CERCA_PAZ---©Fernanda-Puricelli-11

Performance ocorre no Estúdio Gaia às 21h

 Disco em versão física e versões para streaming estarão disponíveis a partir de 26 de fevereiro

A partir de 26 de fevereiro, o disco Cerca, de André Paz, estará disponível nas plataformas de streaming e em versão física. Após mais de três anos de produção e uma campanha de financiamento coletivo, Paz apresenta as 12 canções que compõem o álbum, que teve o primeiro single, “Fique Tranquilo”, disponível online em 11 de dezembro de 2017. Para marcar oficialmente o lançamento, o músico promove show neste sábado, 24 de fevereiro, no Estúdio Gaia.

Cerca surgiu originalmente como um projeto 100% solo. Porém, foi com a ajuda de diversos amigos que a ideia realmente tomou forma: o álbum conta com a produção de Valmor Pedretti, e a colaboração de vozes e instrumentos de Ana Muniz, Andrio Maquenzi, Brenno di Napoli, Bruno Vargas, Carmen Correa, Carlos Ferreira, Marcelo Delacroix e Roger Weist, parceiro de Paz no duo Quiçá, Se Fosse.

Paz se apropria de um mosaico de influências que vão da música folclórica latino-americana até o indie folk norte-americano. No meio, se encontra uma poesia despretensiosa, por vezes experimental, por vezes rebuscada, que reflete sobre um cotidiano existencialista, anseios pessoais e desejos coletivos. Nesses tempos de constantes mudanças, Paz aparece como um cancioneiro contemporâneo, alinhando tudo que é do cotidiano, que passa em branco, justamente para tornar esse cotidiano refletido, revelando um cuidado com dois dos maiores bens culturais brasileiros: a língua e a sonoridade.

“Três anos desde que a vontade me veio. Era uma pessoa diferente, com algumas visões diferentes. Queria gravar as composições que já tinha, queria gravar as que ainda não tinha terminado. Então me dei conta que um primeiro disco não precisa retratar somente um momento. O disco certamente fica suspenso no tempo, retratando uma fase. Mas, por ser o primeiro retrato, é justamente um amálgama de todo o tempo já vivido. Esses três anos, na realidade são trinta e três. Essa cerca é formada por aquilo que eu vivi até agora”, conta o compositor.

Cerca foi gravado entre fevereiro de 2017 e junho de 2017 no sítio Osho Rachana, estúdio 4’33” e Pedra Redonda, conta com direção vocal de Marcelo Delacroix e gravações adicionais nos vocais de Roger Wiest, Ana Muniz, Carmen Correa, Andrio Maquenzi e Delacroix. O disco físico será lançado em versão simples e uma edição especial, no formato de uma caixa contendo objetos, imagens e aromas que suspendem o tempo, criando o clima e complementando a paisagem sonora das músicas. Tudo pela mão delicada e sensível de Fernanda Puricelli, artista ganhadora do Prêmio Açorianos 2016.

Neste sábado, 24 de fevereiro, Paz sobe ao palco do Estúdio Gaia (Rua Lopo Gonçalves, 189) às 21h para o show de lançamento do disco, acompanhado de Diego Schutz (teclados), Eduardo Lá (baixo) e Rubens Baggio Lima (bateria). Os ingressos estão à venda pelo Sympla a R$ 20,00 –

https://www.sympla.com.br/sessao-cerca-viva—andre-paz__244399

Para saber mais, acesse: andrepaz.com

Ficha técnica:

Voz, violões, guitarra, baixo, percussões e bateria: André Paz

Gravações adicionais

Vozes: Marcelo Delacroix, Roger Wiest, Ana Muniz, Carmen Correa e Andrio Barbosa

Guitarras: Carlos Ferreira e Fu_k the Zeitgeist

Baixo: Brenno di Napoli, Bruno Vargas e Fu_k the Zeitgeist

Bateria, percussão, programação, glockenspiel, vibrafone, sampling e sound design: Fu_k the Zeitgeist

Produzido por André Paz e Fu_k the Zeitgeist

Direção Vocal: Marcelo Delacroix

Gravado esporadicamente entre fevereiro de 2014 e junho de 2017 no sítio Osho Rachana, estúdio 4’33” e Pedra Redonda.

Arte Gráfica: Fernanda Puricelli

Assessoria de Imprensa: Bruna Paulin

Parte desse álbum foi financiado pela plataforma de crowdfunding Catarse.