Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

Canoas

jornaldegravataí_15.08.16
correiodopovo_17.08.16.jpg

jornalnh_15.08.16

Macarenando Dance Concept promove intervenções coreográficas urbanas em cinco cidades do RS

100FORMASLOV1_CREDITOGUIMALGARIZI

100FORMAS.LOV tem patrocínio de O Boticário na Dança e ocorre durante o mês de agosto

 

A partir do dia 13 de agosto, o elenco da Macarenando Dance Concept estará nas cidades de Gravataí, Campo Bom, Novo Hamburgo, Canoas e Porto Alegre promovendo intervenções coreográficas urbanas e oficina gratuitas. O projeto 100FORMAS.LOV tem patrocínio de O Boticário na Dança e pretende espalhar amor e dança pelos locais em que circulará. O objetivo é levar a linguagem transformadora da dança para locais inusitados das cidades e gerar impacto transformador e sensibilizante, tanto aos corpos dançantes, quanto ao público transeunte.

A intervenção coreográfica é uma versão urbana do espetáculo de dança “100 Formas para o Amor” (2014), dirigido por Diego Mac e feito originalmente para palco, que estreou em novembro de 2014, em Porto Alegre. Será realizada pelos bailarinos da Macarenando junto a pessoas das comunidades locais, indicadas por meio de organizações públicas e da sociedade civil envolvidas com atividades culturais, educacionais e assistenciais.

A companhia está convocando o público a participar das performances. Todas as instruções para participar, assim como as coreografias, podem ser encontradas neste vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=mlBdVAtzRJc

Além das intervenções, também é realizada uma oficina de dança gratuita, ministrada pela equipe, para compartilhar os procedimentos de criação que deram origem à intervenção coreográfica. A atividade ocorre no dia 03 de setembro, das 09h às 18h, em Porto Alegre. Informações e inscrições através da fanpage www.facebook.com/100formasparaoamor.

O projeto tem direção de Diego Mac e Gui Malgarizi e conta com a participação de Aline Karpinski, Arthur Bonfanti, Dani Dutra, Daniela Aquino, Denis Gosch, Giulia Vieira, Joana Amaral, Juliana Rutkowski e Nilton Gaffree.

As intervenções iniciam em Gravataí no dia 13 de agosto, passando por Campo Bom, Novo Hamburgo, Canoas, e encerrando em Porto Alegre, no dia 28.

FICHA TÉCNICA

Direção Geral e Coreográfica: Diego Mac

Direção Artística e Coreográfica: Gui Malgarizi

Direção de Produção: Sandra Santos

Elenco Macarenando Dance Concept: Aline Karpinski, Arthur Bonfanti, Dani Dutra, Daniela Aquino, Denis Gosch, Giulia Vieira, Joana Amaral, Juliana Rutkowski e Nilton Gaffree

Trilha-sonora: Diego Mac e Gui Malgarizi

Assessoria de Comunicação: Bruna Paulin – Assessoria de Flor em Flor

Vídeos: Cris Derois / Infinite Filmes

 

Gravataí – 13/ago – Praça da Matriz – 10h30

Campo Bom – 14/ago – Largo Irmãos Vettel – 10h30

Novo Hamburgo – 20/ago – Praça do Imigrante – 10h30

Canoas – 21/ago – Praça da Emancipação – 10h30

Porto Alegre – 28/ago – Praça XV – 10h30

OFICINA: 03/set – 09h às 18h – Porto Alegre – Local a confirmar

 

REALIZAÇÃO

Macarenando Dance Concept

PATROCÍNIO

O Boticário na Dança

FINANCIAMENTO

Pro-cultura RS / Lei de Incentivo à Cultura / Secretaria de Estado da Cultura / Governo do Estado do RS

+ INFO

www.facebook.com/100formasparaoamor
www.macarenando.com.br/100formasparaoamor
www.macarenando.com.br

correiodopovo_05.08.16.jpg

Santander Cultural promove Concurso Cultural Moacyr Scliar – Contos Revisitados para alunos do ensino médio da rede pública estadual

Moacyr-Scliar_créd Lisette-Guerra

Parceria entre as Secretarias Estaduais da Cultura e Educação premiará alunos da rede pública estadual de Porto Alegre, São Leopoldo, Canoas e Gravataí.

 

Porto Alegre, 24 de setembro de 2014 – O Santander Cultural, em parceria com as Secretarias Estaduais da Cultura e Educação lança nesta sexta-feira, dia 26 de setembro, o Concurso Cultural Moacyr Scliar – Contos Revisitados para alunos do ensino médio da rede pública estadual vinculados a 1ª (Porto Alegre), 2ª (São Leopoldo), 27ª (Canoas) e 28ª (Gravataí) Coordenadorias Regionais de Ensino (CRE). O projeto integra as atividades relacionadas à mostra Moacy Scliar – o Centauro do Bom Fim, em cartaz no Santander Cultural até 16 de novembro, com entrada franca.

