Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

fotografia

Exposição de retratos de fotógrafa italiana inaugura no dia 22 de março na Galeria Mascate

antemortem1_serenasalvadori

 ANTEMORTEM reúne 15 imagens produzidas em fevereiro em Porto Alegre por Serena Salvadori

 

Inaugura na próxima quarta-feira, 22 de março, às 19h, a exposição ANTEMORTEM da fotógrafa italiana Serena Salvadori. A artista radicada em Berlim realiza pela segunda vez uma residência artística na Galeria Mascate, onde já integrou a equipe do local em 2012.

ANTEMORTEM iniciou na Alemanha em 2014 e está sendo desenvolvido pelos lugares por onde a artista passa. Em fevereiro, Serena realizou uma sessão de fotos para o projeto em Porto Alegre e o resultado poderá ser conferido em 15 imagens impressas e uma videoinstalação.

O projeto tem como objetivo registrar retratos de pessoas nuas, sem limitação de idade e gênero, onde respondem a três perguntas sobre vida e morte: “Para que você vive”? “Quando a morte está presente na sua vida”? Segundo a artista, diferentes culturas têm reações diferentes: “Pergunto para as pessoas, por que elas vivem. É algo que incomoda. A sociedade te obriga a dizer sempre onde, quando e por quê? A informação cultural é a própria foto. Falo sobre humanidade. Questiono o que elas querem ver antes da morte, no Brasil todas as pessoas têm uma opinião sobre isso, é uma realidade cotidiana”.

ANTEMORTEM segue em cartaz com entrada franca até 04 de abril. A Galeria Mascate fica na Rua Laurindo, 332, Bairro Santana, e funciona de segunda a sexta das 14h às 18h.

 

Saiba Mais

Serena Salvadori (1980, Roma), é uma fotógrafa italiana baseada em Berlim. Música é o poder e amor é a resposta. www.serenasalvadori.com

Galeria Mascate

Sentindo a carência na cidade de uma galeria que realmente misturasse arte, fotografia contemporânea, design e moda, Tiago Coelho e Régis Duarte inauguraram a Galeria Mascate em setembro de 2011 e já passaram pelo espaço diversas mostras coletivas e individuais, de artistas locais e internacionais. As obras são apresentadas inseridas nos espaços do Barraco Estúdio, deixando de lado a caixa branca usada tradicionalmente em mostras, museus e galerias, para serem percebidas como parte do ambiente, com um clima de “lá em casa”, como se o visitante estivesse em uma sala de estar, não em um espaço de arte.

“Nossa intenção é fazer com que o distanciamento entre arte e público seja eliminado”, afirma Duarte. O nome Mascate remete a comércio, consumo de uma maneira popular e acessível. O espaço também conta com a Loja de Museu, onde é possível adquirir além das obras à venda na galeria, peças de coleções femininas e masculinas de Régis Duarte, publicações, acessórios, entre outros.

SERVIÇO

ANTEMORTEN – retratos por Serena Salvadori

Inauguração – 22 de março, 19h

Até 04 de abril

Entrada Franca

Galeria Mascate – Rua Laurindo, 332 – Bairro Santana – Porto Alegre – RS

De segunda a sexta, das 14h às 18h | Barracoestudio.com.br

Galeria Mascate inaugura quatro mostras individuais nesta quinta-feira, 21 de julho

Ursula Jahn - A la Carte

Exposições reúnem trabalhos de estudantes do Curso de Fotografia da Unisinos

 

Nesta quinta-feira, 21 de julho, a partir das 19h, a Galeria Mascate abre suas portas para a inauguração de quatro mostras sobre autoimagem e autoestima, com trabalhos de quatro estudantes do Curso de Fotografia da Unisinos, que gradua sua primeira turma este ano.

O curso, recente no mercado do RS, vem chamando atenção pela qualidade dos trabalhos que ultrapassam a fotografia clássica dialogando com as artes visuais. Com curadoria de Tiago Coelho, os alunos Matheus Amaral, Michele Geremia, Ursula Jahn e Vanessa Schwartzhaupt, diante de toda efervescência em torno do empoderamento feminino, aproveitaram o processo pessoal delicado que vivenciam e relacionaram seus projetos diretamente com a percepção de autoimagem e autoestima.

