Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Gabriela Hermann Pötter

Guatambu Estância do Vinho é premiada no Rio Food and Wine Festival 2015

Sergio-Queiroz-Marcio-Pavani-Gabriela-Potter-e-Marcelo-Copello-Custom_creditoarykaie

Vinícola da Campanha Gaúcha recebeu o troféu de revelação do ano

A Guatambu Estância do Vinho, de Dom Pedrito, RS, recebeu na segunda-feira, dia 28 de setembro, o prêmio Revelação Mundus Vini do Rio Wine and Food Festival, que ocorre até o dia 04 de outubro, em diversos espaços, no Rio de Janeiro. A enóloga e sócia-proprietária da vinícola, Gabriela Hermann Pötter, recebeu o troféu Vinha Velha, criado pela artista plástica Ana Lucia Lima, durante o jantar de Abertura Oficinal do evento, no Copacabana Palace.

Seis chefs comandaram um menu harmonizado com dez diferentes rótulos. Os organizadores do RWFF, Marcelo Copello e Sergio Queiroz entregaram os prêmios às personalidades do ano em quatro categorias: Personalidade do Vinho (Mario Geisse), Vinícola Brasileira (Aurora), Mundus Vini 2015 (Guatambu) e Melhor Sommelier (Ramon Justino).

Segundo Gabriela, receber o prêmio de vinícola revelação foi um grande privilégio, “ainda mais sendo promovido pela Baco Multimídia, que sempre valorizou e divulgou o que o Brasil produz de melhor em viticultura. E estamos muito felizes de a premiação ter sido no Copacabana Palace, um dos primeiros empreendimentos do Rio de Janeiro que acreditou em nosso trabalho desde o início do projeto da Guatambu”. Os três restaurantes do hotel oferecem rótulos da vinícola em suas cartas.

De acordo com Marcelo Copello, a escolha dos destaques foi realizada através de indicação por diversos representantes do mercado. A votação para a Guatambu como revelação foi muito expressiva.

A vinícola foi classificada entre os 30% superiores da safra 2015 na XXIII Avaliação Nacional de Vinhos, que ocorreu no último final de semana em Bento Gonçalves, com os vinhos base dos espumantes Guatambu Rosé Brut e Poesia do Pampa Brut.

Sobre a Guatambu

A Guatambu é uma vinícola boutique que trabalha com administração familiar, em pequena escala, somente com uvas próprias, lotes limitados e garrafas numeradas, em Dom Pedrito, na Campanha Gaúcha, desde 2003. Situada no coração do pampa gaúcho, na fronteira com o Uruguai, o cultivo da videira é marcado por um terroir com mais de 2.300 horas de luminosidade durante o período vegetativo da videira e escassez de chuvas no verão, garantindo a maturação fenólica das uvas e a opulência de seus vinhos.

A vinícola conta com um complexo enoturístico, que engloba área de produção, auditório, sala de degustação, salão com parrilla para eventos e loja, com referências arquitetônicas voltadas à cultura gaúcha e às estâncias do pampa, sendo considerada referência em estilo, beleza e modernidade. Mais informações, acesse o site:http://www.guatambuvinhos.com.br/

zh_20.09.15

Guatambu Estância do Vinho na coluna Rede Social em Zero Hora de hoje

zh_11.08.15

Guatambu na Revista Gula

revistagula

Guatambu Estância do Vinho no caderno Gastronomia & Vinho do Jornal do Comércio

JCgastronomiaevinho_02.06.15

Guatambu recebe cinco medalhas na Grande Prova Vinhos do Brasil 2014-2015

epico_credito_ivanalmeida

Vinho Épico foi Campeão na categoria Tintos Cortes e espumantes produzidos pela vinícola receberam medalhas de ouro e prata

A Guatambu Estância do Vinho, de Dom Pedrito, RS, recebeu na última quarta-feira, dia 22 de abril, cinco medalhas na Grande Prova Vinhos do Brasil 2014-2015. O evento de divulgação da avaliação, promovida pelo Ibravin em parceria com o Grupo BACO, ocorreu durante o primeiro dia da ExpoVinis 2015 e também marcou o lançamento do Anuário Vinhos do Brasil 2015.