O concurso propõe que os alunos desenvolvam redações que tenham como tema norteador do texto o primeiro parágrafo de um dos contos publicados por Moacyr Scliar. O tema deve estar articulado com as atividades desenvolvidas em sala de aula, conforme o nível de ensino de cada participante. Cada texto inscrito deve ser impresso em folha tamanho A4 e conter até quatro laudas, em fonte Arial tamanho 11 e espaçamento 1,5 linhas.

Com apoio da Câmara Brasileira do Livro, as inscrições são gratuitas e ocorrem de 26 de setembro a 31 de outubro. Consultas ao regulamento, acessível nos sites www.iel.rs.gov.br; www.cultura.rs.gov.br e www.educacao.rs.gov.br

A premiação será no dia 4 de dezembro. O concurso premiará o melhor texto com notebooks para a escola e o professor e tablet para o aluno. Os segundo e terceiro lugares também ganharão tablets.

Informações: e-mail: scultura@santander.com.br e fones: (51)3288-4785 e/ou (51)3288-4793.

 Mariele Salgado Duran | Relações com a Imprensa Santander

assessoria@marielesalgado.com.br

Bruna Paulin | Assessora de imprensa Prana Filmes

brunapaulin@gmail.com

jornalcidades2_13.12.13

Cidade recebe decoração natalina por meio de projeto que envolve sustentabilidade, conscientização ambiental e inclusão social

20131123-DSC_4254

Concurso Público Nacional de Arte e Design para Decoração de Natal da cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul, selecionou, em primeiro lugar, trabalho da arquiteta Virginia Manfrinato e do diretor de arte O Silva.

Canoas, 3 de dezembro de 2013 – Sustentabilidade pode ser definida como a capacidade do ser humano interagir com o mundo, preservando o meio ambiente para não comprometer os recursos naturais das gerações futuras. Já inclusão social trata-se de um conjunto de meios e ações que combatem a exclusão aos benefícios da vida em sociedade. O projeto vencedor do edital de uma cidade gaúcha uniu os dois conceitos para apresentar um trabalho que vai muito além de iluminar e decorar as ruas da cidade.Natal da Transformação 2013 inaugura hoje e fica em exibição até 6 de janeiro de 2014.

               Cem mulheres, a maioria chefes de família, desempregadas ou em vulnerabilidade social, tiveram a oportunidade de receber qualificação profissional, conquistar renda própria e recuperar a autoestima por meio de um grupo de profissionais vencedores do concurso. Durante três meses, elas participaram de oficinas para produzir mais de sete mil objetos decorativos com material reciclável.

                Virginia Manfrinato, arquiteta e idealizadora da proposta, defende que “a produtividade traz a questão do direito ao acesso à sociedade. A possibilidade deste grupo de mulheres terem exercido uma atividade produtiva e remunerada resulta na vivência de diferentes situações positivas e papéis sociais”. Virgínia ainda salienta que deve existir um lugar viável para a convivência entre pessoas, seja por meio da educação, do trabalho e do lazer, além de destacar que a experiência foi extremamente positiva, tanto para ela quando para todos que se envolveram.

                O Silva, profissional responsável pela concepção artística, comenta que “na minha opinião o projeto destaca a força individual de cada uma dessas mulheres, que superam dificuldades diárias na vida, literalmente sobrevivendo em ambientes muitas vezes hostil. Mais que isso, marca a força da união, pois o trabalho de todas juntas gerou um grande cenário que pode ser apreciado por todos da cidade e das redondezas. Desejo que elas sintam isso quando virem o fruto de 3 meses de oficina e possam se sentir mais fortes para buscar a transformação em suas vidas. Que cada uma sinta que pode, mas que juntas elas podem mais! Transformar o material acabou ficando em segundo plano. Pra mim, individualmente, foi uma grande experiência e também um choque de realidade.”    

                O material utilizado na decoração foi arrecadado em gincanas realizadas em escolas municipais da região. Cerca de 142 mil unidades de material reciclável foram utilizados (90 mil garrafas pet, 25.692 caixas tetra pak (de leite), 16.682 (sacolas plásticas).

