Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Casa de Cinema de Porto Alegre

“Aos Olhos de Ernesto”, de Ana Luiza Azevedo, tem pré-estreia online no festival Espaço Itaú Play

doiscart

Premiado pela crítica na 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e pelo público no 23º Festival Internacional de Cine de Punta del Este, “Aos Olhos de Ernesto”, terá pré-estreia online no Festival Espaço Itau Play, mais novo projeto dos cinemas Espaço Itaú que destaca uma seleção de 19 filmes inéditos. O longa dirigido e roteirizado por Ana Luiza Azevedo (Antes Que O Mundo Acabe), estará disponível nos dias 20 e 21 de junho, e poderá ser visto durante as 48 horas na página www.itaucinemas.com.br, com ingressos a R$10. O filme também será tema de uma live no instagram do Canal Brasil, neste sábado (20), às 17h, com a participação da diretora e da atriz Gabriela Poester, dando a oportunidade do público assistir e participar do bate papo na mesma data.

No Brasil, o filme tinha estreia marcada para abril, que foi adiada com a pandemia. Com distribuição da Elo Company, ganhará nova data de lançamento após a reabertura dos cinemas. Protagonizado pelo ator uruguaio Jorge Bolani (Whisky), é produzido pela Casa de Cinema de Porto Alegre. Enquanto isso, o filme ganha as telas de cinema no Japão em julho. “Aos Olhos de Ernesto” estreará na sala de arte Cine Switch Ginza, em Toquio, e de acordo com sua distribuidora local, Moviola, poderá ser exibido em 30 salas pelo país ao longo de seis meses.

Na trama, a solidão, a amizade, o amor e as redescobertas na terceira idade permeiam a história de Ernesto (Bolani).  Aos 78 anos, o personagem, ex-fotógrafo uruguaio, se depara com uma crescente cegueira e as limitações diversas que acompanham a avançada idade.  Viúvo e pai de filho único – Ramiro (Julio Andrade), que vive longe -, Ernesto ressignifica sua vida e os padrões da velhice ao conhecer a jovem Bia (Gabriela Poester), que o ajuda a descobrir o amor.  Também no elenco, Jorge d’Elia, como Javier, o vizinho de Ernesto; Glória Demassi, que vive Lucía, o amor uruguaio do protagonista; e as participações de Mirna Spritzer, Áurea Baptista, Janaina Kremer, Celina Alcântara e Marcos Contreras.

 

SINOPSE

Ernesto vem enfrentando as limitações da idade avançada como a solidão e a crescente cegueira, que ele acha que pode disfarçar de todos. Quando ficou viúvo, Ernesto aprendeu que envelhecer é ocupar os silêncios com um disco rodando, com os telefonemas do filho que mora longe, com as idas ao banco para buscar sua escassa aposentadoria, com rápidas visitas do vizinho Javier e a espera de uma nova carta de Lúcia. Mas Bia, uma descuidada cuidadora de cães, atropela a sua vida e coloca em risco seu metódico cotidiano. E Ernesto percebe que envelhecer pode ser rejuvenescer com a intensa companhia de uma menina que não tem nem trinta anos. Que a vida e o amor são possíveis, até para quem tem quase 80 anos.

 

FICHA TÉCNICA

Elenco: Jorge Bolani, Gabriela Poester, Jorge d´Elia, Julio Andrade, Glória Demassi, Áurea Baptista, Marcos Contreras

