Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

mês

outubro 2014

Barbie Fuck Forever na imprensa

zerohora_23.10

correiodopovo_23.10

metro_23.10.2014

Conjunto Musical Lechaim se apresenta em atividade paralela à Mostra “Moacyr Scliar, o Centauro do Bom Fim”

jc_22.10.14 zh_22.10.14

Lupi, o musical chega a Novo Hamburgo no dia 21 de novembro

lupitsp_credito_danielscherer

Única apresentação ocorre no Teatro Feevale

Após diversas apresentações de sucesso em Porto Alegre – lotando o Theatro São Pedro, Reitoria da UFRGS e Teatro da AMRIGS e da grande repercussão do especial produzido pela RBSTV – o espetáculo Lupi, o musical – uma vida em estado de paixão chega a Novo Hamburgo no dia 21 de novembro, para única apresentação no Teatro Feevale.

Lupi, o musical é uma homenagem ao artista e um elogio à paixão. Não a um caso, ou casos de paixão, mas à paixão idealizada, pré-existente, na alma de Lupicínio Rodrigues. Segundo o diretor e autor, Artur José Pinto, a montagem é uma celebração de um homem que vai além da dor de cotovelo: “Lupicínio era muito mais do que um músico que falava sobre a dor de cotovelo. Nossa intenção é contar a história do artista, mas também do pai, amigo, amante”, revela.

O musical revela um Lupicínio em situações conhecidas e inéditas. Dentre estas, um soldado jovem, sentando praça, em Santa Maria; um aprendiz de mecânico, da Cia. Carris; um boêmio de família, que celebrou 30 anos de casamento com Dona Cerenita Quevedo. Um homem que, nos finais de semana, era caseiro e adorava receber seus familiares na chácara da Cavalhada. Para Lupicínio, boemia, só de segunda à sexta.

Das 21 músicas selecionadas para o repertório, o público encontrará canções renomadas como “Felicidade”, “Nervos de Aço” e “Se acaso você chegasse”, mas também composições menos conhecidas de sua produção, como Zé Ponte e Judiaria. A Direção Musical e arranjos é de Mathias Pinto.

No elenco, Juliano Barreto, criador do projeto, interpreta Lupicínio com 59 anos. O ator Gabriel Pinto interpreta o músico durante sua juventude. Integram o grupo Nadya Mendes, Nani Medeiros, Pâmela Amaro, Cíntia Ferrer, Gabriel Pinto, Lucas Krug, César Pereira e Raul Voges.

Acompanham os músicos Mathias Pinto (violões), Guilherme Sanches (percussão), Lucian Krolow (flauta e saxofone), Samuca do Acordeon (acordeon), André Mensch (trombone) e Elias Barboza (bandolim e cavaquinho).

Os ingressos custam entre R$ 60,00 e R$ 100,00 com descontos para funcionários e graduados da Universidade Feevale, titulares Cartão Alelo, Estudantes, Idosos, Deficientes Físicos e Crianças de até 12 anos. Os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro, no Bourbon Shopping Novo Hamburgo e na Agência Brocker Turismo, em Gramado.

Saiba mais

LUPI, o Musical, é uma obra de exaltação à alegria, à amizade e ao amor.
Os tons sombrios, que normalmente são aplicados nas referências que se faz ao poeta, são transformados em cores e brilhos. Essa era a verdadeira essência de Lupicínio. A dor e a traição, aparecem como o risco de quem se entrega à paixão. E coitado de quem não corre esse risco.
Artur José Pinto – diretor e dramaturgo

A ideia de realizar um musical sobre a vida e as canções de Lupicínio Rodrigues começou em um jantar na casa de seu filho Lupinho. eu, Juliano Barreto, estava conversando com ele, sobre a vontade de fazer algo maior que um show, que unisse as artes (música, dramaturgia, dança, poesia) num mesmo espetáculo, com a grandiosidade da música do Lupi.

Um espetáculo que colocasse a obra em primeiro plano, que as músicas contassem a história do homem por de trás dela.

Os caminhos da vida, me fizeram chegar a pessoa certa para este projeto: Artur José Pinto. Dramaturgo e Pai deste projeto, Artur é o criador desta história, do roteiro e diretor desta peça.

Juntos, pesquisamos, entrevistamos e recebemos o apoio luxuoso do co-criador Lupinho e do jornalista Marcello Campos, maior pesquisador da antiga Porto Plegre e de Lupicínio Rodrigues.

Neste momento eu me sentia mais preparado para o processo de viver e cantar a obra do Lupi e o Artur já estava mergulhado no processo de escrever.

