Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Gilson Vargas

Dromedário no Asfalto integra a programação da Retrospectiva do Cinema Brasileiro 2015

dromedarionoasfalto_divulgacao

Público poderá conferir longa-metragem de Gilson Vargas em sessões nos dias 07 e 14 de dezembro

Em cartaz de 03 a 30 de dezembro, a mostra Retrospectiva do Cinema Brasileiro 2015 é uma seleção de 54 filmes brasileiros lançados entre novembro de 2014 e outubro de 2015. O longa-metragem de Gilson Vargas, Dromedário no Asfalto, que estreou nas salas comerciais em julho deste ano, integra a seleção com duas sessões, nos dias 07 e 14 dezembro.

O evento, com curadoria de Flávia Guerra, Sérgio Alpendre, Paulo Santos Lima e a Equipe do CineSesc, chega a sua 16ª edição em 2015 e promove sessões com preços populares. Os longas gaúchos “Castanha” e “Até que a Sbornia nos separe” também integram a programação.

Dromedário no Asfalto fez carreira no circuito comercial durante o segundo semestre deste ano, sendo exibido em Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Aracaju. Tendo como protagonista o ator Marcos Contreras, o filme mostra a jornada de Pedro pelas paisagens platinas, rumo ao encontro com seu pai, após anos de afastamento entre ambos.

Filmado no Brasil e no Uruguai, o filme é uma co-produção entre as produtoras Pata Negra, Ponto Cego e Boomboom. O longa tem apoio da Film Comission do Uruguai. Na fase de montagem recebeu o prêmio Fumproarte (Prefeitura de Porto Alegre) e o prêmio para Finalização de Longas do Governo do Estado do RS.

Dromedário no Asfalto participou de nove eventos do mercado audiovisual, como o Marché du Film Cannes 2015, Festival Del Cine Del Mar 2015, IV Semana dos Realizadores e Mostra do Filme Livre, além de vencer na categoria Melhor Fotografia em Longa Metragem no 6º Festival de Cinema de Fronteira/Bagé (RS).

jc2_18.09.15

Longa metragem “Dromedário no Asfalto” no jornal O Globo de hoje

oglobo_12.08.15

Longa metragem “Dromedário no Asfalto” no jornal O Globo

oglobo_02.08.15

oglobo_01.08.15

Longa metragem “Dromedário no Asfalto” na imprensa

pioneiro_31.07.15

jc_31.07.15

oglobo_31.07.15

estadão_31.07.15

metro_31.07.15

folhadecaxias_31.07.15folhadesp_30.07.15

oglobo_30.07.15

pioneiro_30.07.15

correiodopovo_30.07.15

zh_30.07.15

Dromedário no Asfalto estreia dia 30 de julho nos cinemas

Dromedario_Photo_Low

Longa-metragem de estreia de Gilson Vargas é uma co-produção entre as produtoras Pata Negra, Ponto Cego e Boomboom

 

O longa-metragem de estreia de Gilson Vargas, Dromedário no Asfalto, chega às salas comerciais no dia 30 de julho. Tendo como protagonista o ator Marcos Contreras, o filme mostra a jornada de Pedro pelas paisagens platinas, rumo ao encontro com seu pai, após anos de afastamento entre ambos. Integram o elenco Vanise Carneiro, Luciana Baseggio e os uruguaios Laura Schneider, Ruben Coletto, Lucia Trentin, Horario Nives, Gustavo Bouzas, entre outros.

Filmado no Brasil e no Uruguai, Dromedário no Asfalto é uma co-produção entre as produtoras Pata Negra, Ponto Cego e Boomboom. O longa tem apoio da Film Comission do Uruguai. Na fase de montagem recebeu o prêmio Fumproarte (Prefeitura de Porto Alegre) e o prêmio para Finalização de Longas do Governo do Estado do RS.

