Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

mês

abril 2017

Exposição Ore Reko Regua no Jornal do Comércio de hoje

jc_18.04.17.jpg

zh_1404-1

Vineria Brasil promove segunda edição do Noche del Sur no dia 19 de abril

 

nochedelsur

Evento marca o lançamento do espumante Surrender da Vinícola Zanella na carta do empreendimento

 

Na próxima quarta-feira, 19 de abril, a Vineria Brasil recebe a segunda edição do show Noche del Sur e promove o lançamento do espumante Surrender na carta da casa. Depois do sucesso da primeira apresentação, os músicos Mano Monteiro e Derly Orviedo retornam com um repertório recheado de tangos e milongas.

A linha Surrender da vinícola Zanella foi pensada para situações mais descontraídas. Segundo a sommellière e proprietária da Vineria, Carla Carvalho, é uma bebida frutada, refrescante e fácil de beber. O espumante é feito pelo método tradicional, das uvas Cabernet Sauvignon (40%), Merlot (40%) e Chardonnay (20%). Não passa por barrica e a fermentação ocorre na garrafa durante 12 meses.

Os ingressos, vendidos antecipadamente, custam R$ 20,00 e incluem uma taça do espumante. Reservas através dos telefones 51 981237304 e 51 3557 8059. A Vineria Brasil fica na Rua Sargento Nicolau Dias de Farias, 166.

Sobre a Vineria Brasil

Aberta ao público em dezembro de 2015, a Vineria Brasil é uma loja de vinhos e wine bar, localizada no bairro Assunção, em Porto Alegre, que trabalha com pequenas e médias vinícolas predominantemente brasileiras. Lá podemos encontrar também novidades da Itália, Portugal, Espanha, Argentina e Chile; o foco são rótulos menos comerciais, alguns comercializados exclusivamente pela casa.

A ideia central do empreendimento da sommelier Carla Carvalho é descomplicar o consumo do vinho. “Ninguém precisa entender de vinhos para beber, basta gostar. Este é o nosso papel, a partir de sua preferência procuramos orientar sua escolha de forma simples e direta, sugerindo quando solicitado alguma harmonização com nossos pratos”, revela Carla.

A loja possui uma máquina Enomatic que disponibiliza quatro rótulos diferentes para os vinhos em taças. Os vinhos são trocados periodicamente, de forma que possibilite ao cliente conhecer em um curto prazo todos os rótulos da casa. Fica a critério do cliente o consumo em taças ou a compra de garrafas na loja, que podem ser consumidas na casa com petiscos e pratos harmonizados para cada opção.

Atualmente, a casa oferece 95 rótulos entre espumantes, tintos e brancos. O cardápio é composto por petiscos, sopas e massas caseiras. Produção totalmente artesanal; destaque para o trio de pães que compõe o prato Vineria Brasil, marca registrada da casa.

Paralelo aos serviços de wine bar e loja, a Vineria também promove eventos, workshops e palestras para pequenos grupos sobre vinhos em geral, além de jantares harmonizados.

A Vineria Brasil fica na Rua Sargento Nicolau Dias de Farias, 166. Informações e reservas: 51 35578059 | 51 81237304 | facebook.com/vineriabrasil | @vineriabrasil

Galeria Mascate na imprensa

zh_07.04

JC_0704

correiodopovo_0804

correiodopovo_0804

Open_Feira na imprensa

correidopovo_0804.jpg

zh_08.04

Mostra fotográfica com imagens produzidas por jovens Mbya Guarani inaugura no dia 18 de abril na Casa de Cultura Mario Quintana

 

orerekoregua_divulgacao

Intitulada Ore Reko Regua, exposição reúne 47 obras que apresentam o dia a dia na Tekoa Nhundy – Aldeia da Estiva, localizada em Viamão

 

Inaugura no dia 18 de abril, véspera do Dia do Índio, no Espaço Maurício Rosenblatt, na Casa de Cultura Mario Quintana, a mostra Ore Reko Regua, que reúne 47 imagens produzidas por cerca de 15 jovens da aldeia Mbya Guarani Tekoa Nhundy, localizada no município de Viamão.

O projeto, contemplado no edital #juntospelacultura da Secrataria de Estado da Cultura do RS / FAC, é resultado de seis oficinas de fotografia, ministradas pelo produtor e cineasta Eduardo Piotroski e o mestrando em antropologia, Eduardo Schaan, ao longo de oito meses para crianças e adolescentes da comunidade.

Durante o período, os jovens desenvolveram maneiras de transmitir suas experiências cotidianas e transformá-las em fotografias. O foco do principal, além de instrumentalizar os alunos com as técnicas fotográficas, foi transforma-los em sujeitos realizadores de arte, apresentando seus costumes, brincadeiras e rituais através da fotografia, o seu Ore Reko Regua – seu modo de ser.

