Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Martina Fröhlich

“Toques leves e tênis”: Artistas em quarentena lançam single e clipe sobre masturbação feminina

Screen Shot 2020-05-15 at 4.02.18 PM

PeriGoza, primeira canção do trio Gliti, tem lançamento nas plataformas de streaming pelo selo paulista Terra Fértil na sexta-feira, 29 de maio

 

Um Beat criado pelo músico paulista Victor Fão foi o toque inicial para as gaúchas Miri Brock e Martina Fröhlich criarem a letra e melodia de PeriGoza, primeira composição do trio intitulado Gliti, que lança, através do selo paulista Terra Fértil, a canção nas plataformas de streaming a partir desta sexta-feira, 29 de maio.

Com o objetivo inicial de apenas exercitar a criatividade e entreter, Fão, Miri e Martina resolveram lançar o videoclipe da música, que foi produzido à distância e de casa, respeitando as regras de distanciamento social. Porém, com o excelente retorno do público (mais de 8mil visualizações, somando IGTV e YouTube), os artistas perceberam o quanto o tema escolhido precisava e merecia ser discutido: a masturbação feminina.

PeriGoza traz uma pegada sensual e debochada, atraente e divertida. O single é dançante e mistura ritmos como reggaeton, funk, cumbia e technobrega. Fala de um assunto tabu de maneira leve e despretensiosa, sem buscar a desconstrução de ninguém. Poderia ser um papo entre amigas, mas se torna um eco de empoderamento quando amplia a discussão para além da roda de intimidade.

A produção ainda  desmistifica os standards de comportamento feminino arraigados na sociedade. E é exatamente aqui que a iniciativa ganha relevância: enquanto se aceita normalmente a fala masculina sobre o tema, a feminina é abafada. Em tempos de clausura, é um respiro de liberdade.

Os retornos positivos da música e do clipe estão inspirando o trio a seguirem desenvolvendo outras composições e criações. Os artistas seguem em isolamento social, criando a distância – já foram disponibilizados alguns vídeos de making of do clipe e em breve novos conteúdos também serão lançados. Para conferir o clipe de PeriGoza, acesse: bit.ly/AssistaPerigoza

Mais informações – instagram.com/glitigliti

 

Sobre Gliti: Trio formado pelo paulista Victor Fão e as gaúchas Martina Fröhlich e Miri Brock.

Martina Fröhlich é artista cênica e musical, atuando no teatro, cinema, grupos musicais e carnaval. É membra fundadora do Grupo Cerco de teatro e do coletivo carnavalesco Bloco da Laje, em Porto Alegre/RS.

Miri Brock é cantora e produtora cultural, atuando no projeto Circuito Orelhas em Porto Alegre, integra a banda Louis e atualmente se dedica a composição e gravação de seu primeiro EP solo, produzido por Marcelo Fruet.

Victor Fão é trombonista e produtor musical, estudou trombone na fundação das artes de São Caetano do sul, e atua no cenário musical tocando nas bandas Nomade Orquestra, Samuca e a Selva, Buena Onda Reggae Club e Antropocósmico

Co-produção Brasil-Alemanha estreia em 30 de agosto no teatro do Goethe-Institut Porto Alegre

Crédito-Maí-Yandara-14

Pátria Estrangeira/Fremde Heimat é um projeto teatral com equipe e elenco brasileiro e alemão e que cumprirá temporada nos dois países

Porto Alegre 07 de agosto de 2018 – Estreia em 30 de agosto no teatro do Goethe-Institut Porto Alegre o espetáculo Pátria Estrangeira/Fremde Heimat, uma co-produção Brasil e Alemanha, que possui elenco e equipe brasileiro e alemão e cumprirá temporada nos dois países. A montagem, uma coprodução da ATO cia.cênica, Primeira Fila Produções e Badisches Staatstheater Karlsruhe, tem financiamento pelo Kulturstiftung des Bundes em parceria com Goethe-Institut Porto Alegre.
Pátria Estrangeira/Fremde Heimat é uma direção e pesquisa de Mirah Laline, com pesquisa e texto de Jürgen Berger, construído em colaboração com o elenco, direção e equipe criativa e direção de dramaturgia de Jan Linders. No elenco, os brasileiros Philipe Philippsen, Camila Falcão, Martina Fröhlich, Karin Salz Engel e o alemão Thomas Prenn contam a história de descendentes de alemães no Brasil, em uma docuficcção. “Foi através de um resgate documental de cada um dos atores e seus antepassados, alguns deles vindos da Alemanha, que construímos este biodrama”, conta Mirah. A partir de uma pesquisa e resgate autobiográficos durante um workshop realizado no primeiro semestre deste ano em Porto Alegre, o autor Jürgen Berger, montou a base dos textos do espetáculo. Quatro atores e músicos brasileiros contracenam com um jovem ator de Karlsruhe, Alemanha. Temas como ancestralidade, gerações, memória, pertencimento, imigração permeiam questionamentos como é possível viver duas culturas ao mesmo tempo? Seria Pátria um instrumento do colonialismo? Que semelhanças existem com a recente onda de imigração no Brasil e na Alemanha?

Vídeos e músicas – executadas ao vivo e compostas pelo elenco – são elementos muito fortes da concepção, segundo a diretora. Os ensaios iniciaram no dia 16 de julho; parte da equipe alemã chegou a Porto Alegre no dia 23. Ricardo Vivian assina o Desenho de Luz, Rodrigo Shalako o cenário, Mauricio Casiraghi, Video e Projeções e Déh Dullius os figurinos.

Em Porto Alegre Pátria Estrangeira/Fremde Heimat estará em cartaz de 30 de agosto a 09 de setembro, com apresentações às 20h de quinta-feira a sábado e às 18h aos domingos, com ingressos a R$ 40,00. As vendas antecipadas iniciam em 15 de agosto pelo site entreatosdivulga.com.br. Durante a temporada, será possível adquirir entradas no local, uma hora antes do início do espetáculo. Em Karlsruhe, o espetáculo estreia em 20 de setembro e terá apresentações nos dias 23, 29 e 30 do mesmo mês.

FICHA TÉCNICA

MIRAH LALINE | Pesquisa e Direção

JÜRGEN BERGER | Pesquisa e Texto*

PHILIPE PHILIPPSEN – CAMILA FALCÃO – MARTINA FRÖHLICH – KARIN SALZ ENGEL – THOMAS PRENN | Elenco

MAURICIO CASIRAGHI | Vídeo e Projeções

DÉH DULLIUS Figurinista

RODRIGO SHALAKO | Cenógrafo

RICARDO VIVIAN | Desenho de Luz

LUCAS DALA-LANNA Design Gráfico

JANAINA  VIANNA | Assistência de Direção

PASCAL BERTEN | Tradução

JAN LINDERS| Diretor de Dramaturgia do Badisches Staatstheater Karlsruhe

ROZE PAZ e VINICIUS MELLO | Produção Executiva

BRUNA PAULIN | Assessoria de Imprensa e Gestão de Redes Sociais

DANIELA MAZZILLI E LETICIA VIEIRA | Coordenação de Produção

PRIMEIRA FILA PRODUÇÕES | Produção Brasil

ATO. Cia cênica | Coprodução Brasil

GOETHE INSTITUT PORTO ALEGRE | Coprodução Brasil

BADISCHES STAATSTHEATER KARLSRUHE | Produção Alemanha

KULTURSTIFTUNG DES BUNDES | Financiamento

* com a colaboração do elenco, direção e equipe criativa

Blog no WordPress.com.

Acima ↑