fulano de tal_Regis Duarte

a-voz-da-roupa-11-creditotiagocoelho

Fulano de Tal e A Voz da Roupa, de Régis Duarte e Tiago Coelho, seguem expostas até 05 de janeiro no Espaço Maurício Rosenblatt e na Fotogaleria Virgílio Calegari

Inauguram no dia 21 de novembro, na Casa de Cultura Mario Quintana, duas exposições com a assinatura da equipe do Barraco Estúdio. Régis Duarte retorna às telas com a exposição Fulano de Tal, produção recente do artista, que ele classifica como um trabalho contemplativo, onde interfere em fotografias com linhas de crochê.  “Os crochês dos detalhes, não são da vovó, foram feitos, um a um, por minha mãe”, revela. Duarte, que leva seu nome numa linha de vestuário há 10 anos, começou sua carreira pintando telas com tinta acrílica e fez sua primeira individual no ano de 1994 na reabertura da Casa de Cultura Mario Quintana.

O projeto A Voz da Roupa, criado por Tiago Coelho e Régis Duarte, propõe confrontar a “realidade” com a ficção, através de ensaios fotográficos de trabalhadores em dois momentos diferentes: o primeiro, em “linguagem documental”, busca mostrar os profissionais em seus ambientes de trabalho (como são vistos), e o segundo, em estúdio, retrata os mesmos vestindo personagem criado a partir de sonhos e conversas. Confronto entre real e ficcional, o ensaio propõe a costura entre criador e modelo através da lente precisa do fotógrafo. Para os trabalhadores, a oportunidade do sonho encarando um novo personagem. Para os criadores, a liberdade criativa conquistada. Se a roupa exclui, neste projeto ela integra. Um convite à reflexão sobre a moda em estado de arte com seus códigos e infinitas leituras.

O Barraco é um estúdio de criação sediado em Porto Alegre/RS. Trabalha no desenvolvimento de imagens (vídeo e fotografia), relacionando o documental com a moda. O encontro entre essas duas linguagens se deu pelo fato de Tiago Coelho e Régis Duarte terem trazido suas experiências profissionais anteriores nas duas áreas, respectivamente. Coelho tem graduação em Realização Audiovisual (UNISINOS/RS) e especialização em fotografia documental (EFTI/Espanha). Suas principais exposições são: “A Voz da Roupa”, no PhotoVisa, Krasnodar/Rússia(2012) e Usina do Gasômetro, Porto Alegre/RS(2012). “Dona Ana”, no MUMbat, Argentina(2012) e Santander Cultural, Porto Alegre.(2010); “15ª Edição da Coleção Pirelli/MASP de Fotografia”. MASP, São Paulo. Foi indicado ao Foam Paul Huf Award 2013. Régis Duarte é estilista e diretor de arte. Já expôs seus trabalhos no Brasil, New York, onde morou durante sete anos, Rússia, Argentina e Uruguai. É sócio-proprietário da Galeria Mascate, em Porto Alegre.

As mostras seguem até 05 de janeiro no Espaço Maurício Rosenblatt (3º andar CCMQ) e na Galeria Virígilo Calegari (7º andar CCMQ). O espaço funciona Segundas, das 14h às 21h, terças a sextas, das 9h às 21h e sábados, domingos e feriados, das 12h às 19h com entrada franca.

Fulano de Tal e A Voz da Roupa

Serviço:
Abertura: 21 de novembro de 2013 (quinta-feira), às 19h.
Local:  Espaço Maurício Rosenblatt/3º andar e Galeria Virgílio Calegari/7º andar –  CCMQ (Andradas, 736).
Visitação: Até 05 de Janeiro de 2014. Segundas-feiras, das 14h às 21h, terças a sextas, das 9h às 21h e sábados, domingos e feriados, das 12h às 19h.