Flor-da-Vida-(113)_credito_CristiannoCaetano

Espetáculo do Teatro Mototóti tem apresentações aos sábados na Redenção

 

O espetáculo Flor da Vida tem segunda temporada durante o mês de março, aos sábados, na Redenção. Vencedor do prêmio Funarte Artes na Rua 2013 esta é a quarta produção da companhia.

Reafirmando a característica de visitar um terreno desconhecido a cada novo espetáculo, em Flor da Vida o grupo se aventurou em dois grandes desafios: trabalhar com a linguagem do palhaço e contar a história de vida dos integrantes do Mototóti.

A dramaturgia de Flor da Vida foi construída a partir de uma tragédia que os atores Fernanda Beppler e Carlos Alexandre viveram. No ano de estreia do primeiro espetáculo do grupo – O Vendedor de Palavras – um incêndio avassalador destruiu quase tudo o que eles tinham em casa, exceto o material do teatro. “Flor da Vida é o momento em que transformamos a dor desse triste episódio em riso e em arte”, revelam.

Para mergulhar na arte da palhaçaria, o grupo buscou parceiros mais experientes na área. Assim surgiram os intercâmbios com palhaços gaúchos, uma iniciativa que proporcionou trocar experiências com oito grupos/artistas da capital e interior do Rio Grande do Sul. Mais tarde, se juntou ao trabalho um dos grandes mestres da palhaçaria no Brasil: Ésio Magalhães. Com ele, os atores tiveram grande imersão prática tanto no desabrochar das figuras de Charle’s Tone e Thalia Taluda, como no desenho e direção do espetáculo. Foi uma construção feita em Porto Alegre, sede do Mototóti, e Campinas, sede do Barracão Teatro.

A busca do grupo por uma arte cada vez mais autoral, alcança em Flor da Vida um ponto alto. Onde além de estar em cena, os criadores também estão responsáveis pela dramaturgia, direção geral, cenografia e trilha sonora. Esta última, pela primeira vez é trazida à cena mesclando música ao vivo com trilha sonora gravada.

A temporada inicia no dia 07 e segue até o dia 28 de março, sempre aos sábados, às 16h, na Redenção, próximo ao Recanto Europeu. Todas as apresentações tem entrada franca. Para saber mais, acesse: www.teatromototóti.com.br.

Sinopse: O Teatro Mototóti fala de sua própria jornada ao contar a  história de dois palhaços, que se encontram e buscam realizar seu grande sonho: fazer teatro! Provando dos sabores e dissabores da vida de casal, Charle’s Tone e Thalia Thaluda caminham juntos fazendo escolhas dia-a-dia, até que um incêndio arrebatador destrói tudo o que eles têm. Bem, quase tudo. De acordo com a  simbologia da Flor da Vida*, cada passo interfere diretamente no desenho de uma história. Qual será o desfecho desses dois? Para onde eles foram quando pensavam já não ter mais para onde ir? Este é um momento de grande alquimia do Grupo, que se vale da linguagem do palhaço para tocar o intangível e contar a história de amor, superação e perseverança de seus criadores.

* Flor da Vida é o nome dado a uma figura geométrica formada por vários círculos sobrepostos, num padrão de flor, representando as formas fundamentais de espaço e tempo. Nesse sentido é uma expressão visual da vida, tecendo ligações entre todos os seres, carregando em si informações básicas de todas as coisas vivas. Acredita-se, desde a mais remota antiguidade, que cada molécula de vida, cada célula em nosso corpo conhece este padrão: ele é o padrão da criação e da vida em todo lugar. Então não poderíamos ter encontrado uma simbologia melhor para acolher nosso novo trabalho: A Flor da Vida.

O Teatro Mototóti existe há oito anos e já possui quatro espetáculos em seu repertório. Formado pelos atores Carlos Alexandre e Fernanda Beppler em 2007, o grupo vem se destacando no cenário de teatro de rua, atuando em todo o país, tendo como características de trabalho a pesquisa e prática permanentes em teatro de rua e a construção/manutenção de um repertório de espetáculos, com o propósito de colocar em cena trabalhos autorais que dialoguem com o público nos mais diferentes lugares.

O primeiro espetáculo, O Vendedor de Palavras – Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2008 –   já foi assistido por 80 mil espectadores em mais de 270 apresentações e ganhou uma versão em espanhol, para apresentações na Argentina e Uruguai. A segunda montagem do grupo, i-MUndo – Prêmio FUNARTE Artes Cênicas na Rua 2010 – estreou em setembro de 2011 na capital gaúcha e vem realizando participações em importantes mostras e festivais pelo país.  Ao final de 2012, o Grupo comemorou seu quinto ano de atividades, trazendo à cena mais um espetáculo de teatro de rua, “Folia dos Reis”, um auto que conta a história do Natal sob a perspectiva dos três Reis Magos. O espetáculo estreou no Natal luz de Gramado e integra as principais festividades de Natal do Sul do país.

Em 2013 o Grupo trouxe à cena a história da vida e obra de Hermeto Pascoal, com a peça “Hermeto Pascoal: o mago dos sons”, que mescla a linguagem teatral com a contação de histórias. 2014 foi o ano da estreia de Flor da Vida, quarto espetáculo do repertório do Grupo, contemplado com o Prêmio FUNARTE Artes na Rua (Circo Dança e Teatro) 2013. Este trabalho teve orientação de Esio Magalhães (Barracão Teatro – Campinas/SP), referência na linguagem do palhaço no Brasil.

Serviço

Flor da Vida

De 07 a 28 de março, aos sábados, às 16h

Redenção – próximo ao Recanto Europeu

Entrada Franca