Sergio-Queiroz-Marcio-Pavani-Gabriela-Potter-e-Marcelo-Copello-Custom_creditoarykaie

Vinícola da Campanha Gaúcha recebeu o troféu de revelação do ano

A Guatambu Estância do Vinho, de Dom Pedrito, RS, recebeu na segunda-feira, dia 28 de setembro, o prêmio Revelação Mundus Vini do Rio Wine and Food Festival, que ocorre até o dia 04 de outubro, em diversos espaços, no Rio de Janeiro. A enóloga e sócia-proprietária da vinícola, Gabriela Hermann Pötter, recebeu o troféu Vinha Velha, criado pela artista plástica Ana Lucia Lima, durante o jantar de Abertura Oficinal do evento, no Copacabana Palace.

Seis chefs comandaram um menu harmonizado com dez diferentes rótulos. Os organizadores do RWFF, Marcelo Copello e Sergio Queiroz entregaram os prêmios às personalidades do ano em quatro categorias: Personalidade do Vinho (Mario Geisse), Vinícola Brasileira (Aurora), Mundus Vini 2015 (Guatambu) e Melhor Sommelier (Ramon Justino).

Segundo Gabriela, receber o prêmio de vinícola revelação foi um grande privilégio, “ainda mais sendo promovido pela Baco Multimídia, que sempre valorizou e divulgou o que o Brasil produz de melhor em viticultura. E estamos muito felizes de a premiação ter sido no Copacabana Palace, um dos primeiros empreendimentos do Rio de Janeiro que acreditou em nosso trabalho desde o início do projeto da Guatambu”. Os três restaurantes do hotel oferecem rótulos da vinícola em suas cartas.

De acordo com Marcelo Copello, a escolha dos destaques foi realizada através de indicação por diversos representantes do mercado. A votação para a Guatambu como revelação foi muito expressiva.

A vinícola foi classificada entre os 30% superiores da safra 2015 na XXIII Avaliação Nacional de Vinhos, que ocorreu no último final de semana em Bento Gonçalves, com os vinhos base dos espumantes Guatambu Rosé Brut e Poesia do Pampa Brut.

Sobre a Guatambu

A Guatambu é uma vinícola boutique que trabalha com administração familiar, em pequena escala, somente com uvas próprias, lotes limitados e garrafas numeradas, em Dom Pedrito, na Campanha Gaúcha, desde 2003. Situada no coração do pampa gaúcho, na fronteira com o Uruguai, o cultivo da videira é marcado por um terroir com mais de 2.300 horas de luminosidade durante o período vegetativo da videira e escassez de chuvas no verão, garantindo a maturação fenólica das uvas e a opulência de seus vinhos.

A vinícola conta com um complexo enoturístico, que engloba área de produção, auditório, sala de degustação, salão com parrilla para eventos e loja, com referências arquitetônicas voltadas à cultura gaúcha e às estâncias do pampa, sendo considerada referência em estilo, beleza e modernidade. Mais informações, acesse o site:http://www.guatambuvinhos.com.br/