Direção: Ana Luiza Azevedo

Produção executiva: Nora Goulart

Produção: Casa De Cinema De Porto Alegre

Roteiro: Ana Luiza Azevedo, Jorge Furtado

Colaboração de roteiro: Vicente Moreno, Miguel Da Costa Franco

Direção de fotografia: Glauco Firpo

Direção de arte: Fiapo Barth, William Valduga

Montagem: Giba Assis Brasil

Música original: Leo Henkin

Som direto: Rafael Rodrigues

Desenho de som: Tiago Bello, Marcos Lopes

Mixagem: Tiago Bello

Figurinos: Rosângela Cortinhas

Caracterização: Britney Federline

Primeira assistente de direção: Laura Mansur

Direção de produção: Glauco Urbim

Patrocinador: ANCINE, BRDE, FSA, BNDES

Sobre a diretora

Diretora e roteirista. Formada em Artes Visuais pela UFRGS. Sócia da Produtora da Casa de Cinema de Porto Alegre. Dirigiu e roteirizou diversos longas, curtas, séries de TV, entre eles “Aos Olhos de Ernesto” (2019), “Primavera das Neves” (2017), “Antes Que O Mundo Acabe” – Melhor Longa APCA (2010), “Dona Cristina Perdeu a Memória” – Melhor curta CinePE (2002), “Três Minutos” – seleção oficial Cannes (2000) e Melhor Curta Brasília (1999), “Barbosa” – Melhor Curta Havana (1989), o telefilme e a série “Doce de Mãe” (TV Globo) – Emmy  Melhor Comédia (2015), Grandes Cenas (Canal Curta!, 2016). É uma das coordenadoras do Núcleo de Roteiro Casa de Cinema. Foi programadora do Cine Santander de 2001 a 2011.

Sobre a Casa de Cinema de Porto Alegre

A Casa de Cinema de Porto Alegre foi criada em dezembro de 1987 por um grupo de cineastas gaúchos que já trabalhavam em conjunto desde o início dos anos 1980. A partir de 1991, a Casa de Cinema de Porto Alegre se tornou uma produtora independente, com 6 sócios, permanecendo o espírito cooperativo e a intenção de continuar contribuindo para a difusão dos filmes produzidos pelo grupo original.
Em seus trinta anos de existência, a Casa produziu dezenas de filmes e vídeos, além de programas de televisão (especiais e séries), cursos de roteiro e de introdução à realização cinematográfica, fóruns de debates e programas eleitorais para a TV.
A Casa de Cinema tem como parceiros e clientes: Chanell 4 (Inglaterra), ZDF (Alemanha),HBO (America Latina), Fox Film do Brasil, Columbia Tristar, Sony, Fundação MacArthur, TV Globo, RBS TV, Canal Futura, Canal Brasil, entre outros.
A capacidade dos profissionais associados, atestada pelos prêmios conquistados em festivais, nacionais e internacionais, transformou a Casa de Cinema de Porto Alegre numa referência do cinema brasileiro contemporâneo.
A  composição atual de sócios da Casa é Ana Luiza Azevedo, Giba Assis Brasil, Jorge Furtado e Nora Goulart.

 

Sobre a Elo Company

Empresa especializada em produção e distribuição audiovisual fundada por Ruben Feffer, Flavia Feffer e Sabrina Nudeliman Wagon. No mercado há 15 anos, conta com uma estrutura completa de produção de conteúdo, distribuição de obras audiovisuais em todas as plataformas e vendas para o mercado nacional e internacional.

Na unidade ELO Produções são três lançamentos no ano de 2019 e mais de dez projetos em seu lineup, incluindo co-produções.

Na unidade ELO Distribuições são mais de 100 títulos em seu lineup, entre eles “Vou Nadar Até Você”, primeiro filme protagonizado por Bruna Marquezine, “Emicida” produzido pela RT Features, “Miss Beach Star” dirigido por Cris D’Amatto e protagonizado por Fabiana Karla, “Prisioneiro da Liberdade” de Jefferson De, “Torre das Donzelas” de Susanna Lira (vencedor do prêmio de Melhor Documentário pelo público na Mostra de Internacional de São Paulo), “Aos Olhos de Ernesto” da premiada Ana Luisa Azevedo, “Tito e os Pássaros” de Gustavo Steinberg, pré-indicado ao Oscar de 2019, “O Menino e o Mundo” de Ale Abreu, indicado ao Oscar de melhor animação, “S.O.S: Mulheres Ao Mar 2”, apenas para citar alguns.

A Elo Company tem entre seus principais objetivos criar, produzir e divulgar as narrativas brasileiras em múltiplas telas e países.