Juntando-se ao time, o músico e arranjador Mathias Pinto foi essencial, grande apaixonado e dedicado ao samba e chorinho, Mathias, (violonista 7 cordas), trouxe um estilo ao musical, direcionando o projeto para um caminho com marcas musicais definidas.

Com um elenco de grandes cantores que se desafiaram a atuar e belíssimos atores que enfrentaram as melodias delineadas de Lupicínio, o espetáculo pretende vida longa.

Juliano Barreto

Ficha Técnica

Dramaturgia e Direção Cênica – Artur José Pinto

Direção Musical e Arranjos – Mathias Pinto

Coreogra­fia e Cenografi­a – Raul Voges

Figurinos – Fabrízio Rodrigues e elenco

Elenco – Juliano Barreto, Nadya Mendes, Nani Medeiros, Pâmela Amaro, Cíntia Ferrer, Gabriel Pinto, Lucas Krug, César Pereira e Raul Voges.

Músicos Mathias Behrends Pinto – (violão 7 cordas, arranjos e composição da suíte “Felicidade”), Guilherme Sanches (percussão), Lucian Krolow (flauta), Samuca do Acordeon (acordeon e arranjos), André Mensch (trombone) e Elias Barboza (Bandolim e cavaquinho)

Fotografi­a – Daniel Scherer

Projeto Grá­fico – Renata Dihl

Web Design – João Pedro

Assessoria de Imprensa – Bruna Paulin – Assessoria de Flor em Flor

Produção Executiva – Ana Helena Rilho e Renata Becker

Direção de Produção – Nadya Mendes

Realização: Mendes Pinto Criações Cênicas

SERVIÇO:

O quê: Lupi, o musical – Uma Vida em estado de paixão
Quando: 21 de novembro, 21h
Onde: Teatro Feevale – ERS-239, n° 2755 | Campus II – Universidade Feevale

Duração: 100min.

Classificação 12 anos
Informações: (51) 3271-1200
Ingressos:
R$ 100,00 – Camarotes

R$ 90,00 – Plateia Baixa

R$ 80,00 – Plateia Alta

R$ 70,00 – Frisas

R$ 60,00 – Balcão Nobre

Descontos:

  • 20% de desconto para funcionários e graduados da Universidade Feevale mais um acompanhante;
  • 10% de desconto para titulares do Cartão Alelo, na compra de um ingresso pago com o Cartão Alelo, adquirido somente na bilheteria do Teatro Feevale.
  • 50% de desconto para titulares do Cartão Alelo na compra de um ingresso pago efetivamente com o Cartão Vale Cultura Alelo, para os primeiros 100, adquirido somente na bilheteria do Teatro Feevale.
  • 20% de desconto para Estudantes em conformidade com a Lei nº 12.933.
  • 50% de desconto para Sênior em conformidade com lei 10.741 de 1º /10/2003 mediante documento que comprove.
  • 50% de desconto para deficiente físico em conformidade com lei 984/03 de Novo Hamburgo
  • 50% de desconto para crianças de 02 a 12 anos em conformidade com a Lei Federal nº 8069/1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Pontos de venda:

Universidade Feevale – Campus II – Rua Coberta

Local: ERS-239, 2755 – Novo Hamburgo, RS.

Horário: De segunda a sexta-feira, das 13h às 21h e sábados das 9h às 14h.

Telefone: (51) 3271-1208

Bourbon Shopping Novo Hamburgo – Quiosque Teatro Feevale

Local: Avenida das Nações Unidas, 2001 / Piso 2 – Novo Hamburgo, RS.

Horário: De segunda a sábado, das 12h às 22h.

Agencia Brocker Turismo

Local: Avenida das Hortências, 1845 – Gramado, RS.

Horário: De segunda a sábado, das 9h às 18h30min, e feriados das 10h às 15h.

Telefone: (54) 3286-5405

Seminário “O Jornalismo na Vida de Moacyr Scliar” na imprensa

zh_21.10.14osul_21.10.14

Guatambu no Pioneiro de hoje

pioneiro_20.10.2014

zh_18.10.14

Seminário sobre jornalismo e espetáculo musical na programação das atividades simultâneas de Moacyr Scliar, o Centauro do Bom Fim

moacyr_scliar_miguel_oliven

 Mostra inédita faz tributo ao médico, escritor e jornalista e segue em cartaz até 16 de novembro, com entrada franca.

Seminário O Jornalismo na Vida de Moacyr Scliar e espetáculo-tributo do Conjunto Musical Lechaim são ocorrem nos dias 21 e 22 de outubro

 

Porto Alegre, 17 de outubro de 2014 – Durante o período da exposição Moacyr Scliar, o Centauro do Bom Fim, em cartaz no Santander Cultural até o dia 16 de novembro, com entrada franca, o público poderá participar de diversas atividades simultâneas à mostra.

