Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

Categoria

Livros

Sarau da Clara Corleone em Zero Hora de hoje

zh_09.07.19.jpg

Sarau da Clara Corleone recebe Nanni Rios e Vitor Necchi na quinta-feira, 04 de julho

clara_credito_carolina disegna

 

O tema da edição será “Sexo & Sacanagem” e ocorrerá no Von Teese

 

Na quinta-feira, 4 de julho, às 20h30, o Von Teese recebe mais um Sarau da Clara Corleone. O evento literário traz a cada edição um tema que pauta os textos lidos por Clara e as personalidades que participam. O de julho será “Sexo & Sacanagem”.

Dividem o sofá do Von Teese com a anfitriã a jornalista, produtora cultura e livreira Nanni Rios e o escritor, jornalista e professor Vitor Necchi.

O evento da escritora e atriz já recebeu as escritoras Martha Medeiros e Claudia Tajes, as políticas Manuela D’Ávila e Fernanda Melchionna, os jornalistas Katia Suman, Carol Anchieta, Roger Lerina e Paulo Germano, as atrizes Mirna Spritzer, Maria Galant e Catharina Conte, os diretores de teatro Patrícia Fagundes, Júlio Conte e Patsy Cecato, o músico Carlinhos Carneiro e o ator Bruno Bazzo, entre outros.

O “Sarau da Clara Corleone – Sexo & Sacanagem” inicia às 20h30 com couvert de R$ 10,00 (em dinheiro) ou R$ 15,00 (em cartão). O Von Teese fica na Rua Bento Figueiredo 32.

Clara Corleone é formada em Arte Dramática e divide o seu tempo como produtora no estúdio Otto Desenhos Animados e hostess do Bar Ocidente às sextas. Comanda o sarau no Von Teese desde 2017 e está prestes a lançar seu primeiro livro na Editora Zouk, pelo selo Casa da Mãe Joanna.

Nanni Rios é jornalista, produtora cultural e livreira. Trabalha na Livraria Baleia, onde mantém um acervo dedicado a obras de autoria feminista e às temáticas de gênero, sexualidade e direitos humanos. Produz mensalmente a festa Tieta de música brasileira no bar Ocidente e há muito tempo não se interessa pelo que os homens pensam ou têm a dizer.

Vitor Necchi é escritor, professor, jornalista (UFRGS), mestre em Comunicação Social (PUCRS) e doutorando em Letras (UFRGS). Publicou o livro Não existe mais dia seguinte (Taverna, 2018). Integra o corpo docente da especialização em Escrita Criativa da Universidade Feevale. Lecionou na PUCRS, onde coordenou o curso de Jornalismo, e na Unisinos, onde coordenou o curso de Realização Audiovisual. Trabalhou no jornal Zero Hora e na revista do Instituto Humanitas Unisinos (IHU). Foi editor da revista NORTE – Livros, artes e ideias.

 

Sarau da Clara Corleone

“Sexo & Sacanagem” com Nanni Rios e Vitor Necchi

4 de julho, quinta-feira, às 20h30

Couvert a R$ 10,00 em dinheiro// R$ 15,00 em cartão

Von Teese – Rua Bento Figueiredo 32

Sarau da Clara Corleone comemora dois anos com a presença de Fernanda Melchionna e Joanna Burigo

clara corleone_credito_Carolina Disegna

O tema da edição de aniversário será “Palavra de mulher” e ocorrerá no Von Teese na quinta, 14 de março

 

Porto Alegre, 11  de março de 2019 – Na quinta-feira, 14 de março, às 21h, o Von Teese recebe mais um Sarau da Clara Corleone. O evento literário traz a cada edição um tema que pauta os textos lidos por Clara e as personalidades que participam. O de março, edição de dois anos de lançamento do evento, será “Palavra de mulher”.

Dividem o sofá do Von Teese com a anfitriã a deputada federal Fernanda Melchionna e a publicitária e escritora Joanna Burigo.

O evento da escritora e atriz já recebeu as escritoras Martha Medeiros e Claudia Tajes, a política Manuela D’Ávila, os jornalistas Katia Suman, Carol Anchieta, Vitor Necchi, Roger Lerina e Paulo Germano, as atrizes Maria Galant e Catharina Conte, os diretores de teatro Júlio Conte e Patsy Cecato, o músico Carlinhos Carneiro e o ator Bruno Bazzo, entre outros. O “Sarau da Clara Corleone – Palavra de mulher” tem couvert de R$ 10,00 (em dinheiro) ou R$ 15,00 (em cartão). O Von Teese fica na Rua Bento Figueiredo 32.