A empresa tem como princípios a valorização da diversidade na frente e atrás das telas com projetos inovadores como o Selo ELAS com o intuito de fomentar projetos de longa-metragem com direção feminina.

Impresso

Casa de Cinema de Porto Alegre lança podcast

Dorival1

Primeiro episódio traz histórias e curiosidades sobre o curta-metragem “O Dia em que Dorival Encarou a Guarda”

 

Está no ar o podcast da Casa de Cinema de Porto Alegre, disponível em diversas plataformas. A primeira temporada contará com 30 episódios relacionados a produções que integram a seleção “Fique na Casa”, que disponibilizou gratuitamente em seu canal no Vimeo diversas obras produzidas durante mais de 30 anos da Casa de Cinema, estimulando que as pessoas fiquem em casa durante o período de isolamento social em prevenção à pandemia de COVID-19.

Com roteiro e locução de Bruna Paulin, a série de podcasts trará histórias e curiosidades sobre filmes e séries produzidas nestes 33 anos da produtora. O primeiro episódio apresenta o curta-metragem “O Dia em que Dorival Encarou a Guarda”, de Jorge Furtado e José Pedro Goulart, lançado em 1986, e conta com depoimentos de Giba Assis Brasil e Jorge Furtado.

Os podcasts serão disponibilizados semanalmente nos canais da produtora nas redes sociais. Também a cada semana estará disponível uma playlist no Spotify, relacionada a cada episódio, sejam com músicas do período da obra comentada, seja com canções que integrem trilhas sonoras. Para saber mais, acesse: www.casacinepoa.com.br

Sobre a Casa de Cinema de Porto Alegre

A Casa de Cinema de Porto Alegre foi criada em dezembro de 1987 por um grupo de cineastas gaúchos que já trabalhavam em conjunto desde o início dos anos 80. A partir de 1991, a Casa de Cinema de Porto Alegre se tornou uma produtora independente, com 6 sócios, permanecendo o espírito cooperativo e a intenção de continuar contribuindo para a difusão dos filmes produzidos pelo grupo original.

Em seus trinta anos de existência, a Casa produziu dezenas de filmes e vídeos, além de programas de televisão (especiais e séries), cursos de roteiro e de introdução à realização cinematográfica, fóruns de debates e programas eleitorais para a TV.
A Casa de Cinema tem como parceiros e clientes: Chanell 4 (Inglaterra), ZDF (Alemanha),HBO (America Latina), Fox Film do Brasil, Columbia Tristar, Sony, Fundação MacArthur, TV Globo, RBS TV, Canal Futura, Canal Brasil, entre outros.

A capacidade dos profissionais associados, atestada pelos prêmios conquistados em festivais, nacionais e internacionais, transformou a Casa de Cinema de Porto Alegre numa referência do cinema brasileiro contemporâneo.

A  composição atual de sócios da Casa é Ana Luiza Azevedo, Giba Assis Brasil, Jorge Furtado e Nora Goulart

Casa de Cinema de Porto Alegre promove campanha +testes

+testes

Com apoio de #342 Artes, produtora lançou em suas redes sociais um clipe para arrecadar fundos para a realização de testes no RS, SP e RJ durante a pandemia de COVID-19 com música de Caetano Veloso e narração de Fernanda Montenegro

Assista aqui – https://youtu.be/HTg0i_i4K6U

 

A Casa de Cinema de Porto Alegre, com a apoio de #342 Artes, promove a campanha +testes. A produtora lançou em suas redes sociais um clipe para lembrar da importância de se ficar em casa o máximo possível e também para arrecadar fundos para a realização, por laboratórios de universidades do Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro, de mais testes durante a pandemia de COVID-19.

A música é “Canto do povo de um lugar”, de Caetano Veloso, que gentilmente cedeu para o clipe. Cento e cinquenta pessoas, de todas as idades e profissões, cantaram ou tocaram a música em sua casa ou local de trabalho, em muitas cidades brasileiras, além de Nova York e Barcelona.

A montagem é de Jonatas Rubert, a gravação base da música é de Mauricio Nader, a mixagem de Kiko Ferraz. A locução é de Fernanda Montenegro.