Porto Alegre, Cidreira, Pinhal, Mostardas, Farol da Solidão, São José do Norte, Rio Grande, Chuí (Brasil), Chuy (Uruguay), Punta del Diablo, La Coronilla, Aguas Dulces, Rocha, Maldonado, Piriapolis, Montevidéu e Carrasco foram as cidades pelas quais a equipe passou durante 20 meses de trabalho. A equipe viajou ao Uruguai seis vezes, entre pesquisa, pré-produção e filmagens, totalizando mais de 10 mil quilômetros de idas e vindas.

O filme conta com Bruno Polidoro na fotografia, Vicente Moreno na montagem e Gabriela Bervian no som, todos sócios do filme, além de Luciana Baseggio como assistente de câmera e produção.  Gilka Vargas, Besouro Filmes e o ator Marcos Contreras são produtores associados.

Dromedário no Asfalto participou de nove eventos do mercado audiovisual, como o Marché du Film Cannes 2015, Festival Del Cine Del Mar 2015, além de vencer na categoria Melhor Fotografia em Longa Metragem no 6º Festival de Cinema de Fronteira/Bagé (RS).

SINOPSE LONGA

Dromedário no Asfalto é feito de dois movimentos: o andar e o sentir. Andar sob o céu do inverno platino; e sobre o asfalto. Sentir sob o silêncio da jornada; reviver as memórias afetivas. Pedro anda e sente; caminha e cruza a fronteira entre países irmãos, Brasil e Uruguai. Segue em busca de um homem que, assim como ele, vive recluso em suas próprias memórias: seu pai.

SINOPSE CURTA

Pedro (Marcos Contreras) decide fazer uma viagem de Porto Alegre ao Uruguai, em busca de seu pai, após a morte de sua mãe.

DADOS TÉCNICOS

Lançamento – julho de 2015

85 minutos

Cópias em DCP, BLU RAY, DVD, AUWE e HDCAM.

Idioma original: português e espanhol.

Cópia com legendas em Português, Espanhol, Francês e Inglês para os formatos DVD, BLU RAY com possibilidade de DCP.

Som: 5.1

EQUIPE

Roteiro e Direção: Gilson Vargas

Direção de Fotografia: Bruno Polidoro

Assistência de Fotografia: Luciana Baseggio

Direção de Produção: Itamony Barros

Captação, edição e desenho de som: Gabriela Bervian

Música Original: Gilson Vargas

Montagem: Vicente Moreno

Produção Executiva: Gilson Vargas, Vicente Moreno, Bruno Polidoro, Gabriela Bervian.

Produção: Pata Negra em co-produção com Ponto Cego e Boomboom

Produtores Associados: Gilka Vargas, Marcos Contreras, Guilerme Keenan e Besouro Filmes.

Assessoria de Imprensa: Bruna Paulin – Assessoria de Flor em Flor

Distribuição – Lança Filmes

ELENCO

Pedro – Marcos Contreras

Participações:

Enio Abreu, Gustavo Bouzas, Horacio Nieves, Laura Schneider, Lucia Trentin, Luciana Baseggio, Maia Coletto, Martin Santana, Olavo Vargas, Patrícia Curzio, Ruben Coletto, Uwe Bergt, Vanise Carneiro e Victoria Coletto