O cotidiano e a arte dos Mbya Guarani, quase sempre invisível aos olhos dos juruá kuery, os não indígenas, se colocam como personagem principal da mostra. De acordo com Piotroski, que assina a produção da exposição, o projeto busca descentralizar quem faz arte e como se faz arte: deslocando os indígenas, e os Mbya em particular, que geralmente são objeto de fotografias, em sujeitos das mesmas.

Ore Reko Regua tem inauguração a partir das 18h30 do dia 18, com a presença dos artistas e representantes da aldeia, e segue em cartaz até 22 de maio, com entrada franca. A galeria funciona de terça a sexta, das 09h às 21h e sábados e domingos, das 12h às 21h.

 

Ore Reko Regua

Espaço Maurício Rosenblatt – Casa de Cultura Mario Quintana

De 18 de abril a 22 de maio – entrada franca

De terça a sexta, das 09h às 21h e sábados e domingos, das 12h às 21h.

Documentários produzidos pela Casa de Cinema de Porto Alegre integram o festival É Tudo Verdade

Primavera 1.png

“Quem é Primavera das Neves” e “Cidades Fantasmas” participam da Competição Brasileira de Longas e Médias-Metragens

 

Dois documentários produzidos pela Casa de Cinema de Porto Alegre estão entre os sete longas brasileiros selecionados para o mais importante festival do gênero no país, o É tudo verdade – 22º Festival Internacional de Documentários, que ocorre entre os dias 19 e 30 de abril, no Rio de Janeiro e São Paulo. Os filmes Quem é Primavera das Neves, dirigido por Ana Luiza Azevedo e Jorge Furtado, e Cidades Fantasmas, dirigido por Tyrell Spencer, integram a lista de sete produções nacionais inéditas a participar da Competição Brasileira de Longas e Médias-Metragens.

Em março de 2010, Furtado publica em seu blog, indagando quem pode ter notícias sobre a tradutora Primavera das Neves, cujo nome o fascina. A busca o leva ao encontro de Quem é Primavera das Neves, em que é guiado por amigas de infância da tradutora, Eulalie Ligneul, e a artista plástica Anna Bella Geiger.   O filme, uma coprodução com a Globo Filmes, também conta com Ana Luiza Azevedo na direção, Produção Executiva de Nora Goulart, Direção de Fotografia de Alex Sernambi, Edição de Giba Assis Brasil e participação da atriz Mariana Lima. O longa deve estrear nas salas comerciais em junho.

O projeto Cidades Fantasmas será lançado em dois formatos: um longa-metragem documentário em coprodução com a Globo News e uma série documental de oito episódios de 15min em coprodução com o Canal Brasil. Com roteiros de Carolina Silvestrin e André Bittencourt e direção de Tyrell Spencer, o projeto conta a história de cidades prósperas, que abrigaram populações inteiras e hoje estão abandonadas e consumidas pelo tempo. Catástrofes naturais, motivações econômicas, embates políticos, guerras, são algumas das condições que levaram esses lugares ao total despovoamento. Sepultadas pelo tempo e esquecidas pelos mapas, Cidades Fantasmas refaz os passos das populações de oito dessas cidades. No Brasil: Ararapira (PR), Cococi (CE), Fordlandia (PA), Minas do Camaquã (RS) e Vila do Ventura (BA), Epecuén, na Argentina, Armero, na Colômbia, e Humerstone, no Chile.

Em 2017, o É Tudo Verdade conta com 82 títulos de 30 países, com 16 estreias mundiais. Após as exibições durante o evento, premiados e destaques participam de um circuito de itinerâncias que passará por Porto Alegre e Brasília.

Casa de Cinema de Porto Alegre

A Casa de Cinema de Porto Alegre ganhou em 2015 o Emmy Internacional de Melhor Comédia pela série Doce de Mãe. A produtora foi criada em 1987 por um grupo de cineastas do sul do Brasil. Em 30 anos, a Casa já produziu mais de uma centena de filmes, vídeos, programas de TV e séries. Nossos parceiros e clientes incluem empresas como TV Globo, Globosat, RBS TV, Canal Futura, Canal Brasil, Canal Curta!, a britânica Channel 4, a alemã ZDF, HBO Latin America, as fundações norte-americanas Rockefeller e Macarthur, as distribuidoras Columbia, Elo Company, Imagem Filmes, Espaço Filmes, Fox e a produtora argentina 100 Bares.  A estratégia da Casa de Cinema de Porto Alegre é produzir conteúdo exclusivo com relevância social, com foco no desenvolvimento artístico e cultural.

www.casacinepoa.com.br | https://www.facebook.com/casacinepoa | https://www.youtube.com/user/casacinepoa | https://vimeo.com/casacinepoa | @casacinepoa

Inaugura na Galeria Mascate mostra com artistas residentes do Verzasca Foto Festival no dia 08 de abril

Tiago-Coelho_01

Evento também marca o lançamento da coleção Vintage de Régis Duarte

 

No próximo sábado, 08 de abril, a Galeria Mascate abre suas portas para a inauguração da mostra La Valle Dentro, que reúne trabalhos dos artistas Karen Paulina Biswell, Christian Lutz, Maya Rochat e Tiago Coelho, que integraram em 2015 e 2016 o projeto de residência artística do Verzasca Foto Festival, na Suíça. No mesmo dia, Régis Duarte lança a coleção Vintage Dele Mesmo, onde resgata estampas e aplicações de outras coleções.