 

As doações são para as seguintes instituições:

No Rio Grande do Sul – Doações para o laboratório de testes de coronavírus do ICBS, Instituto de Ciências Básicas da Saúde da UFRGS – http://www.ufrgs.br/icbs/

No Rio de Janeiro – Doações para o Laboratório de Virologia Molecular do Instituto de Biologia da UFRJ – http://www.fujb.ufrj.br/covid-19-campanha-de-doacoes/

Em São Paulo – Doações para o programa USP Vida, pesquisas de ações diagnósticas para a covid-19, da USP – https://www5.usp.br/uspvida/

 

Sobre a Casa de Cinema de Porto Alegre

A Casa de Cinema de Porto Alegre foi criada em dezembro de 1987 por um grupo de cineastas gaúchos que já trabalhavam em conjunto desde o início dos anos 80. A partir de 1991, a Casa de Cinema de Porto Alegre se tornou uma produtora independente, com 6 sócios, permanecendo o espírito cooperativo e a intenção de continuar contribuindo para a difusão dos filmes produzidos pelo grupo original.

Em seus trinta anos de existência, a Casa produziu dezenas de filmes e vídeos, além de programas de televisão (especiais e séries), cursos de roteiro e de introdução à realização cinematográfica, fóruns de debates e programas eleitorais para a TV.
A Casa de Cinema tem como parceiros e clientes: Chanell 4 (Inglaterra), ZDF (Alemanha),HBO (America Latina), Fox Film do Brasil, Columbia Tristar, Sony, Fundação MacArthur, TV Globo, RBS TV, Canal Futura, Canal Brasil, entre outros.

A capacidade dos profissionais associados, atestada pelos prêmios conquistados em festivais, nacionais e internacionais, transformou a Casa de Cinema de Porto Alegre numa referência do cinema brasileiro contemporâneo.

A  composição atual de sócios da Casa é Ana Luiza Azevedo, Giba Assis Brasil, Jorge Furtado e Nora Goulart.

Casa de Cinema de Porto Alegre disponibiliza 43 títulos gratuitamente por streaming

fernanda2

 

Seleção “Fique na Casa” traz episódios de séries, curtas e longas para estimular o público a ficar em casa durante a quarentena em prevenção ao COVID-19

 

Destaque para as duas temporadas da série “Grandes Cenas”, produzida para o Canal Curta!, que estão disponíveis na íntegra

 

A Casa de Cinema de Porto Alegre disponibilizou 43 títulos para visualização gratuita por streaming, através do canal da produtora no Vimeo, produzidos ao longo de 32 anos de atividades. A ideia é entreter o público que sabe que deve ficar em casa durante a quarentena em prevenção ao COVID-19.

A série Grandes Cenas, produzida para o Canal Curta!, teve as duas temporadas liberadas na íntegra. O projeto, que estreou em 2016, conta com 22 episódios de 17min dirigidos por Ana Luiza Azevedo e Vicente Moreno. A série documental traz a cada episódio, a análise de uma grande cena de filmes brasileiros e latino-americanos. Participam das entrevistas nomes como Fernanda Montenegro, Jorge Furtado, Murilo Salles, Pablo Stoll, Pablo Trapero, entre outros.

A seleção Fique na Casa conta com episódios de séries documentais e de ficção, curtas e longas-metragens, parte deles com legendas (opcionais) em inglês, espanhol e português, incluindo três espetáculos do Grupo Cuidado que Mancha, especialmente destinados às crianças de todas as idades.

