Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

La movida argentina

zerohora_23.01.14

Galeria Mascate na Imprensa

 

 

 

 

osul_09.01.14zerohora_16.01.14 zerohora_14.01.14

metro_09.01.2014

zerohora_09.01.14

zerohora_07.01

zerohora2_07.01.14

zerohora_07.01.14

osul_07.01.13

Galeria Mascate na Mídia

zerohora_17.12.13 correiodopovo_16.12.13 zerohora2_15.12.13 zerohora_15.12.13 zerohora2_13.12.13 zerohora_13.12.13 zerohora_12.12.13

Galeria Mascate na imprensa

zerohora_11.12

correiodopovo_11 JC_11.12.2013 osul_11.12

Exposição individual de Tiago Coelho e coletiva com artistas argentinos inauguram no dia 11 de dezembro na Galeria Mascate

tiago-coelho-02(p)

“É tudo teatro” e “La Movida Argentina” seguem em cartaz até o dia 25 de janeiro.

Inauguram no dia 11 de dezembro duas novas exposições da Galeria Mascate. “La Movida Argentina” traz seis artistas do país vizinho. Tiago Coelho começou cedo fazendo vídeos caseiros na infância tendo os primos no elenco. Pensou que seria ator, mas logo percebeu que o encanto estava atrás das câmeras.  Formou-se então em cinema e já no início do curso percebeu que sua vocação estava na fotografia. Durante a graduação apaixonou-se pela fotografia analógica documental. Na Escola de Fotografia de Madri descobriu o digital no “documentário contemporâneo” e o quanto gostava de fazer parte e inserir-se no universo dos fotografados. Na volta ao Brasil driblou o preconceito que tinha com as fotos de moda e foi além, trazendo seu olhar documental para os ensaios que começou a produzir para estilistas. Veio o sucesso do documentário fotográfico Dona Ana, com individuais em espaços no Brasil e Argentina.

Na sequência o projeto A Voz da Roupa completou o encontro entre documental e ficcional com dípticos de trabalhadores que já entraram no imaginário da cidade que escolheu pra viver, Porto Alegre. A exposição já viajou da América latina a Rússia.

No dia onze, Tiago apresenta sua primeira individual na galeria que criou há dois anos com o parceiro Régis Duarte. É Tudo Teatro ocupará o térreo da Mascate e faz parte desse jogo de produzir histórias com imagens da realidade mais pura.

Coelho questiona em 13 retratos de figurantes e atores profissionais e amadores de terceira idade, até que ponto estamos interpretando e sendo nós mesmos. Os retratados, na sua maioria aposentados, vivem uma experiência paralela em uma fase madura da vida e as fotos mostram isso. Cada um com suas histórias pessoais, mas integrados por um ponto. Quem decide enfrentar público ou câmeras já na terceira idade não está nem aí com a crítica externa. Essa auto suficiência é o cerne captado com maestria por Coelho.

Já na mostra de artistas argentinos, os pioneiros do fotógrafo Nazareno Russo são destaque. No ano de 2001 um grupo de vizinhos da localidade de Gerli na Província de Buenos Aires se reuniu para criar o Movimento pela Autonomia de Gerli com a finalidade de dar um marco formal pela luta de emancipação da localidade. Em 2009, como parte dos festejos pelo centenário de Gerli, surge a ideia de retratar os vizinhos mais antigos, representativos e ilustres da localidade, os nascidos e criados, “os pioneiros” que foram povoando o bairro. Nesses retratos, onde eles posam em frente a suas casas ou em frente às instituições que eles mesmos fundaram, se pode observar as diferenças individuais nos rostos e nas edificações, mas em seu conjunto, se nota uma identidade própria, de um sentimento de pertencimento territorial e comunitário. Mas acima de tudo se pode apreciar o orgulho de poder lutar por algo que lhes parece justo como a independência do Município.

Outra fotógrafa participante da mostra é Karina Azaretzky com a série “El jardín” que recentemente foi publicada na New Landscape Photography. Karina é de Tucuman, região que é conhecida como o pulmão da Argentina. Essa série de um verde exuberante não é o trabalho mais recente de Karina, mas chamou a atenção dos curadores da Mascate. Faz parte também Estela Izuel com seus cine teatros. A fotógrafa de La Plata viajou por todo o país registrando os cine teatros com suas diferenças arquitetônicas e de conservação e o resultado é impactante, de uma plasticidade e de um vazio que transmitem silêncio.

“La Movida Argentina” conta também com Alejando Gulminelli e sua fotografia P&B sensível e intrigante. Gulminelli foi o vencedor do “Foro Latinoamericano de Portfolios 2013 na cidade de Buenos Aires”

No campo do desenho e da pintura entram Ariel de La Vega, um jovem argentino, com carreira internacional que estudou pintura, desenho, restauração e conservação de arte na tradicional “Scuola di Belle Arti di Verona” na Italia e Omar Isse, outro expoente da nova geração de pintores com uma pincelada nervosa, que capta a atenção pelo impacto de seus retratos desconstruídos a la Francis Bacon, mas com toda uma identidade característica da pintura moderna argentina.

No mesmo dia, Régis Duarte lança coleção de verão intitulada “Alta Costura de Quintal”, com vestidos e tops. A inspiração veio das frutas, com estampas de abacates e abacaxis, além de aplicações de rendas e bordados. As imagens da coleção foram produzidas pelos alunos do curso de fotografia da Unisinos.

As mostras seguem até 25 de janeiro, com entrada franca. A Galeria Mascate funciona de terça à sábado, às 14h às 18h, na Rua Laurindo, 332.

Galeria Mascate

Sentindo a carência na cidade de uma galeria que realmente misturasse arte, fotografia contemporânea, design e moda, o fotógrafo Tiago Coelho e o designer Régis Duarte criaram a Galeria Mascate em setembro de 2011.

O nome Mascate ficou sempre associado à imigração árabe no Brasil, resultante do grande contingente de imigrantes proveniente do Líbano e da Síria que se dedicaram a esta atividade.

Em menor número chegaram também ao Brasil imigrantes de outros pontos do antigo Império Otomano, como Turquia, Palestina, Egito, Jordânia e Iraque. A mascateação introduziu inovações que hoje são traços marcantes do comércio popular, como as práticas de alta rotatividade e alta quantidade de mercadorias vendidas, das promoções e das liquidações. Inicialmente os mascates visitavam as cidades do interior e as fazendas de café, levando apenas miudezas e bijuterias. Com o tempo e o aumento do capital, começaram também a oferecer tecidos, roupas prontas e outros artigos.

SERVIÇO

La Movida Argentina e É Tudo Teatro

Inauguração e lançamento coleção “Alta Costura de Quintal” de Régis Duarte

 11 de dezembro, 19h

Mostra segue até 25 de janeiro

Entrada Franca

Galeria Mascate – Rua Laurindo, 332 – Bairro Santana – Porto Alegre – RS

De terça a sábado, das 14h às 18h

Barracoestudio.com.br

 

Blog no WordPress.com.

Acima ↑