geissonaquino_Crédito Marilia Haas

Atividade ocorre nos dias 28 e 29 de maio no Atelier da Casa9

 

O Teatro Mototóti promove nos dias 28 e 29 de maio, no Atelier da Casa9 em Porto Alegre, a oficina “Tem Palhaço no Hospital”. O workshop tem como objetivo promover um encontro entre palhaços e profissionais de saúde para troca de experiências sobre seus ofícios. Durante os dois dias de imersão, o ator da companhia, Gerson Aquino, apresentará aos participantes como trabalhar o corpo do ator e o estado de graça do palhaço, além de oportunizar o encontro entre os participantes, estabelecendo relações e sensações semelhantes às vividas em um hospital, através de jogos de improvisação e atividades de observação.

A companhia de teatro de rua, após nove anos percorrendo o Brasil com seus espetáculos e atividades formativas, percebeu o quanto seria importante sistematizar oficinas em sua cidade sede, Porto Alegre. Em 2016 este desejo antigo está saindo do papel. Em janeiro o grupo promoveu a primeira edição da oficina de verão “A Essência do Teatro de Rua” para compartilhar saberes e práticas vividos durante os 18 anos em que a arte de rua fez parte das vidas de Fernanda Beppler e Carlos Alexandre, fundadores do grupo. “Com a experiência do Geison de oito anos de atuação como palhaço em hospitais, pensamos em proporcionar uma oficina voltada para iniciados na arte clown, profissionais de saúde e curiosos em conhecer a linguagem e o ofício do palhaço dentro de uma instituição de saúde”, afirma Fernanda.

Aquino é fundador e diretor artístico da troupe Doutores P – Multiplicadores da Alegria, na cidade de Venâncio Aires, além de integrante do Mototóti. Atua há oito anos em hospitais e desenvolveu sua formação na área com nomes como Raul Figueiredo e Roberta Calza (Doutores da Alegria, SP), Cícero Silva (Ateliê do Titetê, MG), Michael Christensen (Clown Care Unit, EUA) Ivan Prado (Pallaços em Rebeldia, ESP).

O curso tem como público-alvo atores e profissionais da saúde, como outros interessados a partir dos 16 anos. As aulas ocorrem das 09h às 18h30, com intervalo no horário do almoço. As inscrições custam R$ 150,00 até o dia 20 e R$ 250,00 até o dia 27 de maio. Informações e inscrições podem ser obtidas através do e-mail historias@motototi.com.br ou pelo telefone (51)8272.9834.

SERVIÇO:

Oficina “Tem Palhaço no Hospital!”

Ministrante: Geison Aquino

Data: 28 e 29 de maio de 2016

Local: Atelier da Casa9 (São Manoel, 337 / sala 9, Bom Fim – Porto Alegre/RS)

Horário: 9h às 18h30m (com intervalo para almoço)

Público-alvo: atores e não atores, profissionais da saúde e curiosos, com idade mínima de 16 anos

Investimento: R$ 150,00 a R$ 250,00 (conforme forma de pagamento)

O Teatro Mototóti existe há nove anos e já possui quatro espetáculos em seu repertório. Formado pelos atores Carlos Alexandre e Fernanda Beppler em 2007, o grupo vem se destacando no cenário de teatro de rua, atuando em todo o país, tendo como características de trabalho a pesquisa e prática permanentes em teatro de rua e a construção/manutenção de um repertório de espetáculos, com o propósito de colocar em cena trabalhos autorais que dialoguem com o público nos mais diferentes lugares.

O primeiro espetáculo, O Vendedor de Palavras – Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2008 –   já foi assistido por 80 mil espectadores em mais de 270 apresentações e ganhou uma versão em espanhol, para apresentações na Argentina e Uruguai. A segunda montagem do grupo, i-MUndo – Prêmio FUNARTE Artes Cênicas na Rua 2010 – estreou em setembro de 2011 na capital gaúcha e vem realizando participações em importantes mostras e festivais pelo país.  Ao final de 2012, o Grupo comemorou seu quinto ano de atividades, trazendo à cena mais um espetáculo de teatro de rua, “Folia dos Reis”, um auto que conta a história do Natal sob a perspectiva dos três Reis Magos. O espetáculo estreou no Natal luz de Gramado e integra as principais festividades de Natal do Sul do país.

Em 2013 o Grupo trouxe à cena a história da vida e obra de Hermeto Pascoal, com a peça “Hermeto Pascoal: o mago dos sons”, que mescla a linguagem teatral com a contação de histórias. 2014 foi o ano da estreia de Flor da Vida, quarto espetáculo do repertório do Grupo, contemplado com o Prêmio FUNARTE Artes na Rua (Circo Dança e Teatro) 2013. Este trabalho teve orientação de Esio Magalhães (Barracão Teatro – Campinas/SP), referência na linguagem do palhaço no Brasil. Em 2015 o grupo expandiu seu núcleo de contação de histórias, trazendo à cena o espetáculo Histórias da Bergamotinha, em que utiliza diversos elementos teatrais para contar histórias encenadas e musicadas, apresentando um trabalho multilinguagens que resultou em uma contação de histórias altamente teatral.

Desde 2015 o Mototóti promove mensalmente apresentações de espetáculo e atividades gratuitas em sua sede pública, no Parque Mascarenhas de Morais, em Porto Alegre.  O projeto, intitulado Se Essa Rua Fosse Minha, já recebeu mais de 1500 espectadores e ocorre de forma independente, sem patrocínios ou financiamentos.

http://www.motototi.com.br | www.facebook.com/TeatroMotototi