Com 30 obras, as mostras Âyo, Corpóreo, À La Carte e Não tem Cabimento, apresentam um profundo questionamento de importante discussão em plena era do espetáculo pessoal de alegria fabricada que vivemos nas redes sociais.

No mesmo dia, Régis Duarte lança nova coleção de sua marca com estampas do chargista Rafael Corrêa, tudo com entrada franca. As quatro exposições seguem em cartaz até 21 de agosto. A Galeria Mascate fica na Rua Laurindo, 332, Bairro Santana, e funciona de segunda a sexta das 14h às 18h.

Saiba Mais

Galeria Mascate

Sentindo a carência na cidade de uma galeria que realmente misturasse arte, fotografia contemporânea, design e moda, Tiago Coelho e Régis Duarte inauguraram a Galeria Mascate em setembro de 2011 e já passaram pelo espaço diversas mostras coletivas e individuais, de artistas locais e internacionais. As obras são apresentadas inseridas nos espaços do Barraco Estúdio, deixando de lado a caixa branca usada tradicionalmente em mostras, museus e galerias, para serem percebidas como parte do ambiente, com um clima de “lá em casa”, como se o visitante estivesse em uma sala de estar, não em um espaço de arte.

“Nossa intenção é fazer com que o distanciamento entre arte e público seja eliminado”, afirma Duarte. O nome Mascate remete a comércio, consumo de uma maneira popular e acessível. O espaço também conta com a Loja de Museu, onde é possível adquirir além das obras à venda na galeria, peças de coleções femininas e masculinas de Régis Duarte, publicações, acessórios, entre outros.

SERVIÇO

Mostras + lançamento coleção Régis Duarte – estampas Rafael Corrêa

À La Carte – Ursula Jahn

Âyo – Matheus Amaral

Corpóreo – Michele Geremia

Não tem Cabimento – Vanessa Schwartzhaupt

 

Inauguração – 21 de julho, 19h

Até 21 de agosto

Entrada Franca

Galeria Mascate – Rua Laurindo, 332 – Bairro Santana – Porto Alegre – RS

De segunda a sexta, das 14h às 18h | Barracoestudio.com.br

Bate-papo sobre fotografia encerra programação da primeira edição do Cultura no Pátio no sábado, 16 de julho

JULHO-EVENTO-batepapo-CAPA

Projeto é patrocinado pelas Lojas Pompéia e tem realização do Ministério da Cultura e Maria Cultura

 

A primeira edição do projeto Cultura no Pátio encerra no próximo sábado, 16 de julho, com bate-papo sobre fotografia no Pátio Ivo Rizzo. O evento, com patrocínio das Lojas Pompéia e realização do Ministério da Cultura e Maria Cultura, reuniu desde março deste ano, mais de 4000 pessoas em uma intensa programação gratuita para adultos e crianças.

 O Cultura no Pátio movimentou o bairro Moinhos de Vento com programação que reuniu espetáculos teatrais e circenses, exposições e bate-papos com nomes de referência na cultura local, abordando a moda como manifestação cultural e estética relacionada ao teatro, cinema e ao ambiente urbano.

Os fotógrafos Eduardo Carneiro e Jefferson Bottega integram o evento do final de semana, no bate-papo “Fotografia: Arte & Ofício” mediado pela jornalista Maysa Bonissoni a partir das 16h30. Carneiro é fotógrafo de moda, arte e publicidade há 20 anos, e Bottega trabalha como repórter fotográfico desde 1996, sendo atualmente editor de imagem do jornal Zero Hora.

A exposição Polly Series, com imagens inéditas produzidas para o Cultura no Pátio por Raul Krebs, segue em cartaz até 10 de agosto no Pátio Ivo Rizzo. As atividades do Cultura no Pátio iniciam às 16h e contam com happy hour com chás da Tea Shop Brasil e espumantes da Vinícola Aurora.

O projeto Cultura no Pátio tem patrocínio das Lojas Pompéia, realização do Ministério da Cultura, curadoria e coordenação geral da Maria Cultura e apoio da Itapema FM, Tea Shop Brasil e Vinícola Aurora. Todas as atividades têm entrada franca. Para mais informações e programação, acesse:culturanopatio.com.br | facebook.com/culturanopatio.