 

Sarau da Clara Corleone – Edição de aniversário

“Palavra de mulher” com Fernanda Melchionna e Joanna Burigo

14 de março, quinta-feira, às 21h

Couvert a R$ 10,00 em dinheiro// R$ 15,00 em cartão

Von Teese – Rua Bento Figueiredo, 32

Clara Corleone é formada em Arte Dramática e divide o seu tempo como produtora no estúdio Otto Desenhos Animados e hostess do Bar Ocidente às sextas. Escreve diariamente em sua página e teve textos publicados na Zero Hora digital, Sul 21 e no site Lugar de Mulher.

Fernanda Melchionna é Deputada Federal pelo PSOL do Rio Grande do Sul. Elegeu-se com 114.302 votos e foi a mulher mais bem votada do Estado. Natural de Alegrete (RS), também formou-se em biblioteconomia pela UFRGS e é bancária licenciada do Banrisul. Como prioridades do seu primeiro mandato no Congresso Nacional, estão a luta para revogar a Reforma Trabalhista e barrar a Reforma da Previdência e o combate aos privilégios dos políticos a iniciar pelo fim do auxílio-moradia para parlamentares que possuem residência própria. Como vereadora de Porto Alegre por três mandatos, foi uma das referências na luta pelo transporte público de qualidade, em defesa da moradia digna, pelos direitos das mulheres e no estímulo à leitura e educação de qualidade. Em Porto Alegre, Fernanda ajudou a impedir o aumento de 75% dos vereadores da capital em 2011 e doou para instituições de caridade o aumento dos salários de vereadora de 2016 e 2017. É uma das autoras da ação na Justiça que baixou as passagens de ônibus em 2013 e 2016.

Joanna Burigo é fundadora da Casa da Mãe Joanna, coordenadora pedagógica da Emancipa Mulher, mestre em Gênero Mídia e Cultura e escreve regularmente para Carta Capital. Também co-organizou dois livros, o Tem saída? Ensaios Críticos sobre o Brasil, e o Novas Contistas da Literatura Brasileira, lançados pela Editora Zouk.

 

Sarau da Clara Corleone na revista Donna em Zero Hora

zh_26.01.19.jpg

Sarau da Clara Corleone recebe Claudia Tajes e Martha Medeiros na quinta, 31 de janeiro

claracorleone_creditocarolinadisegna

O tema da edição de janeiro é “Alegria, alegria!” e ocorre no Von Teese

 

Na quinta-feira, 31 de janeiro, às 20h30, o Von Teese recebe mais um Sarau da Clara Corleone. O evento literário, que ocorre mensalmente, traz a cada edição um tema que pauta os textos lidos por Clara e as personalidades que participam. O de janeiro será “Alegria, alegria!”.  Dividem o sofá do Von Teese com a anfitriã as escritoras Claudia Tajes e Martha Medeiros.

O evento da escritora e atriz existe há mais de um ano e meio e já recebeu a política Manuela D’Ávila, os jornalistas Katia Suman, Carol Anchieta, Vitor Necchi, Roger Lerina e Paulo Germano, a escritora Cinthya Verri, as atrizes Maria Galant e Catharina Conte, os diretores Júlio Conte e Patsy Cecato, o músico Carlinhos Carneiro e o ator Bruno Bazzo, entre outros. O “Sarau da Clara Corleone – Alegria, alegria!” inicia às 20h30 com couvert de R$ 10,00 (em dinheiro) ou R$ 15,00 (em cartão).

O Von Teese fica na Rua Bento Figueiredo 32.

Clara Corleone é formada em Arte Dramática e divide o seu tempo como produtora no estúdio Otto Desenhos Animados e hostess do Bar Ocidente aos finais de semana. Escreve diariamente em sua página e teve textos publicados na Zero Hora digital, Sul 21 e no site Lugar de Mulher.

Claudia Tajes é escritora, roteirista e colunista de Zero Hora. Atualmente mora no Rio de Janeiro e trabalha na TV Globo.

