Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Tag

AFPOA

Festival Varilux de Cinema Francês 2019 ocorre de 06 a 19 de junho

FVCF2019_post_visual_quadrado_v1_saida

Evento que celebra a cinematografia francesa tem sessões em mais de 70 cidades brasileiras

 

O Festival Varilux de Cinema Francês comemora sua décima edição em 2019, com atividades de 06 a 19 de junho, exibindo por todo Brasil 16 longas-metragens da nova safra da cinematografia francesa e um clássico. No Rio Grande do Sul, a mostra chega às cidades de Porto Alegre, São Leopoldo, Pelotas, Rio Grande, Santa Maria e Caxias do Sul.

Este ano o evento ultrapassa a marca de um milhão de espectadores e chegará a mais de 70 cidades. O Festival Varilux de 2010 foi realizado em nove cidades, exibido em 11 salas de cinema e visto por cerca de 25 mil pessoas. Nove anos depois, em 2018, atingiu quase todo o Brasil, tendo passado por 88 municípios, 118 salas e consumido por um público de 172 mil pessoas de todas as idades. Os longas-metragens programados se destinam tanto a adultos quanto jovens e crianças.  

Na seleção de 2019 destacam-se as seguintes produções: Graças a Deus (Grâce à Dieu), último filme de François Ozon. Vencedor do Urso de Prata no Festival de Berlim esse ano – prêmio do júri -, tem como base uma história real que conduziu à condenação do cardeal francês Philippe Barbarin por seu silêncio sobre os abusos sexuais cometidos contra menores de idade por um padre de sua diocese. O filme estreou na França em fevereiro de 2019, apenas alguns dias antes do julgamento do Cardeal e suscitou muitos debates. A animação Astérix e o Segredo da Poção Mágica (Asterix – Le Secret de la Potion Magique), de Alexandre Astier e Louis Clichy, verdadeiro fenômeno, que vendeu cerca de quatro milhões de ingressos na França. O ambicioso e espetacular filme histórico A Revolução em Paris (Un Peuple et son Roi) de Pierre Schoeller, que retrata a gênesis da Revolução Francesa. Essa produção, que foi construída a partir de uma pesquisa de quase seis anos e custou 17 milhões de euros, reúne um elenco excepcional formado por nomes como Louis Garrel, Adèle Haenel, Izïa Higelin, Gaspard Ulliel, Laurent Lafitte, Olivier Gourmet e Denis Lavant, entre outros.

O clássico desta edição é Cyrano de Bergerac, de Jean-Paul Rappeneau, inspirado na famosa peça de Edmond Rostand. A versão apresentada tem Gérard Depardieu como protagonista e completa 30 anos de lançamento. O filme, de 1990, já foi visto por cerca de 4, 8 milhões de espectadores na França e por 1,700 milhão no estrangeiro.

Na capital gaúcha, os cinemas que receberão o evento são o Espaço Itaú de Cinema (Túlio de Rose, 80), o Guion Center (Gen. Lima e Silva, 776), o Cinemark Barra Shopping Sul (Diário de Notícias, 300) e a Sala Redenção (Eng. Luiz Englert, s/n, Campus Central da UFRGS).

Lançamento em Porto Alegre

Em Porto Alegre, o lançamento exclusivo do Festival ocorre no dia 4 de junho, às 19h, no Espaço Itaú de Cinema do Bourbon Country, oferecendo aos convidados o melhor do cinema, música e da gastronomia francesa. Antes da projeção de Cyrano Mon Amour (Edmond), longa de Alexis Michalik, um coquetel será oferecido pela Fouet Gastronomia, com cardápio assinado pelo chef Lucio Rocha. No menu, sabores inspirados pelo filme e a gastronomia francesa: Vol au vent de frango defumado, tartelete de queijo de cabra, miniquiche caprese, grissinis de parmesão, patê de foie e pâte à choux de crème pâtissière. Tudo isso harmonizado com espumantes da Salton. Para animar o evento, o DJ francês Clément Desnoux fará um set para recepcionar os convidados.

Com Thomas Solivérès, Olivier Gourmet, Mathilde Seigner, Cyrano Mon Amour é uma comédia dramática ambientada na Paris de 1897. Edmond Rostand ainda não completou 30 anos, mas já tem dois filhos e muitas angústias. Desesperado por trabalho e há dois anos sem conseguir escrever, ele propõe ao renomado ator Constant Coquelin uma nova peça, uma comédia heroica, em verso. Assim começa a escrever essa peça na qual ninguém acredita, mas por enquanto, ele só tem o título: Cyrano de Bergerac. Em seu filme de estreia, Michalik faz um grande afresco romântico, homenageando os atores, o amor e a alegria de viver.

O Festival Varilux de Cinema Francês é realizado pela produtora Bonfilm e tem como patrocinador principal a Essilor/Varilux, além do Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura; a Secretaria de Estado de Cultura, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro; a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Outros parceiros importantes são as unidades das Alianças Francesas em todo Brasil, a Embaixada da França no Brasil, as distribuidoras dos filmes e os exibidores de cinema independente/de arte e as grandes redes de cinema comercial. Em Porto Alegre, a mostra recebe o apoio da Aliança Francesa, da Fouet Gastronomia e Salton.

Sinopses, grades e trailers no site http://variluxcinefrances.com/

Inscrições para o 3º Prêmio AF de Arte Contemporânea encerram nesta sexta-feira, 31 de maio

Post FB IG

Premiação oferece dois meses de residência artística no Centre Intermondes, na França

 

Encerram nesta sexta-feira, 31 de maio, as inscrições para o Prêmio Aliança Francesa de Arte Contemporânea 2019. Em sua terceira edição, a premiação busca estimular a produção das artes visuais contemporâneas no Rio Grande do Sul, com a missão de dar apoio e incentivo para artistas em início de carreira. O evento é uma realização da Aliança Francesa Porto Alegre e Ministério da Cidadania através da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Timac Agro e apoio do Centre Intermondes e da Prefeitura Municipal de Porto Alegre.

Para se inscrever, é preciso morar no Rio Grande do Sul. Cada participante pode concorrer com até três obras. Podem participar da seleção as seguintes artes visuais contemporâneas: pintura, gravura, desenho, serigrafia, fotografia, escultura, grafite, vídeo arte, arte performática, vídeo, transmídia e instalação. Os interessados devem fazer sua inscrição no site da Aliança Francesa de Porto Alegre (www.afpoa.com.br), onde podem encontrar o regulamento completo e a ficha de inscrição.

O melhor trabalho será premiado com uma residência artística de dois meses no Centre Intermondes, em La Rochelle, na França, com passagem e alojamento incluídos, um prêmio em dinheiro no valor de R$ 8.000,00 como incentivo à produção do artista, ajuda de custo para o período da estadia em La Rochelle de R$ 3.000,00, além de uma  bolsa de estudos na Aliança Francesa Porto Alegre. A residência está programada para os meses de agosto e setembro de 2019.

O segundo e o terceiro lugar também serão premiados com bolsas de estudo na Aliança Francesa de Porto Alegre. Em 2018, os vencedores foram David Ceccon (1º lugar), Marcelo Armani (2º lugar) e Manoela Cavalinho (3ª colocação).

Ao todo, dez trabalhos serão selecionados. A lista de artistas participantes e os três primeiros lugares será divulgada em 19 de junho. As obras serão expostas em uma Mostra Coletiva, programada para 23 de julho no Porão do Paço Municipal da Prefeitura de Porto Alegre.  A exposição seguirá em cartaz com entrada franca até 04 de outubro.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