 

FICHA TÉCNICA

Coordenação Geral | Maria Cultura

Direção de Produção | Rita Masini

Curadoria | Camila Farina

Produção | Nicole Agra

Assessoria de Imprensa | Bruna Paulin

Programação Visual | Luisa Hilgemann

Técnico de Som e Luz | Magnus Viola

Vídeos | Guilherme Bellini

DJ | Guilherme Guinalli

16/07 – 16h// BATE PAPO/ Fotografia: Arte & Ofício 

Jefferson Botega e Eduardo Carneiro (mediação: Maysa Bonissoni)

Eduardo Carneiro, 43 anos, é natural de Rio Grande.  Fotógrafo de moda, arte e publicidade, tem em Porto Alegre sua base, onde mantém seu estúdio há 20anos.  Periodicamente trabalha em outros países, onde já fotografou em lugares como Islândia, Espanha, Itália, USA, Uruguai, entre outros.  Seus clientes são, na grande maioria, da indústria de calçados e vestuário.  Barra Shopping Sul, Shopping Iguatemi, Paquetá, Pompéia, Gang, Coca Cola Shoes, Capricho Shoes, Spirito Santo e Helen Rodel são algumas das marcas que integram sua carta de clientes.

Jefferson Bottega começou a trabalhar com fotografia em 1987, aos 14 anos, como assistente de fotografia. Formou-se no Curso Superior de Fotografia pela Universidade de Caxias do Sul em 2002, onde também cursou Artes Plásticas. Desde 1996 atua como repórter fotográfico. Atualmente é Editor de Imagem no jornal Zero Hora. Foi professor na Universidade de Caxias do Sul no período de 2005 a 2010, ministrando as disciplinas de Fotojornalismo e Fotografia de Moda.

Seu trabalho já foi publicado em revistas e jornais como Zero Hora, O Estado de São Paulo, Folha de São Paulo, O Globo, O Tempo, PHOTO francesa, Revista VEJA, Revista ISTO É, Revista Época e Revista Caras. Livros: O melhor do Fotojornalismo Brasileiro, Felipão a Alma do Penta, Imagens.

Recebeu os seguintes prêmios: Vladimir Herzog de Fotografia 2013, Petrobrás de Fotografia 2013, Direitos Humanos de Fotografia 2012 e 1999, Esso de reportagem 2012, Vladimir Herzog de Reportagem 2012, Embratel de Reportagem 2012, Prêmio de Fotografia da Revista PHOTO francesa em 2004, SOS Mata Atlântica 2002, Prêmio RBS de Jornalismo 2007, 2008, 2010 e 2012. Possui registro profissional junto ao Sindicato Dos Jornalistas do Rio Grande do Sul com o número 9015, também é filiado na Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio Grande do Sul (ARFOC-RS) com o número 210.

Mostra com obras de Raul Krebs inaugura no dia 25 de junho no Pátio Ivo Rizzo

RaulKrebs-PollySeries-06-low

Programação integra projeto Cultura no Pátio que conta com patrocínio das Lojas Pompéia e realização do Ministério da Cultura e Maria Cultura

 

No próximo sábado, 25 de junho, a partir das 16h, o Pátio Ivo Rizzo ((Félix da Cunha, 1213) recebe a segunda mostra fotográfica da primeira edição do projeto Cultura no Pátio, que desde março está movimentando a programação cultural no bairro Moinhos de Vento, com uma programação cultural para adultos e crianças apresentada pelo Ministério da Cultura e Lojas Pompéia com curadoria da Maria Cultura.

A programação adulta tem trazido bate-papos com grandes nomes relacionados a moda e também exposições com fotógrafos gaúchos que apresentam olhares sobre o vestir e a cidade, acompanhados de happy hours oferecidos pela Vinícola Aurora e Tea Shop.

Nesta edição, Raul Krebs assina uma série de fotografias que mostram a desconstrução humana em retratos que remetem ao mundo dos sonhos, utilizando a linguagem de editoriais de moda. Intitulada Polly Series, a exposição apresenta oito imagens inéditas que, segundo o artista, tiveram como influências diretas os filmes “Marie Antoinette”, dirigido por Sofia Coppola, e “Who are you, Polly Magoo”, do diretor William Klein, além dos clássicos retratos renascentistas. A modelo Mariana Domingues posou para o artista com make up e figurinos assinados por Diego Marcon e Henrique Bauce.