SOBRE O DIRETOR

http://www.imdb.com/name/nm1156646/

Gilson Vargas é roteirista, diretor e produtor. Iniciou no cinema em 1999, quando escreveu e dirigiu o média metragem em 16mm ATÉ – ganhador do prêmio de Melhor Curta Gaúcho, em Gramado, entre outras premiações. No ano 2000 lançou o curta em 35mm QUEM?, vencedor do concurso IECINE do Gov. do RS. O filme teve exibições em festivais e mostras no Brasil e exterior, como Prenç d’court, no Canadá, Festival Luso-brasileiro, em Portugal, Festival Internacional de Curtas de São Paulo, Festival Internacional do Rio, e Brasil Plural, na Alemanha. Em 2002 lançou o curta em 35mm À SOMBRA DO OUTRO, selecionado para diversos festivais, como One Take Film Festival, na Croácia. Ainda em 2002 lançou, através do Fumproarte, o curta em 35mm VAGA-LUME, filme ganhador do Grand Award para Melhor Filme de Ficção do First International non-budget Film Festival of Gibara, Cuba. Em 2004 Gilson Vargas fundou, junto com Gustavo Spolidoro, Fabiano de Souza e Milton do Prado, a produtora Clube Silêncio, ganhadora de mais 60 prêmios nacionais e internacionais por seus filmes. Em 2004 Gilson Vargas foi selecionado com bolsa para o X Taller de Análises Cinematográfico do BACIFI com o argumento de longa metragem PARADEIRO. Entre os trabalhos dirigidos para a televisão estão o episódio NOITE, para a série 5 X Erico, em homenagem ao escritor Erico Verissimo (2005) e PORTO ALEGRE DE QUINTANA para a série MARIO QUINTANA ANJO POETA (mostra oficial do É Tudo Verdade – 2006). Em 2008 lançou o curta em 35mm DOIS COVEIROS, financiado pelo Concurso Fumproarte e com exibições dentro e fora do pais, incluindo a mostra Camera Mundo, em Rotterdam, na Holanda. Em 2010 Gilson Vargas percorreu 14 países em cinco continentes, realizando para a RBS TV a série de documentários, em cinco episódios, LONGE DE CASA, com exibição pela RBSTV e GLOBO INTERNACIONAL. EM 2011 lançou o curta em 35mm CASA AFOGADA, através do Concurso de Curtas do Ministério da Cultura. O filme recebeu quatro Kikitos no 40o Festival de Cinema de Gramado: Melhor Direção, Melhor Fotografia, Melhor Arte e Melhor Som. Também recebeu o prêmio de Melhor Direção no Amazonas Film Festival. Vargas ganhou o Concurso Petrobras para produzir o curta em 35mm, O RELÂMPAGO E A FEBRE, que estréia este ano. Lança em 2015 seu primeiro longa, DROMEDÁRIO NO ASFALTO, filmado no Brasil e Uruguai, vencedor dos concursos Fumproarte e IECINE para Finalização. O Filme foi um dos convidados para o Marché du Film do Festival de Cannes. Em teatro, a convite,  dirigiu as peças CRUCIAL DOIS UM, vencedora do Prêmio Funarte Myriam Muniz, com texto do escritor Paulo Scott e 9 MENTIRAS SOBRE A VERDADE, com texto de Diones Camargo e que teve apresentações em diversos festivais internacionais de teatro, tais como Cena Contemporânea, FILO, Janeiro de Grandes Espetáculos e Porto Alegre e Cena.  Gilson Vargas é professor das disciplinas de Direção e de Roteiro, incluindo a disciplina de Especialidade de Roteiro, na Universidade do Vale do Sinos, dentro do curso de Realização Audiovisual – Bacharelado. Vargas é mestre em comunicação com dissertação sobre direção de atores. É sócio da produtora PATA NEGRA, que lançou em festivais 2014 três filmes: o curta O Relâmpago e a Febre, o longa Dromedário no Asfalto e o curta Domingo de Marta, com direção de Gabriela Bervian – projeto vencedor do Concurso de Curtas do MINC. Vargas é também fundador da Cia Teatro Liquido, desde 2007. Em 2015 Gilson Vargas foi vencedor do Edital para Longas do FAC/FSA com o projeto A COLMEIA, que será filmado em breve no Rio Grande do Sul.

“Dromedário no Asfalto” na Contracapa de Roger Lerina

zh_16.07.15

Longa metragem “Dromedário no Asfalto” na coluna Rede Social em Zero Hora de hoje

zh_09.06.15

Filmes da Pata Negra no Jornal do Comércio de hoje

jc_23.04.15

Blog no WordPress.com.

Acima ↑