zaoris_divulgacao-(6)

“Zaoris” estreia no dia 25 de abril na Redenção

Estreia no dia 25 de abril em Porto Alegre o espetáculo “Zaoris”. A montagem inspirada no universo de Simões Lopes Neto tem temporada de 12 apresentações entre abril e junho deste ano. Inspirado nos contos e lendas do escritor pelotense, o espetáculo mergulha no universo do escritor e traz à cena duas lendas e nove canções criadas a partir da obra do escritor que é considerado a principal figura do regionalismo rio-grandense.

Zaoris conta com quatro atores e seis músicos em cena, com composições de Ita, Dico e Fernando Keiber. O musical que tange as lendas e contos simonianos através da narrativa transmitida pela oralidade, onde diversas vozes representam o estereótipo do contador de causos Blau Nunes. Intercalando lendas e canções, Zaoris relê o gaúcho dos séculos 19 e 20 e o apresenta no século 21, simbolizando os valores que sobrevivem ao tempo.

A direção de cena é de Adriane Mottola e direção musical de Fernando Keiber. Marco Froncjowiak e Maura Sobrosa Ramos assinam a cenografia, Fernando Ochôa a iluminação e Alexandre Magalhães e Silva os figurinos.

No dia 25, o público poderá conferir duas apresentações gratuitas do espetáculo, às 16h e 18h. Após a sessão das 18h, haverá um bate papo sobre o processo de criação do espetáculo. No dia 01 de maio, as apresentações serão no estacionamento da Usina do Gasômetro. Até junho, mais oito performances serão divulgadas.

A Realização é da Gaia Cultura e Arte, através do projeto contemplado em Edital do FAC – prêmio Iacen, com financiamento do Pró-Cultura RS, e apoio institucional Prefeitura Municipal de Porto Alegre/Secretaria de Governança/Centros Administrativos Regionais.

Saiba Mais

Zaoris

Figura pertencente ao folclore, o Zaori refere-se à pessoa nascida numa Sexta- Feira santa. Possuidora de dons especiais, seus olhos, muito brilhantes, de um brilho mágico e misterioso possuem o poder de ver através de corpos opacos, terras ou montanhas, assim conseguindo localizar tesouros escondidos.

ROTEIRO

Música – GENEROSO (Ita Keiber) – sobre a lenda O Anguera

Música – Trezentas Onças (Ita Keiber) – sobre conto homônimo

Lenda – Zaoris (João Simões Lopes Neto – 1913)

Música – Zaoris (Dico Keiber e Ita Keiber) – sobre a lenda homônima

Música – Mãe do Ouro (Fernando Keiber e Ita Keiber) – sobre a lenda A Mãe do Ouro

Música – À Sombra da Salamanca (Fernando Keiber) – sobre a lenda A Salamanca do Jarau

Música – Casa Branca (Ita Keiber) – sobre a lenda A Casa de M’Bororé

Lenda – A M’boitatá (João Simões Lopes Neto – 1913)

Música – Noite Grande (Fernando Keiber e Ita Keiber) – sobre a lenda A M’boitatá.

Música – Sumidouro (Fernando Keiber e Ita Keiber) – sobre o conto No Manantial

Música  – Uiara  (Ita Keiber) – sobre a lenda A Uiara

FICHA TÉCNICA

REALIZAÇÃO: Gaia Cultura & Arte

COORDENAÇÃO GERAL: Márcia Giovana da Costa

PRODUÇÃO EXECUTIVA: Alexandre Mattos Meireles (Lua Nova) e Duda Keiber (222 Produtora)

PRODUÇÃO LOCAL: Tiago Wyse (Porto Alegre/RS)

COORDENAÇÃO ADMINISTRATIVA: Natália da Costa Weingartner e Jamile Pereira

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Mariele Salgado e Bruna Paulim

DIREÇÃO MUSICAL: Fernando Keiber

DIREÇÃO DE ATORES: Adriane Mottola

ASSISTENTE DE DIREÇÃO: Luciana Tondo

CENOGRAFIA: Marco Fronckowiak e Maura Sobrosa Ramos

CRIAÇÃO DE ILUMINAÇÃO: Fernando Ochôa

FIGURINOS: Alexandre Magalhães e Silva

MÚSICOS

Voz: Fernando Keiber

Guitarra: Titeu Moraes

Baixo: Paulo Liska

Bateria: Duda Cunha

Percussão: Rafael Pavão

Acordeon: Matheus Kleber

ATORES

Paulo Roberto Farias

Mariana Rosa

Danuta Zaghetto

Rodrigo Mello

Serviço

Zaoris

Dia 25 de abril, 16h e 18h

Parque Farroupilha (Redenção) em frente ao Monumento ao Expedicionário.

Entrada Franca

Após a apresentação das 18h, haverá um bate papo sobre o processo de criação do espetáculo

Dia 1º de maio, 16h e 18h

Estacionamento da Usina do Gasômetro.

Entrada Franca

Após a apresentação das 18h, haverá um bate papo sobre o processo de criação do espetáculo