dWWsTe4Q

Exibições integram a programação especial 2019 que conta com 26 atividades e patrocínio master da Petrobras. A produção cultural é da Fundacine RS e Prefeitura Municipal de Porto Alegre

O público poderá conferir com entrada franca os longas “Mulher do Pai” (21/09) e “Djon África” (28/09)

 

A Cinemateca Capitólio Petrobras promove duas Sessões Acessíveis no mês de setembro, com entrada franca. As exibições dos longas-metragens Mulher do Pai e Djon África integram as dez sessões acessíveis da programação especial da Cinemateca Capitólio Petrobras com patrocínio master da Petrobras e produção cultural da Fundacine e Prefeitura Municipal de Porto Alegre, através da Coordenação de Cinema e Audiovisual da Secretaria da Cultura. No dia 21 de setembro, às 14h, o público poderá conferir Mulher do Pai, de Cristiane Oliveira. Já no dia 28, também às 14h, é a vez de Djon Àfrica, dirigido por Filipa Reis e João Miller Guerra. As atividades contam com interpretação em Libras feita pela Ovni Acessibilidade Universal, parceira cultural do projeto.

Mulher do Pai, filmado no interior do Rio Grande do Sul, traz para as telas o trabalho de Marat Descartes e Maria Galant como protagonistas da trama que conta a história de Ruben e Nalu, pai e filha que moram no campo, perto da fronteira entre Brasil e Uruguai. Quando Ruben percebe que a filha, aos 16 anos, já é uma mulher, uma perturbadora proximidade surge entre os dois. O estranhamento inicial dá lugar ao ciúme quando Rosario, uma atraente uruguaia, ganha espaço na vida de ambos.

Djon Àfrica, dirigido por Filipa Reis e João Miller, conta a história de Miguel “Tibars” Moreira, mais conhecido como Djon Africa, filho de cabo-verdianos, que nasceu e cresceu em Portugal. Sem conhecer seu pai, ele acaba descobrindo que ele mora em Tarrafal, e decide aventurar-se à sua procura.

As sessões acessíveis da Programação Especial 2019 da Cinemateca Capitólio Petrobras contam com legendagem descritiva, audiodescrição e libras. Além desta atividade, o projeto engloba oito mostras de cinema, quatro eventos “Noites na Cinemateca”, duas masterclasses e duas exposições relacionadas ao acervo da Cinemateca. “O projeto como um todo reforça a vocação da Cinemateca como um espaço de cinefilia e reflexão crítica do cinema clássico e contemporâneo e como um local de referência na preservação do audiovisual garantindo a difusão do seu acervo ao público. “Estamos também muito felizes com a realização da programação acessível que vem ampliar a democratização do acesso à Cinemateca garantindo a inclusão de pessoas com deficiências”, afirma Andreia Vigo, diretora da Cinemateca Capitólio Petrobras.

A bilheteria abre 30 minutos antes de cada sessão, para distribuição de senhas. A Cinemateca Capitólio Petrobras fica na Rua Demétrio Ribeiro 1085 – Esq. com Borges de Medeiros. Mais informações (51) 3289 7453 | http://www.capitolio.org.br | facebook.com/cinemateca.capitolio