Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

boa sorte

correiodopovo_13.04.18.jpg

Projeto Boa Sorte promove programação em Porto Alegre nos dias 13 e 14 de abril

Boa Sorte_credito_RonaldoGutyerrez (4)

Com patrocínio do Instituto Caixa Seguradora, projeto conta com apresentação de espetáculo, palestras, bate-papos e testagem rápida para levar informação sobre a vida dos portadores do vírus HIV

Boa sorte: o musical conta em tom forte e autobiográfico a história do ator e youtuber Gabriel Estrela

Em cartaz desde 2015, o projeto Boa Sorte chega a Porto Alegre nos dias 13 e 14 de abril com uma série de atividades no Centro Histórico-Cultural Santa Casa. O projeto tem como objetivo levar informação, cultura e arte para jovens e adultos sobre o universo das pessoas que vivem com HIV. A programação conta com apresentações da peça Boa Sorte: o musical, escrita pelo diretor, ator e youtuber Gabriel Estrela, que conta, em forte tom autobiográfico, como foi receber a notícia, aos 18 anos, que era portador do vírus.

Com um repertório de canções da MPB, Boa sorte: o musical traz o relato autobiográfico do jovem que recebe a notícia de que é portador do vírus da Aids. Em cena, o rapaz repensa seus relacionamentos com amigos, família, namorado e médicos depois do diagnóstico, sempre acompanhado de música ao vivo. “Descobri-me vivendo com HIV muito jovem e se na época eu tivesse a referência de outras pessoas soropositivas vivendo bem e dispostas a conversar abertamente, tudo teria sido menos complicado”, recorda o autor e diretor da peça, Gabriel Estrela, hoje aos 26 anos.

Sob a direção de Estrela, o musical conta com jovem e talentoso elenco formado por Lola Portela, Mariana Sancar, Gabriel Neves, Mauro Silva e Thiago Catellani, além de banda formada por Bianca Paysan (violão), Fernando Bastos (piano e direção musical) e Marília Nóbrega (violoncelo).

Para o diretor do Instituto Caixa Seguradora, Grègoire Saint Gal de Pons, a qualidade artística do espetáculo é um bom caminho para trazer à tona a discussão sobre o comportamento e a saúde sexual dos jovens. “Patrocinar o espetáculo fortalece o Instituto e os nossos programas de juventude, pois discute o HIV e Aids sob a perspectiva da vida. É essa a realidade que tentamos levar aos jovens por meio dos nossos patrocínios, pesquisas e projetos”, afirma Grègoire.

O projeto Boa Sorte está em turnê desde o início de março e já passou por Brasília e São Paulo. Após a temporada em Porto Alegre, o público de Curtiba e Belo Horizonte também poderá participar. Para além das sessões teatrais, o projeto se sustenta na tríade apresentação do espetáculo, bate-papo com o diretor sobre como é viver com HIV nos tempos atuais e o Pavilhão Solidário, espaço que reúne ONGs e instituições com atividades centradas na prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis, com exposições, oficinas e palestras. Em Porto Alegre, estão previstas palestras e debates com Ronaldo Hallal, Bia Pacheco, Leticia Ikeda e Gerson Winkler na sexta e

Carla Almeida, Claudia Penalvo, ONG Nuances e Gerson Winkler no sábado às 13h30 e Testagem Rápida para HIV, um posto de saúde móvel da Secretaria Municipal da Saúde que oferece testagem com acompanhamento de profissionais especializados e capacitados, além de apoio e acolhimento. A atividade ocorre no dia 13 de abril, das 16h às 20h. Toda a programação do Pavilhão Solidário tem entrada franca.

As apresentações do espetáculo ocorrem às 15h e 20h no teatro do Centro Histórico-Cultural Santa Casa, com ingressos entre R$ 15,00 e R$ 30,00 à venda no local, duas horas antes de cada sessão.

Sobre Gabriel Estrela

O ator e diretor de teatro goiano Gabriel Estrela iniciou sua carreira como ator em Brasília, tendo atuado em musicais para o público adulto e infantil. Colaborou com a websérie “Eu só quero amar”, da Rede Globo, sobre casais sorodiferentes, numa mistura de documentário e ficção, para aproximar ainda mais o público jovem do tema. A experiência, de misturar entretenimento com informação, o levou a Nova York para participar de uma Reunião de Alto Nível sobre o fim da epidemia da Aids na Sede da ONU (Organização das Nações Unidas).

