xangai_02_alta

Evento  traz a coleção Xangai, com criações de Régis Duarte inspiradas nas obras de Letícia Lampert que estarão expostas no local

 

Inaugura na próxima quinta-feira, 17 de novembro a exposição 拆 [chai] da fotógrafa Letícia Lampert, que na ocasião lança livro com mesmo nome. A publicação, com tiragem de 200 exemplares, traz as imagens que estarão expostas na galeria. Chai, significa demolir, desmantelar, destruir, uma ação marcada para acontecer em grandes áreas residenciais de cidades chinesas como Xangai. O ideograma, pichado nas paredes, anuncia que em breve nada restará. A recorrência e escala com que a cena se repete assombra quem caminha pela cidade.

O estilista Régis Duarte, que recentemente visitou o país, se inspirou nas obras de Letícia para criar sua coleção primavera/verão 2017, intitulada Xangai – Leticia Lampert por Régis Duarte, onde blusas e vestidos foram estampados com páginas do livro. “Quando vi as texturas de papéis de parede sobrepostas, com cores desgastadas pelo tempo, achei que tinha tudo a ver uma coleção. E em recente visita à China, fiquei impactado com a velocidade da gentrificação nos grandes centros. É o tal progresso que se estabelece com a pressa de quem não tem tempo a perder. E no meio destes escombros, quase como último suspiro, sinais da vida privada, agora expostos, convidam a preencher o cenário com memórias inventadas o que ainda resta ao olhar”, conta.

Duarte já tem um trabalho reconhecido de colaboração com artistas em suas coleções: suas coleções já trouxeram obras de Britto Velho, Beatriz Correa e Rafael Correa. A artesã Rejane Barbosa, mãe do estilista, que há 11 anos desenvolve parcerias esporádicas com o filho, voltou de um período sabático e bordou uma a uma, das cinquenta peças que completam a coleção de itens únicos.

拆 [chai] segue em cartaz até 10 dezembro, com entrada franca. A Galeria Mascate fica na Rua Laurindo, 332, Bairro Santana, e funciona de segunda a sexta das 14h às 18h.

Saiba Mais

Galeria Mascate

Sentindo a carência na cidade de uma galeria que realmente misturasse arte, fotografia contemporânea, design e moda, Tiago Coelho e Régis Duarte inauguraram a Galeria Mascate em setembro de 2011 e já passaram pelo espaço diversas mostras coletivas e individuais, de artistas locais e internacionais. As obras são apresentadas inseridas nos espaços do Barraco Estúdio, deixando de lado a caixa branca usada tradicionalmente em mostras, museus e galerias, para serem percebidas como parte do ambiente, com um clima de “lá em casa”, como se o visitante estivesse em uma sala de estar, não em um espaço de arte.

“Nossa intenção é fazer com que o distanciamento entre arte e público seja eliminado”, afirma Duarte. O nome Mascate remete a comércio, consumo de uma maneira popular e acessível. O espaço também conta com a Loja de Museu, onde é possível adquirir além das obras à venda na galeria, peças de coleções femininas e masculinas de Régis Duarte, publicações, acessórios, entre outros.

SERVIÇO

[chai] – exposição e lançamento de livro de Letícia Lampert

Xangai – Letícia Lampert por Régis Duarte – lançamento coleção primavera/verão 2017

Inauguração – 17 de novembro, 19h

Até 10 de dezembro

Entrada Franca

Galeria Mascate – Rua Laurindo, 332 – Bairro Santana – Porto Alegre – RS

De segunda a sexta, das 14h às 18h | Barracoestudio.com.br