente com a atriz pornô Pam.

Esta impressionante comédia de humor negro é o resultado da Oficina de Montagem 2014 do Teatro Sarcáustico. A montagem integra a programação da Mostra Teatro Sarcáustico 10 Anos, que segue até final de agosto, com uma série de atividades. O próximo espetáculo na programação é a estreia nacional de “Viral”, nos dias 20 e 21 de junho, na Sala Álvaro Moreyra. As apresentações ocorrem às 20h e os ingressos custam R$ 20,00 (desc. 50% para estudantes, artistas e melhor idade).

Para saber mais sobre a programação da Mostra Teatro Sarcáustico 10 Anos, acesse: http://teatrosarcaustico.blogspot.com.br/

FICHA TÉCNICA

“GORDOS”

livremente adaptado do texto Fat Men in Skirts de Nicky Silver

Direção: Daniel Colin, Guadalupe Casal e Ricardo Zigomático

Coreografia: Denis Gosch

Atores-alunos: Daniela Reis, Débora Maier, Douglas Dias, Elena Schuck, Fabiano Moreira, Flavio de Mesquita Guimarães,Laura Lima, Lauro Fagundes, Liana Corrêa, Marcia Rapetto, Mariana Schoeler, Marina Pelle, Paula Souza, Rafael Lopo, Vitória Titton

Figurino, cenário, sonoplastia e iluminação: o grupo

Produção: Teatro Sarcáustico

Saiba Mais

Sobre o Teatro Sarcáustico

O Teatro Sarcáustico foi fundado em 2004 por formandos do curso de Artes Cênicas da UFRGS. Nestes 10 anos de trabalho continuado, o grupo criou espetáculos ousados e impactantes como os sucessos Wonderland e o que M. Jackson encontrou por lá (Prêmios Açorianos e Braskem em Cena de Melhor Espetáculo e Direção, dentre outros) e Breves Entrevistas com Homens Hediondos (Prêmio Braskem em Cena de Melhor Espetáculo). Em 2014, o Sarcáustico completa 10 anos de pesquisa continuada em artes cênicas, cujo trabalho vem se especializando em espetáculos realizados em espaços não-convencionais, com dramaturgias originais e atmosferas performáticas. O repertório conta com cinco espetáculos adultos, dois infantis, um projeto de performances urbanas e um performance audiovisual-transmídia. O Teatro Sarcáustico atualmente é um dos grupos residentes do projeto “Usina das Artes” (PM Porto Alegre).

SERVIÇO

“GORDOS” (Mostra Teatro Sarcáustico 10 Anos)

Teatro Renascença – Centro Municipal de Cultura – Av. Erico Verissimo, 307

De 12 a 15 de junho de 2014 (quinta a domingo), às 20h

Ingressos a R$ 20,00 (desc. 50% para estudantes, artistas e melhor idade)

Teatro Sarcáustico na imprensa

correiodopovo2_07.06.14correiodopovo_07.06.14zerohora3_08.06.14 zerohora3_07.06.14 zerohora2_07.06.14





Blog no WordPress.com.

Acima ↑