Em breve a produtora deverá anunciar a nova data de estreia nos cinemas de Aos Olhos de Ernesto, dirigido por Ana Luiza Azevedo e o lançamento de Verlust, longa-metragem de Esmir Filho. Para mais informações, acesse: http://www.casacinepoa.com.br

 

GRANDES CENAS

GRANDES CENAS
episódio 01: “Pixote, a lei do mais fraco”
(17 min)
https://vimeo.com/401639084

GRANDES CENAS
episódio 02: “Cidade de Deus”
(18 min)
https://vimeo.com/401637545

GRANDES CENAS
episódio 03: “Copacabana me engana”
(18 min)
https://vimeo.com/399292983

GRANDES CENAS
episódio 04: “Clube da lua”
(17 min)
https://vimeo.com/399292690

GRANDES CENAS
episódio 05: “Os cafajestes”
(17 min)
https://vimeo.com/401638848

GRANDES CENAS
episódio 06: “Eles não usam black-tie”
(17 min)
https://vimeo.com/399293287

GRANDES CENAS
episódio 07: “Iracema, uma transa amazônica”
(18 min)
https://vimeo.com/401197453

GRANDES CENAS
episódio 08: “O pântano”
(16 min)
https://vimeo.com/401638663

GRANDES CENAS
episódio 09: “Romance da empregada”
(18 min)
https://vimeo.com/401197872

GRANDES CENAS
episódio 10: “BIcho de sete cabeças”
(16 min)
https://vimeo.com/401637151

GRANDES CENAS
episódio 11: “Terra em transe”
(18 min)
https://vimeo.com/401198085

GRANDES CENAS
episódio 12: “O guardião”
(17 min)
https://vimeo.com/401638430

GRANDES CENAS
episódio 13: “Central do Brasil”
(17 min)
https://vimeo.com/401637353

GRANDES CENAS
episódio 14: “Todas as mulheres do mundo”
(17 min)
https://vimeo.com/401639445

GRANDES CENAS
episódio 15: “Como nascem os anjos”
(18 min)
https://vimeo.com/401637805

GRANDES CENAS
episódio 16: “São Paulo Sociedade ANônima”
(17 min)
https://vimeo.com/401639257

GRANDES CENAS
episódio 17: “A ostra e o vento”
(18 min)
https://vimeo.com/401197665

GRANDES CENAS
episódio 18: “Whisky”
(18 min)
https://vimeo.com/401639616

GRANDES CENAS
episódio 19: “Alma corsária”
(17 min)
https://vimeo.com/401636961

GRANDES CENAS
episódio 20: “Macunaíma”
(17 min)
https://vimeo.com/401638219

GRANDES CENAS
episódio 21: “Abutres”
(18 min)
https://vimeo.com/401636761

GRANDES CENAS
episódio 22: “Eu te amo”
(16 min)
https://vimeo.com/401638009


ATÉ A VISTA

(HD, 18 min, cor, 2011)

dir. Jorge Furtado

legendas: por, ing, esp

https://vimeo.com/243215363

 

FANTASIAS DE UMA DONA DE CASA

Episódio 1, “Inicializando”

(HDV, 15 min, cor, 2008-2009)

dir. Ana Luiza Azevedo

https://vimeo.com/240855811

 

O NATAL DE NATANAEL

espetáculo infantil do Grupo Cuidado que Mancha

(DVD, 32 min, cor, 2006)

dir. Ana Luiza Azevedo

https://vimeo.com/399446493

 

A FAMÍLIA SUJO

espetáculo infantil do Grupo Cuidado que Mancha

(DVD, 31 min, cor, 2006)

dir. Ana Luiza Azevedo

https://vimeo.com/399442987

 

A MULHER GIGANTE

espetáculo infantil do Grupo Cuidado que Mancha

(DVD, 40 min, cor, 2006)

dir. Ana Luiza Azevedo

https://vimeo.com/399438821

 

 

UM DOS TRÊS

episódio 01, “Homem-aranha”

(Beta digital, 8 min, cor, 2005)

dir. Márcio Schoenardie

https://vimeo.com/242294379

 

episódio 05, “Presença”

(Beta digital, 8 min, cor, 2006)

dir. Márcio Schoenardie

https://vimeo.com/242296023

 

episódio 06, “Tyson”

(Beta digital, 8 min, cor, 2006)

dir. Márcio Schoenardie

https://vimeo.com/242292428

 

O RESTO É SILÊNCIO

(Beta digital, 28 min, cor, 2005)

Episódio da série “5 Vezes Erico” da RBS TV

dir. Márcio Schoenardie

https://vimeo.com/239639386

 