Krebs atua em diversas áreas da fotografia, em diferentes mercados e pesquisa incansavelmente estéticas e linguagens. À frente do Estúdio Mutante, recebeu prêmios e participou de livros e anuários. Trabalha também com imagem em movimento – é diretor de fotografia em comerciais e clipes, além de codirigir vários trabalhos. Desde o início da carreira procurou desenvolver projetos pessoais, mesclando suportes e utilizando-se da fotografia convencional, digital, pinhole, lomografia e polaroid.

Na abertura da exposição, o fotógrafo participará de bate-papo mediado pela jornalista Maysa Bonissoni a partir das 16h30. Polly Series segue em cartaz até 10 de agosto e toda a programação tem entrada franca. O projeto Cultura no Pátio tem curadoria e coordenação geral da Maria Cultura. Para mais informações e programação, acesse: culturanopatio.com.br | facebook.com/culturanopatio.

 

FICHA TÉCNICA

Coordenação Geral | Maria Cultura

Direção de Produção | Rita Masini

Curadoria | Camila Farina

Produção | Nicole Agra

Assessoria de Imprensa | Bruna Paulin

Programação Visual | Luisa Hilgemann

Técnico de Som e Luz | Magnus Viola

Vídeos | Guilherme Bellini

DJ | Guilherme Guinalli

 

25/06// BATE PAPO COM RAUL KREBS

Mediação Maysa Bonissoni

Raul Krebs atua em diversas áreas da fotografia, em diferentes mercados e pesquisa incansavelmente estéticas e linguagens. À frente do Estúdio Mutante, recebeu prêmios e participou de livros e anuários. Os mais importantes são: Winner – NY Photo Awards 2012 – Advertising Single; Honorable Mention – NY Photo Awards 2010 – Advertising Series; finalista Prêmio Conrado Wessel de Fotografia Publicitária – 2005 e 2006; Fotógrafo do Ano Salão da Propaganda ARP – 1996, 2004, 2013 e 2014; finalista no IX New York Festivals – International Advertising Awards 2001. Suas últimas exposições individuais foram: Misantropia, Canela Foto 2015, TRAUM, Galeria Lunara – 2012; Lindas de Morrer, Canela Foto – 2013; Máscara, Galeria Urban Arts – 2013 e Canela Foto 2014. Krebs trabalha também com imagem em movimento – é diretor de fotografia em comerciais e clipes, além de codirigir vários trabalhos. Desde o início da carreira procurou desenvolver projetos pessoais, mesclando suportes e utilizando-se da fotografia convencional, digital, pinhole, lomografia e polaroid. Em 2011 assumiu a produção executiva do Canela Foto Workshops, festival de fotografia anual na Serra gaúcha. Ex-baterista de punk rock, tem na música uma fonte grande de inspiração. Prefere não ter convicções duras sobre fotografia, arte, moda e modos de pensar. Em outras palavras, é um Mutante.

Eduardo Rocha ministra oficina de fotografia em Santana do Livramento

Oficina Fotográfica, abril de 2015
Santana do Livramento, Hotel Fazenda Cerros Verdes

Curso de fotografia no campo ocorre durante os dias 13, 14 e 15 de maio

 

O fotógrafo Eduardo Rocha chega a Santana do Livramento nos dias 13, 14 e 15 de maio para ministrar seu curso de fotografia, desenvolvido especialmente para os amantes do campo, da natureza e de belas imagens. O evento é organizado e promovido pela Cerro Verdes Pousada e Turismo Rural e a fotógrafa Patrícia Obrakat, e já está em sua VI edição.

A atividade apresenta teoria e prática da fotografia aplicada, em especial para produção de imagens da natureza, passando também por técnicas básicas de fotos em estúdio e edição. “É uma oportunidade para quem tem interesse desenvolver seus conhecimentos e técnicas para aprofundar suas experiências e ferramentas”, revela Rocha. Os alunos poderão conferir parte do trabalho desenvolvido pelo fotógrafo em viagens em locais como Atacama, Patagônia, África do Sul, entre outros.

A Estância Cerros Verdes apresenta a paisagem típica do pampa gaúcho, tornando-se o ambiente ideal para a atividade rodeado por pequenas montanhas, trilhas e cachoeira que proporcionam total integração com a natureza.

