cavaleirosdapaz11a_creditocarlitobicca

Confraria fundada em 1990 realiza sua décima sexta cavalgada internacional com grupo de 15 integrantes

 

Os Cavaleiros da Paz embarcam no dia 04 de junho para sua décima sexta cavalgada internacional. O grupo de 15 integrantes viaja à Espanha para uma cavalgada pelo Caminho de Santiago de Compostela, em homenagem aos quatrocentos anos de morte do escritor Miguel de Cervantes. Fundado por Antônio Augusto Fagundes a Confraria dos Cavaleiros da Paz é formada por tradicionalistas e desde 1990 realiza intercâmbios internacionais com grupos de cultura equestre pelo mundo, na missão de irmanar povos distantes sobre o lombo do cavalo. Em 2013 foram certificados pelo governo do Estado como Embaixadores da Tradição e Folclore do RS.

O roteiro, que tem duração de sete dias, percorre o caminho francês, que passará por diversas localidades até chegar a Catedral de Santiago de Compostela, partindo da Galícia, na localidade do Cebrero, passando por Samos, Portomarin, Palais de Rei e Arzua. O roteiro ainda prevê a passagem por aldeias feudais, castelos templários, mosteiros, vales e pontes medievais.

A peregrinação a cavalo é uma das maneiras mais antigas de percurso, como faziam os nobres e os cavaleiros templários na Idade Média. Porém, a rota a cavalo por peregrinos tornou-se pouco usual, mas retomou suas atividades e importância a partir de outros dois Cavaleiros da Paz, João José de Oliveira Machado, o Machadinho e o veterinário Félix Corti, que no ano de 1999 saiam de Saint-Jean e foram a Santiago, percorrendo 762km em 27 dias, sendo que apenas Machadinho conclui o percurso devido a uma grave enfermidade com seu companheiro Félix Corti. Esta viagem foi registrada e publicada numa obra literária intitulada “Gaúchos a Cavalo no Caminho de Santiago”. Em 2016 o Caminho de Santiago completa 802 anos, sendo um dos trajetos mais populares do mundo.

O principal personagem do escritor Miguel de Cervantes foi Dom Quixote de La Mancha, figura conhecida em todo o mundo, que explorava sua fértil imaginação de cavaleiro medieval para viver aventuras e situações maravilhosas por diversas regiões da Espanha, no período pós Idade Média. Fatos hilários e, por vezes, até ridículos, eram constantes na vida deste personagem que, desperta ainda hoje, grande simpatia de seus leitores por todo o mundo, principalmente pela motivação e coragem de Dom Quixote, que transmite os sentimentos nobres e puros do cavaleiro.

“Unir o misticismo do Caminho de Santiago com a homenagem a Miguel de Cervantes, representa muito para nossa Confraria e dá um significado maior a nossa Cavalgada.” Relata o Presidente dos Cavaleiros, José Antonio Castro, o Toco.

“Será um roteiro que resgata antigos trajetos dos Cavaleiros Medievais, mas também terá uma grande conotação espiritual”, afirma o Comandante da Cavalgada, Rodi Pedro Borghetti de 84 anos, que desta vez terá a companhia do seu filho, o músico Renato Borghetti.

 Os Cavaleiros também aproveitam os roteiros para conhecer as culturas equestres locais. “Esta troca de experiências é característica das nossas viagens. Andamos sempre pilchados e levamos nossas músicas e poesias a todo lugar, mas o maior objetivo é sempre disseminar a paz, irmanando povos distantes sobre o lombo do cavalo”, relata Maurício Junqueira, Vice-Presidente dos Cavaleiros da Paz.

Além do Comandante desta Cavalgada Rodi Pedro Borghetti, participarão também os cavaleiros Renato Borghetti, José Antonio Basto de Castro – Toco, Maurício Junqueira, Aquiles Pes, Roberto Moraes, Ismael Solé, Vladimir Kuse, Carlito Bica, Fernando Bonorino, João Osório M. Ribeiro, Paulo Henrique Pio, Larry Beltrame, Gil Tozatti Fernandes e Helton Negrello, sendo 10 cavaleiros e cinco convidados.

Saiba Mais

Os Cavaleiros da Paz é uma confraria fundada por Antônio Augusto Fagundes em 1990. Com inspiração na tradição folclórica do estado, o grupo de cavaleiros realiza cavalgadas internacionais a fim de romper fronteiras e interligar grupos de cultura equestre no mundo, cultivando o respeito ao cavalo, o companheirismo, qualidade de vida e aproximação dos povos. Já percorreram mais de 3 mil quilômetros por nove países em cinco continentes: África do Sul, Argentina, Bolívia, Canadá, Chile, Mongólia, Paraguai, Portugal e Uruguai.

 CAVALGADAS INTERNACIONAIS E OFICIAIS DOS CAVALEIROS DA PAZ

2016

XV Cavalgada do México

2014

XIX Cavalgada da Mongólia

2013

XIII Cavalgada Nelson Mandela

Waterberg – Limpopo – South Africa – Reserve Ant´s Hill

2011

XII Cavalgada do Canadá

British Columbia/CA – Tsylos Provincial Park

2010

XI Cavalgada do Fim do Mundo

El Calafate/AR e Ushuaia/AR

2005

X Cavalgada de São Miguel

Forte de São Miguel/UY a Rio Grande/BR

2003

IX Cavalgada dos 500 anos do Brasil – 2ª Etapa

Cabo de São Vicente/PT até a cidade de Lagoa(Algarve)/PT

2000

VIII Cavalgada dos 500 anos do Brasil – 1ª Etapa

Porto Seguro/BR (local da 1ª missa no Brasil) até Salvador/BA

1998

VII Cavalgada do Gal. San Martin

Quaraí/RS a São Borja/RS – fronteiras BR / ARG / URY

1997

VI Cavalgada das Missões

La Santissima Trinidad/PY – ARG –  São Miguel das Missões/BR

1996

V Cavalgada do Pantanal

Aquidauana/BR, a Puerto Suares/BO

1995

IV Cavalgada de Sacramento

Canguçu/BR até Colônia del Sacramento/UY

1993

III Cavalgada das Américas

A Grande Cavalgada  – Oceano Atlântico ao Oceano Pacífico

Cidreira/BR a Viña Del Mar/CL

1991

II Cavalgada de Martin Ferro

Santana do Livramento/BR a La Plata/AR

1990

I Cavalgada do Paraguay

Alegrete/BR a Assunção/PY