MEU TIO MATOU UM CARA

(35 mm, 85 min, cor, 2004)

dir. Jorge Furtado

legendas: por, ing, esp, fra

https://vimeo.com/244319891

 

DONA CRISTINA PERDEU A MEMÓRIA

(35 mm, 13 min, cor, 2002)

dir. Ana Luiza Azevedo

legendas: por, ing, esp, fra

https://vimeo.com/240478265

 

O SANDUÍCHE

(35 mm, 13 min, cor, 2000)

dir. Jorge Furtado

legendas: por, ing, esp, fra

https://vimeo.com/240198939

 

TRÊS MINUTOS

(35 mm, 6 min, cor, 1999)

dir. Ana Luiza Azevedo

legendas: por, ing, esp, fra

https://vimeo.com/240196565

 

TRAMPOLIM

(35 mm, 12 min, cor, 1998)

dir. Fiapo Barth

legendas: por, ing, esp, fra

https://vimeo.com/240164806

 

UM HOMEM SÉRIO

(35 mm, 20 min, cor, 1996)

dir. Dainara Toffoli e Diego de Godoy

legendas: por, ing, esp, fra

https://vimeo.com/240142849

 

A MATADEIRA

(16 mm, 16 min, cor, 1994)

dir. Jorge Furtado

legendas: por, ing, esp, fra

https://vimeo.com/238568218

 

VENTRE LIVRE

(16 mm, 48 min, cor, 1994)

dir. Ana Luiza Azevedo

legendas: por, ing, esp, fra

https://vimeo.com/239530546

 

ESTA NÃO É A SUA VIDA

(35 mm, 16 min, cor, 1991)

dir. Jorge Furtado

legendas: por, ing, esp, fra

https://vimeo.com/238459313

 

ILHA DAS FLORES

(35 mm, 12 min, cor, 1989)

dir. Jorge Furtado

legendas: por, ing, esp, fra, ale, ita, rus

https://vimeo.com/238439307

 

BARBOSA

(35 mm, 13 min, cor, 1988)

dir. Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo

legendas: por, ing, esp, fra

https://vimeo.com/238074665

 

O DIA EM QUE DORIVAL ENCAROU A GUARDA

(35 mm, 14 min, cor, 1986)

dir. Jorge Furtado e José Pedro Goulart

legendas: por, ing, esp, fra

https://vimeo.com/240817481

 

Sobre a Casa de Cinema de Porto Alegre

A Casa de Cinema de Porto Alegre foi criada em dezembro de 1987 por um grupo de cineastas gaúchos que já trabalhavam em conjunto desde o início dos anos 80. A partir de 1991, a Casa de Cinema de Porto Alegre se tornou uma produtora independente, com 6 sócios, permanecendo o espírito cooperativo e a intenção de continuar contribuindo para a difusão dos filmes produzidos pelo grupo original.

Em seus trinta anos de existência, a Casa produziu dezenas de filmes e vídeos, além de programas de televisão (especiais e séries), cursos de roteiro e de introdução à realização cinematográfica, fóruns de debates e programas eleitorais para a TV.
A Casa de Cinema tem como parceiros e clientes: Chanell 4 (Inglaterra), ZDF (Alemanha),HBO (America Latina), Fox Film do Brasil, Columbia Tristar, Sony, Fundação MacArthur, TV Globo, RBS TV, Canal Futura, Canal Brasil, entre outros.

A capacidade dos profissionais associados, atestada pelos prêmios conquistados em festivais, nacionais e internacionais, transformou a Casa de Cinema de Porto Alegre numa referência do cinema brasileiro contemporâneo.

A  composição atual de sócios da Casa é Ana Luiza Azevedo, Giba Assis Brasil, Jorge Furtado e Nora Goulart.