Rocha é um dos nomes de destaque na área, referência nos registros da cultura e arte regional, assim como fotografias do campo e com temática rural. Em 2016, celebra dez anos de atividades.

As inscrições custam R$ 700,00, incluindo apostila, certificado e as refeições de sexta a domingo, e devem ser feitas através do emailpatobrakat@gmail.com ou telefone: 55 8115 9785

Saiba Mais

Eduardo Rocha

Nasceu na cidade de Dom Pedrito, interior do Rio Grande do Sul, fronteira com o Uruguai. Filho de pais uruguaios, cresceu cruzando a “linha” imaginária que divide os países. Em 2000 mudou-se para Porto Alegre onde estudou marketing e fotografia. Em 2008 fundou a Eduardo Rocha – Fotografia, especializando-se em registros da cultura e da arte regional. Eduardo já percorreu países como Argentina, Chile, Uruguai, Peru, Canadá, África do Sul e Mongólia, sempre buscando elementos do cotidiano e da cultura local. Sua área de atuação está distribuída em produção de banco de imagens, cobertura fotográfica, fine art, cursos e expedições. facebook.com/eduardorochafotografia | http://eduardorocha.fot.br/site/

Cerros Verdes – www.estanciacerrosverdes.com.br

A Estância Cerros Verdes apresenta a paisagem típica do pampa gaúcho. O ambiente ideal para vivenciar o clima da região da Campanha, com tranquilidade e aconchego. A Estância com quase 200 anos oferece um serviço de hospedagem e turismo rural, em um amplo espaço rodeado por pequenas montanhas, trilhas e cachoeira que proporcionam total integração com a natureza.

PROGRAMAÇÃO:

Sexta-feira, 13 de Maio

20h       – Apresentação da turma e abertura da Oficina;

– Noções básicas da fotografia e aprendendo a conhecer o seu equipamento.

21h30   – Jantar

 

Sábado, 14 de Maio

6h        – Saída opcional. Fotografia com baixas luzes e princípios da composição fotográfica

8h        – Encontro com o grupo e revisão básica

Café da manhã e início das aulas teóricas: Princípios básicos da Fotografia (Abertura do Diafragma, Velocidade do Obturador, ISO, Balanço de Branco, regra dos terços, composição básica), introdução aos programas de gestão de imagens (Ligthroom)

10h       – Intervalo

12h       – Almoço

14h30   – Saída fotográfica

16h       – Intervalo

17h       – Técnicas de ajustes para contra-luz e composição fotográfica

20h30 – Jantar

Opcional: Princípios de fotografia noturna, em aula prática.

 

Domingo, 15 de Maio

6h        – Opcional saída fotográfica

8h        – Café da manhã

8h30     – Adobe Lightroom (catálogo, importação, gestão de imagens, revelação e exportação)

10h       – Intervalo

11h       – Apresentação das imagens produzidas e selecionadas pelos participantes

12h       – Almoço e entrega de certificados.

14h       – Deslocamento até o centro da cidade

Observação: as atividades podem ter seus horários alterados em virtudes climáticas. Qualquer alteração será comunicada e deliberada com o grupo.

 

Investimento:

Oficina fotográfica: R$ 700,00 incluído o serviço de jantar na sexta-feira, café da manhã, almoço e jantar no sábado, café da manhã e almoço no domingo

Hospedagem: R$ 70,00 diária para alunos e R$ 200,00 diária para acompanhante

Pagamento: 50% na inscrição | 50% no check in

Inscrições Patricia Obrakat, patobrakat@gmail.com | 55 8115 9785

Cultura no Pátio promove abertura de exposição de Alex Ramirez no dia 14 de abril

 

ALEX-RAMIREZ_Um-olhar-sobre-o-invisivel_0545

Projeto é patrocinado pelas Lojas Pompéia e tem realização do Ministério da Cultura e Maria Cultura

 

O projeto Cultura no Pátio promove na quinta-feira, dia 14 de abril, a abertura da primeira exposição do Quinta no Pátio, com obras de Alex Ramirez. Um olhar sobre o Invisível traz fotografias de pessoas pelas ruas de Porto Alegre e São Paulo, produzidas especialmente para a inauguração da Galeria do Pátio. “São fotos de pessoas invisíveis aos olhos da sociedade, mas não às minhas lentes”, afirma o artista.