O vinho Épico, lançamento da vinícola na feira, foi o campeão na categoria Tintos Cortes. Conforme Gabriela H. Pötter, enóloga da Guatambu, nesta categoria concorreram inúmeros vinhos brasileiros emblemáticos e bastante premiados, sendo uma das disputas mais acirradas da grande prova, e por isto este prêmio tem um grande valor e responsabilidade. Expoente de mais alta gama da vinícola, o Épico foi elaborado com pequenas reservas de vinhos de quatro diferentes safras (2011, 2012, 2013, e 2014) das melhores parcelas dos vinhedos de Cabernet Sauvignon, Merlot, Tannat e Tempranillo, sendo que todos passaram por carvalho francês e americano.

O nome “Épico” representa a trajetória do projeto da vinícola, iniciado há 12 anos, além do grande período de produção desse rótulo, desenvolvido ao longo de cinco anos e coroando um novo estágio na produção da Guatambu. O rótulo já está à venda no site da vinícola e em seus pontos de venda, lojas especializadas e restaurantes, ao preço médio de R$140,00.

Os espumantes da Guatambu conquistaram quatro medalhas, duas de ouro e duas de prata. Da safra 2013, os rótulos Brut Rosé e Poesia do Pampa Brut receberam ouro. Os espumantes Extra Brut safras 2012 e 2011 alcançaram prata na categoria Espumante Extra Brut, Nature Branco.

O Anuário Vinhos do Brasil 2015, uma publicação bilíngue (português-Inglês), em formato de revista Premium, editada em parceria entre o Grupo BACO Multimídia e o Ibravin, traz um panorama completo da indústria do vinho brasileira, com um raio-X das regiões produtoras, dos vinhos, do enoturismo. A publicação é distribuída no Brasil e em mais de 100 postos e embaixadas pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE). O anuário traz ainda entrevistas nacionais e internacionais e matérias abordando atualidades e tendências do setor.

A Grande Prova Vinhos do Brasil 2015 ganhou destaque especial na publicação. A prova reuniu cerca de 700 rótulos, de 87 produtores de sete estados, apresentados em 22 categorias, com 23 vencedores. Para o presidente do júri, o jornalista especializado em vinhos Marcelo Copello, uma medalha garante a visibilidade do rótulo no Brasil e nos demais países em que o Anuário circula. “Este resultado ainda é utilizado como referência para elaboração de portfolio de importadoras e cartas de vinho em hotéis e restaurantes, por exemplo”, acrescenta.

O júri foi composto por 17 profissionais de vários estados e convidados internacionais, como o master sommelier português João Pires, radicado em Londres, além de representantes do Ibravin, do Sindicato da Indústria do Vinho, do Mosto de Uva, dos Vinagres e Bebidas Derivados da Uva e do Vinho (Sindivinho/RS), da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), de jornalistas especializados e de sommeliers. A degustação ocorreu entre os dias 8 e 12 de dezembro, no Rio Othon Palace Hotel, em Copacabana, no Rio de Janeiro, sendo auditada durante toda a sua realização.

Sobre a Guatambu

A Guatambu é uma vinícola boutique que trabalha com administração familiar, em pequena escala, somente com uvas próprias, lotes limitados e garrafas numeradas, em Dom Pedrito, na Campanha Gaúcha, desde 2003. Situada no coração do pampa gaúcho, na fronteira com o Uruguai, o cultivo da videira é marcado por um terroir com mais de 2.300 horas de luminosidade durante o período vegetativo da videira e escassez de chuvas no verão, garantindo a maturação fenólica das uvas e a opulência de seus vinhos.

A vinícola conta com um complexo enoturístico, que engloba área de produção, auditório, sala de degustação, salão com parrilla para eventos e loja, com referências arquitetônicas voltadas à cultura gaúcha e às estâncias do pampa, sendo considerada referência em estilo, beleza e modernidade.