Longa-metragem “Aos Olhos de Ernesto” na imprensa

correiodopovo_19.03.20

 

 

 

zh_17.03.20

 

 

zh_18.03.20

 

 

zh_21.03.20

Estreia de “Aos Olhos de Ernesto” é adiada

AODE_cartaz_p

A produtora Casa de Cinema de Porto Alegre e a distribuidora Elo Company informam o adiamento da estreia do filme “Aos Olhos de Ernesto”, de Ana Luiza Azevedo, que estava marcada para 2 de abril. A decisão foi tomada devido aos acontecimentos mundiais em torno do Coronavirus (COVID – 19). “Aos Olhos de Ernesto” é um filme em defesa da vida. E neste momento em que a orientação é evitar aglomerações e proteger especialmente aqueles que têm mais de 60 anos, a distribuidora e produtora entendem que é uma medida de  responsabilidade e precaução. A nova data de lançamento ainda será definida.

“Aos Olhos de Ernesto” venceu o prêmio da crítica na 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo no ano passado e no 23º Festival Internacional de Cine de Punta del Este, que ocorreu em fevereiro deste ano, foi eleito melhor filme pelo voto popular e arrematou o prêmio de melhor ator (o uruguaio Jorge Bolani). Na trama, o ex-fotógrafo Ernesto (Bolani) tenta se reinventar enfrentando os desafios e limitações da idade avançada.

Longa-metragem Rasga Coração no Caderno de Sábado do Correio do Povo

correiodopovo_11.05.19.jpg

“Rasga Coração” é a próxima produção na programação de sessões acessíveis 2019 na Cinemateca Capitólio Petrobras no sábado, 11 de maio

rasgacoracao_creditofabiorebelo (2)

 Atividade integra a programação especial com 26 atividades com patrocínio master da Petrobras e produção cultural da Fundacine e Prefeitura Municipal de Porto Alegre

 

Porto Alegre, 03 de maio de 2019 – No sábado, 11 de maio, ocorre a segunda das dez sessões acessíveis que integram a programação especial da Cinemateca Capitólio Petrobras com patrocínio master da Petrobras e produção cultural da Fundacine e Prefeitura Municipal de Porto Alegre, através da Coordenação de Cinema e Audiovisual da Secretaria da Cultura. O filme Rasga Coração, dirigido por Jorge Furtado, será exibido com sessão gratuita, às 14h, e contará com a presença do diretor e roteirista para debate após a sessão. A atividade terá interpretação em Libras feita pela Ovni Acessibilidade Universal, parceira cultural do projeto.

Rasga Coração é uma adaptação da peça homônima de Oduvaldo Vianna Filho, com roteiro de Furtado, Ana Luiza Azevedo e Vicente Moreno e conta a história de Manguari Pistolão (Marco Ricca), militante anônimo, que depois de quarenta anos de lutas vê o filho Luca (Chay Suede) acusá-lo de conservador. Sem dinheiro para fechar o mês, sofrendo com as dores de uma artrite crônica, e num crescente conflito com Luca, Manguari passa em revista seu passado, e se vê repetindo as mesmas atitudes de seu pai. Intercalando fragmentos de vários momentos da vida de Manguari, o filme atravessa quarenta anos da vida política brasileira. O longa-metragem é uma coprodução da Casa de Cinema de Porto Alegre, Globo Filmes e Canal Brasil, com distribuição da Sony Pictures. No elenco, além de Ricca e Suede, estão Drica Moraes, Luisa Arraes, George Sauma, João Pedro Zappa, Duda Meneghetti, Kiko Mascarenhas, Fabio Enriquez, Nelson Diniz, Anderson Vieira e Cinândrea Guterres. São 20 atores no elenco e 350 figurantes que compõe a ficha de Rasga Coração.

O texto original segue tão atual e necessário quanto em seu lançamento, em 1974. Última peça escrita por Vianninha, além de censurada, teve sua encenação e publicação proibidas e mesmo assim recebeu primeiro prêmio no concurso do SNT, por unanimidade da banca, sendo liberada pela censura apenas cinco anos depois. No prefácio da peça, escrito em fevereiro de 1972, o autor dedicaria ao “lutador anônimo político, aos campeões de lutas populares; preito de gratidão à ‘velha guarda’: à geração que me antecedeu, que foi a que politizou em profundidade a consciência do país”.

