Busca

Bruna Paulin

Assessoria de Flor em Flor

mês

maio 2014

“Nina, o monstro e o coração perdido” encerra temporada neste final de semana no Teatro do Museu do Trabalho

nina1_credito_lucianepiresferreira

Espetáculo infantil dirigido por Lúcia Bendati fala sobre amizade e a necessidade de lidar com os sentimentos

 “Nina, o monstro e o coração perdido” conta a história de uma menina que se desfaz do seu coração para não mais sentir tristeza. É um texto delicado, que fala sobre a necessidade de lidar com os sentimentos. A montagem encerra sua temporada de estreia neste final de semana, com apresentações no sábado e domingo, dias 24 e 25 de maio, às 16h, no Teatro do Museu do Trabalho.

Vivemos em um mundo no qual a felicidade é a regra e tudo que foge a ela parece errado, estranho ou anormal. Para abordar esse assunto de forma dinâmica e encantada, a peça ora utiliza a linguagem de contadores de histórias, ora a própria encenação da jornada de Nina e dos percalços do seu amigo Monstro em busca do coração perdido. A amizade e o comprometimento dos personagens são uma valorização das relações pessoais, tão importantes para a integração social, o aprendizado do sentir e conviver em sociedade.

Uma aventura que satisfaz a necessidade infantil da fantasia, sem deixar de proporcionar vivências importantes para o desenvolvimento da criança. O espetáculo traz para a cena uma história diferenciada, sensível e bem-humorada, que encanta o público de todas as idades.

Com financiamento do Fumproarte/SMC, “Nina, o monstro e o coração perdido” parte do texto inédito da ilustradora Martina Schreiner, autora de diversos livros voltados ao público infantil. A direção é de Lúcia Bendati, assistência de direção de Larissa Sanguiné e no elenco estão os atores Alex Limberger, Gustavo Dienstmann e Valquiria Cardoso. A trilha sonora é de Álvaro Rosacosta e Beto Chedid, iluminação de Ricardo Vivian e produção executiva de Rodrigo Ruiz.

Esta montagem é uma realização da Clareira de Teatro, responsável também pelo espetáculo “A Cãofusão, uma aventura legal pra cachorro”, vencedor de mais de 12 prêmios, entre eles o Tibicuera de Melhor Espetáculo Infantil/2011. É possível agendar apresentações fechadas para escolas a preços especiais (sessões durante a semana). Mais informações através dos contatos: clareiradeteatro@gmail.com fone: 9681-7849 (Rodrigo).

Os ingressos custam R$ 20,00 com descontos de 50% para a classe artística, melhor idade, professores, estudantes e alunos da Casa de Teatro de Porto Alegre.

Ficha técnica

Texto: Martina Schreiner
Direção: Lúcia Bendati

Assistência de Direção: Larissa Sanguiné
Direção Musical: Álvaro RosaCosta
Elenco: Alex LimbergerGustavo Dienstmann e Valquiria Cardoso
Trilha Sonora Original e Preparação Musical: Álvaro RosaCosta e Beto Chedid

Preparação Corporal e Coreografias: Larissa Sanguiné
Criação de Luz: Ricardo Vivian
Criação de Figurino e Adereços: Martina Schreiner, Gustavo Dienstmann e Valquiria Cardoso

Confecção de Figurino e Adereços: Gustavo Dienstmann e Valquiria Cardoso
Criação de cenário: Martina Schreiner e Alex Limberger
Confecção de Cenário: Alex Limberger

Criação de Maquiagem: Gustavo Dienstmann e Valquiria Cardoso
Divulgação: Bruna Paulin – Assessoria de Flor em Flor
Fotos: Luciane Pires Ferreira
Produção Executiva: Rodrigo Ruiz

Realização: Clareira de Teatro
Apoio Cultural: Casa de Teatro de Porto Alegre

Financiamento: Fumproarte – SMC

Nina, o monstro e o coração perdido

Último final de semana

Sábado e domingo, 24 e 25 de maio, 16h

Teatro do Museu do Trabalho (Rua dos Andradas, 230)

Ingressos: R$ 20,00 (desconto de de 50% para a classe artística, melhor idade, professores, estudantes e alunos da Casa de Teatro de Porto Alegre)

Agendamento para escolas – clareiradeteatro@gmail.com fone 9681-7849 (Rodrigo)

folhadosul2_19.05.14

Nina, o monstro e o coração perdido no Correio do Povo

correiodopovo_18.05.14 correiodopovo_17.05.14

jornaldocomercio_19.05.14

correiodopovo_17.05.2014

zerohora_17.05.14

folhadosul2_16.05.14

folhadosul2_15.05.14

osul_15.05.14

Blog no WordPress.com.

Acima ↑