A força da natureza de Verzasca e as relações humanas são elementos indissociáveis do Vale. Uma geografia carregada de sensações integra pedra e água em perfeita harmonia inspirando aqueles que ali vivenciam uma experiencia artística. A partir de 2015 o Verzasca Foto Festival oferece residências artísticas, convidando artistas Suíços e internacionais para passar um mês no vale e conceber um projeto fotográfico pessoal sobre o lugar e seus componentes naturais e humanos. Os projetos são expostos durante o evento de quatro dias, geralmente programado entre final de agosto e início de setembro (a quarta edição será realizada de 31 de agosto a 3 de setembro de 2017).

Compartilhar experiências e diferenças através do ato fotográfico e expor as imagens muitas vezes completamente integradas a geografia rochosa fazem do festival uma experiência criativa única. O projeto dá a oportunidade para que fotógrafos realizem pesquisa de forma independente e com liberdade artística em um local periférico, não urbano, caracterizado por uma vegetação exuberante e por uma sociedade que vive, em parte, ainda em meio rural. Características que são um importante estímulo criativo para o desenvolvimento pessoal de artistas contemporâneos. Uma oportunidade para o intercâmbio cultural e artístico, aproximando culturas e processos. O resultado da proposta de cada profissional configura um arquivo de imagens contemporâneas com um olhar externo sensível sobre o vale que vai além da sua iconografia estereotipada muitas vezes traduzidas nas imagens clássicas de cartões postais.

Para isso, os quatro primeiros artistas residentes do festival – Karen Paulina Biswell e Christian Lutz (2015), Maya Rochat e Tiago Coelho (2016) – integram a mostra itinerante La Valle Dentro, que tem como objetivo levar os projetos realizados durante as duas últimas edições a outras partes do mundo, difundindo seus resultados. A exposição itinerante tem como ponto de partida o Vale Verzasca (durante o festival) e pretende viajar para diferentes regiões do mundo, enfatizando a produção projetada por fotógrafos que, com diferentes origens, sensibilidade e abordagem, interpretaram a vivência no vale, desenvolvendo trabalhos originais.

Porto Alegre foi escolhida como o primeiro destino a receber o projeto. Deste ponto de partida as imagens pretendem viajar a outras partes da América Latina – origem de dois dos quatro fotógrafos convidados até agora – e mais tarde para outros lugares e continentes.

No mesmo dia o público poderá conferir o lançamento da coleção Vintage, de Régis Duarte. Depois de abandonar o curso de arquitetura para morar em Nova York durante a década de 1990, Duarte iniciou a criação de camisetas customizadas em parceria com a mãe, a artesã Rejane Barbosa. Sempre ligado com o que acontece no mundo, seguiu uma tendência de grandes casas da alta costura e agora traz uma coleção Vintage dele mesmo: remexeu suas gavetas atrás de antigos desenhos e apresenta uma verdadeira fauna repleta de insetos e animais peçonhentos em crochê.

A mostra La Valle Dentro segue em cartaz até 12 de maio, com entrada franca. A Galeria Mascate fica na Rua Laurindo, 332, Bairro Santana, e funciona de segunda a sexta das 14h às 18h.

Galeria Mascate

Sentindo a carência na cidade de uma galeria que realmente misturasse arte, fotografia contemporânea, design e moda, Tiago Coelho e Régis Duarte inauguraram a Galeria Mascate em setembro de 2011 e já passaram pelo espaço diversas mostras coletivas e individuais, de artistas locais e internacionais. As obras são apresentadas inseridas nos espaços do Barraco Estúdio, deixando de lado a caixa branca usada tradicionalmente em mostras, museus e galerias, para serem percebidas como parte do ambiente, com um clima de “lá em casa”, como se o visitante estivesse em uma sala de estar, não em um espaço de arte.

“Nossa intenção é fazer com que o distanciamento entre arte e público seja eliminado”, afirma Duarte. O nome Mascate remete a comércio, consumo de uma maneira popular e acessível. O espaço também conta com a Loja de Museu, onde é possível adquirir além das obras à venda na galeria, peças de coleções femininas e masculinas de Régis Duarte, publicações, acessórios, entre outros.

 

SERVIÇO

La Valle de Dentro

Inauguração – 08 de abril, 19h

Até 12 de maio

Entrada Franca

Galeria Mascate – Rua Laurindo, 332 – Bairro Santana – Porto Alegre – RS

De segunda a sexta, das 14h às 18h | Barracoestudio.com.br

Blog no WordPress.com.

Acima ↑