As sessões acessíveis da Programação Especial 2019 da Cinemateca Capitólio Petrobras contam com legendagem descritiva, audiodescrição e libras. Além desta atividade, o projeto engloba oito mostras de cinema, quatro eventos “Noites na Cinemateca”, duas masterclasses e duas exposições relacionadas ao acervo da Cinemateca. A Cinemateca Capitólio Petrobras conta, em 2019, com o Projeto Cinemateca Capitolio Petrobras – Programação Especial 2019, aprovado na Lei Rouanet/ Governo Federal, realizado pela Fundação Cinema do RS – Fundacine e possui patrocínio master da Petrobras.

“O projeto como um todo reforça a vocação da Cinemateca como um espaço de cinefilia e reflexão crítica do cinema clássico e contemporâneo e como um local de referência na preservação do audiovisual garantindo a difusão do seu acervo ao público. Estamos também muito felizes com a realização da programação acessível que vem ampliar a democratização do acesso à Cinemateca garantindo a inclusão de pessoas com deficiências”, afirma Andreia Vigo, Diretora da Cinemateca Capitólio Petrobras.

A bilheteria abre 30 minutos antes da sessão, para distribuição de senhas. A Cinemateca Capitólio Petrobras fica na Rua Demétrio Ribeiro 1085 – Esq. com Borges de Medeiros. Mais informações (51) 3289 7453 | http://www.capitolio.org.br | facebook.com/cinemateca.capitolio

 

Sobre o filme

As gravações ocorreram em Porto Alegre no final de 2017, com captação em 4K, e com uma equipe composta por 150 profissionais, que ficaram envolvidos pelo período médio de dois meses de pré-produção e um mês de filmagem, nas dependências do Tecna-Viamão/PUCRS, onde o cenário do apartamento de 170m2 foi construído em 20 dias, mantendo a reprodução de um edifício de Copacabana, selecionado pelos diretores de arte Fiapo Barth e William Valduga.

Aproveitando o espaço da antiga Capela do local, uma equipe de dez marceneiros, dez pintores de arte (vindos de SP),  três serralheiros e dois escultores trabalhou no apartamento de Manguari Pistolão que foi montado nos mínimos detalhes para manter as características das construções do bairro carioca: detalhes da fachada, réplica de persianas antigas e janelas do mesmo tamanho que o prédio original, com uma vista para um chroma de 20m, que foi trabalhado em efeitos na pós-produção integram a cena. Mais de 30 empresas fornecedoras estiveram envolvidas, entre serralheria, vidraçaria, madeireira, tintas, papel de parede, pisos, demolidora, acabamentos, molduras, entre outros, além dos oito profissionais da própria equipe de arte do filme. As externas foram filmadas em Porto Alegre e no Rio de Janeiro.

No elenco, além de Ricca e Suede, estão Drica Moraes, Luisa Arraes, George Sauma, João Pedro Zappa, Duda Meneghetti, Kiko Mascarenhas, Fabio Enriquez, Nelson Diniz, Anderson Vieira e Cinândrea Guterres. São 20 atores no elenco e 350 figurantes que compõe a ficha de “Rasga Coração”.

Rasga Coração tem roteiro de Jorge Furtado, Ana Luiza Azevedo e Vicente Moreno, Direção de Jorge Furtado, Produção Executiva de Nora Goulart, Direção de Fotografia de Glauco Firpo, Direção de Arte de Fiapo Barth e William Valduga, Direção de Produção de Bel Merel e Glauco Urbim, Figurinos de Rô Cortinhas, Caracterização de Britney, Música Original de Maurício Nader e Montagem de Giba Assis Brasil.

Rasga Coração teve sua première na 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, em outubro de 2018. O filme também foi exibido no Festival do Rio, na mostra Première Brasil e no X Festival Internacional de Cinema da Fronteira, onde recebeu o prêmio de Melhor Filme pelo Júri Popular.

Mais informações: facebook.com/RasgaCoracaoFilme

 

Blog no WordPress.com.

Acima ↑