Mais informações, acesse o site:http://www.guatambuvinhos.com.br/

Guatambu Estância do Vinho no jornal Pioneiro


pioneiro2_12.03.15 pioneiro_12.03.15 pioneirocapa_12.03.15

Espumantes da Guatambu integram cardápio do jantar “As grandes mulheres do mundo do vinho”

isadora_gabriela_hermann_potter_credito_paula_naressi

Evento promovido pelo Sheraton Porto Alegre é uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher

Na próxima segunda-feira, dia 09 de março, a Guatambu Estância do Vinho, de Dom Pedrito, integra a carta de bebidas do jantar “As grandes mulheres do mundo do vinho”, uma homenagem do Dia Internacional da Mulher do Sheraton Porto Alegre.

Para a ocasião, a enóloga Maria Amélia Flores montou uma seleção de vinhos elaborados ou inspirados por mulheres para acompanhar o cardápio criado pelo chef Mauro Sousa. Foram escolhidos sete rótulos, entre eles os espumantes da Guatambu. A sommelière e sócia-proprietária da vinícola, Isadora Hermann Pötter estará presente.

O jantar é promovido em parceria com a Vinho & Arte e acontece a partir das 20h, no Sheraton Porto Alegre. Reservas podem ser feitas pelo fone (51) 2121.6000 ou pelo emailguestservicepoa@sheraton.com. O custo por pessoa é de R$ 189,00 + 10% e as vendas serão realizadas até às 18h do dia nove de março.

Sobre a Guatambu

A Guatambu Estância do Vinho é uma vinícola boutique de Dom Pedrito, RS. Seu trabalho é realizado através de administração familiar, em pequena escala, somente com uvas próprias, lotes limitados e garrafas numeradas desde 2003. A vinícola já conquistou diversas premiações importantes, entre elas o TOP TEN Expovinis 2014, com o vinho Rastros do Pampa Tannat. Mais informações, acesse o site:http://www.guatambuvinhos.com.br/

Guatambu inicia vindima com excelentes perspectivas

vindima2015(3)_credito_isadorapotter

Vinícola de Dom Pedrito iniciou a vindima no dia 08 de janeiro e pretende colher mais de 22 hectares até março

A Guatambu Estância do Vinho, de Dom Pedrito, RS, iniciou a vindima 2015 no dia 08 de janeiro. A primeira semana de colheita foi dedicada às uvas Chardonnay, Gewürztraminer e Pinot Noir, apresentando excelentes resultados. Até o momento são 45 toneladas de frutas de ótima sanidade e equilibradas em termos de concentração de açúcar, pH, acidez e aromas, devido ao manejo específico para cada quadro do vinhedo, ainda que o clima deste verão esteja atípico, com muitos temporais e precipitações acima da média.

“São uvas que serão destinadas à fabricação de nossos espumantes Guatambu Nature, Extra Brut, Rosé e Poesia do Pampa”, frisou Gabriela Hermann Pötter, enóloga da vinícola. Para preservar a qualidade, todas as frutas antes de serem processadas, permaneceram por no mínimo 12 horas em câmara fria, e após foram prensadas com cachos inteiros na Prensa Pneumática Inertys Bucher, nas instalações da vinícola.

Serão colhidos, ao total, 22 hectares que renderão 140 toneladas. As uvas tintas seguem amadurecendo e serão colhidas em sua maturação plena. Até março, a Guatambu pretende colher todas as uvas tintas, das variedades Merlot, Cabernet Sauvignon, Tannat e Tempranillo, que totalizam oito variedades produzidas nos vinhedos em Dom Pedrito.

Sobre a Guatambu

A Guatambu Estância do Vinho é uma vinícola boutique de Dom Pedrito, RS. Seu trabalho é realizado através de administração familiar, em pequena escala, somente com uvas próprias, lotes limitados e garrafas numeradas desde 2003. A vinícola já conquistou diversas premiações importantes, entre elas o TOP TEN Expovinis 2014, com o vinho Rastros do Pampa Tannat. Mais informações, acesse o site:http://www.guatambuvinhos.com.br/

numeradas desde 2003. A vinícola já conquistou diversas premiações importantes, entre elas o TOP TEN Expovinis 2014, com o vinho Rastros do Pampa Tannat. Mais informações, acesse o site:http://www.guatambuvinhos.com.br/

Blog no WordPress.com.

Acima ↑