Martha Medeiros é colunista dos jornais O Globo e Zero Hora e autora de 26 livros, entre eles “Divã”, “Feliz por Nada”, “Doidas e Santas” e o recente “Quem diria que viver ia dar nisso”. Tem textos adaptados para teatro e cinema, parcerias musicais com Frejat, Nenhum de Nós e Jota Quest, e um canal no YouTube chamado M de Martha.

 

Sarau da Clara Corleone – Edição de janeiro

“Alegria, alegria!” com Claudia Tajes e Martha Medeiros

31 de janeiro, quinta-feira, às 20h30

Couvert a R$ 10,00 em dinheiro// R$ 15,00 em cartão

Von Teese – Rua Bento Figueiredo, 32

Biografia Planet Hemp: Mantenha o respeito na mídia

agazeta_19.12.18folhadeniterói_15.12.18

Sarau da Clara Corleone na contracapa em Zero Hora de hoje

zh_13.12.18.jpg

Sarau da Clara Corleone recebe Roger Lerina e Eduardo Seidl na quinta, 13 de dezembro

Sarau da Clara_credito Eduardo Seidl (4)

Última edição do ano ocorre no Von Teese

 

Porto Alegre, 10 de dezembro de 2018 – Na quinta-feira, 13 de dezembro, às 20h30, o Von Teese recebe mais um Sarau da Clara Corleone. O evento literário, que ocorre mensalmente, traz a cada edição um tema que pauta os textos lidos por Clara e as personalidades que participam. O de dezembro é “Imagens”.

Dividem o sofá do Von Teese com a anfitriã Roger Lerina e Eduardo Seidl. Lerina é jornalista, crítico de cinema e repórter. Seidl é fotógrafo e professor.

O evento da escritora e atriz existe há mais de um ano e meio e já recebeu a política Manuela D’Ávila, os jornalistas Katia Suman, Carol Anchieta, Vitor Necchi e Paulo Germano, a escritora Cinthya Verri, as atrizes Maria Galant e Catharina Conte, os diretores Júlio Conte e Patsy Cecato, o músico Carlinhos Carneiro e o ator Bruno Bazzo, entre outros. O “Sarau da Clara Corleone – Imagens” inicia às 20h30 com couvert de R$ 10,00 (pagamento somente em dinheiro). O Von Teese fica na Rua Bento Figueiredo 32.

Sarau da Clara Corleone – Edição de dezembro

“Imagens” com Roger Lerina e Eduardo Seidl

13 de dezembro, quinta-feira, às 20h30

Couvert a R$ 10,00 – pagamento somente em dinheiro

Von Teese – Rua Bento Figueiredo 32

Clara Corleone é formada em Arte Dramática e divide o seu tempo como produtora no estúdio Otto Desenhos Animados e hostess do Bar Ocidente aos finais de semana. Escreve diariamente em sua página e teve textos publicados na Zero Hora digital, Sul 21 e no site Lugar de Mulher.

Eduardo Seidl é fotógrafo. Graduado em Jornalismo e mestre em Práticas e Linguagens Jornalísticas pela Unisinos. Hoje é professor de Fotojornalismo na Famecos-PUCRS. Desde o primeiro estágio em fotojornalismo, procurou a rua como ambiente. Observar as fraturas do tempo, a luz e os acontecimentos. Caminhar à deriva e pelo prazer do trajeto. Conhecer dramas e seus personagens. O maior prazer é mochilar em busca de histórias. Já percorreu 10 dos 20 países da América Latina (mais Guiana, Suriname e Malvinas) que pretende fotografar antes de atravessar algum oceano. É pai do Sebastião e do Matias.

Roger Lerina é jornalista cultural, integrante da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) e da Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul (ACCIRS). Atua como repórter e crítico de cinema no Canal Brasil. É colaborador do site Coletiva.Net, onde publica uma coluna de opinião semanalmente, às quartas-feiras. Atua também como roteirista, curador de festivais, mestre de cerimônias em eventos e DJ nas (pouquíssimas) horas vagas. Considerado um dos principais jornalistas culturais do Brasil, por quase 20 anos Roger foi editor da coluna Contracapa, no Segundo Caderno do jornal Zero Hora, onde trabalhou também como repórter e crítico de música, cinema, artes visuais e teatro. A Contracapa foi, durante esse período, o mais importante espaço de visibilidade para artistas e produtores culturais de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul, além de publicar informações sobre os principais acontecimentos da arte, cultura, moda e entretenimento no Brasil e no mundo.