Em 2013 Gabriel criou e dirigiu a primeira versão do espetáculo, que foi reencenado em 2015 marcando o início do Projeto Boa Sorte. No mesmo ano, criou o canal de mesmo nome no Youtube, que rendeu dois vídeos com a youtuber Jout Jour Prazer falando sobre preconceito, cotidiano e saúde, rendendo mais de 800 mil visualizações. Em 2017, o canal ganhou o Prêmio YouPix Creators Pitch.

Sobre o diretor musical – Fernando Bastos

Fernando Bastos é professor de canto membro da International Voice Teachers of Mix (IVTOM) e licenciado em Música pela Universidade de Brasília. Estudou canto com as professoras Dani Baggio e Dra. Daniela Stieff, além de ter feito aulas com os professores Dean Kaelin (EUA), Dr. Hubert Noé (Áustria) e Adam Roebuck (EUA). Natural de Brasília, lá fez a preparação vocal e direção musical de diversos projetos. Ministra aulas particulares de canto desde 2012, com foco na preparação de atores para teatro musical. Atualmente é professor de Técnica Vocal na 4ACT Performing Arts em São Paulo.

Link para fotos: https://goo.gl/KGnX4n

Vídeos: O que é o projeto e quem é Gabriel Estrela

Gabriel Estrela e Jou Jout: uma aula sobre HIV/Aids

 

Ficha técnica

Texto e direção: Gabriel Estrela
Direção musical: Fernando Bastos
Iluminação: Ramon Lima
Cenografia e Figurinos: Breno Abreu
Com Lola Portela, Mariana Sancar, Gabriel Neves, Mauro Silva e Thiago Catellani
Banda: Bianca Paysan, Fernando Bastos e Marília Nóbrega
Fotos: Ronaldo Gutierrez
Arranjo ”Vivo”: Maria Barrilari
Programação Visual: Denise Bacelar
Operador de luz: Alexandre Zullu
Operador de som: Kleber Marques
Assessoria Jurídica: Olivieri Associados
Coordenação financeira: Cleonice Chaves
Produção de figurinos: 7 Company Studio
Produção executiva: Mcd Produções
Direção de Produção: Fernanda Signorini
Realização: Signorinimkt Produções Culturais Ltda
Idealização: Fernanda Signorini e Gabriel Estrela
Patrocínio: Instituto Caixa Seguradora
Produção Local: Primeira Fila Produções

Assessoria de Imprensa Local: Bruna Paulin – Assessoria de Flor em Flor

Duração da peça: 55 minutos

Bate-papo com Gabriel Estrela e convidados: 40 minutos

Classificação indicativa: Livre

 

Projeto Boa Sorte em Porto Alegre

Centro Histórico-Cultural Santa Casa – Av. Independência, 75

13 e 14 de abril

 

Palestras e debates: sexta e sábado às 13h30, na Sala Anexa – entrada franca

DIAS:

13 DE ABRIL – SEXTA – A descoberta da sorologia e como viver com HIV/AIDS – 13h30 às 15h

RONALDO HALLAL – Consultor do programa municipal, estadual e nacional de DST AIDS. Hoje faz parte do serviço de infectologia da Santa Casa, atende no ambulatório de DST/AIDS em Viamão e é mestrando em ciências médicas na UFRGS.

BIA PACHECO – Ativista independente, atuando com foco nas áreas de prevenção às infecções sexualmente transmissíveis, sexualidade em geral e cidadania positiva para o HIV.

LETICIA IKEDA – Professora da Unisinos e Médica Referência no tratamento e acompanhamento de pessoas com HIV/AIDS no Estado do Rio Grande do Sul.

GERSON WINKlER – Foi Assessor da Coordenação Geral de Politicas Publicas da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre, Prefeitura Municipal de Porto Alegre até novembro de 2016. Coordenou a Área Técnicas da SMS e em especial a de IST AIDS e Hepatites Virais da SMS entre os anos de 2011 a maio de 2016. Membro fundador do Comitê de Mortalidade por AIDS de Porto Alegre entre 2011 e 2016. Atuou em organizações da sociedade civil na área de Direitos Humanos, sobretudo diretos de pessoas vivendo com HIV e Aids. Fundou e presidiu o Grupo de Apoio à Prevenção da Aids do Rio Grande do Sul (1989-1993).