O material integra um ensaio que está sendo produzido há alguns anos por Ramirez. Com foco experimental, as 16 imagens provocam o olhar através de uma camada de dramaticidade sob as imagens dos anônimos. O resultado final apresenta uma obra quase abstrata, como um “olhar cego”, como a cegueira dos transeuntes.  Alex Ramirez é artista visual e fotógrafo de moda e publicidade. Mestre em Design, é professor de fotografia em cursos de graduação e pós-graduação.

Com cinco meses de atividades, o Cultura no Pátio pretende movimentar o bairro Moinhos de Vento com programação que reúne espetáculos teatrais e circenses, exposições e bate-papos com nomes de referência na cultura local, abordando a moda como manifestação cultural e estética relacionada ao teatro, cinema e ao ambiente urbano. Até o mês de julho, o público poderá participar de diversos eventos gratuitos para adultos e crianças, com patrocínio das Lojas Pompéia e realização do Ministério da Cultura e Maria Cultura.

A segunda edição do Quinta no Pátio também conta com happy hour e uma entrevista com o artista, mediada pela jornalista Gabriella Bordasch, a partir das 19h. Para animar o evento, o DJ Guilherme Guinalli comanda as pick-ups. A exposição “Um olhar sobre o Invisível” segue em cartaz no Pátio Ivo Rizzo até 05 de junho, com entrada franca.

O Cultura no Pátio tem curadoria e coordenação geral da Maria Cultura. Todas as atividades têm entrada franca. Para mais informações e programação, acesse: culturanopatio.com.br | facebook.com/culturanopatio.

QUINTA NO PÁTIO – PROGRAMAÇÃO ABRIL

14/04

19h// Opening Galeria do Pátio

Exposição “Um olhar sobre o Invisível” – Alex Ramirez + Entrevista com o fotógrafo (Mediação: Gabriella Bordasch)

Mostra segue em cartaz até 05 de junho

HORÁRIOS

Quinta no Pátio

Abertura: 18h

Bate Papo: 19h

Encerramento: 21h

 

FICHA TÉCNICA

Coordenação Geral | Maria Cultura

Direção de Produção | Rita Masini

Curadoria | Camila Farina

Produção | Nicole Agra

Assessoria de Imprensa | Bruna Paulin

Programação Visual | Luisa Hilgemann

Técnico de Som e Luz | Magnus Viola

Vídeos | Guilherme Bellini

Fotografia | Everton Silveira

DJ | Guilherme Guinalli

 

Patrocínio Lojas Pompéia

Apoio Itapema FM e Tea Shop

Realização Maria Cultura e Ministério da Cultura

culturanopatio.com.br |  facebook.com/culturanopatio/

Ocupação inaugura no dia 30 de outubro na Galeria Mascate

thiele-elissa-1

Mostra apresenta recorte da produção de quatro fotógrafos que integram Grupo de Estudos em Fotografia da galeria

Na próxima sexta-feira, dia 30 de outubro, às 19h, a Galeria Mascate inaugura a mostra intitulada Ocupação, dos fotógrafos José B. Glass, Iara Nunes, Ricardo Neves e Thiéle Elissa, Os artistas integram o Grupo de Estudos em Fotografia da Galeria Mascate, coordenado por Marco A. F. e Tiago Coelho. São trabalhos que exploram as mais diversas possibilidades de linguagem, reforçando a pluralidade e o protagonismo da fotografia enquanto meio expressivo na contemporaneidade.

No andar inferior, Iara Nunes e Ricardo Neves exploram os ambientes impessoais e burocráticos de repartições públicas para fazer, cada um ao seu modo, uma espécie de arqueologia do contemporâneo. Em “O Arquipélago”, Neves investiga um departamento de tecnologia da informação, onde as interfaces virtuais se projetam sobre o espaço físico. Já a série “Id9037a84”, de Iara, questiona a burocracia, apropriando-se de retratos 3×4 copiados de dentro dos processos. Onde se espera conhecer a face do indivíduo, apenas vestígios ilegíveis, acumulados sem sentido prático em todo tipo de requerimento. Um retrato que nada revela, senão o absurdo.