 

Editora Belas Letras lança biografia da banda Planet Hemp, de Pedro de Luna

9788581744421 ALTA

 

Publicação está em pré-venda até 10/12 pelo site www.livrodoplanet.com.br

 

 

Chegam às livrarias de todo o Brasil a partir de 13/12 o livro Planet Hemp: Mantenha o respeito, de Pedro de Luna, editado pela Belas Letras. A publicação encontra-se em pré-venda pelo site http://www.livrodoplanet.com.br e conta com kit especial com marcador de páginas, adesivo e patch. Além disso, toda semana, até o final da pré-venda, serão sorteadas duas compras para receberem seu livro com dedicatória exclusiva do rapper Marcelo D2.

No início dos anos 1990, embalados pela MTV, pela explosão do grunge e por uma nova e efervescente cena musical independente, surgiram bandas por todo o Brasil. Assim como os Raimundos em Brasília e o movimento mangue beat em Pernambuco, nasceu no Rio de Janeiro uma banda que misturava rap, rock, psicodelia, hardcore e ragga, e falava abertamente sobre a legalização da maconha: o Planet Hemp.

Mesmo com todas as dificuldades e a morte do seu criador, Skunk, a banda conseguiu em apenas cinco anos uma projeção nacional e internacional até então inimaginável. Seus três discos de estúdio venderam centenas de milhares de cópias, seus shows lotaram de norte a sul e a sua fama os levou a prisão, num episódio que comoveu o Brasil, em novembro de 1997. O Planet Hemp também revelou talentos como Black Alien, BNegão e o DJ Zé Gonzales, e inspiraram até uma revista em quadrinhos!

Agora, essa história é contada nos mínimos detalhes. Com depoimentos exclusivos dos integrantes e ex-integrantes, membros da equipe, músicos, familiares, profissionais do mercado e da imprensa, Planet Hemp: mantenha o respeito narra todos os passos do grupo carioca, desde o primeiro ensaio até a explosão com o lançamento do disco Usuário (1995), abordando todas as fases e acontecimentos importantes na história da banda. A extensa pesquisa do autor Pedro de Luna também traça um panorama do cenário do rock nacional do período, com ênfase nas bandas da chamada Hemp Family, além de acompanhar o bem-sucedido voo solo do vocalista Marcelo D2.

Após o lançamento do filme Legalize Já – que conta a história de amizade entre Skunk e Marcelo D2 e a formação do grupo – Planet Hemp: mantenha o respeito chega em boa hora para complementar o longa metragem e mostrar o que aconteceu com a banda dali em diante. E muita coisa aconteceu. O livro conta com materiais inéditos, como cartazes, flyers, matérias de revistas e jornais, credenciais e colagens do Skunk, além de um mapa que revela o itinerário da banda pelo Rio de Janeiro dos anos 1990. Minucioso, o autor montou ainda uma cronologia para o apêndice da obra, que aponta, ano a ano, os principais acontecimentos na vida do Planet Hemp.

São mais de 60 imagens espalhadas pelo livro, quase todas inéditas e tiradas por amigos e membros da banda, além de entrevistas exclusivas, histórias nunca contadas antes e aparições muito especiais.

 Planet Hemp: mantenha o respeito é a biografia definitiva de uma das maiores e mais instigantes bandas do Brasil e chega no mesmo momento em que a banda completa 25 anos de carreira. Esta é a nona obra assinada por de Luna. Sua ligação com o Planet Hemp vem desde 1996, quando fez assessoria de imprensa de um show da banda em Niterói e gravou um material até hoje inédito.

Estão programadas oito sessões de lançamento da obra em Curitiba, São Paulo, Niterói, Rio de Janeiro e Vitória até o final do ano (confira agenda completa abaixo). No dia 11/12, o autor e o baixista do Planet, Formigão, participam de evento no Smoke Lounge, na Tijuca, com palestra sobre a banda antes da fama, sessão de autógrafos do livro e shows das bandas Ladrão e 77 Idols. Já no dia 15, é a vez de São Paulo, com sessão de autógrafos com a presença do autor e de Apollo Nove, produtor musical que foi tecladista do Planet e DJ Zé Gonzales, que foi DJ da banda no Ultra 420.