 

14 DE ABRIL – SÁBADO – Como se organizam as entidades que lutam contra HIV/AIDS – 13h30 às 15h

CARLA ALMEIDA – Presidente do GAPA – ONG com 28 anos é uma das entidades pioneiras na luta contra o HIV/Aids, o Grupo de Apoio à Prevenção da Aids do Rio Grande do Sul (GAPA/RS)

SOMOS – Claudia Penalvo –  Pedagoga pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos  e mestra em EDUCAÇÂO (PPGEdu) pela Universidade Federal do Rio Grande. Tem experiência na área de Educação com ênfase em sexualidades, juventudes, educação em saúde, LGBT e prevenção de HIV/aids. O SOMOS – Comunicação, Saúde e Sexualidade é um grupo situado em Porto Alegre (RS) que realiza ações transdisciplinares, tendo como base os direitos humanos, com ênfase em direitos sexuais e direitos reprodutivos, a partir da articulação das áreas de educação, saúde, comunicação e arte. A sua missão é trabalhar por uma sociedade plural e democrática por meio da afirmação de direitos. A trajetória do SOMOS iniciou-se em 10 de dezembro de 2001, quando ele foi fundado por militantes advindos/as das áreas de luta contra a aids e do movimento LGBT. A proposta era desenvolver ações sociais com abordagens inovadoras direcionadas à comunicação e à saúde.

NUANCES – O Nuances é uma ONG de livre expressão sexual que realiza, desde 1991, diversas atividades culturais e manifestações, além de auxiliar na promoção e prevenção de saúde da comunidade LGBT.

GERSON WINKlER – Foi Assessor da Coordenação Geral de Politicas Publicas da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre, Prefeitura Municipal de Porto Alegre até novembro de 2016. Coordenou a Área Técnicas da SMS e em especial a de IST AIDS e Hepatites Virais da SMS entre os anos de 2011 a maio de 2016. Membro fundador do Comitê de Mortalidade por AIDS de Porto Alegre entre 2011 e 2016. Atuou em organizações da sociedade civil na área de Direitos Humanos, sobretudo diretos de pessoas vivendo com HIV e Aids. Fundou e presidiu o Grupo de Apoio à Prevenção da Aids do Rio Grande do Sul (1989-1993).

Apresentações do espetáculo: sexta e sábado às 15h e 20h, no teatro

Ingressos:

R$ 30,00 – à venda na bilheteria do teatro duas horas antes do espetáculo

50% de desconto para:
Estudantes (Com Carteira de Identificação Estudantil)
Pessoas com deficiência, inclusive seu acompanhante quando necessário.
Idosos e Terceira Idade (Cartão de Aposentado ou RG para maiores de 60 anos)
Jovens com idade de 15 a 29 anos de baixa renda inscritos no Cadastro Único Para Programas Sociais do Governo Federal (Mediante a apresentação da Identidade Jovem, acompanhada de documento de identificação com foto expedido por órgão público e válido em todo o território nacional)

Jorge Furtado na imprensa

folhadesp_13.09.15

osul_13.09.15

estadão_13.09.15

oglobo_13.09.15

Jorge Furtado no jornal O Globo de hoje

oglobo2_03.09.15

oglobo_03.09.15

Longa-metragem “Boa Sorte” na imprensa

folhadesp_07.12.14oglobo_03.12.14estadao_28.11.14folhadesp_28.11.14oglobo_28.11.14correiodopovo_27.11.14 folhadesp2_27.11.14 folhadesp_27.11.14 jc_27.11.14 metro2_27.11.14 metro_27.11.14 oglobo2_27.11.14 oglobo_27.11.14 osul_27.11.14 zh_27.11.14

Longa-metragem Boa Sorte na imprensa

oglobo_20.11.14 osul_20.11.14 jc_20.11.14

zerohora_29.07.14

Blog no WordPress.com.

Acima ↑