Na galeria superior, Thiéle Elissa e José B. Glass apresentam trabalhos que partem do ato de construção e visitação de memórias. “O avesso do sublime” tem como ponto de partida os slides que Glass tomou da família durante a década de 1970. Debruçando-se sobre o próprio arquivo, o autor cria uma narrativa descontinuada e lacunar, buscando assim aproximar-se do ato de rememoração, uma experiência para além dos limites da lógica de um tempo linear. Thiele, em “Apto 202” procura retratar de forma íntima e afetiva a vida de Diná, sua tia e espécie de segunda mãe. Através dos ambientes e objetos do pequeno apartamento habitado por Diná, cria um pequeno conto sobre a beleza presente na aparente banalidade do cotidiano.

As exposições vão até dia 20 de novembro, com entrada franca. A Galeria Mascate funciona na Rua Laurindo, 332, Bairro Santana, de terça a sábado, das 14h às 18h.

Saiba Mais

Galeria Mascate

Sentindo a carência na cidade de uma galeria que realmente misturasse arte, fotografia contemporânea, design e moda, Tiago Coelho e Régis Duarte inauguraram a Galeria Mascate em setembro de 2011 e já passaram pelo espaço diversas mostras coletivas e individuais, de artistas locais e internacionais. As obras são apresentadas inseridas nos espaços do Barraco Estúdio, deixando de lado a caixa branca usada tradicionalmente em mostras, museus e galerias, para serem percebidas como parte do ambiente, com um clima de “lá em casa”, como se o visitante estivesse em uma sala de estar, não em um espaço de arte.

“Nossa intenção é fazer com que o distanciamento entre arte e público seja eliminado”, afirma Duarte. O nome Mascate remete a comércio, consumo de uma maneira popular e acessível. O espaço também conta com a Loja de Museu, onde é possível adquirir além das obras à venda na galeria, peças de coleções femininas e masculinas de Régis Duarte, publicações, acessórios, entre outros.

SERVIÇO

Ocupação

Inauguração

30 de outubro, 19h

Até 20 de novembro

Entrada Franca

Galeria Mascate – Rua Laurindo, 332 – Bairro Santana – Porto Alegre – RS

De terça a sábado, das 14h às 18h

Barracoestudio.com.br 

Três novas mostras inauguram no dia 11 de setembro na Galeria Mascate

Tiago-Coelho-&-Régis-Duarte_01

Parcialmente Nublado, Retratos de um Cozinheiro e Nuvem integram a programação comemorativa aos quatro anos do espaço

Na próxima sexta-feira, dia 11 de setembro, às 19h, a Galeria Mascate inaugura três novas mostras: Parcialmente Nublado, de Tiago Coelho e Régis Duarte, Retratos de um Cozinheiro, de Junior Schmitz, e Nuvem. de Alexandre Carvalho. O evento marca os quatro anos de inauguração do espaço.

A previsão do tempo é uma tentativa do homem de apropriar-se do ciclo vital. A chuva quase sempre complica a vida na metrópole, é desejo da lavoura seca e uma estraga prazeres na praia. Em Parcialmente Nublado, o céu avisa que vem água e os veranistas de Tramandaí parecem indiferentes como se a tempestade fosse apenas o fundo infinito de um estúdio imaginário. Um vai e vem eclético de corpos urbanos a caminho do mar. O projeto é o mais recente trabalho de Tiago Coelho e Régis Duarte, que assinam o desenvolvimento de imagens (vídeo e fotografia) no Barraco, espaço de criação localizado em Porto Alegre. Juntos coordenam a Galeria Mascate e desenvolvem ensaios que dialogam a fotografia documental com a ficção. Parcialmente Nublado foi finalista no 6º Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografias em Belém do Pará.

A Galeria Mascate completa quatro anos mantendo os mesmos propósitos de sua abertura:  a troca de experiências e processos criando um diálogo entre arte, design, moda e música. Na abertura desta sexta, o cozinheiro Junior Schmitz apresenta Retratos de um Cozinheiro, uma série de colagens realizadas em seu último ano enquanto trabalhou como modelo em Nova York. São retratos roubados em preto e branco que recebem inserções de recortes com formas orgânicas e um certo erotismo. A sala preparada para mostra abrigava um antigo depósito da galeria e agora recebe espaço expositivo nos fundos do prédio.