Natal da Transformação 2013, uma realização da Prefeitura de Canoas

De 2 de dezembro de 2013 até 6 de janeiro de 2014

Arranjos natalinos podem ser vistos na Praça Emancipação, Praça do Avião, fachada do Paço Municipal e em duas passarelas da BR-116, no Centro | Canoas, RS

Sobre a equipe responsável pelo projeto

                Virginia Manfrinato é formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Brasília em 2004. Desde então criou e gerenciou o escritório Esquadra Arquitetos desenvolvendo inúmeros projetos residenciais, comerciais e principalmente cenográficos, tendo recebido diversos prêmios e produzido exposições e mostras. Atuou como cenógrafa e produtora em projetos institucionais para Ministério do Esporte, Ministério do Turismo, GDF, Banco do Brasil entre outros. Desenvolveu e produziu eventos privados em diversas cidades brasileiras. Desde 2010 realiza em Brasília o curso O Processo Criativo, ministrado pelo escocês Charles Watson e o representa no projeto Dynamic Encounters promovendo viagens por todo o mundo em visitas educativas a museus, galerias e ateliês de grandes nomes da arte contemporânea. Nos últimos anos colaborou na a gerência de projetos culturais de grande porte inclusive com companhias internacionais como Studio Festi (Itália) e Cia Les Passagers (França).www.virginiamanfrinato.com.br

                O Silva (Fabiano da Silva Ribeiro) é formado em Comunicação Social, habilitação em Publicidade e Propaganda, pela Universidade de Brasília em 2004. Em 2007 começou a atuar como ilustrador em projetos editoriais, publicitários e de animação, acumulando experiência no Estúdio Carlo Giovani e nas produtoras Vetor Zero e Animatório. Desde 2012 trabalha como freelancer atendendo Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo, editoras Globo e Abril entre outros. Recentemente vem trabalhando em parceria com a Produtora Me Gusta Filmes, atuando como diretor e coordenador em projetos de animação para GDF e Banco do Brasil. É artista representado pela agência The Drawing Book, sediada em Sydney, Austrália.

                Bruna Neiva é produtora cultural, pesquisadora em arte  e artista visual. Possui mestrado na linha  de Poéticas Contemporâneas do Instituto de Artes pela Universidade de Brasília, onde desenvolve sua pesquisa em arte contemporânea, linguagem e memória. Graduada em Comunicação Social pela Universidade de Brasília, iniciou sua trajetória como produtora cultural e coordenadora de eventos ligados às Artes Visuais ainda na faculdade.  Coordenou a galeria especializada em fotografia A Casa da Luz Vermelha e o núcleo da galeria do Espaço F/508 de Fotografia entre 2009 e 2011. Já atuou na equipe de produção de eventos promovidos pelo CCBB, Ministério da Cultura, GDF, Studio Festi (Itália), Rede de Produtores Culturais de Fotografia do Brasil (RPCFB), entre outros. Desde 2009 trabalha também na organização de exposições de arte coletivas e individuais. Desde 2012 trabalha na produção do workshop O Processo Criativo com Charles Watson com Virginia Manfrinato, produzindo também outros eventos na área de arte-educação, além de ministrar cursos sobre fotografia e arte contemporânea.

                Raquel Oliveira é formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Brasília (2010) com especialização em Projetos de lluminação no Instituto Europeu de Design de Barcelona.  Fez os projetos de iluminação e toda a logística elétrica das Festas da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasilia desde 2008 até a data presente. Elaborou e fez a montagem de projetos de iluminação para exposições de de artistas como Rodrigo Godá, Roberto Magalhães, Carlos Vergara, lole de Freìtas, Galeno, Emanuel Nassar, Luiz Hermano e Alex Flemming, na Referência Galeria de Arte, no SP Arte e em mostras no Centro Cultural da Caixa de Brasília e do Rio de Janeiro. Foi colaboradora e assistente de montagem no centro Cultural do Banco do Brasil de Brasília, nas exposições de Oneness, de Mariko Mori (2011), Améfrica, de Denise Milan(2010) e Casulo, de Darlan Rosa (2008). Fez o desenho de luz e de automação da instalação de natal do artista Galeno, no Shopping CasaPark.  Em 2010,  recebeu a premiação pelo 1o lugar na mostra das escolas brasileiras de cenografia, sendo selecionada para mostra na Quadrienal de Praga, na República Tcheca. Faz parte do programa de Extensão de Ação Contínua, o Laboratório Transdisciplinar de Cenografia, orientado pela Professora Sonia Paiva. Atualmente faz parte do grupo de teatro ATA, dirigido por Hugo Rodas. Desde 2011 trabalha com iluminação de espetáculos de teatro e música, tendo trabalhado em alguns deles com Dalton Camargos e Caco Tomazzoli.

 

Assessoras de imprensa Bruna Paulin e Mariele Salgado

Blog no WordPress.com.

Acima ↑