Para mais informações, acesse: facebook.com/biografiaplanethemp

 

 

AGENDA DE LANÇAMENTOS DA BIOGRAFIA DO PLANET HEMP

 DEZEMBRO

CURITIBA

01/12 (sábado) das 16h20 às 20h – Lançamento da biografia “Planet Hemp: mantenha o respeito” e palestra do autor Pedro de Luna na Mega Grow. Após a palestra, debate com o jornalista Abonico Smith (Mondo Bacana) e o fotógrafo e ex-fanzineiro Digão Duarte.

Mega Grow: Av. Manoel Ribas 3946 Loja 2, Cascatinha. Tel.: (41) 3308-8673

Palestra com livro + debate + coffee break R$ 120. Limitado aos 50 primeiros compradores.

Após o evento exclusivo, venda do livro com discotecagem ambiente com entrada franca.

SÃO PAULO

06/12 (quinta) das 18h às 20h – Lançamento da biografia “Planet Hemp: mantenha o respeito” com a presença do autor Pedro de Luna na Semana Internacional de Música (SIM SP).

Jardim Sul do Centro Cultural São Paulo: Rua Vergueiro, 1.000 Paraíso. Tel.: (11) 3397-4002. Entrada franca.

RIO DE JANEIRO (Zona Norte)

11/12 (terça) das 18h às 0h – Palestra “O Planet Hemp antes da fama” e lançamento da biografia “Planet Hemp: mantenha o respeito” com a presença do autor Pedro de Luna. Show com as bandas Ladrão e 77 Idols. Presença confirmada do Formigão, baixista do Planet Hemp.

Smoke Lounge: Rua Ibituruna 8, Tijuca. Tel.: (21) 3197-1975. Entrada a R$ 10.

https://www.facebook.com/events/257886894901674/

 

NITERÓI

12/12 (quarta) das 18h às 22h – Lançamento da biografia “Planet Hemp: mantenha o respeito” com a presença do autor Pedro de Luna.

Tabacana: Rua São João 71, Galeria Garden, loja 19, centro. Tel.: (21) 98683-3828.

RIO DE JANEIRO (Zona Sul)

13/12 (quinta) das 18h às 0h – Lançamento da biografia “Planet Hemp: mantenha o respeito” com a presença do autor Pedro de Luna. Som, cervejas, gente bacana e ambiente legalize.

La Cucaracha: Rua Teixeira de Melo 31-H Ipanema. Tel: (21) 2522-0103. Entrada franca. https://www.facebook.com/events/2805674052806988/

SÃO PAULO

15/12 (sábado) das 16h20 às 20h – Lançamento da biografia “Planet Hemp: mantenha o respeito” com a presença do autor Pedro de Luna, pocket show com DJ Ecoalaize, sorteios, cerveja barata e pipoca de graça. Presença confirmada do produtor Apollo Nove, que foi tecladista do Planet Hemp, e do DJ Zé Gonzales, que foi o DJ da banda.

Ultra 420: Rua dos Pinheiros, 448 Pinheiros. Tel.: (11) 3063-0352. Entrada franca.

VITÓRIA

19/12 (quarta) das 19h30 às 00h – Lançamento da biografia “Planet Hemp: mantenha o respeito” no Spirito Jazz, com sessão de autógrafos com Pedro de Luna e show da banda Beck Power fazendo um tributo ao Planet Hemp.

Spirito Jazz: Rua Madeira de Freitas 244, Praia do Canto – Vitória. Tel.: (27) 3019-0860. Entrada franca.

https://www.facebook.com/events/172408377037906/

SÃO PAULO

22/12 (sábado) – Lançamento da biografia “Planet Hemp: mantenha o respeito” com a presença do autor Pedro de Luna.

Inca Headshop – Rua Fidalga 504, Vila Madalena.

……

Sobre o autor:

Pedro de Luna é um escritor, jornalista, quadrinista e gestor cultural carioca. Viveu intensamente a efervescente cena alternativa dos anos 1990 e 2000, tanto na música quanto no skate. Já trabalhou em rádio, sites, organizou shows e editou fanzines. É autor das biografias Chico Alencar: caminhos de um aprendiz (2017) e Marcatti: tinta, suor e suco gástrico (2015). Planet Hemp: mantenha o respeito é o seu nono livro.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