A monotipia é o conceito básico e parte do processo de criação do artista visual e escritor Alexandre Carvalho na mostra Nuvem. Criando manchas na “tela” a partir de suportes variados, que vão desde vidro, acrílico e papel até metal, pedra, borracha e gelatina, Carvalho mistura tintas – as mesmas são colocadas sobre um suporte e em seguida, sobre a “tela”, ou a tela sobre o suporte. Ao repetir o processo diversas vezes e com variados pigmentos, surgem acidentalmente algumas figuras. A partir daí começa uma nova etapa do trabalho, onde através de suas percepções emocionais, reconhece formas, como nos tempos de infância nas descobertas de figuras nas nuvens do céu. “Cada obra é como um filho que vai para o mundo. Nós artistas não temos controle sobre elas. Assim como não se pode ter controle sobre os filhos. Quando ela abre espaço; ‘desformata-se’ para se ‘reformatar’ individualmente. Assim como os sentimentos que não se deixam imitar”.

A abertura também conta com o lançamento da nova coleção da marca Régis Duarte, Archivo. As exposições vão até dia 16 de outubro, com entrada franca. A Galeria Mascate funciona na Rua Laurindo, 332, Bairro Santana, de terça a sábado, das 14h às 18h.

 

Saiba Mais

Galeria Mascate

Sentindo a carência na cidade de uma galeria que realmente misturasse arte, fotografia contemporânea, design e moda, o fotógrafo Tiago Coelho, o designer Régis Duarte criaram a Galeria Mascate em setembro de 2011.

O nome Mascate ficou sempre associado à imigração árabe no Brasil, resultante do grande contingente de imigrantes proveniente do Líbano e da Síria que se dedicaram a esta atividade.

Em menor número chegaram também ao Brasil imigrantes de outros pontos do antigo Império Otomano, como Turquia, Palestina, Egito, Jordânia e Iraque. A mascateação introduziu inovações que hoje são traços marcantes do comércio popular, como as práticas de alta rotatividade e alta quantidade de mercadorias vendidas, das promoções e das liquidações. Inicialmente os mascates visitavam as cidades do interior e as fazendas de café, levando apenas miudezas e bijuterias. Com o tempo e o aumento do capital, começaram também a oferecer tecidos, roupas prontas e outros artigos.

SERVIÇO

Parcialmente Nublado, Retratos de um Cozinheiro e Nuvem

Inauguração

11 de setembro, 19h

Com lançamento da coleção Archivo de Régis Duarte

Mostras seguem até 16 de outubro

Entrada Franca

Galeria Mascate – Rua Laurindo, 332 – Bairro Santana – Porto Alegre – RS

De terça a sábado, das 14h às 18h

Barracoestudio.com.br

Serena Salvadori ministra workshop “Fotografar o Medo” na Galeria Mascate

Inicia na próxima terça-feira, dia 25 de setembro, o workshop “Fotografar o Medo”, ministrado pela fotógrafa italiana Serena Salvadori. A artista está vivendo em Porto Alegre desde agosto, participando de um projeto de residência artística na Galeria Mascate.

O curso tem duração de 12 horas e os encontros acontecem sempre às terças-feiras, das 19h às 22h, até o dia 16 de outubro. As aulas acontecem na Galeria Mascate (Rua Laurindo, 332).

Informações sobre inscrições e valores:

51 30281919 mascate@barracoestudio.com.br

http://www.barracoestudio.com.br/workshop/

Sobre a artista:

Serena Salvadori nasceu em Roma em 1980. Formada na Universidade de Urbino, na Itália, completou seus estudos na Espanha, com um Master em Fotografia, na EFTI, em Madri. Seu trabalho é marcado por um olhar íntimo sobre a realidade, onde busca criar imagens que transmitam emoções, em uma realidade dos sonhos contra os pesadelos da realidade.  Desde 2002 expõe em espaços na Itália, Espanha, Polônia, Brasil e Alemanha. Além de suas criações, a fotógrafa já trabalhou para publicações como a Rolling Stone Itália, ARTE (Itália) e Super Photo Digital (Espanha), com de diversos trabalhos na área de moda e design.  Desde agosto, é a artista residente na Galeria Mascate, onde segue até fevereiro do próximo ano.

VIDEO BIOGRAFIA / LINK

· INTERVISTA MAD PHOTO / SERENA SALVADORI

· LA PLATAFORMA : CARMEN ES  MI CHICA 

Blog no WordPress.com.

Acima ↑