A programação, em sintonia com os temas abordados na exposição, engloba oficinas, palestras, seminários, mostras de cinema, apresentação de dança, show de música e teatro.

O jornalismo é tema de seminário na próxima terça-feira, dia 21 de outubro. “O Jornalismo na Vida de Moacyr Scliar” apresenta depoimentos dos jornalistas Cláudia Laitano, Nilson Souza, Rosane de Oliveira, Tânia Rösing e Tulio Milman sobre a intensa colaboração de Scliar na imprensa regional e nacional. O evento tem mediação de Nelson Sirotsky e ocorre na Sala Multiuso às 19h30.

No dia 22, o Conjunto Musical Lechaim apresenta um espetáculo tributo ao autor. A banda da comunidade judaica de Porto Alegre homenageia Scliar interpretando músicas folclóricas e populares em ídiche e hebraico, intercaladas com textos do autor e quadros de humos enfocando os costumes e tradições do ‘povo do livro’. A apresentação acontece no Átrio, às 20h, com entrada franca.

A oficina da semana – “Dedoche – nem uma coisa nem outra” – acontece dia 25. Ministrada pela artista visual, especializada em Pedagogia da Arte, Claudia Hamerski, a atividade apresenta aos alunos a história de Tininha que não sabe se quer continuar larva ou virar borboleta. Os participantes irão criar fantoches que, depois de uma transformação, terão duas personalidades. As inscrições gratuitas podem ser realizadas através do email ecult03@santander.com.br ou pelo telefone 51 3287.5941.

Moacyr Scliar, o Centauro do Bom Fim

Curadoria Carlos Gerbase

Santander Cultural Porto Alegre | Rua Sete de Setembro, 1028 | POA  RS

De 17 de setembro até 16 de novembro de 2014

Entrada franca

  

Sobre as atividades simultâneas

 

SEMINÁRIOS

O Jornalismo na Vida de Moacyr Scliar

Renomados jornalistas compartilharão suas memórias sobre a intensa colaboração de Moacyr Scliar na imprensa regional e nacional.

Data: 21/10

Horário: 19h30

Local: Sala Multiuso

Mediador: Nelson Sirotsky

Participantes: Cláudia Laitano, Nilson Souza, Rosane de Oliveira, Tânia Rösing e Tulio Milman

Acesso por ordem de chegada. Sujeito a lotação do espaço.

 

MÚSICA

 

Espetáculo Tributo a Moacyr Scliar com Conjunto Musical Lechaim

A banda da comunidade judaica de Porto Alegre homenageia Moacyr Scliar interpretando músicas folclóricas e populares em ídiche e hebraico, intercaladas com textos do autor e quadros de humor enfocando os costumes e tradições do ‘povo do livro’.

Data: 22/10

Horário: 20h

Local: Átrio

Acesso por ordem de chegada. Sujeito a lotação do espaço.

 

 

OFICINAS

Dedoche – Nem uma coisa nem outra

A oficina apresenta para o público a história de Tininha que não sabe se quer continuar larva ou virar borboleta. Os participantes irão criar fantoches que, depois de uma transformação, terão duas personalidades. Claudia Hamerski é artista visual, especializada em Pedagogia da Arte e bacharel em História Teoria e Crítica de Arte e Desenho.

Data: 25/10

Local: Santander Cultural

Horário: 13h30 às 17h30

Faixa etária: 7 a 12 anos

Oficineira: Claudia Hamerski

Inscrições gratuitas pelo e-mail ecult03@santander.com.br ou pelo telefone 51 3287.5941 a partir de 15/10

Santander Cultural

Rua Sete de Setembro, 1028 | Centro Histórico

Porto Alegre  RS  Brasil  90010-191 | 51 3287.5500

scultura@santander.com.br | www.santandercultural.com.br

Horários de funcionamento

ter a sab, das 10h às 19h | dom e feriados, das 13h às 19h

Biblioteca

ter a sab, das 10h às 19h | dom e feriados, das 13h às 19h

não abre no primeiro domingo do mês

Café do Cofre

ter a sab, das 10h às 19h | dom e feriados, das 13h às 19h

segundas, das 11h às 15h

Moeda Bar e Restaurante

seg a sex, das 11h30 às 15h

Loja Koralle Santander Cultural

ter a sab, das 10h às 19h | dom e feriados, das 13h às 19h

zh_17.10.14

Monólogo “A Mulher que Escreveu a Bíblia” na imprensa

correiodopovo_16.10.14 metro_16.10.14 jc_16.10.14 zh_16.10.14

Blog no WordPress.com.

Acima ↑